Diagnóstico Hospitalar   Macrorregião OesteSecretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais                Março 2012
Macrorregião Oeste•   Pólo: Divinópolis•   Extensão territorial: 29.257,9 km²•   População: 1.201.980 hab•   Microrregiões...
Macrorregião Oeste       Gráfico 01: Participação dos hospitais nas internações de alta complexidade* Somatória das intern...
Macrorregião Oeste                         Quadro 01: Resolubilidade no Elenco Macrorregional                             ...
Macrorregião Oeste                         Quadro 01: Resolubilidade no Elenco Macrorregional                             ...
Macrorregião Oeste                                 Quadro 02: Resolubilidade Hospitalar                                   ...
Investimento Hospitalar                                                                                                   ...
Investimento Hospitalar                                                                  VALOR PRO-HOSP                   ...
Macrorregião Oeste                      Quadro 01: Necessidade de Leitos de UTI Adulto 2012População Necessidade de       ...
Macrorregião Oeste                Quadro 02: Necessidade de Leitos de UTI por nascidos vivos 2012Nasc.     Necessidade    ...
Macrorregião Oeste                                                                             SITUAÇÃO ATUAL             ...
Conclusão• A média da taxa de ocupação dos hospitais da Macro  Oeste é considerada baixa (< 80%);• A Resolubilidade da Mac...
Conclusão• 45,38% dos procedimentos (2.393) na atenção terciária  realizados por residentes da macro Oeste no período  nov...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Estudo sobre a resolutividade hospitalar da macrorregião oeste

1.292 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.292
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
36
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudo sobre a resolutividade hospitalar da macrorregião oeste

  1. 1. Diagnóstico Hospitalar Macrorregião OesteSecretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais Março 2012
  2. 2. Macrorregião Oeste• Pólo: Divinópolis• Extensão territorial: 29.257,9 km²• População: 1.201.980 hab• Microrregiões: 06• Municípios: 55• Resolubilidade da macro: 54,62% (crítico)• 34 Hospitais prestam serviços ao SUS - 03 Alta Complexidade - 31 Média Complexidade. Fonte: PDR/MG (2011); DATASUS (2010).
  3. 3. Macrorregião Oeste Gráfico 01: Participação dos hospitais nas internações de alta complexidade* Somatória das internações de 14 hospitais da macrorregião. Fonte: DATASUS (2010-2011).
  4. 4. Macrorregião Oeste Quadro 01: Resolubilidade no Elenco Macrorregional Total de procedimentos Total de procedimentos Resolubilidade CLÍNICA realizados realizados na Macro Macro CIRÚRGICA - Cirurgia da Mama - Biópsias 2 0 0% CIRÚRGICA - Cirurgias Múltiplas 12 0 0% CIRÚRGICA - Cirurgia Endovascular 53 0 0% CIRÚRGICA - Eletrofisiologia 25 0 0% CIRÚRGICA - Cirurgia Oftalmológica 62 3 5% CIRÚRGICA - Cirurgia Plástica e Reparadora-Queimad 30 3 10% CIRÚRGICA - Transplantes 163 20 12% CIRÚRGICA - Cirurgia Ginecológica 48 9 19%MÉDICA/PEDIÁTRICA - Tratamentos Clínicos Diversos 462 115 25% CIRÚRGICA - Cirurgia Vascular 53 14 26%CLÍNICA OBSTÉTRICA - Gestante de Alto Risco (GAR) 121 35 29% CIRÚRGICA - Cirurgia Plástica e Reparadora 19 6 32% CIRÚRGICA - Cirurgia Ortopédica (Osteomuscular) 370 118 32%CIRÚRGICA - Cirurgia Obstétrica - Gestante Alto Risco 197 75 38% CIRÚRGICA - Cirurgia Otorrinolaringológica 157 69 44%Legenda: vermelho - crítico; amarelo - regular; azul - bom; verde - ótimo. Fonte: Subsecretaria de Regulação em Saúde (2012).
  5. 5. Macrorregião Oeste Quadro 01: Resolubilidade no Elenco Macrorregional Total de procedimentos Total de procedimentos Resolubilidade CLÍNICA realizados realizados na Macro Macro CIRÚRGICA - Cirurgia Neurológica 414 190 46%MÉDICA/PEDIÁTRICA - Trat. Malformação Congênita 54 25 46% CIRÚRGICA - Cirurgia Cardiovascular 450 242 54% CIRÚRGICA - Cirurgia Endocrinológica 63 36 57% CIRÚRGICA - Cirurgia de Tórax 95 60 63% CIRÚRGICA - Biópsias Diversas 75 54 72% CIRÚRGICA - Cirurgia Oncológica 819 596 73% CIRÚRGICA - Cirurgia Intervencionista 448 339 76% CIRÚRGICA - Cirurgia da Mama 9 7 78% CIRÚRGICA - Ciurgia Oro-Facial 14 11 79% CIRÚRGICA - Cirurgia Gastroentereológica 433 342 79% MÉDICA/PEDIÁTRICA - Tratamento em Oncologia 600 497 83% MÉDICA/PEDIÁTRICA - Doenças Aparelho 1 1 100% Cardiovascula Total 5249 2867 55%Legenda: vermelho - crítico; amarelo - regular; azul - bom; verde - ótimo. Fonte: Subsecretaria de Regulação em Saúde (2012).
  6. 6. Macrorregião Oeste Quadro 02: Resolubilidade Hospitalar Resolubilidade Resolubilidade da Micro Município Município/ Entidade Beneficiado(a) Hospitalar Microrregião Macro Santo Antônio Irmandade da Santa Casa de Oliveira 81,16% 0,40% do Amparo Misericórdia de Oliveira Formiga Formiga Santa Casa de Caridade de Formiga * 83,13% 1,09% Irmandade Nossa Senhora da Pará de Minas Pará de Minas 83,92% 1,12% Conceição * Irmandade da Santa Casa de Pará de Minas Pitangui 83,92% 0,02% Misericórdia de Pitangui Lactário e Posto de PuericulturaBom Despacho Bom Despacho 84,22% 0,22% Menino Jesus * Divinópolis Arcos Santa Casa de Arcos 89,30% 0,18% Santo Antônio Santa Casa de Misericórdia de Santo Divinópolis 89,30% 0,04% do Monte Antônio do Monte* Hospitais Pro-Hosp – Competência 2011 Fonte: Subsecretaria de Regulação em Saúde (2012).
  7. 7. Investimento Hospitalar TETO DA PPI DO VALOR MENSAL VALOR VALOR MUNICÍPIO ENTIDADE MICRO MUNICÍPIO (CONTRATUALI- PRO-HOSP PRO-HOSP BENEFICIADA Média Alta ZAÇÃO) ANUAL (2012) REPASSADO Complexidade Complexidade Lactário e Posto de Bom Bom R$ 1.767.309,17 R$ Puericultura Menino 176.171,58 R$ 304.164,00 -Despacho Despacho ( 2005-2011) 2.618.079,60 Jesus R$Divinópolis Arcos Santa Casa de Arcos 74.411,03 - - R$ 430,17 1.284.655,59 Santa Casa de Santo Antônio Misericórdia de R$Divinópolis 100.236,34 - - R$ 177.638,32 do Monte Santo Antônio do 1.435.135,98 Monte Santa Casa de R$ 2.210.019,14 R$ R$ Formiga Formiga Caridade de 586.753,38 R$ 387.684,00 (2005-2011) 3.599.465,90 1.240.324,53 Formiga Irmandade Nossa Pará de R$ 3.583.074,90 R$ R$ Pará de Minas Senhora da 710122,08* R$ 636.702,00 Minas (2005-2011) 6.079.125,42 1.022.521,55 Conceição Irmandade da Santa Pará de Casa de R$ Pitangui 99.977,54 - - - Minas Misericórdia de 1.254.395,74 Pitangui Irmandade da Santa Santo Casa de R$Antônio do Oliveira 121.868,04 - - - Misericórdia de 2.192.154,09 Amparo Oliveira Fonte: Relatório Macro Oeste (Jan./2012); Pro-Hosp (2011).
  8. 8. Investimento Hospitalar VALOR PRO-HOSP ENTIDADE VALOR PRO-HOSP MICRO MUNICÍPIO ANUAL BENEFICIADA REPASSADO (2012)Micro Santo Antônio R$ 999.660,12do Amparo/Campo Campo Belo Santa Casa R$ 326.638,50 (2008-2011) Belo Micro Hospital São João de R$ 19.768.610,59 Divinópolis/Santo Divinópolis R$ 3.605.940,00 Deus (2004-2011) Antônio do Monte Casa de Caridade R$ 1970155,06 Micro Itaúna Itaúna Manoel Gonçalves de R$ 345.033,00 (2005-2011) Souza Moreira Micro R$ 1958500,99 (2008- Divinópolis/Santo Lagoa da Prata Fundação São Carlos R$ 656.232,00 2011) Antônio do MonteMicro Santo Antônio R$ 2514958,5 Santo Antônio do Hospital Regional Sãodo Amparo/Campo R$ 326.638,50 (2005- Amparo Sebastião Belo 2011) Fonte: Coordenação Estadual do Pro-Hosp (2011).
  9. 9. Macrorregião Oeste Quadro 01: Necessidade de Leitos de UTI Adulto 2012População Necessidade de Necessidade de Leitos de UTI População Deficit / Macro Leitos UTI Micro-região Leitos UTI Disponíveis 2011 Superávit 2011 Macrorregião Micro-região SUS 2012 31028 Bom Despacho 101.388 8 0 -8 31029 Divinópolis /Santo 433.990 43 10 -33 Antônio do Monte 31030 Formiga 126.974 10 0 -101.201.980 104 31031 Itaúna 115.011 9 10 1 31032 Pará de Minas 212.234 17 6 -11 31033 Santo Antônio do 212.383 17 13 -4 Amparo / Campo Belo TOTAL 6 1.201.980 104 39 -65 Parâmetro usado : Pop/1000*2*0,04- menor resolubilidade Parâmetro usado : Pop/1000*2,5*0,04-maior resolubilidadePlanilha REVISADA em MARÇO 2012 Fonte: Coordenação Estadual de UTI (2012).
  10. 10. Macrorregião Oeste Quadro 02: Necessidade de Leitos de UTI por nascidos vivos 2012Nasc. Necessidade Necessidade NecessidadeVivos / de Leitos Nasc. Vivos / Necessidade de Leitos de UTI Déficit / de Leitos UCI de LeitosMacro- UTI Micro-região Macror- Leitos UCI Disponíveis Superávit Macror- UTI Micro-região Macror- região 2009 Microrregião SUS 2012 UTI região região 2009 região Bom Despacho 1238 2 4 0 -2 Divinópolis 5094 8 15 6 -2 Formiga 1303 2 4 0 -2 Itaúna 1306 2 4 0 -2 14.243 22 43 Pará de Minas 2934 4 9 0 -4 Campo Belo 4 7 Santo Antônio 2368 0 -4 do AmparoPlanilha REVISADA em MARÇO 2012 TOTAL 14.243 22Base de Dados: MS/SVS/DASIS - Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos – SINASC. 43 6 -16 Fonte: Coordenação Estadual de UTI (2012).
  11. 11. Macrorregião Oeste SITUAÇÃO ATUAL UTI TIPO II HOSPITAL MUNICÍPIO AD PED NEO ESP QUEI Nº LT Nº LT Nº LT Nº LT Nº LTFundação Geraldo Correa - Hospital São Divinópolis 10 2 6 João de Deus Hospital Santa Lúcia Divinópolis Hospital São Carlos/ Santa Casa Lagoa da PrataCasa de Caridade Manoel Gonçalves de Itaúna 10 Souza Moreira Hospital São José Nova SerranaIrmandade Nossa Senhora da Conceição Pará de Minas 6 Santa Casa de Misericórdia de Campo Campo Belo 5 Belo/ Hospital São VicenteHospital São Judas Tadeu/ Irmandade da Oliveira Santa Casa de MisericórdiaFundação Educ. Lucas Mac. - Hospital U.Planilha REVISADA em MARÇO 2012 Santo Antônio do Amparo 8 S. Sebastião Fonte: Coordenação Estadual de UTI (2012).
  12. 12. Conclusão• A média da taxa de ocupação dos hospitais da Macro Oeste é considerada baixa (< 80%);• A Resolubilidade da Macrorregião Oeste no elenco Macrorregional é considerada crítica (54,62%);• No ranking do Estado a resolubilidade na atenção terciária da Macro Oeste é a 4ª menor, só perdendo para Jequitinhonha, Leste do Sul e Nordeste;• O Hospital São João de Deus de Divinópolis é responsável pelo atendimento de 98,90% dos atendimentos de alta complexidade na Macrorregião;
  13. 13. Conclusão• 45,38% dos procedimentos (2.393) na atenção terciária realizados por residentes da macro Oeste no período nov./2010 a out/2011 foram atendidos em outras macros.

×