Grupo I
	 Leia o seguinte texto:
	 “No centro do Sol, os núcleos de átomos de hidrogénio fundem-se originando núcleos de h...
3.	 Os coletores solares térmicos são dispositivos que permitem transformar energia solar em energia
térmica. A radiação s...
1.2.	 Selecione a opção que indica corretamente a relação entre a energia cinética da esfera na posição A e
a energia ciné...
Grupo III
	 A formação de grande parte dos elementos químicos deu-se em duas fases distintas: na nucleossín-
tese primordi...
Grupo IV
	 O ar atmosférico é, essencialmente, uma solução gasosa, em que o solvente é o azoto e os solutos são
o oxigénio...
Grupo V
	 A figura 1 apresenta o gráfico da variação no tempo das concentrações dos reagentes e dos produtos
da reação de ...
Grupo VI
1.	 Para simular o movimento do satélite recorreram a uma plataforma giratória horizontal semelhante à
representa...
Na tabela seguinte apresentam-se os valores do inverso do quadrado dos períodos medidos
1
t2
e o
módulo da força centrípet...
COTAÇÕES
Grupo I
	 1.	 	 5 pontos
	 2.	 	 10 pontos
	 3.
	 	 3.1.	 	 5 pontos
	 	 3.2.	 	 15 pontos
	 35 pontos
Grupo II
	...
10
aFísica e Química 11A
©AREALEDITORES
Formulário
11
aFísica e Química 11A
©AREALEDITORES
Formulário
12
aFísica e Química 11A
©AREALEDITORES
Tabela Periódica
1
34
1112
1920
3738
5556
8788
21
39
57
89
22
40
72
104
23
41
73
1...
GRUPO I
1.	 (A)
2.	 As duas principais características são:
	 – emissão de radiação pela superfície terrestre –
mantém uma...
GRUPO IV
1.	 (C)
2.	 ppmV (CO2) =
VCO2
Var
* 106
§ 370 =
VCO2
100
* 106´
	 § VCO2
= 0,0370 dm3
	 Vm =
V
n
§ 22,4 =
0,0370
...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Prova tipo exame

524 visualizações

Publicada em

PROVA MODELO FQA

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
524
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prova tipo exame

  1. 1. Grupo I Leia o seguinte texto: “No centro do Sol, os núcleos de átomos de hidrogénio fundem-se originando núcleos de hélio. A sua superfície atinge uma temperatura de perto dos 6000 K. A energia resultante desta reação é radiada para o espaço, e parte dela atinge a atmosfera terrestre com uma intensidade de cerca de 1373 W m-2 . Uma vez que parte da energia inicial é refletida ou absorvida pela atmosfera, num dia de céu claro é possível medir junto à superfície terrestre num plano perpendicular, cerca de 1000 W m-2 . Esta radiação disponível à superfície terrestre divide-se em três componentes: direta, a que vem dire- tamente desde o disco solar; difusa, a proveniente de todo o céu exceto do disco solar, das nuvens e das gotas de água entre outros; e refletida, proveniente da reflexão no chão e dos objetos circundantes.” Adaptado de Portal das Energias Renováveis 1. Selecione a opção que completa corretamente a afirmação seguinte. A intensidade da radiação solar que atinge a atmosfera terrestre é de cerca de 1373 W m-2 , o que sig- nifica que… (A) … aproximadamente 1373 J de radiação solar incidem perpendicularmente no topo da atmosfera, por cada metro quadrado terrestre e em cada segundo. (B) … aproximadamente 1373 J de radiação visível chegam à superfície terrestre, por cada metro qua- drado terrestre e em cada segundo. (C) … aproximadamente 1373 W de radiação visível chegam à superfície terrestre, por cada metro qua- drado terrestre e em cada segundo. (D) … aproximadamente 1373 W de radiação solar incidem perpendicularmente no topo da atmosfera, por cada metro quadrado terrestre e em cada segundo. 2. Uma vez que a superfície terrestre está constantemente a absorver radiação, a Terra sobreaqueceria caso toda esta energia fosse armazenada no sistema Terra – Atmosfera. Quais as caraterísticas planetárias que contribuem para que a temperatura média da superfície da Terra se mantenha constante e torne a Terra habitável? Prova-tipo Exame ©AREALEDITORES a 1 Escola: Nome: Turma: N.º: Data: Carla Rodrigues | Carla Santos Lúcia Miguelote | Paulo Santos Física e Química 11A
  2. 2. 3. Os coletores solares térmicos são dispositivos que permitem transformar energia solar em energia térmica. A radiação solar é captada por uma placa absorsora, aumentando a sua energia interna. O coletor possui ainda um sistema de tubos onde circula um fluido de transferência térmica, responsável pela passagem da energia da placa absorsora para a água do tanque de armazenamento. 3.1. Selecione a única opção que permite obter uma afirmação correta. A transferência de energia da placa absorsora para o fluido de transferência térmica ocorre sob a forma de… (A) … calor por convecção. (B) … radiação. (C) … calor por condução. (D) … trabalho. 3.2. Pretende-se instalar um coletor solar térmico numa vivenda em Lisboa. O coletor, com um rendimento médio de 30%, destina-se a aquecer 200 dm3 de água. O valor médio diário de potência da radiação solar global direta em Lisboa, num dia claro, atinge os 414 W m-2 . Nestas condições, calcule a área do coletor que deve ser instalada, caso se pretenda que o aumento médio diário da temperatura da água seja 40 ºC, sabendo que o tempo de exposição ao Sol é de 8 h diárias. (Considere que durante esse tempo não se retira água para consumo.) Apresente todas as etapas de resolução. Dados: c (capacidade térmica mássica da água) = 4,18 * 103 J kg-1 ºC-1 rágua = 1 kg dm-3 Grupo II 1. Uma esfera de massa 100 g, lançada no ponto A com velocidade inicial, v0, de 10 m s-1 , desce, sem atrito, o plano inclinado representado na figura. De seguida a esfera percorre a circunferência BCDEB, continuando depois no plano horizontal BF, onde já não é desprezável o atrito. Considere que a altura, h, do plano inclinado é 20 m. 1.1. Determine o trabalho realizado pela resultante das forças que atuam na esfera no percurso AB. A h 0 y x B C D E F h— 2 2 Prova-tipo Exame aFísica e Química 11A ©AREALEDITORES
  3. 3. 1.2. Selecione a opção que indica corretamente a relação entre a energia cinética da esfera na posição A e a energia cinética da esfera na posição C. (A) EcA EcC = v0 2 + gh v0 2 (C) EcA EcC = v0 2 gh (B) EcA EcC = v0 2 v0 2 + gh (D) EcC EcA = gh 1.3. Sabendo que a esfera atinge B com uma velocidade igual a 22,4 m s-1 e, no troço horizontal BF, atua na esfera uma força de atrito igual a 20% do seu peso, determine a distância que esta percorre até parar. Recorra exclusivamente às equações que traduzem o movimento, y(t) e v(t). Apresente todas as etapas de resolução. 2. Num projeto de investigação científica, foi proposto a um engenheiro que construísse uma fibra ótica recorrendo a dois novos materiais, designados por X e Y, cujos índices de refração são respetivamente nX = 1,38 e nY = 1,47. Escreva um texto no qual explique qual o material que deve ser utilizado para o núcleo e qual o mate- rial utilizado no revestimento e a fundamentação que o engenheiro deveria apresentar para essa seleção. 3. Fez-se incidir um feixe laser, que se propagava no ar, sobre um paralelepípedo de vidro, segundo um ângulo de incidência de 20º. Verificou-se que o ângulo de refração foi de 14º. Dados: nar(índice de refração da luz no ar) = 1,000 3.1. Selecione a opção que permite determinar o índice de refração do vidro em relação ao ar. (A) sen (20º) sen (14º) (C) sen (20º) * sen (14º) nar (B) sen (14º) sen (20º) (D) nar sen (20º) * sen (14º) 3.2. Selecione a opção que completa corretamente a afirmação seguinte. A velocidade de propagação do feixe laser é… (A) … maior no vidro do que no ar, logo o vidro tem maior índice de refração. (B) … maior no vidro do que no ar, logo o vidro tem menor índice de refração. (C) … menor no vidro do que no ar, logo o vidro tem maior índice de refração. (D) … menor no vidro do que no ar, logo o vidro tem menor índice de refração. 3 Prova-tipo Exame aFísica e Química 11A ©AREALEDITORES
  4. 4. Grupo III A formação de grande parte dos elementos químicos deu-se em duas fases distintas: na nucleossín- tese primordial, que ocorreu logo a seguir ao Big Bang, em que foram produzidos sobretudo o hidro- génio e o hélio; e na nucleossíntese estelar, no interior das estrelas, em que, para além do hidrogénio e do hélio, também se formaram elementos mais pesados a partir de reações nucleares. 1. Considere as duas equações seguintes que representam reações nucleares: I) 12 6C + 12 6C • 23 11Na + X1 II) 235 92U + 1 0n • 141 56Ba + 92 36Kr + X2 1.1. Selecione a opção que identifica corretamente X1 e X2, de modo a completar as equações. (A) X1 – 1 1H; X2 – 3 1 0n (C) X1 – 2 4He; X2 – 3 1 0n (B) X1 – 4 2He; X2 – 3 0n (D) X1 – 1 1H; X2 – 3 0n 1.2. Selecione a opção correta. (A) As duas equações representam reações nucleares de fusão e podem traduzir reações que ocorrem no interior das estrelas. (B) As duas equações representam reações nucleares de fissão e podem traduzir reações que ocor- rem no interior das estrelas. (C) A primeira equação representa uma reação nuclear de fissão, que ocorre no interior das estrelas. (D) A primeira equação representa uma reação nuclear de fusão, que ocorre no interior das estrelas. 2. Considere as configurações eletrónicas do átomo do elemento A e do ião B2+ (as letras não correspon- dem aos símbolos químicos reais desses elementos), no estado fundamental. A. 1s2 2s2 2p6 3s2 3p1 B2+ . 1s2 2s2 2p6 2.1. Selecione a alternativa que corresponde ao conjunto de números quânticos que caracteriza uma das orbitais do átomo do elemento A completamente preenchida, no estado fundamental. (A) (3, 0, 0) (C) (3, 1, -1) (B) (2, 0, 1) (D) (1, 1, 0) 2.2. Relativamente aos átomos dos elementos A e B, selecione a única opção que contém os termos que preenchem, sequencialmente, os espaços seguintes. Os elementos A e B situam-se no mesmo da Tabela Periódica, sendo a energia de ionização do elemento A que a energia de ionização do elemento B. (A) …grupo … maior … (C) …grupo … menor … (B) …período … maior … (D) … período … menor … 3. A energia mínima de radiação necessária para provocar o efeito fotoelétrico é igual a: 3,2 * 10-19 J, para o césio; 7,2 * 10-19 J, para o cobre; 7,3 * 10-19 J para o tungsténio; 1,6 * 10-19 J para o lítio. Selecione a opção que contém os metais para os quais se verifica efeito fotoelétrico quando sobre eles incide radiação eletromagnética de energia 4,62 * 10-19 J. (A) tungsténio, cobre, césio e lítio. (C) cobre, césio e lítio. (B) lítio e tungsténio. (D) césio e lítio. 4 Prova-tipo Exame aFísica e Química 11A ©AREALEDITORES
  5. 5. Grupo IV O ar atmosférico é, essencialmente, uma solução gasosa, em que o solvente é o azoto e os solutos são o oxigénio e outros gases menos abundantes, como, por exemplo, o dióxido de carbono (370 ppmV), o árgon e o vapor de água. 1. Selecione a opção que indica corretamente a composição de CO2 (g) na atmosfera expressa em per- centagem em volume. (A) 106 370 * 102 (B) 370 102 * 106 (C) 370 106 * 102 (D) 102 370 * 106 2. Determine a quantidade de dióxido de carbono em 100 dm3 de ar em condições PTN. 3. Quando o CO2 atmosférico se dissolve na água da chuva, forma-se um ácido fraco, o ácido carbónico, H2CO3 (aq), que confere à água da chuva um pH de cerca de 5,6 (medido à temperatura de 25 ºC). A ionização do ácido carbónico pode ser traduzida pela seguinte equação química: H2CO3 (aq) + H2O (ℓ) — HCO3 - (aq) + H3O+ (aq) Numa dada localidade o aumento da emissão de CO2 (g) para a atmosfera provocou uma diminuição do pH da água da chuva para um valor igual a 5,0 (medido à temperatura de 25 ºC). 3.1. Para essa localidade determine a concentração de ácido carbónico dissolvido na água da chuva. (A 25 ºC, Ka (H2CO3) = 4,4 * 10-7 ) 3.2. Selecione a alternativa que refere as duas espécies que, na reação acima indicada, se comportam como bases de Bronsted-Lowry. (A) HCO3 - (aq) e H3O+ (aq) (B) HCO3 - (aq) e H2CO3 (aq) (C) H2O (ℓ) e H3O+ (aq) (D) H2O (ℓ) e HCO3 - (aq) 5 Prova-tipo Exame aFísica e Química 11A ©AREALEDITORES
  6. 6. Grupo V A figura 1 apresenta o gráfico da variação no tempo das concentrações dos reagentes e dos produtos da reação de síntese do dióxido de azoto (NO2) a partir de monóxido de azoto (NO) e oxigénio (O2), a uma temperatura constante. Figura 1 1. Selecione a opção que indica corretamente a equação química que traduz a reação referida e a respe- tiva expressão da constante de equilíbrio. (A) 2 NO (g) + O2 (g) Æ 2 NO2 (g) Kc direta = 1,42 * 1,8 0,82 (B) 2 NO (g) + O2 (g) Æ 2 NO2 (g) Kc direta = 0,82 1,4 * 1,82 (C) 2 NO (g) + O2 (g) Æ 2 NO2 (g) Kc direta = 1,42 * 1,8 0,82 (D) 2 NO (g) + O2 (g) Æ 2 NO2 (g) Kc diretaa = 0,82 1,42 * 1,8 2. Tendo em conta os valores das concentrações de reagentes e produtos apresentados no gráfico, cal- cule o rendimento da reação. 3. Pretende-se aumentar o rendimento da reação apresentada no gráfico. Sabendo que a reação de síntese do NO2 é endotérmica, indique, justificando, que alteração introdu- ziria na temperatura. 4. Selecione a única alternativa que traduz como varia o número de oxidação do azoto, na transformação da espécie NO na espécie NO2. (A) De - 1 para - 2 (C) De + 2 para + 4 (B) De + 1 para + 2 (D) De - 2 para - 4 C/mol dm-3 2,2 1,8 1,4 0,8 A B C 10 t/min 6 Prova-tipo Exame aFísica e Química 11A ©AREALEDITORES
  7. 7. Grupo VI 1. Para simular o movimento do satélite recorreram a uma plataforma giratória horizontal semelhante à representada na figura, que girava com velocidade angular constante por ação de um motor, onde colocaram um carrinho de brincar com massa constante. 1.1. Com o objetivo de determinar o período da plataforma giratória, os alunos mediram com um cronó- metro, em três ensaios, o tempo que a plataforma demorou a completar 5 voltas. Os valores medidos encontram-se registados na tabela seguinte. Ensaio Dt / s 1 7,480 2 7,485 3 7,505 Exprima o resultado da medição do período da plataforma em função do valor mais provável e da incerteza absoluta. 1.2. Seguidamente os alunos mediram a massa de um carrinho, obtendo o valor 89,6 g. O carrinho foi colocado sobre a plataforma, seguro por hastes metálicas para não deslizar e preso a uma mola elástica que por sua vez estava ligada a um dinamómetro (colocado verticalmente), de forma a permitir determinar a força que a mola exerce no carrinho. Os alunos realizaram quatro ensaios sucessivos, procedendo de modo que o período de rotação da plataforma giratória diminuísse. E para cada ensaio mediram o período de rotação, com o cronómetro, e a força exercida pela mola no carrinho (força centrípeta), com o dinamómetro. 7 Prova-tipo Exame aFísica e Química 11A ©AREALEDITORES
  8. 8. Na tabela seguinte apresentam-se os valores do inverso do quadrado dos períodos medidos 1 t2 e o módulo da força centrípeta, Fc, em cada um dos ensaios. Ensaio 1 t2 / s-2 Fc / N 1 0,1150 0,099 2 0,2022 0,196 3 0,2983 0,294 4 0,4151 0,393 Determine o raio da trajetória descrita pelo carrinho. Comece por deduzir a expressão que relaciona o valor da força centrípeta com o período do movimento. Utilize a calculadora gráfica para determinar a equação da linha que melhor se ajusta ao conjunto de pontos experimentais. Apresente todas as etapas de resolução. 1.3. Atendendo aos resultados obtidos, selecione a opção que apresenta a conclusão a que os alunos deve- riam ter chegado para a relação entre a força centrípeta e o período do movimento de um satélite. (A) O valor da força centrípeta que atua sobre um satélite é inversamente proporcional ao período do movimento do satélite. (B) O valor da força centrípeta que atua sobre um satélite é inversamente proporcional ao quadrado do período do movimento do satélite. (C) O valor da força centrípeta que atua sobre um satélite é diretamente proporcional ao período do movimento do satélite. (D) O valor da força centrípeta que atua sobre um satélite é diretamente proporcional ao quadrado do período do movimento do satélite. 8 Prova-tipo Exame aFísica e Química 11A ©AREALEDITORES
  9. 9. COTAÇÕES Grupo I 1. 5 pontos 2. 10 pontos 3. 3.1. 5 pontos 3.2. 15 pontos 35 pontos Grupo II 1. 1.1. 10 pontos 1.2. 5 pontos 1.3. 15 pontos 2. 15 pontos 3. 3.1. 5 pontos 3.2. 5 pontos 55 pontos Grupo III 1. 1.1. 5 pontos 1.2. 5 pontos 2. 2.1. 5 pontos 2.2. 5 pontos 3. 5 pontos 25 pontos Grupo IV 1. 5 pontos 2. 10 pontos 3. 3.1. 10 pontos 3.2. 5 pontos 30 pontos Grupo V 1. 5 pontos 2. 10 pontos 3. 10 pontos 4. 5 pontos 30 pontos Grupo VI 1. 1.1. 5 pontos 1.2. 15 pontos 1.3. 5 pontos 25 pontos Total 200 pontos 9 Prova-tipo Exame aFísica e Química 11A ©AREALEDITORES
  10. 10. 10 aFísica e Química 11A ©AREALEDITORES Formulário
  11. 11. 11 aFísica e Química 11A ©AREALEDITORES Formulário
  12. 12. 12 aFísica e Química 11A ©AREALEDITORES Tabela Periódica 1 34 1112 1920 3738 5556 8788 21 39 57 89 22 40 72 104 23 41 73 105 24 42 74 106 25 43 75 107 26 44 76 108 27 45 77 109 28 46 78 110 29 47 79 111 30 48 80 31 49 81 32 1314 56 50 82 33 15 7 51 83 5859606162636465666768697071 90919293949510210396979899100101 34 16 8 52 84 35 17 9 53 85 36 18 10 2 54 86 112 LANTANÍDEOS N.°atómico Nome Massaatómica relativa Símboloquímico ACTINÍDEOS 1 Grupos 23456789101112131415161718 1 H LiBe NaMg KCa RbSr CsBa FrRa Sc Y La Ac Ti Zr Hf Rf V Nb Ta Db CePr ThPa NdPm UNp SmEu PuAm GdTb CmBk DyHo CfEs ErTm FmMd YbLu NoLr Cr Mo W Sg Mn Tc Re B Fe Ru Os Hs Co Rh Ir Mt Ni Pd Pt Ds Cu Ag Au Zn Cd Hg Ga In BCNOF He Ne Ar Kr Xe Rn AsSeBr Si Ge SbTeISn BiPoAtPb PSCLAL TL Rg H Cn Hidrogénio LítioBerílio SódioMagnésio PotássioCálcioEscândio Ítrio Lantânio Actínio Titânio Zircónio Háfnio Rutherfórdio Cério Tório Praseodímio Protactínio Neodímio Urânio Promécio Neptúnio Samário Plutónio Európio Amerício Gadolínio Cúrio Térbio Berquélio Disprósio Califórnio Hólmio Einstéinio Érbio Férmio Túlio Mendelévio Itérbio Nobélio Lutécio Laurêncio Vanádio Nióbio Tântalo Dúbnio Crómio Molibdénio Tungsténio Seabórguio Manganésio Tecnécio Rénio Bório Ferro Ruténio Ósmio Hássio Cobalto Ródio Irídio Meitnério Níquel Palácio Platina Darmastádio Cobre Prata Ouro ZincoGálio Índio Tálio Alumínio Boro Germânio Estanho Chumbo Silício Carbono Arsénio Antimónio Bismuto Fósforo Azoto Selénio Telurio Polónio Enxofre Oxigénio Bromo Iodo Astato Cloro Flúor Krípton Xénon Rádon Árgon Néon Hélio Cádmio Mercúrio Roentgénio RubídioEstrôncio CésioBário FrâncioRádio Hidrogénio Copernício 1,01 6,949,01 22,9924,31 39,1040,08 85,4787,62 132,91137,33 26,98 69,72 114,82 204,38 12,01 28,09 72,64 118,71 207,2 14,01 30,97 121,76 208,98 15,99 32,07 78,96 127,60 (209) 19,00 35,45 79,90 126,90 (210) 20,18 4,00 39,95 83,80 131,29 (222) (223)(226) 10,81 74,9244,96 88,91 138,91 (227) 47,87 91,22 178,49 (261) 50,94 92,91 180,95 (262) 52,00 95,94 183,84 (266) 54,94 (98) 186,21 (264) 55,85 101,07 190,23 (277) 58,93 102,91 192,22 (268) 58,69 106,42 195,08 (271) 63,55 107,87 196,97 65,41 112,41 200,59 140,12140,91173,04174,97144,24(145)150,36151,97157,25158,93162,50164,93167,26168,93 232,04231,04(259)(262)238,03(237)(244)(243)(247)(247)(251)(252)(257)(258) (272) 111 Roentgénio (272)(277) 1,01
  13. 13. GRUPO I 1. (A) 2. As duas principais características são: – emissão de radiação pela superfície terrestre – mantém uma condição de equilíbrio, conhecido como equilíbrio térmico da Terra, que é responsável pela temperatura constante da mesma. – efeito de estufa – garante uma temperatura que permite a existência de vida na Terra tal como a conhecemos. 3. 3.1. (C) 3.2. V = 200 dm3 r = m v § m = r * v § m = 200 kg Q = mcDT § Q = 200 * 4,18 * 103 * 40 Q = 3,34 * 107 J h = Eútil Efornecida * 100 § 0,30 = 3,34 * 107 Efornecida § § Efornecida = 1,11 * 108 P = E Dt § 414 = E 8 * 3600 § § E = 1,19 * 107 J m-2 Área = 1,11 * 108 1,19 * 107 § Área = 9,35 m2 GRUPO II 1. 1.1. Como só atuam forças conservativas (força gravítica e reação normal): DEm = 0 EmA = EmB ´ EcA + EpA = EcB + EpB § § 5 + 20 = 1 2 mv2 f + 0 § vf = 22,4 m s-1 w ( • Fr) = DEc w ( • Fr) = 1 2 m (vf 2 - v i 2 )§ w ( • Fr) = 20 J 1.2. (B) 1.3. Fa = 0,20 * mg § Fa = 0,20 N Fa = m * a § 0,20 = 0,100 * a § a = 2,0 m s-2 v = v0 + at § 0 = 22,4 - 2,0t § t = 11,2s x = x0 + v0t + 1 2 at2 § x - x0 = 22,4t - t2 § § x - x0 = 125 m 2. – O material para o núcleo deverá ser o Y e para o revestimento o X. – Nas fibras óticas ocorre o fenómeno de reflexão total. – O fenómeno da reflexão total ocorre quando o índice de refração do núcleo é elevado e superior ao do revestimento e quando o ângulo segundo o qual a luz incide na superfície de separação núcleo­ ‑revestimento é superior ao ângulo crítico. 3. 3.1. (A) 3.2. (C) GRUPO III 1. 1.1. (A) 1.2. (D) 2. 2.1. (A) 2.2. (B) 3. (D) 13 Proposta de Resolução aFísica e Química 11A ©AREALEDITORES
  14. 14. GRUPO IV 1. (C) 2. ppmV (CO2) = VCO2 Var * 106 § 370 = VCO2 100 * 106´ § VCO2 = 0,0370 dm3 Vm = V n § 22,4 = 0,0370 n § n = 1,65 * 10-3 mol 3. 3.1. [H3O+ ] = 1,0 * 10-5 mol dm-3 Ka = [HCO3 - ] * [H3O+ ] [H2CO3] § § Ka = (1,0 * 10-5 )2 [H2CO2] § [H2CO3] = (1,0 * 10-5 )2 4,4 * 10-7 § § [H2CO3] = 2,3 * 10-4 mol dm-3 3.2. (D) GRUPO V 1. (D) 2. Considerando como reagente limitante o NO: Em 1 dm3 , m(NO) 2 = m(NO2) 2 § m(NO2) = 2,2 mol h = hobtido hteórico * 100 § h = 0,8 2,2 * 100 § § h = 36,4% 3. Aumento da temperatura – de acordo com o princí- pio de Le Chatelier, tratando-se de uma reação endotérmica, um aumento da temperatura favorece a reação no sentido direto (aumento do rendimento). 4. (C) GRUPO VI 1. 1.1. T1 = 7,480 5 = 1,496 s T2 = 7,485 5 = 1,497 s T3 = 7,505 5 = 1,501 s T = 1,496 + 1,497 + 1,501 3 = 1,498 s o1,498 - 1,496l = 0,002 s o1,498 - 1,497l = 0,001 s o1,498 - 1,501l = 0,003 s T w = 1,498 s ± 0,003 s 1.2. Fc = m v2 r § Fc = m w22 r § Fc = m4 p2 r T2 Declive da reta = m 4 p2 r Utilizando a calculadora gráfica para traçar o gráfico, Fc = f ( 1 T2 )obtém-se uma reta de declive 0,979. m 4 p2 r = 0,979 § r = 0,979 m4 p2 § r = 0,277 m 1.3 (B) 14 Proposta de Resolução aFísica e Química 11A ©AREALEDITORES

×