Hit – La Canción: As escolhas de Auryn e Rosa López
O terceiro episódio do Hit – La Canción foi ao ar no último sábado (17...
Shakira já é mamãe pela segunda vez
Nasceu na noite de ontem (29 de janeiro) em Barcelona o segundo filho de Shakira com o...
Planejando o seu Pet: os melhores animais para espaços pequenos
Animais de estimação são grandes companheiros, mas você sa...
os gatos precisam de seu próprio potinho de comida e água e é uma boa ideia fornecer várias bandejas
para eles fazerem sua...
O Mercado Imobiliário para a Geração do Milênio: 10 fatos
Os compradores do Milênio, também conhecidos como Geração Y, che...
10.8 milhões de membros da Geração Y têm filhos e buscam imóveis que se adéquem ao seu
estilo de vida.
Eles cozinham mais ...
Confiando amplamente no boca a boca, mais de 75% dos Milênios baseiam suas decisões em
notas e reviews que encontram. Mais...
Marsala será a cor de 2015, segundo a Pantone. Veja como usar na decoração
Em 2010 foi o Turquesa. Em 2011 o Rosa “Beija-F...
Um logotipo para cada bairro de São Paulo
Essa é a criativa e ambiciosa ideia do Designer Gráfico Pedro Campos, criador do...
O bairro Tatuapé não é só um dos mais agradáveis e desejados de São Paulo, mas é também um local
histórico e de grande val...
Mooca
A Mooca é o bairro paulistano por excelência. No início de sua construção, a região foi ocupada por
croatas, lituano...
Curitiba: a cidade mais verde da América Latina
É o que afirma o Green City Index, ou Índice de Cidades Verdes, um relatór...
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Portfólio_Fernanda_Cabrera
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Portfólio_Fernanda_Cabrera

281 visualizações

Publicada em

Portfólio - Fernanda Cabrera
- Social Media
- Content Creator

Publicada em: Recrutamento e RH
  • Seja o primeiro a comentar

Portfólio_Fernanda_Cabrera

  1. 1. Hit – La Canción: As escolhas de Auryn e Rosa López O terceiro episódio do Hit – La Canción foi ao ar no último sábado (17 de janeiro) na TVE. Lutaram por escolher novas canções a boyband Auryn e Rosa López. Conheça agora as escolhas deles em Hit! O quinteto optou por Tic Tac de Mi Corazón, de Manuel Dopico e Paula Díaz. Ao produzirem a canção para si, os meninos da Auryn transformaram o ritmo e alteraram um pouco da letra. O título também mudou; agora é apenas Tic Tac. Em menos de 12 horas, a canção chegou ao primeiro lugar do ITunes Espanha, a primeira saída de Hit a conseguir o feito. Já Rosa López, depois de muita indecisão na primeira rodada de Hit, foi rápida na segunda ao escolher Me Da Igual, de Alfonso Bravo e David Barral. Isso já indicava que essa seria a sua escolhida. Rosa disse que queria transformar a canção em um brit pop. E aí: qual delas vocês preferem?
  2. 2. Shakira já é mamãe pela segunda vez Nasceu na noite de ontem (29 de janeiro) em Barcelona o segundo filho de Shakira com o jogador de futebol Gérard Piqué. A cantora colombiana deu entrada no Hospital Teknon por volta das 19h00 (horário local, 16h00 no Horário de Brasília) e deu a luz às 22h00, por meio de uma cesariana. Sasha foi o nome escolhido por Shakira e Piqué Membros da mesma equipe médica que fizeram o parto de Milan (na foto), primeiro filho do casal, trouxeram ao mundo, Sasha. Mãe e filho passam bem e descansando. Eles devem receber alta já nos próximos dias. Mesmo com o nascimento de Sasha, segue o World Baby Shower (Chá de Bebê Mundial), iniciada por Shakira e Piqué em parceria com a UNICEF. A campanha tem o objetivo de arrecadar fundos e salvar a vida de crianças em situação de vulnerabilidade.
  3. 3. Planejando o seu Pet: os melhores animais para espaços pequenos Animais de estimação são grandes companheiros, mas você sabe qual melhor se adapta ao espaço que você tem disponível? A maioria das pessoas deseja ter um animal de estimação, mas se você vive em um espaço pequeno, é tão importante considerar as necessidades físicas e psicológicas do pet quanto as suas. Aqui vão algumas dicas de animais de maior adaptabilidade e como deixá-los mais felizes. Cachorros Se você está se mudando para uma casa menor ou cuidando de um cachorro ou filhote pela primeira vez, é importante não se esquecer da importância de sempre levá-los para uma dose diária de exercícios físicos ao ar livre, além, claro, de bastante companhia e atenção. Cachorros precisam de ambientes limpos, confortáveis e seguros, com espaço para que eles se movam. Garanta sempre que seu cachorro tem oportunidades mais do que suficientes de fazer as suas necessidades. Eles também precisam de uma cama e brinquedos para conforto e estímulo, especialmente quando você não estiver em casa. Gatos Gatos precisam de mais enriquecimento, então garanta que eles tenham postes para arranhar, espaços para escalar, brinquedos e locais para se esconder e dormir. Eles também precisam de exercício. Pode parecer estranho, mas a maioria dos gatos pode sim ser levada para um passeio utilizando uma coleira. Se você está considerando comprar ou adotar um gatinho, considere a possibilidade de ficar com dois, para que eles possam fazer companhia um ao outro. Por exemplo: gatos de idades similares, irmãos ou gatos que já se dêem bem em seu local de origem. É importante saber que, mesmo em locais pequenos,
  4. 4. os gatos precisam de seu próprio potinho de comida e água e é uma boa ideia fornecer várias bandejas para eles fazerem suas necessidades. Porquinho Da Índia e Coelho Porquinhos da Índia e coelhos precisam de bastante espaço e exercício diário fora da gaiola. Eles também devem ter acesso regular a um espaço externo, gramado, no qual eles possam se mover e explorar. Porquinhos da Índia, especialmente, são muito sociáveis e ficam melhores se mantidos aos pares – mas cuidado para não misturar machos e fêmeas ou então você acabará com uma grande quantidade de bebês indesejados. Peixes Peixes são os pets perfeitos para espaços pequenos. É preciso garantir que eles tenham um aquário apropriado com boa filtração, controle de temperatura, aeração e manutenção regular da qualidade da água. Eles também precisam de bastante espaço, plantas e acessórios interessantes para nadar ao redor. Mas e se eu me mudar? Assim como é importante considerar qual o pet adequado para o seu espaço, é importante considerar como a mudança afetará o seu bichinho caso você precise se mudar. Por exemplo, na mudança, sempre olhe ao redor da nova propriedade com cuidado procurando pro plantas e outros itens tóxicos que possam prejudicar a saúde do seu bichinho. Muitos condomínios têm regras que proíbem a presença de animais, então é importante pesquisar essa informação antes de conseguir o seu pet. Também busque saber sobre leis locais que causem possíveis restrições. O mais importante é: em caso de dúvidas, sempre pergunte a um veterinário. Ele te ajudará a encontrar o pet ideal para você e a deixá-lo sempre saudável e feliz.
  5. 5. O Mercado Imobiliário para a Geração do Milênio: 10 fatos Os compradores do Milênio, também conhecidos como Geração Y, chegaram para ficar, estabilizando-se em todos os setores do mercado, incluindo, claro, o imobiliário. Seus novos compradores são muito diferentes dos anteriores e é necessário compreendê-los. Quem é a Geração do Milênio? Antes de qualquer coisa, é preciso entender quem é a Geração Y, o outro nome dado ao grupo. Nascidos entre 1978 e 1990, foram apelidados de “Milênio” por terem sido concebidos em uma era digital, democrática e de rupturas com a tradição. Essa é a primeira geração que não precisou aprender a conviver com as máquinas, pois já nasceu com elas. Geralmente são multitarefas, o que significa que são capazes de estudar, ouvir música, checar o Facebook e prestar atenção na televisão ao mesmo tempo. Suas particularidades atingem também seus hábitos de consumo. Aqui vão dez coisas que você precisa saber sobre a relação deles com o Mercado Imobiliário: Eles amam seus pets Mais de 76% possuem cachorros ou gatos. Imóveis amigáveis aos animais de estimação fazem que você atraia muito mais do que os outros 24% deste mercado. Duas rodas são melhores do que quatro O Milênio dirigiu, em média, 23% a menos em 2009 do que em 2001. Essa é a maior redução dentro de qualquer geração. A ausência de um biciletário pode fazer aqueles que usam as duas rodas como meio de transporte desistirem do negócio. Eles estão crescendo e tendo filhos
  6. 6. 10.8 milhões de membros da Geração Y têm filhos e buscam imóveis que se adéquem ao seu estilo de vida. Eles cozinham mais e comem fora menos do que a geração anterior O Milênio médio jantou fora uma noite a menos por semana em 2012 do que o fez cinco anos antes. Cozinhas modernas e remodeladas podem ser um grande atrativo para os 61% que gostam de cozinhas. Eles estão ajudando suas comunidades 63% dos Milênios doam para instituições e preferem companhias que façam o mesmo. Além disso: 1 em cada 3 boicotaria ou apoiaria negócios baseado nas causas que ambos tenham em comum. 4 em cada 5 vêem mais probabilidade em comprar de companhias que apoiem causas com as quais eles se importem. 3 em cada 4 têm em mais alta conta companhias que apoiam causas sociais. Ou seja, buscar maneiras de ajudar a comunidade local aumenta a atratividade do seu imóvel para os jovens interessados. Eles raramente preenchem um cheque Ajude que eles paguem suas contas em dia ao dar opções de formas de pagamento. 38% dos Milênios preferem pagar online e 22% nunca nem sequer preencheram um cheque. Segurança é uma grande prioridade Os Milênios querem se sentir seguros em suas residências. 76% afirmam que uma rua segura é a primeira prioridade quando se trata de habitação urbana. Prover instalações de segurança e automação residencial pode estimular a imagem do seu condomínio. Eles estão falando sobre você
  7. 7. Confiando amplamente no boca a boca, mais de 75% dos Milênios baseiam suas decisões em notas e reviews que encontram. Mais do que as gerações anteriores, eles compartilham suas opiniões, sobretudo quando estão insatisfeitos. 95% compartilham socialmente experiências ruins enquanto 87% compartilham experiências boas. Eles enviam mensagens. O tempo todo. Um membro da Geração do Milênio envia, na média, 20 mensagens de texto por dia. Donos de propriedades que são facilmente encontrados via sms ou ferramentas similares, como Whatsapp, podem ajudar seus compradores ou inquilinos a economizar tempo e esforço, oferecendo uma nova opção para deixar essa Geração satisfeita. E você quer aqueles bons reviews, não é mesmo? Eles precisam de ar fresco Muitos Milênios dão o mesmo valor a espaços ao ar livre e locais fechados. Oferecer espaços de socialização ao ar-livre pode ajudar nos negócios.
  8. 8. Marsala será a cor de 2015, segundo a Pantone. Veja como usar na decoração Em 2010 foi o Turquesa. Em 2011 o Rosa “Beija-Flor”. Em 2012, o Tangerina. 2013 foi o ano do Esmeralda e 2014 foi o do Lilás ”Orquídia Radiante”. Todas essas foram as cores do ano, apontadas pela Pantone, uma empresa americana conhecida pelo seu sistema de cor, utilizado na indústria gráfica. Os guias de cor da empresa, fundada em 1963, são tão importantes que a legislação escocesa, depois de debate no Parlamento, passou a indicar que o azul da bandeira do país fosse indicado como “Pantone 300″. Todos os anos, a cor indicada por eles como a tendência do ano seguinte acaba aparecendo com força na moda, na maquiagem e, claro, na decoração. Para 2015, a Pantone acaba de divulgar a cor do ano: Marsala, um vinho rico com tons de terracota e vermelho. O nome é inspirado na bebida homônima, produzida exclusivamente na região da cidade de Marsala, na Sicília (Itália) e protegida pelo status DOC, ou Denominação de Origem Controlada. A última vez que uma bebida alcoólica havia sido a fonte inspiradora para a cor do ano, havia sido em 2009, quando o Amarelo Claro “Mimosa” foi o escolhido. Segundo Leatrice Eiseman, diretora executiva do Instituto Pantone Color, “A cor Marsala é um tom sutilmente sedutor, que nos atrai para seu calor envolvente”. Como usar o Marsala na decoração? Uma cor tão escura e terrosa pode ser assustadora para muitos na parede, como pintura, mas o Marsala funciona muito bem para dar ao ambiente uma sensação acolhedora e calorosa ao ambiente. Mas se você prefere não ousar tanto, essa é uma cor que também é considerada rico para assentos de cadeiras e acessórios. É possível, por exemplo, encontrar eletrodomésticos, lustres e até jogos de serviço de mesa neste tom terroso. A própria Pantone também sugere o uso em superfícies com texturas, tornando-se uma boa opção para tapetes e estofados. Qualquer seja o seu caso, é importante sempre harmonizar a Marsala com as demais cores do seu ambiente. Por ser um tom terroso, isso não é tão difícil. Ela combina com tons neutros e cinzas e também com o âmbar, ocre e amarelo dourado. Tons esverdeados e azulados também são criam uma combinação interessante. Gostou da cor? Então confira a nossa galeria recheada de inspirações de como incorporar a cor de 2015 na sua decoração.
  9. 9. Um logotipo para cada bairro de São Paulo Essa é a criativa e ambiciosa ideia do Designer Gráfico Pedro Campos, criador do Projeto Identidade São Paulo. O objetivo é criar um logotipo para cada um dos mais de 400 bairros de São Paulo. No site do Projeto, Pedro explica que a ideia do Identidade São Paulo surgiu em 2009, mas foi apenas em 2013, durante uma crise criativa, que ele recuperou o caderninho onde havia feito os primeiros rabiscos e decidiu levar a ideia adiante. Cada desenho surge apenas depois da pesquisa da história do bairro. O próprio nome e sua origem também são grandes fontes de inspiração. Por isso mesmo todos os logotipos incorporam o ano de fundação do local. Conheça alguns dos logotipos dos bairros de São Paulo criados por Pedro nas imagens abaixo: Brooklin Novo O bairro, antigamente um território só com o Brooklin Velho, tem uma das localizações mais estratégicas de São Paulo. Ali você tem fácil acesso à Marginal Pinheiros, Avenida dos Bandeirantes e ainda está ao próximo ao aeroporto de Congonhas. O Brooklin novo também é conhecido por abrigar algumas das maiores empresas, como a TV Globo, a Microsoft e a HP. Gosta de festa? Não perca a tradicional Brooklinfest, cheia de comidas e danças típicas alemãs. Um dos mais novos e mais queridos cartões postais dos paulistanos é representado no logotipo do bairro: a Ponte Estaiada. Tatuapé
  10. 10. O bairro Tatuapé não é só um dos mais agradáveis e desejados de São Paulo, mas é também um local histórico e de grande valor para a cidade. O morador tem várias opções de transporte público e pode chegar com facilidade a outras regiões da cidade. São duas estações da Linha Vermelha do metrô, Carrão e Tatuapé, duas linhas de trem da CPTM, Coral e Safira. O Tatuapé também é a casa do Parque do Piqueri e seus quase 100 mil m² de rica flora e fauna. Como não podia deixar de ser, o logotipo do Tatuapé tem a imagem de um tatu, representando a origem do nome do bairro, que, em tupi, significa “caminho dos tatus”. O padrão na carapaça do animal faz alusão ao pioneirismo da região na cultura de uvas. Pinheiros Pinheiros está localizado Zona Oeste de São Paulo e tem como característica ser uma região nobre, bem localizada e com diversos tipos de serviços, além de ótimas opções de lazer, entretenimento e gastronomia. Para o morador de Pinheiros, opções de cultura nunca faltarão. O bairro é a casa, entre outros, do Instituto Tomie Ohtake, Centro de Cultura Judaica, Instituto Goethe, entre outros. Para as compras também não falta opções, já que no bairro estão os Shoppings Eldorado e Iguatemi. Não é a toa que o logotipo de Pinheiros parece um símbolo do Natal; o Designer Pedro Campos optou por representar o bairro, neste caso, de acordo com seu nome.
  11. 11. Mooca A Mooca é o bairro paulistano por excelência. No início de sua construção, a região foi ocupada por croatas, lituanos e, sobretudo, italianos. E por falar na Itália… Não tem como falar da Mooca sem falar da festa de San Gennaro, que chegou, em 2014, à sua 41ª edição. Nela, as nonnas preparam irresistíveis macarronadas, polentas, entre outros. Na Mooca também está o tradicional Clube Atlético Juventus e seu time de futebol profissional. Assistir a uma partida do Moleque Travesso na Rua Javari é um programa imperdível! A alma italiana da tradicionalíssima Mooca fez com que o Museu do Imigrante fosse escolhido para estampar seu logotipo. Curiosamente muitas pessoas afirmam que o Museu está localizado no Brás, mas, de acordo com os Correios, ele é “mooquense” mesmo.
  12. 12. Curitiba: a cidade mais verde da América Latina É o que afirma o Green City Index, ou Índice de Cidades Verdes, um relatório de sustentabilidade feito pela Siemens com a Economist Intelligence Unit, do grupo The Economist. Foram avaliados: energia e emissões de CO², opções de transporte, água, gestão de resíduos, qualidade do ar, saneamento, construções verdes e governança ambiental global. A capital do Paraná teve seu maior destaque na qualidade do ar, reuso de resíduos e mobilidade urbana. Curitiba tem um dos mais modernos sistemas de Ônibus do Brasil, baseado no conceito de VLP (Veículo Leve Sobre Pneus). Há canaletas exclusivas para linhas expressas, que integram os diversos terminais da cidade. O sistema integrado, que ainda inclui ônibus “alimentadores” e “expressos”, é chamado RIT (Rede Integrada de Transporte). O relatório ainda destaca a abordagem histórica que Curitiba sempre deu aos cuidados com o meio ambiente, incomum no restante do continente. Diz o documento: “O principal motivo para o desempenho excepcional de Curitiba é a sua longa história de assumir uma abordagem holística para o meio ambiente. Na década de 1960, diante de um rápido crescimento populacional, foram implementadas soluções como criar áreas de pedestres e fornecer baixo custo de trânsito eficaz. (…) Na década de 1980, foram abordadas questões como a criação de áreas verdes, reciclagem e gestão de resíduos, e saneamento”. Outras cidades brasileiras ainda foram destacadas no documento do Green City Index. É o caso de Belo Horizonte, com bom desempenho por seus edifícios ecológicos, qualidade da água e do ar. O Rio de Janeiro foi elogiado por sua energia limpa e políticas sustentáveis, mas ficou abaixo da média em relação à água. De acordo com o documento produzido, acima da média geral, além de Curitiba, também estão Bogotá, Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Na média, estão Porto Alegre; Medelín (Colômbia); Monterrey, Puebla e Cidade do México (México); Quito (Equador) e Santiago (Chile). Abaixo da média, ficaram Buenos Aires (Argentina) e Montevidéu (Uruguai). Nas piores colocações gerais ficaram Guadalajara (México) e Lima (Peru). As cidades foram escolhidas conforme o seu tamanho e importância social e econômica. Nos outros grupos, as cidades verdes de destaque foram Vancouver (Canadá), Copenhague (Dinamarca), São Francisco (Estados Unidos) e Cidade do Cabo (África do Sul).

×