Tempo maias

161 visualizações

Publicada em

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
161
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tempo maias

  1. 1. TEMPO N’OS MAIAS
  2. 2. TEMPO PSICOLÓGICOO tempo psicológico é o tempo que a personagem assumeinteriormente; é o tempo filtrado pelas suas vivênciassubjectivas. É o tempo que se aumenta ou diminui conforme oestado de espírito em que se encontra.O tempo psicológico introduz a subjectividade, o que põe emcausa as leis do naturalismo.
  3. 3. TEMPO DA HISTÓRIAN Os Maias, o tempo histórico é dominado pelo encadeamento de três gerações de uma família, cujo último membro - Carlos, se destaca relativamente aos outros. A fronteira cronológica situa-se entre 1820 e 1887, aproximadamente. Assim, o tempo concreto da intriga compreende cerca de 70 anos.
  4. 4. TEMPO DO DISCURSONa obra, o discurso inicia-se no Outono de 1875, data em que Carlos, concluída a sua viagem de um ano pela Europa, após a formatura, veio com o avô instalar-se definitivamente em Lisboa.Pelo processo de analepse, o narrador vai, até parte do capítulo IV, referir-se aos antepassados do protagonista para recuperar o presente da história que havia referido nas primeiras linhas do livro.
  5. 5. BIBLIOGRAFIAhttp://danielaemarta.no.sapo.pt/tempo.htmhttp://www.slideshare.net/claudinha771993/tempo-maiashttps://www.google.pt/search?hl=en&sugexp=les%3B&gs_rn=5&gs_ri=psy- ab&tok=_Td9pkudAIMvIEoZjtvuxA&cp=3&gs_id=g&xhr=t&q=e %C3%A7a+de+queiroz&safe=active&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_cp.r_qf.&bv m=bv.43287494,d.d2k&biw=1366&bih=606&um=1&ie=UTF- 8&tbm=isch&source=og&sa=N&tab=wi&ei=iog2UZKiMYvFPfbIgPAK#um=1 &hl=en&safe=active&tbm=isch&sa=1&q=e%C3%A7a+de+queiroz&oq=e %C3%A7a+de+&gs_l=img.3.0.0l3j0i24l7.5586.6699.0.7883.7.5.0.2.2.0. 108.522.0j5.5.0...0.0...1c.1.5.img.hh9Am6dkWmM&bav=on.2,or.r_gc.r_p w.r_cp.r_qf.&fp=7e9750d7c5c5f64d&biw=1366&bih=606&imgrc=o- CJ0OB2LbHm9M%3A%3BV7CmJHX7QO_FgM%3Bhttp%253A%252F %252Fwww.ionline.pt%252Fsites%252Fdefault%252Ffiles %252Fimagecache%252Fiarticle_photo_400x225%252Fimagens %252Feca-queiroz-no-flickrcom-licenca-creative-commons-20.jpg%3Bhttp %253A%252F%252Fwww.ionline.pt%252Fboas-noticias%252Fgoverno- confirma-utilidade-publica-das-fundacoes-julio-resende-eca-queiroz %3B400%3B225
  6. 6. BIBLIOGRAFIAhttp://danielaemarta.no.sapo.pt/tempo.htmhttp://www.slideshare.net/claudinha771993/tempo-maiashttps://www.google.pt/search?hl=en&sugexp=les%3B&gs_rn=5&gs_ri=psy- ab&tok=_Td9pkudAIMvIEoZjtvuxA&cp=3&gs_id=g&xhr=t&q=e %C3%A7a+de+queiroz&safe=active&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_cp.r_qf.&bv m=bv.43287494,d.d2k&biw=1366&bih=606&um=1&ie=UTF- 8&tbm=isch&source=og&sa=N&tab=wi&ei=iog2UZKiMYvFPfbIgPAK#um=1 &hl=en&safe=active&tbm=isch&sa=1&q=e%C3%A7a+de+queiroz&oq=e %C3%A7a+de+&gs_l=img.3.0.0l3j0i24l7.5586.6699.0.7883.7.5.0.2.2.0. 108.522.0j5.5.0...0.0...1c.1.5.img.hh9Am6dkWmM&bav=on.2,or.r_gc.r_p w.r_cp.r_qf.&fp=7e9750d7c5c5f64d&biw=1366&bih=606&imgrc=o- CJ0OB2LbHm9M%3A%3BV7CmJHX7QO_FgM%3Bhttp%253A%252F %252Fwww.ionline.pt%252Fsites%252Fdefault%252Ffiles %252Fimagecache%252Fiarticle_photo_400x225%252Fimagens %252Feca-queiroz-no-flickrcom-licenca-creative-commons-20.jpg%3Bhttp %253A%252F%252Fwww.ionline.pt%252Fboas-noticias%252Fgoverno- confirma-utilidade-publica-das-fundacoes-julio-resende-eca-queiroz %3B400%3B225

×