18/05/2015 1
marcio_cpq@hotmailcom
coitinho_19@hotmail.com
Escola Bíblica Quadrangular
18/05/2015 2
18/05/2015 3
2 Coríntios
Recapitulando
18/05/2015
4
PROPÓSITO: Paulo escreveu esta epístola a três classes de
pessoas em Corinto.
(1) Primeiro, esc...
18/05/2015
5
2Co 2:13A carta foi escrita na Macedônia.
1Co 4:17Enviou Timóteo para cuidar da Igreja.
2Co 2:12-13Tentou enc...
Recapitulando – Cap. 2
18/05/2015
6
Paulo se desculpa da carta anterior.
2Co 2:7Perdão para o pecador.
2Co 2:8Acolher o pe...
Capítulo 3
2 Coríntios 3:1-11
18/05/2015
7
Havia um conhecimento da parte dos coríntios acerca de Paulo,
que substituía qu...
Capítulo 3
A confiança na Nova Aliança (4-11)
18/05/2015
8
18/05/2015 9
Após fazer a defesa de sua autorrecomendação perante os
coríntios, Paulo faz uma comparação da lei escrita em...
18/05/2015
10
Paulo mostra aos coríntios que o “velho pacto” tinha em seu
conteúdo a sentença de morte sobre o moralmente ...
Vamos trabalhar!!!!
18/05/2015 11
• - Serão formados 3 Grupos na Classe;
• - Cada Grupo terá um líder;
• - Cada Grupo deve...
18/05/2015
12
Por muito tempo, a má interpretação desse texto provocou receio
quanto ao estudo secular e mesmo o teológico...
13
A glória do Antigo Pacto era passageira porque trazia à tona a
realidade do pecado, sua maldição e condenação. O Novo P...
Conclusão
Veja que a velha aliança foi um código de leis escritos em
tábuas de pedra, fora de nós. A nova aliança é a próp...
DICIONÁRIO
18/05/2015 15
Carta de Recomendação: Era hábito dos judeus que viajavam com frequência,
levarem cartas de recom...
18/05/2015 16
Bibliografia
Bíblia Português, Bíblia de Estudo Pentecostal, Sociedade Bíblica do
Brasil, São Paulo, 1995.
S...
OBRIGADO : : Márcio José Pereira
: : Ebenézer “Até aqui nos ajudou o Senhor.
João 13:17- Se sabeis estas coisas, bem-
aven...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

2a. Coríntios Capítulo 3 - Ministério da Graça.

434 visualizações

Publicada em

2a. Coríntios Capítulo 3 - Ministério da Graça.

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

2a. Coríntios Capítulo 3 - Ministério da Graça.

  1. 1. 18/05/2015 1 marcio_cpq@hotmailcom coitinho_19@hotmail.com
  2. 2. Escola Bíblica Quadrangular 18/05/2015 2
  3. 3. 18/05/2015 3 2 Coríntios
  4. 4. Recapitulando 18/05/2015 4 PROPÓSITO: Paulo escreveu esta epístola a três classes de pessoas em Corinto. (1) Primeiro, escreveu para encorajar a maioria da igreja que lhe era fiel, como seu pai espiritual. (2) Escreveu para contestar e desmascarar os falsos apóstolos que continuavam a difamá-lo, para enfraquecer sua autoridade, o seu apostolado e distorcer a sua mensagem. (3) Escreveu, também, para repreender a minoria na igreja influenciada por seus oponentes e que não acatavam a sua autoridade e correção. 2 Coríntios visou a preparar a igreja como um todo, para sua visita iminente. 2Co 7:16 2Co 1:12-15, 2Co 13:1-7 2Co 12:19-20
  5. 5. 18/05/2015 5 2Co 2:13A carta foi escrita na Macedônia. 1Co 4:17Enviou Timóteo para cuidar da Igreja. 2Co 2:12-13Tentou encontrar Tito para ter notícias da Igreja. 1Co 5:9Haviam outras cartas. 2Co 1:3-11O Cristão pode ficar abatido. 2Co 1:3 Paulo chama atenção da Igreja para 03 fatos:  Se Lembrar do que Deus é para Nós;  Deus permite a Tribulação para nossa melhora;  Lembrar do que Deus faz através de Nós. 2Co 1:8-11 2Co 1:12-14 Recapitulando – Cap. 1
  6. 6. Recapitulando – Cap. 2 18/05/2015 6 Paulo se desculpa da carta anterior. 2Co 2:7Perdão para o pecador. 2Co 2:8Acolher o pecador. 2Co 2:9Obedientes para mudar a conduta. 2Co 2:10-11Para que o diabo não tenha vantagem. 2Co 2:1-4 2Co 7:10 Tristeza segundo Deus produz salvação e a tristeza do mundo gera a morte.
  7. 7. Capítulo 3 2 Coríntios 3:1-11 18/05/2015 7 Havia um conhecimento da parte dos coríntios acerca de Paulo, que substituía qualquer documento comprobatório de seu apostolado.  Paulo fundou a igreja;  Começaram a se reunir nas casas;  Paulo envia obreiros para doutrinarem a igreja; At 18:1,8-11 At 18:7 A prova de sua aprovação apostólica era a própria existência da igreja coríntia (v.2). A maior e melhor recomendação que um servo de Cristo pode ter é a evidência do seu ministério no coração e na vida daqueles que foram por ele alcançados para o Senhor Jesus. Paulo justifica sua autorrecomendação (1,2) 1Co 4:17 At 18:5
  8. 8. Capítulo 3 A confiança na Nova Aliança (4-11) 18/05/2015 8
  9. 9. 18/05/2015 9 Após fazer a defesa de sua autorrecomendação perante os coríntios, Paulo faz uma comparação da lei escrita em tábuas de pedra, pelo próprio Deus, a compara à nova lei, o novo pacto, predito pelos profetas, que afirmaram que Deus a escreveria no coração do seu povo. Os dois pactos são provenientes de Deus, mas o segundo é superior, porque veio mediante a pessoa de Jesus Cristo, que consumou todas as coisas do Antigo Pacto, em um único ato sacrificial Capítulo 3 A confiança na Nova Aliança (4-11) Ex 31:18 Jr 31:31-34 Hb 7:27-28, 12:24
  10. 10. 18/05/2015 10 Paulo mostra aos coríntios que o “velho pacto” tinha em seu conteúdo a sentença de morte sobre o moralmente culpado, por isso, a Antiga Aliança era da “letra”: gravado com letras em pedras A Nova Aliança é do “Espírito”, e ministrada por Ele (v.8), pois é um ministério da justiça (v.9), o qual vivifica (v.6) e é permanente (v.11). A Antiga Aliança era de condenação; a nova é de justiça e salvação (v.9). O Antigo Pacto veio por Moisés; o novo veio por Cristo. Capítulo 3 A distinção entre as duas Alianças (6-11)
  11. 11. Vamos trabalhar!!!! 18/05/2015 11 • - Serão formados 3 Grupos na Classe; • - Cada Grupo terá um líder; • - Cada Grupo deverá relatar o que compreendeu em 2 Co 3:6 • - Cada Grupo deverá relatar sobre 2 Co 3:7 • - Apresentação para a Classe do que foi elaborado pelo Grupo;  OBS: Todos devem participar e compartilhar seu conhecimento.
  12. 12. 18/05/2015 12 Por muito tempo, a má interpretação desse texto provocou receio quanto ao estudo secular e mesmo o teológico. Entretanto, como já ficou claro, tal passagem não se refere ao estudo, mas à aplicabilidade das sanções, sentenças e penalidades da lei mosaica que, contrastava-se com o Novo Concerto, o qual tem como propósito único vivificar e absolver. No seu contexto, esta linha de 2 Coríntios 3:6 expressa um contraste importante entre a impropriedade do sistema do Velho Testamento e a suficiência de Cristo para nos salvar do pecado. A "letra" representa o "ministério da morte, gravado com letras em pedras" que foi dado aos israelitas através de Moisés. O “Espírito” representa a nova aliança de Cristo, revelada através do Espírito Santo e escrita em nossos corações. Capítulo 3 A “letra” que mata (3-6)
  13. 13. 13 A glória do Antigo Pacto era passageira porque trazia à tona a realidade do pecado, sua maldição e condenação. O Novo Pacto demonstrou outra característica da glória de Deus, o seu poder misericordioso para salvar e dar vida. A glória do Primeiro Concerto revelou o ministério da morte, porque condenava e amaldiçoava todo aquele que não cumpria a lei, mas a glória do Segundo Concerto revelou o ministério da vida e da graça de Deus. Por isso, a glória do evangelho é superior à da lei. Quando Paulo usa a figura da glória resplandecente da face de Moisés, ele reforça o fato de que tal glória teve que ser coberta com véu e que se desvaneceu com o tempo, portanto, era transitória. Porém, a glória da Nova Aliança manifestou-se descoberta, sem véu, porque Cristo a revelou no Calvário. Trata-se da liberdade que temos mediante a obra expiatória de Cristo. Capítulo 3 A Glória da Nova Aliança (7-18)
  14. 14. Conclusão Veja que a velha aliança foi um código de leis escritos em tábuas de pedra, fora de nós. A nova aliança é a própria Palavra de Deus escrita em nossos corações; ou seja, dentro de nós. A velha aliança gravada com letras em pedra é chamada por Paulo de ministério de morte. Isso porque a lei revela o pecado, mas não a tira. A lei condena, mas não absolve. O ministério do Espírito - a nova aliança, sob a qual os pecados são perdoados para nunca mais serem lembrados; é um ministério que traz vida, porque na nova aliança o pecador é substituído por Cristo, e em Cristo, ele recebe o perdão dos seus pecados. Cristo morreu a nossa morte, para vivermos a sua vida. O ministério do Espírito é aplicar em nós os benefícios da redenção de Cristo.
  15. 15. DICIONÁRIO 18/05/2015 15 Carta de Recomendação: Era hábito dos judeus que viajavam com frequência, levarem cartas de recomendação para que, assim, ao chegar a lugares onde não eram conhecidos, pudessem ser hospedados durante o período em que ali estivessem. Imagine o fundador da igreja, conhecido de todos, ter de cumprir a exigência de ser portador de “cartas de recomendação”, apenas para satisfazer o espírito opositor que dominava alguns judeus-cristãos, que estavam com dúvidas acerca da autenticidade do seu apostolado! Algo injustificável. Antiga Aliança, ou Antigo Concerto é a Lei de Moisés. Já sabemos que a Lei governou o relacionamento entre os israelitas e o Senhor até a vinda de nosso Salvador Jesus Cristo. Paulo nos ensina que a Lei nunca foi um caminho para a salvação, pois Deus já havia predito um novo Concerto com Israel. Somente o Novo Concerto é capaz de oferecer perdão e um novo coração. O Novo Concerto não estaria registrado em pedras, mas gravado nos corações de judeus e gentios.
  16. 16. 18/05/2015 16 Bibliografia Bíblia Português, Bíblia de Estudo Pentecostal, Sociedade Bíblica do Brasil, São Paulo, 1995. Site Estudantes da Bíblia - , acessado em 09/05/2015 http://www.estudantesdabiblia.com.br/licoes_cpad/2010/2010_01_ 04.htm Site Sombra do Onipotente, acessado em 16/05/2015 http://sombradoonipotente.blogspot.com.br/2012/05/o-brilho-no- rosto-de-moises.html
  17. 17. OBRIGADO : : Márcio José Pereira : : Ebenézer “Até aqui nos ajudou o Senhor. João 13:17- Se sabeis estas coisas, bem- aventurados sois se as fizerdes. DEUS ABENÇOE MUITO VOCÊS!! TAMU JUNTU!!!! 18/05/2015 17

×