N.º 4 OUT-NOV-DEZ2013   1
2
3
CAPA                                               Abelha a sugar o                                               pólen de...
HISTÓRIA: DOIS DESASTRES QUE MARCARAM O MUNDO 28HISTÓRIA: O PARTÉNON 29HISTÓRIA: O ANTIGO EGITO 30HISTÓRIA: PIPOCAS PERUAN...
ARTE: MUSEU MACHADO DE CASTRO 54ARTE: MATRYOSHKAS 56CULTURA: POPULAÇÃO BEIRÃ 58VEÍCULOS: TIPOS DE MOTORES 60VEÍCULOS: CARR...
VISÃOMÃO INCLUÍDA Em Ciudad Rodrigo, um edifício já tem o puxador e amão.                                7
MEDITAÇÃOA TECEDEIRA DE CABELOS NEGROS        Há muito, muito tempo, na cidade de Quioto, vivia um samurai queestava casad...
Ao fim de algum tempo, os sonhos passaram a assaltá-lo durante o dia. Enquanto esperava que aesposa terminasse as suas ete...
As abelhas são insetos sociais que vivem em colónias. Elas são conhecidas há mais de      40.000 anos e as quemais se pres...
Sempre que nasce uma nova abelha, proveniente do desenvolvimento de uma larva, asoperárias inspetoras analisam a nova cria...
TIPOS DE ABELHAS                      A rainha é personagem central e muito importante da colmeia. Afinal, édela que depen...
I No fundo desta página, favos de                                                                                         ...
As borracheiras são muito rápidas a crescer. As suas velhas e fartas raízes fazem labirintos comburacos e com esconderijos...
I Os hexágonos dos favos                                             de mel e a simetria da                               ...
Os musgos são pequenas plantas sem florque vivem em colónias.           Os musgos     têm rizoides, que funcionam coma rai...
Os crocodilos vivem em África, Austrália e na América em água doce e salgada.            Têm 64 a 70 dentes que são consta...
Os lobos são mamíferos carnívoros e têm uma boa visão noturna. No estômago de um lobo cabem 9 quilos dealimentos. Os lobos...
Os gatos surgiram no Médio Oriente e foram domesticados para comerem os ratos que queriamcomer os cereais quando estes est...
As tartarugas são répteis com uma duracarapaça. Podem ser aquáticas, de água doce oude água salgada ou terrestres. Têm dua...
Os primatas são mamíferos. Fazemparte   deles         os     micos,       macacos,     gorilas,chimpanzés, orangotangos, t...
Uma pintada (Numida sabyi/meleagris) é uma ave africana que gosta de savanas com algumasárvores e evita desertos e pântano...
O anel de crescimento é o conjunto formado entre a zona de primavera e a zona de outono. Com elespodemos saber a idade da ...
A teia de aranha é feita de seda, uma espécie de saliva que ela cospe formando uma das maiscomplexas estruturas do mundo n...
25
Ora um dia, chegaram povos vindos do Mediterrâneo à península… Primeiro chegaram os fenícios, vindos daFenícia, Líbano; De...
As     armaduras      medievais     serviam       para     proteger os cavaleiros nas batalhas. Eram compostas     por uma...
O RMS Titanic era um navio de passageiros comandado pelo Comandante Smith. A sua viagem inaugural erade Southampton (Ingla...
O Parténon localiza-se mesmo no topo da Acrópole de Atenas. É um templo e possui um tesouro. A sua arquitetura éclássica, ...
I   No fundo, papiro egípcio e em baixo, esfinge, máscaraegípcia, pirâmide de Mênfis e mapa do Egito.                 O Eg...
Desde       doces        a     salgadas,               as     pipocas      já       eram     feitas na civilização     inc...
Sobre a pintura grega só nos resta as belas pinturas nos vasos. No século VI a.C., pintavam-sefiguras negras sobre o fundo...
O Aqueduto das Águas Livres, em Lisboa, tem 60 quilómetros e 127 arcos e permitiu o abastecimento de água às fontese chafa...
Desde    a    invenção    da   pólvora    pelos   chineses,começaram   a   existir   bombardas,   máquinas   de   guerra  ...
A Mesquita Azul é a maior mesquita de Istambul e um símbolo religioso para os muçulmanos. é uma grande obra dearquitetura ...
Évora apresenta monumentos de váriasépocas:           Século I d.C. - Templo Romano - Estetemplo, segundo uma lenda criada...
A Torre de Hércules é o único farol da antiguidade que continua a    funcionar. Situa-se em A Corunha, na Galiza (Espanha)...
O granito é uma rocha plutónica (rocha que se forma pela solidificação do magma no interiorda crusta) que forma grande par...
Ciudad Rodrigo é uma cidade muralhada típica espanhola,com a Plaza Mayor. A ela pertencem muitos edifícios e o rioÁgueda. ...
Vamos comparar dois minerais: Lepidolite e Biotite.                                         Lepidolite                    ...
Um    arco-íris ocorre quando a luz solar passa pela água existente no ar. Acontece quandoestá a chover e o Sol aparece.  ...
"Portugal produz cerca de 150 milhões de kg de arroz por ano, provenientes das principais zonas: Vale do Tejo,Sado e Monde...
Nas estações metereológicas podemos saber qual é o estado do tempo de hoje, por exemplo, ou de ontem, ou de algum     dia ...
O quartzo é o segundo mineral mais abundante na Terra. É umcristal de silício e é transparente, com a fórmula química SiO2...
45
Os anéis de Saturno orbitam Saturno e estendem-se por 120 mil quilómetros mas só têm 20quilómetros de espessura. São const...
A Via Láctea é uma galáxia espiral barrada. No centro estima-se que tem um grande buraconegro. A Via Láctea está a juntar-...
I   Ao lado, montagem de um extraterrestre. De cima para baixo,                                                     superf...
Os sistemas binários são sistemas planetários que possuem duas (ou mais) estrelas. Esses planetas que            possuem  ...
Para começar, o que são buracos negros?         Os buracos negros são regiões onde a gravidade é muito forte que nada (nem...
51
As calças de ganga são um tipo de calças indespensáveis no mundo da moda.        Decorria a corrida pelo ouro, nos Estados...
Os livros são páginas juntas que contêm desde histórias a informações úteis. São escritospor autores e publicados em edito...
O Museu Machado de Castro tem este nome em homenagem ao escultor Joaquim Machado de Castro, que nasceu em Coimbraem 1731.O...
I   Da esquerda para a direita e de cima para baixo: topo, busto de Vespasiano, Cavaleiro medieval, garrafasantropomórfica...
As Matryoshkas são bonecas russas e são um símbolo da Rússia. São feitas normalmente de madeira de tília.Estão num conjunt...
57
Chegámos às 11 horas a Valbom, uma aldeia beirãperto de Pinhel. Valbom é também uma freguesia mas, comtão pouca gente que ...
59
Um motor é um dispositivo que transforma uma energia qualquer em energiamecânica. Os motores podem ser naturais, térmicos,...
Os carros clássicos são carros antigos     do século XX, nomeadamente desde os anos     30 aos anos 80. Os mais populares ...
A pasta de dentes é muito útil para a higiene oral. Já no Antigo Egito utilizavam uma mistura moídade sal-gema,menta, pime...
Os painéis solares são espelhos que focam a energia do Sol e que a utilizam em diversas funções domésticas,como aquecer a ...
Uma força é uma ação entre dois corpos que pode causar deformação ou alterar o estado derepouso ou de movimento. A Unidade...
O ADN, quer dizer, o ácido desoxirribonucleico, é uma molécula que carrega informação genética. Todas ascélulas menos os g...
A Central Tejo era uma central termoelétrica e abasteceu a cidade de Lisboa desde 1909 até 1972. Agora está           lá o...
67
"O Paraíso localiza-se na Terra dos quatro rios"...         ... dois estão secos e os outros dois são o Tigre e o Eufrates...
O dia 22 de dezembro é importante pois é o primeiro dia de férias das escolas mas tambémporque é o dia da lotaria do Natal...
PRÓXIMAEDIÇÃO         70
71
72
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

MyBrainMagazine 4

671 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
671
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

MyBrainMagazine 4

  1. 1. N.º 4 OUT-NOV-DEZ2013 1
  2. 2. 2
  3. 3. 3
  4. 4. CAPA Abelha a sugar o pólen de uma flor. ÍNDICEVISÃO 7MEDITAÇÃO 8BIOLOGIA: A VERDADEIRA DEMOCRACIA 10BIOLOGIA: VIDA NAS ALTURAS 14BIOLOGIA: MATEMÁTICA NOS ANIMAIS 15BIOLOGIA: MUSGO 16BIOLOGIA: OS CROCODILOS 17BIOLOGIA: VIDA NA ALCATEIA 18BIOLOGIA: GATOS 19BIOLOGIA: TARTARUGAS 20BIOLOGIA: PRIMATAS 21BIOLOGIA: PINTADAS 22BIOLOGIA: ANÉIS DE VELHICE 23BIOLOGIA: TEIAS DE ARANHA 24HISTÓRIA: FENÍCIOS, GREGOS E CARTAGINESES 26HISTÓRIA: ARMADURAS MEDIEVAIS 27 4BIOLOGIA: GINKGO BILOBA 28
  5. 5. HISTÓRIA: DOIS DESASTRES QUE MARCARAM O MUNDO 28HISTÓRIA: O PARTÉNON 29HISTÓRIA: O ANTIGO EGITO 30HISTÓRIA: PIPOCAS PERUANAS 31HISTÓRIA: PINTURA GREGA 32HISTÓRIA: AQUEDUTO DAS ÁGUAS LIVRES 33HISTÓRIA: CANHÕES 34HISTÓRIA: MESQUITA AZUL 35HISTÓRIA: MONUMENTOS DE ÉVORA 36HISTÓRIA: TORRE DE HÉRCULES 37GEOGRAFIA: GRANITO 38GEOGRAFIA: CIUDAD RODRIGO 39GEOGRAFIA: LEPIDOLITE VS. BIOTITE 40GEOGRAFIA: ARCOS-ÍRIS DUPLOS 41GEOGRAFIA: ARROZAIS DA BEIRA LITORAL 42GEOGRAFIA: ESTAÇÕES METEOROLÓGICAS 43GEOGRAFIA: QUARTZO 44ASTRONOMIA: ANÉIS DE SATURNO 46ASTRONOMIA: VIA LÁCTEA 47ASTRONOMIA: VIDA EXTRATERRESTRE 48ASTRONOMIA: SISTEMAS BINÁRIOS 49ASTRONOMIA: SAIR DE UM BURACO NEGRO 50ARTE: CALÇAS DE GANGA 52ARTE: LIVROS 53 5VEÍCULOS: VOLVO C30 48
  6. 6. ARTE: MUSEU MACHADO DE CASTRO 54ARTE: MATRYOSHKAS 56CULTURA: POPULAÇÃO BEIRÃ 58VEÍCULOS: TIPOS DE MOTORES 60VEÍCULOS: CARROS CLÁSSICOS 61CIÊNCIA: PASTA DE DENTES 62CIÊNCIA: PAINÉIS SOLARES 63CIÊNCIA: A FORÇA 64CIÊNCIA: ADN 65CIÊNCIA: CENTRAL TEJO 66RELIGIÃO: OS MANUSCRITOS DO MAR MORTO 68RELIGIÃO: COSTUMES NATALÍCIOS EM ESPANHA 69PRÓXIMA EDIÇÃO 70 6
  7. 7. VISÃOMÃO INCLUÍDA Em Ciudad Rodrigo, um edifício já tem o puxador e amão. 7
  8. 8. MEDITAÇÃOA TECEDEIRA DE CABELOS NEGROS Há muito, muito tempo, na cidade de Quioto, vivia um samurai queestava casado com uma mulher bela, de bom coração, que era, além disso,uma excelente tecedeira. Quis o destino que o samurai perdesse o lugar que ocupava: o seusenhor morreu e ele ficou a ser um guerreiro sem emprego, um ronin. Emboraa mulher vendesse os tecidos, o dinheiro não chegava. Não viviam napobreza, mas já não podiam manter o mesmo estatuto. Cheio de vergonha, osamurai desesperava-se. Um belo dia embalou os seus haveres e pôs os sabres à cintura. — Vou-me embora — disse ele à mulher. — Isto não é vida para um homem como eu! Não suportoesta desonra. Arranja outro marido, que eu vou procurar a sorte noutras paragens. Lavada em lágrimas a mulher suplicou: — Peço-te que não me abandones. Hei de tecer ainda mais e vender cada vez mais! Mas o samurai tinha o coração fechado. A mulher chorava, com os longos cabelos negros aflutuar sobre os ombros, mas ele apertou as sandálias, montou o cavalo e partiu sem olhar para trás. Foi até uma cidade longínqua, onde por fim entrou ao serviço de um novo senhor. Graças àssuas qualidades, rapidamente se fez notado e em pouco tempo passou a ser um dos mais próximosservidores do amo. Ora, este tinha uma filha, mimada e egoísta. "Se casar com ela, pensou o samurai,está feita a minha fortuna". Assim, levado pelo interesse, fez-lhe a corte e soube cair-lhe em graça. Ocasamento foi motivo de grandes festas. Depois tudo voltou ao normal, como dantes. A nova mulher passava o tempo diante do espelho, a depilar as sobrancelhas e a provar inúmerosvestidos de alto preço, enquanto o samurai servia o senhor e se cobria de glória nos campos de batalha,graças ao sabre, à lança e ao arco. Também acompanhava a esposa quando esta se fazia levar de liteirade loja em loja para comprar tecidos, vestidos, enfeites e jóias. De pé, na rua, ao lado dos carregadores,irritava-se com a vaidade e a futilidade das suas ocupações. E não encontrava alegria naquela vida de ricocom que tanto sonhara. Vinha-lhe cada vez mais à lembrança a sua primeira mulher. De noite, via o seu lindo rosto, osolhos meigos a brilhar de afecto por ele, os seus longos cabelos pretos caídos sobre os ombros. Ouvia obater do tear onde ela tecia os maravilhosos tecidos. Estendia para ela os braços e acordava destroçado,sentindo um enorme tédio por tudo aquilo que o rodeava. 8
  9. 9. Ao fim de algum tempo, os sonhos passaram a assaltá-lo durante o dia. Enquanto esperava que aesposa terminasse as suas eternas compras, o rosto da primeira esposa aparecia diante dele, com o seusorriso, os traços finos, as mãos delicadas, a cabeleira preta. Aquelas imagens voltavam e perturbavam-nocada vez com mais frequência, ressuscitando-lhe o amor e o desejo. Durante a noite, lágrimas amargascobriam-lhe os olhos. Agora sabia que, obcecado pelo sucesso, tinha cometido uma loucura. Rejeitara quemo amava e que ele amava também, sacrificara-a à busca de riqueza e de poder. Totalmente conscientedesse facto, decidiu abandonar aquela existência artificial, voltar para a verdadeira mulher e pedir-lheperdão. Uma noite, montou o cavalo e tomou o caminho de Quioto. Após vários dias de viagem, chegou à cidade um pouco antes da meia-noite. Meteu por ruasescuras, desertas como túmulos e, com o coração a palpitar, dirigiu-se para a sua antiga morada. Entrouno pátio. As ervas estavam altas. À luz do luar, verificou que o papel de parede estava rasgado nalgunssítios. "Sim, disse a si mesmo, a vida não foi fácil para ela, mas agora que regressei, vou remediar tudo.Sim, tudo irá correr bem". Prendeu o cavalo, subiu os degraus, descalçou as sandálias, empurrou a porta e entrou. Percorreuas divisões da casa, e depois ouviu o bater regular do tear. O coração do samurai deu um pulo. Abriuuma última porta. A sua mulher estava sentada diante do grande tear, vestida com um vestido remendado,os belos cabelos negros caídos em cascata sobre os ombros e as costas. Voltou-se e viu-o. Um sorrisoluminoso iluminou o seu belo rosto pálido. Correu para o marido que a tomou logo nos seus braços. — Perdoa-me, — disse ele a chorar — perdoa-me, fui um tolo. Mas vou recuperar o tempo perdido,juro-te! — Chiiiuuu! — murmurou ela, também em lágrimas, — chiiiuuu! Isso agora já não importa. Asminhas orações foram ouvidas. Voltaste. Anda, vem! Passaram a noite a conversar, a rir e a chorar, abraçados, enquanto as velas ardiam e se iamextinguindo. Até que o samurai acabou por adormecer, vencido pelo sono. De manhã, os raios do soldespertaram-no. Abriu os olhos. O astro brilhava mesmo em frente, através dos buracos do telhado: umagrande parte, apodrecida, tinha caído. Esfregou os olhos, mas não estava a sonhar. O sol batia-lhe emcheio. Estupefacto, olhou em volta. Havia bolor em tudo, no papel rasgado das paredes e nas traves caídas. No chão de madeiracarcomida cresciam ervas. Via-se no meio da sala um tear partido. Ao lado estava a mulher deitada, decostas para ele, os seus finos ombros envoltos num quimono remendado, os longos cabelos caídos pelascostas até ao chão. Segurando-a pelos ombros, virou-a para si e… foi apenas um esqueleto o que viu. Hámuito, muito tempo que a sua querida mulher tinha morrido de desgosto, de solidão e de saudade. Rafe Martin 9
  10. 10. As abelhas são insetos sociais que vivem em colónias. Elas são conhecidas há mais de 40.000 anos e as quemais se prestam para a polinização, ajudando enormemente a agricultura, produção de mel, geleia real, cera, própolis epólen, são as abelhas pertencentes ao género Apis millifera. As abelhas podem estabelecer sociedades que são grupos de organismos de uma mesma espécie que cooperamentre si, dividem os trabalhos e se comunicam. Inseto laborioso, disciplinado, a abelha convive num sistema deextraordinária organização. Em cada colmeia existem cerca de 80.000 abelhas e cada colónia é constituída por três grupossociais distintos: uma única rainha, centenas de zangões e milhares de operárias, cada um com clara divisão de tarefas. Ao contrário das falsas democracias instituídas pelo homem nas diferentes sociedades, em que, em seu nome, opovo, isto é, a maioria, é dominado por uma minoria de oportunistas sem escrúpulos, na colmeia quem detém o poder nãoé a rainha, nem tão pouco os nobres e felizardos zangãos que nada fazem, mas sim as operárias que são o povo. São estas que têm todo o poder de decisão no interior da colónia. Por exemplo, quando as operárias seapercebem que a rainha começa a envelhecer e põe menos ovos do que o costume, 3.000 por dia, elas reúnem-se etraçam de imediato um plano. Dirigem-se para meia dúzia de favos que contenham ovos do dia e começam a alargá-los,criando uma cápsula denominada realeira e nela a larva é alimentada pelas operárias nutrizes com a geleia real, produtoriquíssimo em proteínas, vitaminas e hormonas sexuais. Note-se que a geleia real é o único e exclusivo alimento da abelharainha, durante toda a sua vida. Ao fim de 15 ou 16 dias nascem as rainhas. Nesta altura as obreiras libertam apenas uma e deixam as outrasencerradas nas “prisões”. Esta rainha libertada sairá da colmeia e efetuará um voo nupcial, onde terá a companhia dos zangãos, cujamaioria ficará pelo caminho pois não suporta a velocidade imprimida pela rainha. Assim, ela faz uma seleção natural, poissomente os machos mais fortes e rápidos conseguem segui-la. De milhares na partida, só três ou quatro conseguirãochegar ao fim, são esses que fecundarão a rainha, tendo, no entanto, como prémio, após a cópula, a morte. Ao retornar à colmeia, a nova rainha passa a ser tratada com atenção especial por um séquito de operárias, quea alimentam com geleia real, limpam seus excrementos, cuidam da sua higiene e da sua defesa. Ela tem como únicafunção a postura de ovos, para nascerem mais abelhas. No entanto, quando a nova rainha deteta a velha rainha, de imediato se inicia uma luta de morte, pois nãopodem coexistir duas na mesma colónia. Claro, na natureza vence o mais forte, o mais jovem. Quando as operárias ouobreiras se certificam que a nova rainha está operacional na postura de ovos, de imediato matam as outras rainhassuplentes que se encontram fechadas nos favos – é a matança das rainhas. As operárias também não mostram grande compaixão pelos preguiçosos zangãos. Com a entrada da estação dooutono, quando as reservas alimentares da colmeia são calculadas para passar o inverno, as operárias decidem assassinaros zangãos, porque nada fazem e comem o dobro duma operária e a sua existência só é importância na primavera – é a 10matança dos zangãos.
  11. 11. Sempre que nasce uma nova abelha, proveniente do desenvolvimento de uma larva, asoperárias inspetoras analisam a nova criatura e certificam-se se ela possui alguma deformação física.Caso detetem algum defeito, esse novo ser é imediatamente assassinado, a fim de não existireminválidos na sociedade – a natureza não perdoa a incapacidade, é seletiva. Se algum intruso (ratos, lagartixas, cobras, humanos, etc.) tentar violar uma colmeia, deimediato centenas de operárias soldados atacam o inimigo introduzindo na pele o seu ferrão carregadode veneno, o que pode conduzir à morte, mesmo de seres humanos.A VIDA NA COLMEIA A colmeia é a casa das abelhas, normalmente situada num apiário.Existem colmeias de diversos tipos e materiais. As mais simples são de casca de árvore do sobreiro(cortiço) e barro, as mais utilizadas são de madeira. Uma colmeia fabricada pelo homem tem queseguir rigorosamente as mesmas medidas que as abelhas adoptam para a construção de seus favos. Os componentes da colmeia são: soalho, ninho, quadros guarnecidos com cera alveoladapara a construção dos favos pelas abelhas, e tampa. O fumigador é essencial nos trabalhos no apiário. A utilização da fumaça impede o ataquedas abelhas. Porquê? Na verdade, a fumaça é utilizada para criar a falsa impressão de um incêndiona colmeia. Assim, ao primeiro sinal de fumaça, as abelhas correm a proteger as larvas e engolemtodo o mel que podem, para salvar alimento em caso de necessidade de fuga. Isto tudo faz com queas abelhas desviem a atenção do apicultor, que pode então trabalhar com tranquilidade. Além disso,as abelhas, com o seus abdómen cheio de mel, têm dificuldade em dobrar-se o que dificulta aferroada. A abelha mestra deposita um ovo num favo de forma hexagonal, onde irá desenvolver-seuma larva que sofrerá transformações (metamorfoses) durante 21 dias. Após esta evolução surgirá oinseto perfeito – a abelha. Esta quando sai do favo, inicia a sua atividade de faxineira momentos após o seunascimento, quando começa por executar o trabalho de limpeza dos alvéolos, do soalho e dasparedes da colmeia. A partir do quarto dia de vida, a operária passa a trabalhar na “cozinha” da colmeia, com odesenvolvimento das suas glândulas da hipofarínge, ela passa a alimentar as larvas da colmeia e arainha. São denominadas neste período de sua vida, que vai do 4º ao 14º dia, de nutrizes, essasabelhas ingerem pólen, mel e água, misturando estes ingredientes no seu estômago. Em seguida, estamistura que passou por uma série de transformações químicas, é regurgitada nos alvéolos em queexistam larvas. Esta mistura servirá de alimento às abelhas por nascer. E, com o desenvolvimento dasglândulas da hipofarínge, produtoras de geleia real, as operárias passam a alimentar também a rainha,que se alimenta exclusivamente desta substância. De nutrizes, as operárias são promovidas a engenheiras, a partir do desenvolvimento de suasglândulas produtoras de cera, o que acontece por volta do seu nono dia de vida. Com a ceraproduzida por estas glândulas, as abelhas engenheiras constroem os favos e paredes da colmeia eoperculam, isto é, fecham as células que contêm mel maduro ou larvas. Além deste trabalho, estasabelhas passam a produzir mel, transformando o néctar das flores que é trazido do exterior por suascompanheiras. I No fundo das duas Até esta fase, as operárias não voam, e ficam somente na colmeia. A partir do 21º dia de páginas: abelha a sugar ovida, as operárias passam por nova transformação. Elas abandonam os trabalhos internos na colmeia pólen de uma flor; na barra 11e dedicam-se no exterior, à recolha de água, néctar, pólen e própolis, e à defesa da colónia. Nesta lateral desta página, grãosfase, que é a última de sua existência, as operárias são conhecidas como campeiras. de pólen.
  12. 12. TIPOS DE ABELHAS A rainha é personagem central e muito importante da colmeia. Afinal, édela que depende a harmonia dos trabalhos da colmeia, bem como a reprodução da espécie. A rainha équase duas vezes maior do que as operárias e a sua única função é a postura de ovos, chegando adepositar nos favos, 3.000 por dia. Pode viver cerca de cinco anos. Cada abelha mestra tem o seu “cheiro”próprio (substância química emitida denominada de ferómono) que transmite aos habitantes da sua colónia,o que faz com que outra abelha de outra colónia seja identificada pelo cheiro como inimiga. Caso a rainhamorra de acidente ou seja removida da colmeia, toda a colónia imediatamente perceberá a sua ausência,justamente pela interrupção da produção do ferómonos que induzem as abelhas ao trabalho e queinformam da presença da rainha na colmeia. O zangão é o único macho da colmeia, não possui ferrão e, nasce dos ovos fecundadosdepositados pela rainha num alvéolo maior que os das abelhas operárias. A função dos zangões é afecundação das rainhas virgens, durante a primavera. Por não possuir órgãos de trabalho, o zangão nãofaz outra coisa a não ser voar à procura de uma rainha virgem para fecundá-la. Vivem de 80 a 90 dias edependem única e exclusivamente das abelhas operárias para sobreviver. A abelha operária é uma verdadeira “carregadora de piano”. Afinal ela é responsável por todotrabalho realizado no interior da colmeia, exceção feita à postura de ovos, atividade exclusiva da rainha. Asabelhas operárias encarregam-se da higiene da colmeia, garantem o alimento e a água de que a colônianecessita, misturando pólen e néctar, produzem a cera com a qual constroem os favos, alimentam a rainha,os zangões e as larvas por nascer e cuidam da defesa da família. Além destas atividades, as operáriasainda mantêm uma temperatura estável, entre 33º e 36ºC, no interior da colmeia, produzem e estocam omel que assegura a alimentação da colónia, aquecem as larvas (crias) com o próprio corpo em dias frios eelaboram a própolis, substância processada a partir de resinas vegetais, utilizadas para desinfetar favos,paredes, vedar frestas e fixar peças, na colmeia. O seu ciclo de vida normal não ultrapassa os 60 dias.Mas apesar de curta, a vida das operárias é das mais intensas. Fases do nascimento de uma abelhaoperária: 1 - Favo com um ovo depositado 2 – Uma operária a fornecer alimento 3, 4 e 5- Processo de metamorfose da larva 6 - Abelha adulta: no 21º dia nasce finalmente a abelha já na sua forma definitiva 12
  13. 13. I No fundo desta página, favos de mel e no topo, colmeia; na outra página, comparação dos tipos de abelhas e a anatomia de uma abelha.SABIA QUE: •A Alimentação e a longevidade – será que certos tipos de alimentação tem consequências evidentes na constituição física e nalongevidade do indivíduo? Esta questão pode ser respondida por estes insetos. Uma abelha operária ou uma abelha mestra,provêm do mesmo tipo de ovo, apenas a alimentação é diferente.Analisemos a causa fundamental da divergência abissal entre uma e outra.Só porque a abelha mestra é alimentada toda a vida com geleia real, fica com uma estrutura física impressionante (2 a 3 cm decomprimento) e vai ter um ciclo de vida de 1.700 dias, enquanto a abelha operária, que tem a mesma origem, mas porque utilizauma alimentação diferente (mistura de mel, néctar, água), atinge um comprimento de 1,5 cm e vive em média 60 a 90 dias;•Hipócrates na Grécia de 500 anos antes de Cristo, costumava prescrever mel para acalmar a ansiedade dos noivos antes docasamento, o que originou a expressão "Lua-de-Mel"; •As abelhas obreiras ou operárias alimentam-se geralmente de néctar e são os mais importantes agentes de polinização; •Uma abelha visita dez flores por minuto em busca de pólen e do néctar. Ela faz, em média, quarenta voos diários, tocando em40 mil flores; •Com a língua, as abelhas recolhem o néctar do fundo de cada flor e guardam-no numa bolsa localizada na garganta. Depoisvoltam à colmeia e o néctar vai passando de abelha em abelha, até ser regurgitado no favo em forma de mel; •As abelhas tem cinco olhos. São três pequenos no topo da cabeça e dois olhos compostos, maiores, na parte frontal; •Uma abelha produz cinco gramas de mel por ano. Para produzir um quilo de mel, as abelhas precisam de visitar 5 milhões deflores e consumir cerca de 6 a 7 gramas de mel para produzirem 1 grama de cera; •O “veneno” emitido pela pelas picaduras das abelhas são um excelente tratamento destinado aos doentes portadores de 13reumatismo crónico. Está provado que os tratadores destes insetos, os apicultores, não manifestam essa doença, pois de vez emquando sofrem ferroadas.
  14. 14. As borracheiras são muito rápidas a crescer. As suas velhas e fartas raízes fazem labirintos comburacos e com esconderijos para animais. Para a borracheira tudo é gigante. A flor serve de repouso ainsetos e a folha serve de armazenamento de água para animais. É originária do Nepal e de Myanmar (antigaBirmânia) onde espalhou as suas raízes também uitilizadas por todos os tipos de insetos. Não é só um servivo mas sim milhões que vivem com o seu espaço entre as folhas, as raízes e o caule. 14
  15. 15. I Os hexágonos dos favos de mel e a simetria da borboleta. A maior parte dos animais são simétricos, ou seja, se dividirmos esse animal/corpo em dois obtemos duas partes iguais, como as asas da borboleta. Nas colmeias de algumas abelhas encontram-se favos de mel com forma hexagonal. Algumas abelhas também têm outra figura geométrica, o octaedro truncado. O falcão peregrino ainda é mais rápido que a chita, podendo atingir os 320 km/h. A baleia-azul é o maior animal do mundo. Tem 30 m de comprimento e 180 t.15
  16. 16. Os musgos são pequenas plantas sem florque vivem em colónias. Os musgos têm rizoides, que funcionam coma raiz de uma planta com flor; cauloides, que servempara ligar os rizoides aos filídios; e tambêm têmfilídios, que são folhas minúsculas que têm a mesmafunção que as folhas de uma planta com flor. Os musgos reproduzem-se por uma estruturachamada coifa que liberta esporos de uma cápsuladentro desta e também possui um opérculo, quefunciona como uma tampa que sai para seremlibertados os esporos. 16
  17. 17. Os crocodilos vivem em África, Austrália e na América em água doce e salgada. Têm 64 a 70 dentes que são constantemente a ser substituídos. Também tem, tal como os pinguins,glândulas de sal, só que estas estão situadas no topo da língua e que permitem libertar o sal em excesso nosangue. Têm uma boa visão, uma audição apurada e possuem fortes músculos na mandíbula e na cauda. Conseguem viver cerca de 70 anos e são répteis carnívoros que podem ter mais de 5 metros e pesar 1tonelada. Os crocodilos não suam e à medida que envelhecem engolem pedras para compensar o peso dacabeça e conseguirem nadar bem. Estes répteis também não conseguem pôr a língua de fora. 17
  18. 18. Os lobos são mamíferos carnívoros e têm uma boa visão noturna. No estômago de um lobo cabem 9 quilos dealimentos. Os lobos têm duas camadas de pelagem, uma espessa e uma comprida. O uivo do lobo serve paracomunicarem na alcateia. Numa alcateia há sempre um casal que lidera. Para marcar território, os lobos urinam e fazem fezes. Tal como todos os animais, os machos lutam por umafêmea e ganha sempre o mais forte costumando o perdedor ficar ferido. Há muitos ataques de lobos em pessoas noGerês e noutros locais do mundo. Quando um lobo levanta a cauda é agressivo e quando a tem baixa é sinal de submissão. 18
  19. 19. Os gatos surgiram no Médio Oriente e foram domesticados para comerem os ratos que queriamcomer os cereais quando estes estivessem a secar, na Idade da Pedra. O gato contrai as pupilas para evitar a distorção da imagem sob luz intensa. Consegue distinguiras cores azul e amarelo/verde. Também tem um bom olfato e uma boa audição. O gato é digitígrado e tem pequenas almofadas nos dedos dos pés. Corre rápido e dá saltosgigantes. 19
  20. 20. As tartarugas são répteis com uma duracarapaça. Podem ser aquáticas, de água doce oude água salgada ou terrestres. Têm duas aortas eos seus pulmões, além de servirem para respirar,também servem de boias. Têm mudas de escamase hibernam para resistir ao frio. As tartarugasvêem bem a cores e às escuras, podendo algumasespécies ter uma visão binocular. Têm pálpebras euma membrana resistente transparente que cobre oolho quando está aberto. Podem ter mais de doismetros e desovam à noite. As tartarugas aquáticas de água salgadanão têm dedos, mas sim grandes barbatanas quelhes permitem nadar. Vivem nas Galápagos e naAmérica Central. São omnívoras e podem viveraté 100 a 150 anos. Quando as fêmeas põe osovos em buracos na areia, passado dois ou trêsmeses os ovos eclodem e as tartaruguinhas quesaem dos ovos sofrem uma grande aventura atéao mar pois podem correr vários perigos, comoserem comidas por aves. A carapaça dastartarugas de água salgada é limpa por peixes ououtros parasitas. As tartarugas de água doce vivem emrios, pântanos e lagos e são pequenas. Possuemcinco unhas em cada pata dianteira e quatro unhasem cada pata traseira. Têm uma espécie dedentes pontiagudos minúsculos , um grande(comparado com os outros) à frente tambémpontiagudo e têm uma língua triangular. Sãoomnívoras e podem viver até 80 anos. As tartarugas terrestres são as maiores,vivem em África, podem pesar quase ou até umatonelada e são herbívoras. Possuem cinco unhas I De cima para baixo e da esquerda para a direita: tartarugaem cada pata dianteira e quatro unhas em cada terrestre, tartaruga aquática de água salgada, Trachemyspata traseira. Também não necessitam de água, Scripta Troosti a comer e Trachemys Scripta Troosti.tendo a pele muito seca. Podem viver até 150anos. 20
  21. 21. Os primatas são mamíferos. Fazemparte deles os micos, macacos, gorilas,chimpanzés, orangotangos, társios, lémures, osbabuínos, os seres humanos e outroshominídeos. Possuem mãos e pés preênseis eevoluíram de animais arborícolas parecidos comesquilos. A maior parte dos primatas tem caudapreênsil e são muito espertos, principalmente oschimpanzés. Os chimpanzés comem tudo, atépequenos macacos. Um chimpanzé persegue omacaco e este foge para as árvores. Algunschimpanzés ficam de guarda para o macaconão fugir na direção errada e um chimpanzéespera numa árvore para matar o macaco.Estes, para além dos golfinhos, conseguemreconhecer a sua cara diante de um espelho. I Em cima, chimpanzés e em baixo, gorila e chimpanzé a dar cambalhotas. Os primatas conseguem distinguirvermelhos, verdes e azuis, que os ajuda adistinguir a fruta madura. Os primatas vivem principalmente emÁfrica e são alimento de felinos ou de outroscarnívoros apesar dos primatas seremomnívoros. Os seres humanos são os únicosbípedes de todos os primatas. Os társios têm uns grandes olhosmas dependem muito dos ouvidos para viver.Enquanto que os humanos conseguem ouvirsons até uma frequência de 20 quilowertz, oschimpanzés conseguem ouvir sons até 27 kWze os babuínos-amarelos 41 kWz mas, o que é 21mais impressionante é que os társios ouvematé uma frequência até 91 quilowertz.
  22. 22. Uma pintada (Numida sabyi/meleagris) é uma ave africana que gosta de savanas com algumasárvores e evita desertos e pântanos. É sociável, podendo estar num bando de 25 aves da mesma espécie.A meleagris é da Etiópia e do Quénia e não apresenta penas compridas na coroa enquanto que a sabyi,outrora existente em Marrocos, apresenta. Pousa nas árvores e faz sesta a sombra. Alimenta-se de insetose de matéria vegetal. Os machos não apresentam dimorfismo sexual. Nidifica no chão em savanas.Pertence ao grupo das codornizes, perdizes e faisões. 22
  23. 23. O anel de crescimento é o conjunto formado entre a zona de primavera e a zona de outono. Com elespodemos saber a idade da árvore e não só. Dependendo do anel, este pode revelar secas e anos chuvosos e muitasoutras informações acerca de metereologia no passado. Cada par de anéis, escuro e claro, corresponde ao crescimentodurante o ano. A parte escura é a parte da madeira que se desenvolve no verão e a parte clara é a parte de madeiraque se desenvolve na primavera. Podemos saber a idade de uma árvore contando o número destes pares de anéis. Nasmadeiras tropicais, como o clima é praticamente constante, vê-se facilmente qual a idade que a madeira tem. 23
  24. 24. A teia de aranha é feita de seda, uma espécie de saliva que ela cospe formando uma das maiscomplexas estruturas do mundo natural. Primeiro ela forma um triângulo, depois forma uma estrela e começa a fazer uma espiral em fioantiaderente. Depois faz outro mais abaixo, também em espiral, mas este é pegajoso para apanhar a vítima. No caso das viúva negra a vítima é o próprio macho que serve mais tarde de alimento para a viúva negra! 24
  25. 25. 25
  26. 26. Ora um dia, chegaram povos vindos do Mediterrâneo à península… Primeiro chegaram os fenícios, vindos daFenícia, Líbano; Depois chegaram os gregos, da Grécia; por fim chegaram os cartagineses, de uma terrachamada Cartago, na Tunísia. Os Fenícios trouxeram tecidos, principalmente feitos de múrex (um animal parecido com um caracol),vidros, porcelanas, armas e objetos de adorno. Utilizavam papiro como suporte da escrita. Foram eles queinventaram o alfabeto. Os Gregos trouxeram objetos em barro, adornos e tecidos. Utilizavam a moeda nas trocas comerciais. Os Cartagineses trouxeram vidro, tecidos e metais. Criaram a conservação dos alimentos através do sal.Fomou-se então o pré-câmbrico, constituído por vermes, estromatólitos, medusas,... Nesse tempo praticamente sóexistiam algas e esses animais que viviam no oceano pois os continentes estavam ainda a formar-se.Formou-se depois a era paleozoica. Do Câmbrico até ao Devónico foi a idade das trilobites. Depois vieram ospeixes e os corais e no final desta era, no Carbónico e no Pérmico, vieram os primeiros répteis e anfíbios etambém apareceram os fetos. I Placa de pedra escrita com alfabeto, cântara de barro, moeda 26 alentejana antiga. No fundo, água do mar.
  27. 27. As armaduras medievais serviam para proteger os cavaleiros nas batalhas. Eram compostas por uma cota de malha ou de couro e por placas de metal. Essas placas protegiam todo o corpo. A cabeça tinha um elmo feito de metal. As placas de metal protegiam o resto do corpo mas nalgumas batalhas isso não chegava. Também eram utilizados os escudos, placas de metal com uma forma arredondada que o cavaleiro segurava na mão para não ser atacado com golpes de espadas. E claro, o cavaleiro também tinha que possuir uma espada para se defender e lutar. E assim eram as armaduras medievais, ou de outra forma, assim eram as placas de metal, pois as armaduras eram praticamente eram constituídas por essas tais placas. I Armadura exposta no Paradouro de Ciudad Rodri Rodrigo em Espanha.27
  28. 28. O RMS Titanic era um navio de passageiros comandado pelo Comandante Smith. A sua viagem inaugural erade Southampton (Inglaterra) a Cherburgo (França), de Cherburgo a Queenstown (Irlanda) e de Queenstown a NovaIorque (EUA). O Titanic tinha 29 caldeiras (em 6 casas) que libertavam o vapor por três chaminés (a quarta era para feitio epara ventilação e armazenamento extra). Havia também oito conveses e o Titanic precisava diariamente de 620toneladas de carvão. Ora quase a chegar a Nova Iorque (ver mapa), às 23h40 do dia 14 de abril de 1912, o vigia Frederick Fleetavistou um icebergue mesmo em frente ao Titanic e o barco embate nele. Como o casco do Titanic era frágil, oicebergue amolgou as placas de aço do barco e o navio ficou com um rasgão de 90 m, começando a afundar-se.Então dão início aos procedimentos de evacuação. Então, às 00h45 foi lançado o primeiro salva-vidas. Às 02h18 ocasco parte-se ao meio e dois minutos depois o barco naufraga. No dia 11 de setembro de 2001, duas aeronaves foram lançadas às Torres Gémeas, em Manhattan (NovaIorque) chegando às 08h45 e outra aeronave chegou ao Pentágono, em Washington. A primeira aeronave, um Boeing 767, chocou contra a Torre Norte às 08h46 e às 09h03 embateu contra aTorre Sul um avião igual. Depois de estes chocarem, os tanques de combustível explodiram, às 10h05 caiu a Torre Sul e às 10h28 caiua Torre Norte. Os ataques deixaram 2973 mortos. I Titanic ainda em Southampton, Torres 28 Gémeas depois do ataque e mapa dos Generalizou-se também o consumo de alimentos como o pão e o leite. desastres.
  29. 29. O Parténon localiza-se mesmo no topo da Acrópole de Atenas. É um templo e possui um tesouro. A sua arquitetura éclássica, com colunas de ordem dórica e foi projetada por Fídias. O seu arquiteto foi Ictinos. O friso de dentro representa a Procissão de Panateneias, realizada para culto da deusa Atena na cidade de Atenas. Esse frisofoi esculpido por Fídias. No interior possuía uma imponente estátua da deusa Atena. Agora este templo foi "destruído" pois quase todos os belos elementos incluíndo o telhado foram para museus e só nos restao edifício nu e as colunas. 29
  30. 30. I No fundo, papiro egípcio e em baixo, esfinge, máscaraegípcia, pirâmide de Mênfis e mapa do Egito. O Egito localiza-se num território desértico que é atravessado pelo maior rio do mundo: o Nilo. Todos os anos, no verão, as águas do rio inundavam os campos nas margens do rio e fertilizavam-nos com um lodo. Para os egípcios a inundação era uma dádiva dos deuses. Os egípcios colhiam o papiro, uma planta que lhes dava uma espécie de papel. O Nilo era uma via de comunicação permitindo os barcos moverem-se pelo Egito. O Egito era governado por um faraó e este casava geralmente com a sua irmã ou meia-irmã e o seu sucedente tinha que ser o filho mais velho da primeira mulher.O faraó usava uma coroa dupla, do Alto e do Baixo Egito. Depois dele o setor mais importante era o dos nobres e altos funcionários, seguindo-se pelos sacerdotes e escribas e por fim os camponeses e os artesãos, que faziam as obras públicas. Em último ficavam os escravos que eram geralmente prisioneiros de guerra. Os deuses egípcios simbolizavam forças da natureza e eram imaginados como seres benéficos e protetores. Os Egípcios acreditavam na imortalidade da alma. Após a morte, esta ia comparecer no Tribunal de Osíris, onde seria julgada e onde se decidia se ia ter uma vida eterna. Os corpos dos mortos eram mumificados. Primeiro tirava-se o cérebro, pelas narinas, e depois tiravam-se as vísceras. Mergulhavam o cadáver em banho de natrão, depois enchiam-se as cavidades do corpo por resinas perfumadas ou mirra e canela. Em seguida fazia-se o embalsamento com bálsamos e a múmia era coberta de panos de linho e colocada dentro do sarcófago que se punha no seu túmulo. Matavam-se também criados para os acompanharem. Tornou-se célebre o faraó Tutankhamon, que morreu com 19 anos. O túmulo deste faraó que morreu as 19 anos com uma fratura na cabeça foi encontrado no Vale dos Reis por dois arqueólogos ingleses, Howard Carter e Lord Carnarvon em 1922. O segundo morreu com uma intoxicação e não pode ver a múmia. Um canário que eles tinham foi comido por uma cobra, o que criou a "maldição" do faraó. Os egípcios tinham uma escrita hieroglífica que era aprendida pelos escribas nas escolas dos templos. Foram escritos o Livro dos Mortos e hinos aos deuses. Os sacerdotes eram os cultos da sociedade. As esculturas estavam em templos e as pinturas, aspetos da Natureza e do quotidiano e cenas religiosas, estavam nas paredes interiores dos túmulos. As pirâmides eram utilizadas para túmulos de faraós e os templos eram utilizados para cultos de deuses, como o de Karnak ou o de Lucsor. São muito conhecidas as pirâmides de Guizé, que eram cobertas de mármore mas, como o Egito ficou muito ocidentalizado por causa do turismo, os pedreiros tiveram que ir lá buscar o mármore para construir as casas. Mas, no 2.º milénio a.C. acabaram-se as pirâmides e vieram os hipogeus, por razões de roubos. Os hipogeus eram subterrâneos, escavados nas rochas. a esfinge do Egito tem cabeça de humano e corpo de leão e não tem nariz por causa de uma guerra no Egito. 30
  31. 31. Desde doces a salgadas, as pipocas já eram feitas na civilização inca. No Peru, encontraram-se maçarocas fossilizadas com 6700 anos. Estas estavam queimadas pois eram queimadas em pedras aquecidas para fazer pipocas. Eram também guardadas para ocasiões especiais. Primeiro eles semeavam o milho e, passado alguns meses, arrancavam a espiga. Esta era queimada nas tais pedras, dando pipocas.31
  32. 32. Sobre a pintura grega só nos resta as belas pinturas nos vasos. No século VI a.C., pintavam-sefiguras negras sobre o fundo vermelho mas a partir do século V a.C. começaram a pintar figuras devermelho ou dourado sobre um fundo preto. Esta pintura foi evoluíndo para a perfeição mostrando motivos de mitos gregos e aspetos doquotidiano.Os Celtas, pelo contrário, eram altos e tinham o cabelo loiro e os olhos azuis. Eram bons ourives.Trabalhavam o ouro e objetos em ferro. Ocupavam as regiões norte, oeste e centro da Península Ibérica.Alguns Celtas cremavam os mortos, em vez de os sepultarem.Os Lusitanos viviam a norte do Tejo numa região situada à volta da serra da Estrela chamada Lusitânia. I Vaso gregoEram fortes e corajosos. Dedicavam-se à agricultura e à pastorícia. O chefe que mais se destacou foi,certamente, Viriato. 32
  33. 33. O Aqueduto das Águas Livres, em Lisboa, tem 60 quilómetros e 127 arcos e permitiu o abastecimento de água às fontese chafarizes da cidade até 1973. Foi construído em estilo barroco no reinado de D. João V, no século XVIII e foi ampliado noséculo XIX. Foi inaugurado em 1748, após 21 anos de construção. O maior arco, o Arco Grande, tem 65 metros e é o maiorarco ogival do mundo. Tem várias estruturas em cima dele chamadas lanternins e resistiu ao terramoto de Lisboa, em 1 denovembro de 1755. 33
  34. 34. Desde a invenção da pólvora pelos chineses,começaram a existir bombardas, máquinas de guerra queserviam para arremessar pedras e mais tarde canhões. Graças à pólvora, os canhões foram inventados. Estapeça de artilharia apareceu no século XIV com o nome debombarda ou outros mas só no século XVIII é que ganhou onome de canhão. O canhão é composto por duas partes: ocanhão propriamente dito, que é uma bola feita de bronze masagora é feita de aço, e o reparo, ou seja, a bombarda. 34
  35. 35. A Mesquita Azul é a maior mesquita de Istambul e um símbolo religioso para os muçulmanos. é uma grande obra dearquitetura otomana e islâmica não só para a Turquia como também para o mundo islâmico. Possui seis minaretes e foi construídapelo sultão Ahmed I, desde 1609 até 1616, na margem do mar de Mármara. Tem o nome de Mesquita Azul, devido aos azulejos azuisque fazem parte das suas paredes. O complexo é composto também de túmulos, medreses (edifícios para o ensino do Islão), umhospital, um mercado coberto (bazar), banhos turcos, fontes, cozinhas públicas para a confeção de alimentos para os pobres,armazéns, salas e o túmulo do sultão Ahmed I. Quando se entra na mesquita, é obrigatório tirar os sapatos mesmo que os turistasnão sejam muçulmanos. 35
  36. 36. Évora apresenta monumentos de váriasépocas: Século I d.C. - Templo Romano - Estetemplo, segundo uma lenda criada no século XVII,estava associado à deusa romana da caça, Diana,muitas vezes chamado Templo de Diana. Estudosrecentes mostram que este templo estava dedicadoao culto do imperador Augusto, que era veneradocomo um deus. Este templo fazia parte do fórumromano da cidade de Évora por isso estáconstruído em estilo romano. 1186-1250 - Sé-Catedral de Évora - Estacatedral é a maior de Portugal e marcou atransição do estilo românico para o gótico. Foi feitaem granito e apresenta três naves. A nave centralapresenta o altar de Nossa Senhora do Anjo. 1531-1537 - Aqueduto da Água da Prata -Este aqueduto construído pelo arquiteto Franciscode Arruda em Évora e a sua construção está I No fundo, Capela dos Ossos; emdescrita n "Os Lusíadas" de Luís Vaz de Camões. cima, Catedral e Aqueduto; em baixo,Tem 9 km de comprimento e abastecia de água a Templo Romano.Praça do Giraldo. Tem este nome pois está ligadoàs águas cristalinas e puras da fonte da Prataonde inicia. Século XVII - Capela dos Ossos - Estacapela está situada na Igreja de S. Francisco. Foiconstruída por iniciativa de três monges quequeriam transmitir esta frase: "Nós ossos que aquiestamos pelos vossos esperamos". As suasparedes e os oito pilares estão "decorados" comossos e caveiras ligados por cimento pardo. Asabóbadas são de tijolo rebocado a branco, pintadascom motivos alegóricos à morte. Foram mais de5000 ossos e caveiras tirados de cemitérios e deoutros locais na região de Évora. 36
  37. 37. A Torre de Hércules é o único farol da antiguidade que continua a funcionar. Situa-se em A Corunha, na Galiza (Espanha) e foi construído pelos romanos no século I. Antes, a torre era mais baixa, tinha 41,5 m, e mais larga, tinha 14 m, pois possuía uma rampa por onde subia o combustível para o farol. Esta torre pertence ao património da Humanidade desde 2009 e teve uma grande modificação em 1788 pelo engenheiro Eustaquio Giannini, que recobriu os restos do farol romano com as fachadas atuais. Agora, a torre mede 59 m de altura e tem de largura 11,40 m. A lenda de Hércules conta que havia um gigante chamado Gerión que reinava nas terras do Tejo ao Douro. Hércules enfrentou-se a ele. Ganhou, passado três dias e enterrou a cabeça do gigante onde mandou construir uma torre. Nas proximidades fundou uma cidade chamada Crunia.I No fundo, Torre de Hércules; em baixo, interior e vista dela. 37
  38. 38. O granito é uma rocha plutónica (rocha que se forma pela solidificação do magma no interiorda crusta) que forma grande parte da crusta continental. Esta rocha tem uma textura fanerítica e écomposta por quartzo, feldspato e micas (biotite e moscovite). Pode variar na cor, dependendo dasdiferenças de cristalização e de outros minerais acessórios. O Cabo Norte é o ponto mais a norte do continente europeu. Nas ilhas Lofoten, as aldeias piscatórias são pontos espalhados or entre os rochedos . As lindíssimas viagens do navio Hurtigrutten, de Bergen a Kirkenes, revelam todo o esplendorda Noruega. 38
  39. 39. Ciudad Rodrigo é uma cidade muralhada típica espanhola,com a Plaza Mayor. A ela pertencem muitos edifícios e o rioÁgueda. Localiza-se quase na fronteira com Portugal pertencendo àregião de Castela e Leão. A catedral de Sta. Maria forma uma cruz latina e começoua ser construída no reinado de Fernando II de Leão (1157-1188). Asua construção começou seguindo um projecto tardorromânico queainda conserva algumas coisas, apesar de algumas modificações. O castelo de Ciudad Rodrigo foi transformado emPousadouro e tem por dentro muitas armaduras medievais. O Ayuntamiento está localizado na Plaza Mayor, a praçaprincipal da cidade. O Palácio dos Águila foi construído no século XVI em estilorenascentista e gótico. I No fundo, catedral; em cima, panorama da cidade; ao lado, Ayuntamiento; em baixo, mapa da cidade, miradouro e dentro da fotografia do miradouro em cima, Plaza Mayor, em baixo, Palácio dos Águila (da esquerda para a direita). 39
  40. 40. Vamos comparar dois minerais: Lepidolite e Biotite. Lepidolite Biotite Cor Violeta Cinzenta Brilho Vítreo a Nacarado Nacarado a Metálico Sistema de cristalização Monoclínico Monoclínico Dureza 2.5 2.5 - 3 Fórmula química KLi2Al(Al,Si)3O10(F,OH)2 K(Mg,Fe)3(OH,F)2(Al,Fe)Si3O10 Localizações Portugal, Brasil, Montes Urais, Califórnia Europa e Estados Unidos da América Observações Faz parte do grupo das micas, Podem-se encontrar nódulos de biotiteparideiras pois são na Serra da Freita, chamados pedras sendo uma fonte secundária de lítio. parideiras pois são pedras que brotamrocha-mãe, o granito. de uma rocha-mãe, o granito. 40
  41. 41. Um arco-íris ocorre quando a luz solar passa pela água existente no ar. Acontece quandoestá a chover e o Sol aparece. Um arco-íris é sempre acompanhado por outro, mas este costuma ser invisível por causada ausência de luz mas, quando costuma haver mais luz, ele é visível, como nas figuras. O segundo arco-íris costuma ser mais alto que o outro mas mais ténue. 41
  42. 42. "Portugal produz cerca de 150 milhões de kg de arroz por ano, provenientes das principais zonas: Vale do Tejo,Sado e Mondego. Existem hoje, cerca de 25 mil hectares cultivados com arroz maioritariamente arroz tipo carolino, sendo que70% é da variedade Aríete." Esta informação cedida pela Novarroz mostra que a Beira Litoral é uma das terras alagadiçasque mais oferece esta belíssima planta que nos dá a fantástica e oriental semente a que chamamos arroz. Embora o arroz seja originário da China, a nossa tradição de cultivar arroz vem do tempo da invasão dos árabes naPenínsula Ibérica. O nosso precioso Mondego que jorra desde a Serra da Estrela até à Figueira-da-Foz oferece na sua baciaentre Coimbra e a sua foz a fabulosa cultura do arroz. Este arroz carolino é cultivado no rio pois precisa de água em abundância. A população desta zona de Portugaldedica-se em grande parte a este bem rico de hidratos de carbono. Como esta zona do Mondego é pantanosa, o arroz dá-sebem, oferecendo uma boa tarde para dar às gaivotas que pousam na água ou em cima destas plantas. A Beira Litoral, sem dúvida, fica entre os melhores sítios para arrozais da Europa ou mesmo de todo o mundoocidental. 42
  43. 43. Nas estações metereológicas podemos saber qual é o estado do tempo de hoje, por exemplo, ou de ontem, ou de algum dia qualquer. Também podemos saber o clima, o comportamento médio dos elementos climáticos ao longo de 30 anos, recorrendo aos dados guardados pela estação. Esses dados são dados por instrumentos existentes nas estações, como: - o abrigo, que por dentro tem instrumentos que têm que estar à sombra, como termómetros que medem as máximas e as mínimas, e psicrómetros, que medem a quantidade de vapor de água no ar. - o pluviómetro, que mede a precipitação; - o barómetro, que mede a pressão atmosférica; - o anemómetro, que mede a velocidade do vento; - o termómetro, que mede a temperatura (do solo, da relva, da atmosfera,...) - o catavento, identifica a direção do vento; - o evaporómetro, que mede a evaporação; - o psicrómetro, que mede a quantidade de vapor de água no ar; - o heliógrafo, que mede as horas de sol. Estes instrumentos têm máquinas que escrevem em gráficos o que acontece relativamente ao que medem. Por exemplo, o heliógrafo tem um papel por trás que é queimado pelo sol.I No fundo, estação metereológica, no topo, anemómetros e catavento, em cima (da esquerda para a direita)termómetros de relva, abrigo, heliógrafo, anemómetros e catavento, evaporómetro, pluviómetro, barómetro,gráfico de um anemómetro. 43
  44. 44. O quartzo é o segundo mineral mais abundante na Terra. É umcristal de silício e é transparente, com a fórmula química SiO2. Tem um sistema cristalino trigonal e funde a cerca de 700ºC. O quartzo tem muito uso, desde vidro a relojoaria. O quartzo tem algumas variedades cristalinas:  Cristal de rocha ou quartzo hialino  Ametista  Citrino I No topo, filão  Quartzo fumado ou enfumaçado de quartzo do  Quartzo morion Monte de Santa Luzia; ao lado,  Quartzo rosa quartzo e em  Quartzo leitoso baixo, quartzos  Quartzo azul leitosos (1.º e  Quartzo olho-de-falcão 3.º) e quartzo  Quartzo olho-de-tigre rosa (2.º).  Quartzo olho-de-gato  Quartzo sagenítico  Aventurina 44
  45. 45. 45
  46. 46. Os anéis de Saturno orbitam Saturno e estendem-se por 120 mil quilómetros mas só têm 20quilómetros de espessura. São constituídos por inúmeros pedaços de rocha e gelo. Pensa-se que foramformados pela colisão de um cometa ou asteroide que colidiu com uma lua de Saturno e essa libertação dematéria originou os anéis. Resumindo, os anéis de Saturno são um conjunto de pedaços de rocha e gelo queorbitam Saturno junto do Equador. Foram descobertos por Galileu Galilei. 46
  47. 47. A Via Láctea é uma galáxia espiral barrada. No centro estima-se que tem um grande buraconegro. A Via Láctea está a juntar-se cada vez mais a Andrómeda e pensa-se que vão colidir, tal comoa galáxia anã Sagitarius que está a fundir-se com a Via Láctea. Localiza-se no Grupo Local de galáxiase o Sistema Solar localiza-se mesmo num dos extremos da galáxia. I Da esquerda para a direita e de cima para baixo: Nebulosa de L agoa, Via Láctea, Região de Antares. 47
  48. 48. I Ao lado, montagem de um extraterrestre. De cima para baixo, superfície de Europa, montagem da superfície de Titã e Gliese 581g. A vida extraterrestre é com certeza uma coisa estranha para algumas pessoas mas é estudada na SETI (Instituto dePesquisa de Inteligência Extraterrestre). Utilizando a equação de Drake podemos calcular quantas civilizações inteligentespodem existir na nossa galáxia: N = N*x fp x ne x fl x fi x fc x L N é o número de civilizações capazes de comunicar na Via Láctea. N* é a taxa anual de formações de estrelas na Via Láctea. fp é a fração dessas estrelas que suportam sistemas planetários. ne é o número de planetas capazes de sustentar vida nessas estrelas. fl é a proporção de planetas de ne que podem sustentar vida. fi é a fração de planetas que podem desenvolver vida extraterrestre. fc é a fração de planetas com vida inteligente capaz de comunicar a nível interestelar. L é a média de anos que uma civilização inteligente continua a comunicar. É na zona Goldilocks que os sistemas planetários podem conter vida. Têm condições certas, em relação àtemperatura que é amena, para albergar vida. Procura-se vida em Marte mas pode ser uma forma de vida primitiva, como micróbios e bactérias, e não vidainteligente, como algumas pessoas pensam. No nosso Sistema Solar pode haver vida, como em Europa e Titã. Europa é uma das luas de Júpiter e tem uma superfície congelada e por baixo dela um oceano de água líquida quebem pode albergar vida. Há planos para enviar um robô num submarino para explorar vida aquática em Europa. Titã é o nome de uma lua de Saturno e é a única lua que possui uma atmosfera densa composta por nitrogénio euma mínima quantidade de metano. Tem uma atmosfera primitiva igual à dos primórdios da Terra. Nesta lua também chovemas, em vez de água como na Terra é metano líquido que tem um ciclo parecido com o da água na Terra. Possui tambémcriovulcões que, em vez de expelirem lava, expelem água muito fria misturada com amónia. Tem lagos e rios e oceanos dehidrocarbonetos líquidos, principalmente metano. Esta lua pode conter vida microbiana nesses lagos, oceanos e rios. Tambémnessa lua existe a 100 km da superfície, um oceano pouco profundo de água líquida e amónia. Fora do Sistema Solar, no sistema planetário de Gliese 581 também pode existir vida, principalmente nos planetasGliese 581d e g. 48 Quem sabe que haja mesmo alguém por este Universo cheio de matéria negra?
  49. 49. Os sistemas binários são sistemas planetários que possuem duas (ou mais) estrelas. Esses planetas que possuem mais estrelas orbitam só uma estrela, por exemplo, um planeta no sistema planetário 55 Cancri orbita em volta de Cancri A, mas consegue ver Cancri B. Assim pode-se estar a assistir a um pôr-do-sol e a um nascer-do-sol. Mas também existem sistemas triplos. Um planeta no sistema planetário triplo de Alfa Centauri orbita Alfa Centauri A mas ao longe consegue ver Alfa Centauri B e Próxima Centauri.I Imagem virtual de um planetapróximo de 55 Cancri. 49
  50. 50. Para começar, o que são buracos negros? Os buracos negros são regiões onde a gravidade é muito forte que nada (nem a luz) consegue escapar.São invisíveis e engolem uma enorme quantidade de matéria. São produto da explosão de uma estrelasupergigante. Como se pode sair de um buraco negro? Um buraco negro liberta lentamente partículas sob a forma da Radiação de Hawking. Ao fim de biliões ebiliões de anos, o buraco negro evapora-se pois já libertou toda a matéria que tinha. Podemos também reconstruiro que estava dentro dele. 50
  51. 51. 51
  52. 52. As calças de ganga são um tipo de calças indespensáveis no mundo da moda. Decorria a corrida pelo ouro, nos Estados Unidos, quando Levi Strauss criou as calças de ganga(jeans) nos EUA. As calças de ganga são feitas de denim que é um tipo de algodão e é tingido com um corante deuma planta denominada Indigus. Este tecido foi criado em Nîmes, França. 52
  53. 53. Os livros são páginas juntas que contêm desde histórias a informações úteis. São escritospor autores e publicados em editoras. Os livros foram inventados depois da escrita, que foi inventada na Suméria. Nessa alturapodíamos chamar livros a placas de barro e de pedra. Só no Império Romano é que o conceito delivro foi aperfeiçoado. Na Idade Média é que os livros evoluíram até hoje, com a invenção daimprensa por Gutenberg apesar de antes já o clero escrevia livros à mão, esse trabalho era para osmonges copistas, e podiam passar a vida inteira a fazê-los. Desde a invenção do papel peloschineses que os livros já eram feitos mas à mão. 53
  54. 54. O Museu Machado de Castro tem este nome em homenagem ao escultor Joaquim Machado de Castro, que nasceu em Coimbraem 1731.O museu divide-se em várias exposições: o Criptopórtico, a escultura, a pintura, a ourivesaria, a cerâmica e a tapeçaria.Onde hoje é Coimbra, existia uma cidade romana chamada Aeminium. No lugar onde se ergue o museu, situou-se o fórum dacidade. No Criptopórtico vê-se a Cloaca de Aeminium, o esgoto da cidade, e também se veem vários retratos: de Trajano, deVespasiano, de Lívia e de Agripina-a-Antiga.Na escultura veem-se colunas e esculturas em alabastro, madeira e terracota. Muito famosa é a do cavaleiro medieval, emalabastro, e a Capela do Tesoureiro, que integrava a cabeceira da igreja do convento de S. Domingos. Na sala de esculturas emterracota vê-se a Última Ceia, criada por Hodart para o refeitório do Mosteiro de S. Cruz.Na pintura veem-se quadros pintados em madeira, renascentistas, pintados na primeira oficina de Coimbra, em oficinas lisboetas eescolas flamengas. Também há pinturas em estilo barroco e rococó, bem como belíssimas pinturas portuguesas, já pintadas emtela.A ourivesaria do museu estende-se desde o século XII ao século XVIII. A ourivesaria medieval apresenta-se com várias peças emfiligrana, coral, cristal, prata e ouro. Destaca-se a caldeirinha de água benta, feita de cristal e filigrana de prata. O Tesouro daRainha Santa Isabel apresenta um livro medieval, uma coroa em ouro e com pedras preciosas, um colar e outros. Estavaintimamente ligado com o Mosteiro de Santa Clara. A Custódia do Santíssimo Sacramento de Alcântara é um exemplar do BarrocoJoanino. Esta peça em prata possui um anjo segurando num sol radioso. Neste estilo também temos outras custódias, carteiras depresença, cálices, entre outros.Na cerâmica observamos a coleção de faiança portuguesa e azulejeria. Os azulejos apresentavam motivos ao gosto islâmico, góticoe renascentista. No século XVII predominam o azul e o amarelo. No século XIII houve uma imigração de ceramistas egípcios paraAndaluzia. O segredo que tinham do lustre metálico tinha nano partículas de cobre e prata nos azulejos. Alguns azulejos daexposição são didáticos, deitos para a Geral Companhia de Jesus, para melhorar o nível de matemática portuguesa. As primeirasfaianças produzidas em Portugal deven-se à instalação de oleiros flamengos em Lisboa. Esta louça é chamada malagueira e é todabranca ou decorada a azul. Ao passar dos tempos vai-se imitando porcelana chinesa, como uma peça de dragão exposta nomuseu. A produção de olarias no Monte Sinai ajudou com a permanência do gosto oriental. Em Coimbra começaram a desenvolverdecorações originais de faiança. Cada vez mais se foram aperfeiçoando. Vale a pena falar sobre a manteigueira em forma de vacae a terrina em forma de javali do século XVIII. A louça ratinha, produzida no século XIX em Coimbra, baseava-se em aspetos deagricultura. A garrafa antropomórfica em forma de pessoa também era popular. A tapeçaria é trazida do oriente e é aperfeiçoada na Flandres. Tem motivos de caça ou da nobreza, entre outros. Era muitoapreciada no século XV. A Capela do Bispo tem também uma mistura das artes azulejeria e tapeçaria chinesa. Também na coleçãode tapeçaria há tapetes e colchas importados da Pérsia e da Turquia, no século XVIII e também há guadamecil (cabedal revestidode prata burnida e coberta de verniz amarelo). A madeira de nogueira também foi muito utilizada em mobília francesa importadapara Portugal no reinado de D. João V. Na tapeçaria também há mais peças da Índia, da China e do Japão. 54 O Reitor da Universidade de Coimbra, D. Francisco de Lemos, possuía um belo coche de madeira também exposto no museu.
  55. 55. I Da esquerda para a direita e de cima para baixo: topo, busto de Vespasiano, Cavaleiro medieval, garrafasantropomórficas, coroa da rainha santa, pintura renascentista, coche de D. Francisco de Lemos, Capela do Bispo,Capela do Tesoureiro, Custódia do Santíssimo Sacramento de Alcântara; no fundo: Criptopórtico e tapete. 55
  56. 56. As Matryoshkas são bonecas russas e são um símbolo da Rússia. São feitas normalmente de madeira de tília.Estão num conjunto de 5 a 8 bonecas sempre numa escala decrescente de tamanho. Todas elas abrem ao meiomenos a última e cada uma tem uma boneca por dentro. Também são cada vez mais simples com a diminuição dotamanho. São pintadas à mão e são belas obras de arte. Estas bonecas representam uma família e a tradução deMatryoshka é "mãezinha". Estas bonecas representam camponesas, personagens de contos de fadas e políticos russos.Também são conhecidas por baboushka (avozinha) e dyeduchka (avozinho) na Sérvia além de a forma mais corretaser Matryoshka, pois é a original russa. As Matryoshkas são baseadas em bonecos de madeira representando os Shichi-Fuku-Jin, os Sete Deuses daFortuna, encaixados de forma semelhante que são originários do Japão e já existiam algumas versões semelhantesdesde o século XVII. Estas foram trazidas do Japão por uma família de comerciantes chamada Mamôntov em 1890.Nesse mesmo ano, o artesão Vassily Zvyôzdotchkin e o pintor Serguei Maliutin criaram a primeira Matryoshka russaque foi feita com os bonecos japoneses de modelo e que depois foi exposta na Feira Internacional de Paris em 1900,onde ganhou uma medalha de ouro por ser tão original. 56
  57. 57. 57
  58. 58. Chegámos às 11 horas a Valbom, uma aldeia beirãperto de Pinhel. Valbom é também uma freguesia mas, comtão pouca gente que lá mora, vai ser extinguida comotambém a do Bogalhal. Mesmo no interior de Portugal, estas aldeias comcasas de granito são o património e a beleza da Beira Alta. Valbom é uma aldeia banhada por um rio chamadoPorquinho e que está seco no verão. Pela estrada passampessoas que se dirigem às cidades, podendo não encontrar abeleza destas aldeias beirãs. As pessoas beirãs dedicam-se à agricultura e àcriação de gado, mostrando os melhores produtos que estaregião oferece, como o azeite. Bogalhal é uma aldeia onde também passa um rio etem uma igreja. Os prados envolvem a aldeia. Por essesprados, encontrámos uma caveira de uma cabra, que podeter sido o jantar de um lobo. I De cima para baixo: Valbom, E assim são estas aldeias no meio de pastos cheios Bogalhal, armazenamento dede vida animal e tradição portuguesa. lenha e vacas a pastarem. Plataforma da apanha dos moluscos Visitámos a ilha de La Toja onde existe umafábrica de sabonetes e uma igreja de conchas. Existetambém um campo de golfe e águas termais. Essas águasforam descobertas por um burro na floresta da ilha quemostrou aos humanos. 58
  59. 59. 59
  60. 60. Um motor é um dispositivo que transforma uma energia qualquer em energiamecânica. Os motores podem ser naturais, térmicos, elétricos, pneumáticos ou nucleares. Os motores naturais utlilizam forças naturais, como os motores hidráulicos, quepodem utilizar a força da água ou a pressão da mesma, e os motores atmosféricos. Os motores térmicos são aqueles que absorvem o a energia térmica para atransformarem em energia cinética, como os motores a vapores alternativos, que tinham umrendimento de 15% no máximo, como os motores os mais conhecidos, motores de explosãoe de combustão e como os motores de reação, que têm o mesmo ciclo que os decombustão e explosão. Os motores de combustão são os que têm mais rendimento dostérmicos, 33% a 35%. Num motor de quatro tempos, primeiro, o ar é aspirado, depois osgases são comprimidos pela subida do êmbolo (ou pistão) e de seguida a mistura carboradaé inflamada, o único tempo motor, e por fim os gases queimados saem. São quatro fases:admissão, compressão, inflamação/explosão e escapamento. Os motores elétricos são aqueles que tem forma de tração mais simples e nãonecessitam de caixas de velocidades, sendo mais silencioso, e têm índices de poluição quasezero. Podem ser motores de corrente contínua ou alternada (síncrono ou de indução). Os motores pneumáticos são motores de êmbolos cujo movimento alternativo é I De cima para baixo: Motor deobtido fazendo agir sucessivamente sobre cada uma das faces a pressão de um fluido quatro tempos, simulação de umcomprimido. motor, motor de combustão de um carro e constituição e Os motores nucleares são utilizados em propulsão de engenhos interplanetários. funcionamento de um motor. 60
  61. 61. Os carros clássicos são carros antigos do século XX, nomeadamente desde os anos 30 aos anos 80. Os mais populares são: - O Volkswagen Beetle, fabricado nos anos 50; - A Volkswagen Kombi, mais conhecida por carrinha pão de forma, fabricada nos anos 50, era a van dos hippies; - O Ford Capri, fabricado em 1969, foi um dos mais emblemáticos coupés europeus; - O Mini 1000, fabricado em 1959, foi o carro mais popular da Grã-Bretanha. I De cima para baixo e da esquerda para a direita: Volkswagen Kombi; carrinha Ford, Volvo, Mini 1000, Ford Capri.61
  62. 62. A pasta de dentes é muito útil para a higiene oral. Já no Antigo Egito utilizavam uma mistura moídade sal-gema,menta, pimenta e flores de íris secas para criar dentífricos. Mas a pasta de dentes dos Romanos ainda era mais orgânica enão era preciso um Romano esforçar-se para criar uma pasta de dentes. A pasta de dentes dos Romanos era simplesmenteurina. A pasta de dentes atual contém detergente, cristais de flúor e aromatizantes fortes, como a menta e o morango. Algumas pastas de dentes são branqueadoras pois alguns produtos que consumimos, como o chá, o café e o vinho,(os piores) mancham os dentes. Estas contêm abrasivos mais fortes. 62
  63. 63. Os painéis solares são espelhos que focam a energia do Sol e que a utilizam em diversas funções domésticas,como aquecer a água, com os painéis solares térmicos ou dar eletricidade, com os painéis fotovoltaicos. Contudo, sófuncionam quando há bom tempo, precisam de ser limpos com regularidade e são dispendiosos. A energia solar é uma das energias renováveis pois também existem a energia eólica, com aerogeradores e aenergia hidráulica, como o conversor de energia das ondas da Pelamis, instalado em Aguçadoura, Portugal. Além destasainda há a geotérmica, calor do interior da Terra (esta é muito utilizada nos Açores, ajudando até a cozinhar!), e abiomassa, resíduos urbanos e florestais. Portugal é muito rico em energias renováveis: - Alentejo e Algarve - energia solar; - Regiões montanhosas do Oeste, do Norte e da Beira Interior - energia eólica; - Zonas urbanas e regiões florestadas do centro do país - energia da biomassa; - Açores - energia geotérmica; - Bacias hídricas do Norte e Centro do País - energia hidráulica. 63
  64. 64. Uma força é uma ação entre dois corpos que pode causar deformação ou alterar o estado derepouso ou de movimento. A Unidade do Sistema Internacional é o newton (N). As forças podem ser decontacto, quando há contacto entre os corpos, por exemplo, quando uma bola é pontapeada ou então àdistância, como as forças magnéticas, gravíticas e elétricas. Por exemplo, uma pessoa a saltar de um bancocai , é uma força gravítica pois é efeito da gravidade da Terra. mas se nós tivermos um íman e ferro, o ímanatrai o ferro, o que é uma força magnética. Mas se nós esfregarmos uma caneta a uma camisola de lã e setivermos bocados de papel ao lado, a caneta atrai os papéis por causa da eletricidade, é uma força elétrica.A força é uma grandeza vetorial pois precisa da respetiva intensidade, precisa de um ponto de aplicação, dadireção e do sentido da sua atração.I Força elétrica 64
  65. 65. O ADN, quer dizer, o ácido desoxirribonucleico, é uma molécula que carrega informação genética. Todas ascélulas menos os glóbulos vermelhos têm uma cópia dele no nosso corpo. O ADN está enrolado em cromossomas, quesão espirais coesas de histonas. As histonas formam as espirais e as duplas-hélices é formada por duas cadeias deADN unidas. O ADN divide-se em 46 cromossomas, dos quais 23 são da mãe e 23 são do pai. Se esticássemos oADN humano dava para 500 idas e voltas do Sol à Terra. As mutações no ADN podem ser letais, indiferentes oubenéficas. 65
  66. 66. A Central Tejo era uma central termoelétrica e abasteceu a cidade de Lisboa desde 1909 até 1972. Agora está lá o Museu da Eletricidade desde 2006. Esta central era abastecida por carvão que vinha de Cardiff por via marítima e quando este se esgotava utilizava-se madeira ou nafta, um derivado de petróleo, para aquecer a água até se transformar em vapor de água. O carvão chegava de barco até à Praça do Carvão e aí subia e ia até à caldeira. Aí estavam 1200ºC. A água vinha da canalização de Lisboa e havia um abastecimento de água lá para que se um cano rebentasse não houvesse problema. Esta água aquecia na caldeira e quando se transformava em vapor de água este subia pelos canos e chegava a uma turbina que transformava a energia térmica do vapor em energia mecânica que depois era transformada em eletricidade. Esta turbina estava presa por um íman que estava dentro de uma bobina. A turbina fazia 500 rotações por segundo. Por sua vez, o vapor de água era depois arrefecido pela água do rio Tejo sem contactar com ela e condensava utilizando-se assim mais uma vez. Quando começou a funcionar, a central demorou 48 horas para produzir eletricidade. Os trabalhadores da central trabalhavam a altas temperaturas e alguns ficavam com as mãos cheias de calos e outros ficavam com doenças pulmonares aguentando só três dias na central por estarem constantemente a respirar o fumo da combustão do carvão.I No topo: Praça do Carvão e Museu da Eletricidade. Em baixo (daesquerda para a direita): canos por onde passava o vapor de águana caldeira, sala das caldeiras, esquema da central, bobina, íman eturbina, sala dos Cinzeiros e sala das Águas. 66
  67. 67. 67
  68. 68. "O Paraíso localiza-se na Terra dos quatro rios"... ... dois estão secos e os outros dois são o Tigre e o Eufrates e o Paraíso está submerso noGolfo Pérsico onde outrora fora uma terra fértil onde provavelmente terão vivido Adão e Eva.Descobertas recentes da NASA encontram marcas de dois rios junto ao Tigre e ao Eufrates. Será queera aí que se localizava o paraíso. Perto do Mar Morto, há cerca de 100 anos um rapaz beduíno tinha perdido uma cabra. Foi àprocura dela e encontrou uma gruta, onde não se via cabra nenhuma mas sim um conjunto depergaminhos antigos. Este vendeu-os a um sapateiro pelo valor correspondente de 3 euros e oshistoriadores e arqueólogos souberam disso e investigaram. Estavam escritos em hebraico e pareciamrevelar coisas importantes para as três religiões monoteístas: o cristianismo, o judaísmo e o islamismo. Cerca de 50 anos depois foi descoberta a cidade de Qumran, na margem do mar Morto e aum passo das cavernas onde se tinham encontrado os manuscritos, onde se apontam ter vivido osdonos deles, os essénios, que eram hebreus (judeus) e tomavam banhos de purificação. Novasinvestigações apontam que Cristo pode ter sido um essénio que ajudou na elaboração dos manuscritose também apontam que Cristo pode ter sido um hebreu (judeu). Leu-se também nos manuscritos apalavra Akhenaton, o rei revolucionário dos egípcios. Será que este foi o primeiro monoteísta do mundo? I Ao lado Manuscrito do Mar Morto, no fundo paraíso. 68
  69. 69. O dia 22 de dezembro é importante pois é o primeiro dia de férias das escolas mas tambémporque é o dia da lotaria do Natal, conhecida por El Gordo. O dia 24 de dezembro e comemorado com um jantar em família onde se come perú assado,mariscos e peixe, enchidos, dependendo da zona de Espanha. O dia 25 de dezembro é o dia de Natal mas os presentes só se dão no dia dos Reis Magos. O dia 28 de dezembro é o dia dos Santos Inocentes ou dia das mentiras. A sua origem estárelacionada com a matança de crianças mandada fazer pelo rei Herodes na Judeia. O dia 31 de dezembro é o dia de Nochevieja. Quando as 12 badaladas batem anunciando umano novo, os espanhóis comem 12 uvas da sorte para cada mês do ano. O dia 5 de janeiro é o dia do Desfile dos Reis Magos. As crianças podem falar com os "ReisMagos", pedir as prendas e receber caramelos. Mais tarde, as crianças antes de deitar deixam os seussapatos num lugar visível da casa, como uma chaniné. O dia 6 de janeiro é o Dia de Reis. As crianças recebem as prendas no lugar visível dacasa, mas só se se comportaram bem; se se comportaram mal recebem carvão (!). Após os presentes,o rei do dia é o rolo torcido de reis (parecido com o Bolo Rei). As frutas cristalizadas simbolizam rubise esmeraldas que adornavam os mantos dos Reis Magos. Os Reis Magos são Gaspar Baltazar eMelchior. 69
  70. 70. PRÓXIMAEDIÇÃO 70
  71. 71. 71
  72. 72. 72

×