SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
Verbos significativos e verbos de ligação
Os verbos significativos expressam uma informação e tem, portanto, um sentido
próprio. Em geral, esses verbos expressam ações (acontecimentos) ou fenômenos da
natureza.
As turmas do 7º ano estudam muito.
Os verbos significativos se subdividem em: verbos intransitivos e transitivos.
 Intransitivo – aquele que, por si só, exprime uma ideia completa e, por isso, não
exige outro termo que lhe complete o sentido.
O cachorro latiu.
 Transitivo – aquele que, não tem sentido completo por si mesmo, exige um objeto.
O cachorro matou um coelho.
Os objetos dos verbos transitivos são termos que, funcionando como pacientes (ou
receptores) do fato verbal, completam o sentido do verbo em questão. Eles podem ser dos
seguintes tipos: objeto direto, quando não é acompanhado por preposição, e objeto indireto,
quando é antecedido por preposição.
Os verbos transitivos, por sua vez, se classificam de acordo com o(s) objeto(s) que o
acompanha(m):
 Verbo transitivo direto – exige um objeto direto, ou seja, um complemento que
não é iniciado por preposição.
A chuva de ontem inundou nossa rua.
 Verbo transitivo indireto – exige um objeto indireto, ou seja, um complemento
que é iniciado por preposição.
Todos os professores concordaram com o novo projeto.
 Verbo transitivo direto e indireto – exige dois objetos: um direto e um indireto,
ou seja, um complemento que não é iniciado por preposição e outro que é
antecedido por preposição.
Colégio Pedro II - Unidade Tijuca II
Departamento de Língua Portuguesa
Coordenadora: Rosângela Abraão
Professores: Vanessa Gomes e Rosângela Abraão
O clube enviou carta a todos os associados.
Já os verbos de ligação não indicam ação. Estes verbos ligam o sujeito e suas
características. Estas características são chamadas de predicativo do sujeito.
Maria é inteligente.
No exemplo acima o verbo SER não indica ação, ele está ligando o sujeito (Maria)
ao predicativo (inteligente). Logo, é um verbo de ligação.
Os principais verbos de ligação são:
SER O carro é novo.
ESTAR João está feliz.
PARECER Joice parece cansada.
PERMANECER A moça permanece aflita.
FICAR Nicole ficou triste.
CONTINUAR Diana continua feliz.
ANDAR Cláudia anda nervosa.
O predicativo do sujeito é o(s) termo(s) que modifica(m) o sujeito. O predicativo
nos informa alguma coisa a respeito do sujeito. No exemplo acima, a palavra inteligente é
uma qualidade, característica de Maria. Logo, é chamado de predicativo do sujeito.
O predicativo do sujeito, geralmente, vem acompanhado do verbo de ligação.
Para fazermos uma correta análise se os verbos são significativos ou de ligação, é
preciso verificar o contexto em que esses verbos estão inseridos.
O homem anda depressa.
O verbo andar, nesse contexto, significa a ação de andar. Portanto, é um verbo de
ação e intransitivo.
O homem anda preocupado.
Nesse caso, o verbo andar indica o estado em que o homem se encontra. Logo,
trata-se de um verbo de ligação.
Exercícios:
1. Coloque nos parênteses:
VS – verbo significativo VL – verbo de ligação
a) “Sua voz quando ela canta/me lembra um pássaro.” (Ferreira Gullar) ( )
b) “Daniel era um menino estranho, sensível e orgulhoso.” (Clarice Lispector) ( )
c) “Teu rosto tinha os sulcos fundamentais da doçura.” (Vinícius de Moraes) ( )
d) “Estes cães da roça parecem homens de negócio.” (Manuel Bandeira) ( )
e) “Às vezes alguém me pergunta pelo meu novo romance.” (Fernando Sabino) ( )
f) A professora continuou a leitura. ( )
g) A professora continuou irritada. ( )
h) O pobre velhinho andava muito triste. ( )
i) O pobre velhinho andava muito lentamente. ( )
2. Coloque nos parênteses (TD) para os verbos transitivos diretos (que não exigem
preposição) e (TI) para os verbos transitivos indiretos (que exigem preposição):
a) A explosão destruiu alguns carros. (......)
b) Há muita gente que acredita em fadas e duendes. (......)
c) O palestrante referia-se a vários fatos interessantes. (......)
d) As crianças descobriram um ninho de pássaros. (......)
3. Nas orações a seguir, classifique o termo destacado, colocando:
OD – objeto direto OI – objeto indireto
a) Do barco, já avistávamos, na praia, a pequena casa. (......)
b) Ele não se referiu, na reunião, a minhas atitudes. (......)
c) “Talvez se lembre aqui, coitado, de sua infância.” (Manuel Bandeira) (......)
d) “A mão trêmula da velha tateou o bolso da saia.” (Rachel de Queiroz) (......)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Mapa Mental Funções Sintáticas.pdf
Mapa Mental Funções Sintáticas.pdfMapa Mental Funções Sintáticas.pdf
Mapa Mental Funções Sintáticas.pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Slides aula verbos
Slides   aula verbosSlides   aula verbos
Slides aula verbos
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 
Predicado
PredicadoPredicado
Predicado
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
 
Predicado
PredicadoPredicado
Predicado
 
Substantivos
SubstantivosSubstantivos
Substantivos
 
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
Verbos e-vozes-verbais-ii2610201119519
 
Adjunto Adnominal
Adjunto AdnominalAdjunto Adnominal
Adjunto Adnominal
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
 
Uso dos porquês
Uso dos porquêsUso dos porquês
Uso dos porquês
 
Complemento nominal
Complemento nominalComplemento nominal
Complemento nominal
 
Verbos regulares e irregulares
Verbos regulares e irregularesVerbos regulares e irregulares
Verbos regulares e irregulares
 
ColocaçãO Pronominal
ColocaçãO PronominalColocaçãO Pronominal
ColocaçãO Pronominal
 
Estrutura das palavras
Estrutura das palavras Estrutura das palavras
Estrutura das palavras
 
Atividades de Língua Portuguesa- Descritores
Atividades de Língua Portuguesa- DescritoresAtividades de Língua Portuguesa- Descritores
Atividades de Língua Portuguesa- Descritores
 

Destaque

Exercícios sintaxe: termos essenciais da oração
Exercícios sintaxe: termos essenciais da oraçãoExercícios sintaxe: termos essenciais da oração
Exercícios sintaxe: termos essenciais da oraçãoProfFernandaBraga
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeitoIedaSantana
 
Neoclassicismo no Brasil - História da Arte.
Neoclassicismo no Brasil - História da Arte.Neoclassicismo no Brasil - História da Arte.
Neoclassicismo no Brasil - História da Arte.Carson Souza
 
Apostila 2 ano gramatica termos da oração
Apostila 2 ano gramatica termos da oraçãoApostila 2 ano gramatica termos da oração
Apostila 2 ano gramatica termos da oraçãoElaine Junger
 
Caderno de exercicios
Caderno de exerciciosCaderno de exercicios
Caderno de exercicioscon_seguir
 
Aula 3 espaços da circulação do consumo
Aula 3 espaços da circulação do consumoAula 3 espaços da circulação do consumo
Aula 3 espaços da circulação do consumotyromello
 
Sujeito e predicado completo e atividades
Sujeito e predicado completo e atividadesSujeito e predicado completo e atividades
Sujeito e predicado completo e atividadesSandra Paula
 
Le plus convaincant / ELABE pour BFMTV
Le plus convaincant / ELABE pour BFMTVLe plus convaincant / ELABE pour BFMTV
Le plus convaincant / ELABE pour BFMTVcontact Elabe
 
Gramática: frase,oração e período
Gramática: frase,oração e períodoGramática: frase,oração e período
Gramática: frase,oração e períodoMarcella Rocha
 
Testes de Diagnóstico de Português Língua Não Materna
Testes de Diagnóstico de Português Língua Não MaternaTestes de Diagnóstico de Português Língua Não Materna
Testes de Diagnóstico de Português Língua Não MaternaEnsinar Português Andaluzia
 
Período Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e SubordinaçãoPeríodo Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e SubordinaçãoJoyce de Oliveira
 
8º ano E. F. II - Transitividade verbal
8º ano E. F. II - Transitividade verbal8º ano E. F. II - Transitividade verbal
8º ano E. F. II - Transitividade verbalAngélica Manenti
 
Análise do poema: Procura da poesia - Carlos Drummond de Andrade
Análise do poema: Procura da poesia - Carlos Drummond de AndradeAnálise do poema: Procura da poesia - Carlos Drummond de Andrade
Análise do poema: Procura da poesia - Carlos Drummond de AndradeLeonardo Silva Coelho
 
33 atividades sobre sujeito e predicado
33 atividades sobre sujeito e predicado33 atividades sobre sujeito e predicado
33 atividades sobre sujeito e predicadoEliane Mikas
 
160 exercicios concordância e verbal pg27
160 exercicios concordância e verbal pg27160 exercicios concordância e verbal pg27
160 exercicios concordância e verbal pg27kisb1337
 
Frase, oração e período 7º ano informática
Frase, oração e período   7º ano informáticaFrase, oração e período   7º ano informática
Frase, oração e período 7º ano informáticaClenice Matheus
 
Novos Programas de Português IX
Novos Programas de Português IXNovos Programas de Português IX
Novos Programas de Português IXLuís Ferreira
 
Discurso directo e indirecto
Discurso directo e indirectoDiscurso directo e indirecto
Discurso directo e indirectoLurdes
 

Destaque (20)

Exercícios sintaxe: termos essenciais da oração
Exercícios sintaxe: termos essenciais da oraçãoExercícios sintaxe: termos essenciais da oração
Exercícios sintaxe: termos essenciais da oração
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Neoclassicismo no Brasil - História da Arte.
Neoclassicismo no Brasil - História da Arte.Neoclassicismo no Brasil - História da Arte.
Neoclassicismo no Brasil - História da Arte.
 
Apostila 2 ano gramatica termos da oração
Apostila 2 ano gramatica termos da oraçãoApostila 2 ano gramatica termos da oração
Apostila 2 ano gramatica termos da oração
 
Caderno de exercicios
Caderno de exerciciosCaderno de exercicios
Caderno de exercicios
 
Aula 3 espaços da circulação do consumo
Aula 3 espaços da circulação do consumoAula 3 espaços da circulação do consumo
Aula 3 espaços da circulação do consumo
 
Sujeito e predicado completo e atividades
Sujeito e predicado completo e atividadesSujeito e predicado completo e atividades
Sujeito e predicado completo e atividades
 
Le plus convaincant / ELABE pour BFMTV
Le plus convaincant / ELABE pour BFMTVLe plus convaincant / ELABE pour BFMTV
Le plus convaincant / ELABE pour BFMTV
 
Gramática: frase,oração e período
Gramática: frase,oração e períodoGramática: frase,oração e período
Gramática: frase,oração e período
 
Testes de Diagnóstico de Português Língua Não Materna
Testes de Diagnóstico de Português Língua Não MaternaTestes de Diagnóstico de Português Língua Não Materna
Testes de Diagnóstico de Português Língua Não Materna
 
Período Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e SubordinaçãoPeríodo Composto por Coordenação e Subordinação
Período Composto por Coordenação e Subordinação
 
Verbos ser e estar
Verbos ser e estarVerbos ser e estar
Verbos ser e estar
 
8º ano E. F. II - Transitividade verbal
8º ano E. F. II - Transitividade verbal8º ano E. F. II - Transitividade verbal
8º ano E. F. II - Transitividade verbal
 
Análise do poema: Procura da poesia - Carlos Drummond de Andrade
Análise do poema: Procura da poesia - Carlos Drummond de AndradeAnálise do poema: Procura da poesia - Carlos Drummond de Andrade
Análise do poema: Procura da poesia - Carlos Drummond de Andrade
 
Caderno exercicios verbos portugueses
Caderno exercicios verbos portuguesesCaderno exercicios verbos portugueses
Caderno exercicios verbos portugueses
 
33 atividades sobre sujeito e predicado
33 atividades sobre sujeito e predicado33 atividades sobre sujeito e predicado
33 atividades sobre sujeito e predicado
 
160 exercicios concordância e verbal pg27
160 exercicios concordância e verbal pg27160 exercicios concordância e verbal pg27
160 exercicios concordância e verbal pg27
 
Frase, oração e período 7º ano informática
Frase, oração e período   7º ano informáticaFrase, oração e período   7º ano informática
Frase, oração e período 7º ano informática
 
Novos Programas de Português IX
Novos Programas de Português IXNovos Programas de Português IX
Novos Programas de Português IX
 
Discurso directo e indirecto
Discurso directo e indirectoDiscurso directo e indirecto
Discurso directo e indirecto
 

Semelhante a Verbos significativos e de ligação

LP: Funções Sintácticas
LP: Funções SintácticasLP: Funções Sintácticas
LP: Funções Sintácticas7F
 
LP: Funções Sintácticas
LP: Funções SintácticasLP: Funções Sintácticas
LP: Funções Sintácticas7F
 
7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.ppt
7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.ppt7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.ppt
7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.pptProfa Denise Gonçalves
 
Termos essenciais da oração
Termos essenciais da oraçãoTermos essenciais da oração
Termos essenciais da oraçãoJoão Mendonça
 
14ª lista de exercícios português
14ª lista de exercícios   português14ª lista de exercícios   português
14ª lista de exercícios portuguêsJosé M Lourenço
 
PORTUGUÊS - REVISÃO
PORTUGUÊS - REVISÃOPORTUGUÊS - REVISÃO
PORTUGUÊS - REVISÃOvxctorwa
 
pasado simple - texto - relato pessoal.docx
pasado simple - texto - relato pessoal.docxpasado simple - texto - relato pessoal.docx
pasado simple - texto - relato pessoal.docxGleiciXavierdaCosta
 
A sintaxe da gramatica normativa ii
A sintaxe da gramatica normativa iiA sintaxe da gramatica normativa ii
A sintaxe da gramatica normativa iiIury Alberth
 

Semelhante a Verbos significativos e de ligação (20)

LP: Funções Sintácticas
LP: Funções SintácticasLP: Funções Sintácticas
LP: Funções Sintácticas
 
LP: Funções Sintácticas
LP: Funções SintácticasLP: Funções Sintácticas
LP: Funções Sintácticas
 
Revisão inicial 9º ano.
Revisão inicial 9º ano.Revisão inicial 9º ano.
Revisão inicial 9º ano.
 
transitividade.pdf
transitividade.pdftransitividade.pdf
transitividade.pdf
 
Revisão inicial 8º ano.
Revisão inicial 8º ano.Revisão inicial 8º ano.
Revisão inicial 8º ano.
 
7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.ppt
7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.ppt7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.ppt
7º ano_transitividade verbal e vozes verbais_CEAG.ppt
 
Termos essenciais da oração
Termos essenciais da oraçãoTermos essenciais da oração
Termos essenciais da oração
 
Funções sintáticas
Funções sintáticasFunções sintáticas
Funções sintáticas
 
Predicação Verbal
Predicação VerbalPredicação Verbal
Predicação Verbal
 
14ª lista de exercícios português
14ª lista de exercícios   português14ª lista de exercícios   português
14ª lista de exercícios português
 
Português 1
Português 1Português 1
Português 1
 
Tipos de predicado
Tipos de predicadoTipos de predicado
Tipos de predicado
 
PORTUGUÊS - REVISÃO
PORTUGUÊS - REVISÃOPORTUGUÊS - REVISÃO
PORTUGUÊS - REVISÃO
 
Período simples.pptx
Período simples.pptxPeríodo simples.pptx
Período simples.pptx
 
pasado simple - texto - relato pessoal.docx
pasado simple - texto - relato pessoal.docxpasado simple - texto - relato pessoal.docx
pasado simple - texto - relato pessoal.docx
 
Predicado
PredicadoPredicado
Predicado
 
Tipos de predicados
Tipos de predicadosTipos de predicados
Tipos de predicados
 
Tipos de predicados
Tipos de predicadosTipos de predicados
Tipos de predicados
 
A sintaxe da gramatica normativa ii
A sintaxe da gramatica normativa iiA sintaxe da gramatica normativa ii
A sintaxe da gramatica normativa ii
 
Aula 3 lp em
Aula 3   lp emAula 3   lp em
Aula 3 lp em
 

Mais de NAPNE

Literatura - Naturalismo
Literatura - NaturalismoLiteratura - Naturalismo
Literatura - NaturalismoNAPNE
 
Fisiologia Vegetal - Resumo
Fisiologia Vegetal - ResumoFisiologia Vegetal - Resumo
Fisiologia Vegetal - ResumoNAPNE
 
Sistema circulatório e excretor - Resumo
Sistema circulatório e excretor - ResumoSistema circulatório e excretor - Resumo
Sistema circulatório e excretor - ResumoNAPNE
 
Slide renascimento cultural
Slide   renascimento culturalSlide   renascimento cultural
Slide renascimento culturalNAPNE
 
Período composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - IntroduçãoPeríodo composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - IntroduçãoNAPNE
 
Orações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivasOrações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivasNAPNE
 
NAFTA
NAFTANAFTA
NAFTANAPNE
 
Imperialismo - EUA
Imperialismo - EUAImperialismo - EUA
Imperialismo - EUANAPNE
 
Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)
Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)
Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)NAPNE
 
Literatura - Realismo
Literatura - RealismoLiteratura - Realismo
Literatura - RealismoNAPNE
 
Romantismo - Exercícios
Romantismo - ExercíciosRomantismo - Exercícios
Romantismo - ExercíciosNAPNE
 
Resumo - Física
Resumo - FísicaResumo - Física
Resumo - FísicaNAPNE
 
Digestão em humanos
Digestão em humanosDigestão em humanos
Digestão em humanosNAPNE
 
Reino Monera (Arqueas e Bactérias)
Reino Monera (Arqueas e Bactérias)Reino Monera (Arqueas e Bactérias)
Reino Monera (Arqueas e Bactérias)NAPNE
 
Biologia - vírus e príon
Biologia - vírus e príonBiologia - vírus e príon
Biologia - vírus e príonNAPNE
 
Atividades - Pré-História
Atividades - Pré-HistóriaAtividades - Pré-História
Atividades - Pré-HistóriaNAPNE
 
Geografia - Paisagens
Geografia - PaisagensGeografia - Paisagens
Geografia - PaisagensNAPNE
 
Ciências - Atividade
Ciências - AtividadeCiências - Atividade
Ciências - AtividadeNAPNE
 
Cruzada - Arte e Cultura
Cruzada - Arte e CulturaCruzada - Arte e Cultura
Cruzada - Arte e CulturaNAPNE
 
Apostila - Grécia e Roma
Apostila - Grécia e RomaApostila - Grécia e Roma
Apostila - Grécia e RomaNAPNE
 

Mais de NAPNE (20)

Literatura - Naturalismo
Literatura - NaturalismoLiteratura - Naturalismo
Literatura - Naturalismo
 
Fisiologia Vegetal - Resumo
Fisiologia Vegetal - ResumoFisiologia Vegetal - Resumo
Fisiologia Vegetal - Resumo
 
Sistema circulatório e excretor - Resumo
Sistema circulatório e excretor - ResumoSistema circulatório e excretor - Resumo
Sistema circulatório e excretor - Resumo
 
Slide renascimento cultural
Slide   renascimento culturalSlide   renascimento cultural
Slide renascimento cultural
 
Período composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - IntroduçãoPeríodo composto por subordinação - Introdução
Período composto por subordinação - Introdução
 
Orações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivasOrações subordinadas substantivas
Orações subordinadas substantivas
 
NAFTA
NAFTANAFTA
NAFTA
 
Imperialismo - EUA
Imperialismo - EUAImperialismo - EUA
Imperialismo - EUA
 
Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)
Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)
Literatura - Realismo / Naturalismo (introdução)
 
Literatura - Realismo
Literatura - RealismoLiteratura - Realismo
Literatura - Realismo
 
Romantismo - Exercícios
Romantismo - ExercíciosRomantismo - Exercícios
Romantismo - Exercícios
 
Resumo - Física
Resumo - FísicaResumo - Física
Resumo - Física
 
Digestão em humanos
Digestão em humanosDigestão em humanos
Digestão em humanos
 
Reino Monera (Arqueas e Bactérias)
Reino Monera (Arqueas e Bactérias)Reino Monera (Arqueas e Bactérias)
Reino Monera (Arqueas e Bactérias)
 
Biologia - vírus e príon
Biologia - vírus e príonBiologia - vírus e príon
Biologia - vírus e príon
 
Atividades - Pré-História
Atividades - Pré-HistóriaAtividades - Pré-História
Atividades - Pré-História
 
Geografia - Paisagens
Geografia - PaisagensGeografia - Paisagens
Geografia - Paisagens
 
Ciências - Atividade
Ciências - AtividadeCiências - Atividade
Ciências - Atividade
 
Cruzada - Arte e Cultura
Cruzada - Arte e CulturaCruzada - Arte e Cultura
Cruzada - Arte e Cultura
 
Apostila - Grécia e Roma
Apostila - Grécia e RomaApostila - Grécia e Roma
Apostila - Grécia e Roma
 

Último

DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadodanieligomes4
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzAlexandrePereira818171
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?MrciaRocha48
 

Último (20)

DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoadoA população Brasileira e diferença de populoso e povoado
A população Brasileira e diferença de populoso e povoado
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzparte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
parte indígena.pptxzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
Empreendedorismo: O que é ser empreendedor?
 

Verbos significativos e de ligação

  • 1. Verbos significativos e verbos de ligação Os verbos significativos expressam uma informação e tem, portanto, um sentido próprio. Em geral, esses verbos expressam ações (acontecimentos) ou fenômenos da natureza. As turmas do 7º ano estudam muito. Os verbos significativos se subdividem em: verbos intransitivos e transitivos.  Intransitivo – aquele que, por si só, exprime uma ideia completa e, por isso, não exige outro termo que lhe complete o sentido. O cachorro latiu.  Transitivo – aquele que, não tem sentido completo por si mesmo, exige um objeto. O cachorro matou um coelho. Os objetos dos verbos transitivos são termos que, funcionando como pacientes (ou receptores) do fato verbal, completam o sentido do verbo em questão. Eles podem ser dos seguintes tipos: objeto direto, quando não é acompanhado por preposição, e objeto indireto, quando é antecedido por preposição. Os verbos transitivos, por sua vez, se classificam de acordo com o(s) objeto(s) que o acompanha(m):  Verbo transitivo direto – exige um objeto direto, ou seja, um complemento que não é iniciado por preposição. A chuva de ontem inundou nossa rua.  Verbo transitivo indireto – exige um objeto indireto, ou seja, um complemento que é iniciado por preposição. Todos os professores concordaram com o novo projeto.  Verbo transitivo direto e indireto – exige dois objetos: um direto e um indireto, ou seja, um complemento que não é iniciado por preposição e outro que é antecedido por preposição. Colégio Pedro II - Unidade Tijuca II Departamento de Língua Portuguesa Coordenadora: Rosângela Abraão Professores: Vanessa Gomes e Rosângela Abraão
  • 2. O clube enviou carta a todos os associados. Já os verbos de ligação não indicam ação. Estes verbos ligam o sujeito e suas características. Estas características são chamadas de predicativo do sujeito. Maria é inteligente. No exemplo acima o verbo SER não indica ação, ele está ligando o sujeito (Maria) ao predicativo (inteligente). Logo, é um verbo de ligação. Os principais verbos de ligação são: SER O carro é novo. ESTAR João está feliz. PARECER Joice parece cansada. PERMANECER A moça permanece aflita. FICAR Nicole ficou triste. CONTINUAR Diana continua feliz. ANDAR Cláudia anda nervosa. O predicativo do sujeito é o(s) termo(s) que modifica(m) o sujeito. O predicativo nos informa alguma coisa a respeito do sujeito. No exemplo acima, a palavra inteligente é uma qualidade, característica de Maria. Logo, é chamado de predicativo do sujeito. O predicativo do sujeito, geralmente, vem acompanhado do verbo de ligação. Para fazermos uma correta análise se os verbos são significativos ou de ligação, é preciso verificar o contexto em que esses verbos estão inseridos. O homem anda depressa. O verbo andar, nesse contexto, significa a ação de andar. Portanto, é um verbo de ação e intransitivo. O homem anda preocupado. Nesse caso, o verbo andar indica o estado em que o homem se encontra. Logo, trata-se de um verbo de ligação.
  • 3. Exercícios: 1. Coloque nos parênteses: VS – verbo significativo VL – verbo de ligação a) “Sua voz quando ela canta/me lembra um pássaro.” (Ferreira Gullar) ( ) b) “Daniel era um menino estranho, sensível e orgulhoso.” (Clarice Lispector) ( ) c) “Teu rosto tinha os sulcos fundamentais da doçura.” (Vinícius de Moraes) ( ) d) “Estes cães da roça parecem homens de negócio.” (Manuel Bandeira) ( ) e) “Às vezes alguém me pergunta pelo meu novo romance.” (Fernando Sabino) ( ) f) A professora continuou a leitura. ( ) g) A professora continuou irritada. ( ) h) O pobre velhinho andava muito triste. ( ) i) O pobre velhinho andava muito lentamente. ( ) 2. Coloque nos parênteses (TD) para os verbos transitivos diretos (que não exigem preposição) e (TI) para os verbos transitivos indiretos (que exigem preposição): a) A explosão destruiu alguns carros. (......) b) Há muita gente que acredita em fadas e duendes. (......) c) O palestrante referia-se a vários fatos interessantes. (......) d) As crianças descobriram um ninho de pássaros. (......) 3. Nas orações a seguir, classifique o termo destacado, colocando: OD – objeto direto OI – objeto indireto a) Do barco, já avistávamos, na praia, a pequena casa. (......) b) Ele não se referiu, na reunião, a minhas atitudes. (......) c) “Talvez se lembre aqui, coitado, de sua infância.” (Manuel Bandeira) (......) d) “A mão trêmula da velha tateou o bolso da saia.” (Rachel de Queiroz) (......)