Servico social 4 modulo

682 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
682
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Servico social 4 modulo

  1. 1. PROEX-FUNESO: JUSTIFICATIVAS E OBJETIVOS 1. A União de Escolas Superiores da FUNESO (UNESF) é mantida pela Fundação de Ensino Superior de Olinda (FUNESO), localizada no Campus Universitário da FUNESO, S/N, Jardim Fragoso, Olinda-PE, CEP 53.660-770, instituída pela Lei Municipal n° 3.711, de 07 de julho de 1971. 2. Desde as suas criações as Instituições previam a possibilidade da implantação de Programas de Extensão. No Capítulo II (DAS FINALIDADES DA FUNDAÇÃO), no Artigo 3º, item I do seu Estatuto encontramos: Artigo 3º - A Fundação de Ensino Superior de Olinda – FUNESO tem como finalidade precípua procurar viabilizar a criação e a instalação da UNIVERSIDADE DE OLINDA, bem como: I - criar, instalar e manter unidades de graduação, e pós-graduação e cursos de extensão; No Artigo 45 do Regimento da UNESF podemos ver: Art.45º. Os programas de extensão da UNESF se traduzem por cursos, atividades e serviços, objetivando a preservação, criação, irradiação e difusão de conhecimentos e técnicas vinculadas às diversas áreas do saber, buscando, prioritariamente, solucionar os grandes problemas reais da região e do País. 3. Visando cumprir com seus objetivos, a FUNESO/UNESF criou o PROEX-FUNESO (Programa de Extensão Universitária da FUNESO). Constitui uma modalidade de educação destinada a proporcionar ao estudante com escolaridade compatível conhecimentos que lhe permitam qualificar-se e atualizar-se, além de um possível aproveitamento de disciplinas nos cursos de graduação referenciais da FUNESO ou nos cursos equivalentes de outras Instituições de Ensino Superior devidamente autorizadas pelo MEC, que adotem um programa semelhante. Para isto, o
  2. 2. aluno poderá requerer validação dos conteúdos cursados na forma de extensão a nível superior, amparado na Resolução CFE 05/79, alterada pela Resolução CFE 01/94 e Parecer CES/CNE 247/99 e conforme previsto no Artigo 47, Parágrafo 2º, da Lei de Diretrizes e Bases e nas normatizações internas de cada Instituição. 4. Os estudos de extensão universitária apresentam a seguinte base legal: Lei 9394/96, Artigo 44, inciso IV; Artigo 43, inciso VIII; Artigo 47, parágrafo 2° e Artigo 50. Art. 43. A educação superior tem por finalidade: VII - promover a extensão, aberta à participação da população, visando à difusão das conquistas e benefícios resultantes da criação cultural e da pesquisa científica e tecnológica geradas na instituição. Art. 44. A educação superior abrangerá os seguintes cursos e programas: IV - de extensão, abertos a candidatos que atendam aos requisitos estabelecidos em cada caso pelas instituições de ensino. Art. 47. § 2º Os alunos que tenham extraordinário aproveitamento nos estudos, demonstrado por meio de provas e outros instrumentos de avaliação específicos, aplicados por banca examinadora especial, poderão ter abreviada a duração dos seus cursos, de acordo com as normas dos sistemas de ensino. Art. 50. As instituições de educação superior, quando da ocorrência de vagas, abrirão matrícula nas disciplinas de seus cursos a alunos não regulares que demonstrarem capacidade de cursá-las com proveito, mediante processo seletivo prévio. 5. Os cursos oferecidos neste formato não são CURSOS REGULARES DE GRADUAÇÃO pois, na condição de IES, a UNESF NÃO dispõe de autonomia do MEC para oferecer cursos desta natureza fora da sua sede. 6. Por se tratar de um curso, a nível universitário, é exigida uma escolaridade compatível, ou seja, a conclusão do ensino médio ou equivalente.
  3. 3. 7. Para acesso aos cursos do PROEX-FUNESO, o candidato é submetido a um PROCESSO SELETIVO, que não deve ser confundido com o VESTIBULAR das instituições de ensino superior. 8. Compreendendo que os programas de extensão da UNESF-FUNESO buscam “solucionar os grandes problemas reais da Região e do País”, a implantação do projeto ocorre prioritariamente nos municípios desfavorecidos, onde não existam IES oferecendo os cursos equivalentes, na forma de graduação. Tal medida procura salvaguardar os interesses mais imediatos daquelas entidades que foram credenciadas pelo MEC para a oferta de cursos de graduação presenciais e que tiveram todo um investimento financeiro e pedagógico para a liberação dos mesmos. 9. Levando em consideração ainda a realidade econômica de cada município onde o projeto é implantado, são cobrados valores compatíveis com esta realidade, prática esta que contribui para a inclusão social das pessoas e a elevação da sua autoestima. 10. Na sua fase inicial, o PROEX-FUNESO usou como referências os seguintes cursos: Bacharelado em Administração (Portaria de Autorização: 580/98) Licenciatura em Biologia (Portaria de Reconhecimento: 1068/85) Licenciatura em História (Portaria de Reconhecimento: 1068/85) Licenciatura em Letras (Portaria de Reconhecimento: 1068/85) Licenciatura em Matemática (Portaria de Reconhecimento: 870/09) Licenciatura em Pedagogia (Portaria de Reconhecimento: 1068/85) 11. Agora o PROEX-FUNESO parte para uma outra fase, graças a um convênio de Cooperação Técnica firmado com a FAISA-RS e a FACIG –MG, através da UNINACIONAL, usando como referência os cursos:. Bacharelado em Serviço Social da FACIG – MG (Portaria de Autorização: 643/06) Licenciatura em Educação Física da FAISA-RS (Portaria de Autorização: 253/11)
  4. 4. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO Importante: Oferecido em Regime de Cooperação Técnica, conforme Convênio FUNESO e FACIG-MG / UNINACIONAL Base Legal dos Cursos de Extensão: - O aproveitamento dos módulos/disciplinas está amparado na Resolução CFE 05/79, alterada pela Resolução CFE 01/94 e Parecer CES/CNE 247/99 – que garante a legitimidade dos direitos dos Estudantes quanto ao seu capital acadêmico para fins de aproveitamento posterior. - O PROEX – FUNESO é um Programa de Extensão Superior previsto pela Lei 9394/96. Características do Curso de Destino (FACIG/MG): - Autorização: Portaria MEC nº 643 / 2006. - Reconhecimento: Portaria MEC n º36 / 2012.
  5. 5. Módulo 1 – Introdução ao Serviço Social N° DISCIPLINAS Carga Horária (h) Teórica Prática Total CÓD. 01 Introdução ao Serviço Social 60 - 60 101 02 Formação Sociohistórica do Brasil 60 - 60 102 03 LIBRAS 40 40 145 04 Introdução à Filosofia 40 - 40 104 05 Língua Portuguesa 40 - 40 105 06 Metodologia do Trabalho Científico 40 - 40 106 07 Estatística Básica 40 - 40 110 Totais 320 - 320 Módulo 2 – Teorias Sociológicas N° DISCIPLINAS Carga Horária (h) Teórica Prática Total CÓD. 01 Aspectos Históricos, Econômicos, Sociais e Culturais Regionais (Vale do Rio Doce) 40 - 40 108 02 Antropologia Social 80 - 80 114 03 Teoria Sociológica I 60 - 60 107 04 Teoria Sociológica II 60 - 60 111 05 Ciências Políticas 80 - 80 112 06 Psicologia Geral 80 - 80 113 07 Psicologia Social 40 - 40 138 Totais 440 - 440
  6. 6. Módulo 3 – Fundamentos Históricos, Teóricos e Metodológicos do Serviço Social N° DISCIPLINAS Carga Horária (h) Teórica Prática Total CÓD. 01 Fundamentos Históricos, Teóricos e Metodológicos do Serviço Social I 80 - 80 109 02 Política Social e Serviço Social 60 - 60 115 03 Fundamentos Históricos, Teóricos e Metodológicos do Serviço Social II 60 - 60 116 04 Economia Política 60 - 60 117 05 Fundamentos Históricos, Teóricos e Metodológicos do Serviço Social III 80 - 80 121 06 Fundamentos Históricos, Teóricos e Metodológicos do Serviço Social IV 60 - 60 132 Totais 400 - 400 Módulo 4 – Política Social Setorial e Serviço Social N° DISCIPLINAS Carga Horária (h) CÓD. Teórica Prática Total CÓD. 01 Ética Profissional e Serviço Social 80 - 80 120 02 Inovação Sociológica 60 - 60 118 03 Política Social Setorial e Serviço Social I 60 - 60 122 04 Bases Antropológicas Afrodescendentes 60 - 60 119 05 Política Social Setorial e Serviço Social II 80 - 80 127 06 Direitos Humanos 40 - 40 125 07 Política Social Setorial e Serviço Social III 80 - 80 135 Totais 460 - 460
  7. 7. Módulo 5 – Serviço Social e Trabalho N° DISCIPLINAS Carga Horária (h) Teórica Prática Total CÓD. 01 Acumulação Capitalista e Serviço Social 40 - 40 124 02 Supervisão Teórico-Prática em Serviço Social 40 - 40 128 03 Processos de Trabalho e Serviço Social 80 - 80 129 04 Direito e Legislação Social 60 - 60 130 05 Administração e Planejamento em Serviço Social 80 - 80 131 06 Trabalho e Sociabilidade Contemporâneos 60 - 60 123 07 Gestão de Pessoas 40 - 40 143 Totais 400 - 400 Módulo 6 – Tecnologia e Serviço Social N° DISCIPLINAS Carga Horária (h) Teórica Prática Total CÓD. 01 Pesquisa em Serviço Social 80 - 80 134 02 Comunicação Cultural e Serviço Social 60 - 60 126 03 Classes e Movimentos Sociais 80 - 80 136 04 Informática Básica 40 - 40 103 05 Processamento de Dados Aplicados ao Serviço Social e Técnicas Administrativas 40 - 40 137 06 Tecnologia da Informação e Comunicação Aplicada em Projetos 40 - 40 144 07 Liderança e Comportamento Organizacional 60 - 60 151 Totais 400 - 400
  8. 8. Módulo 7 – Tópicos Especiais em Serviço Social N° DISCIPLINAS Carga Horária (h) Teórica Prátic a Total CÓD. 01 Tópicos Especiais em Serviço Social I 60 - 60 141 02 Tópicos Especiais em Serviço Social II 60 - 60 149 03 Oficina de Trabalho de Conclusão de Curso I 60 - 60 142 04 Oficina de Trabalho de Conclusão de Curso II 60 - 60 152 05 Serviço Social e Pensamento Contemporâneo 40 - 40 148 06 Relações de Gênero em Serviço Social 40 - 40 150 07 Questões Agrárias e do Meio Ambiente Regionais (Leste de Minas) 60 - 60 153 Totais 380 - 380 Complementação na IES de Destino (8° PERÍODO) N° DISCIPLINAS Carga Horária (h) CÓD. Teórica Prátic a Total 01 Orientação ao Trabalho de Conclusão de Curso I 60 - 60 040 02 Orientação ao Trabalho de Conclusão de Curso II 60 - 60 047 03 Estágio Supervisionado I - 112 112 033 04 Estágio Supervisionado II - 112 112 039 05 Estágio Supervisionado III - 112 112 046 06 Estágio Supervisionado IV - 112 112 054
  9. 9. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática INTRODUÇÃO AO SERVIÇO SOCIAL / 1º 60 - OBJETIVOS - Conhecer o contexto histórico da profissão. - Compreender o significado social da profissão. CONTEÚDOS - Origem e significado do Serviço Social no contexto capitalista. - Perfil profissional. - As formas de organização e o cotidiano da profissão na contemporaneidade. BIBLIOGRAFIA GUERRA, Yolanda. A Instrumentalidade do serviço social. 6a . Ed. São Paulo: Cortez, 2008. IAMAMOTO, Marilda Vilella. O serviço social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional. 15. ed., São Paulo: Cortez, 2008. VASCONCELOS, Ana Maria. A prática do serviço social: cotidiano, formação e alternativas na área da saúde. 5a . Ed. São Paulo: Cortez, 2007.
  10. 10. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática FORMAÇÃO SOCIOHISTÓRICA DO BRASIL / 1º 60 - OBJETIVOS Compreender o movimento histórico da sociedade brasileira e o processo de formação social do país, reconhecendo as particularidades do desenvolvimento econômico, político e social. CONTEÚDOS - A herança colonial e a constituição do Estado Nacional. - A formação da Sociedade brasileira. - Industrialização, urbanização e surgimento de novos sujeitos políticos. - Nacionalismo, desenvolvimento e inserção sócio-política brasileira ao sistema capitalista mundial. - A dialética da modernização. BIBLIOGRAFIA FREYRE, Gilberto. Casa Grande &Senzala. 37. ed. Rio de Janeiro: Record, 2008. 2. FURTADO, Celso. Formação econômica do Brasil. 32. ed. São Paulo: Nacional, 2003. 3. HOLANDA, Sergio Buarque de. Raízes do Brasil. 29. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.
  11. 11. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática LIBRAS I (FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO DE SURDOS) / 7º 40 - OBJETIVOS - Apresentar os fundamentos filosóficos, históricos, sociológicos e econômicos da educação de surdos e refletir sobre a realidade atual da comunidade surda. CONTEÚDOS - Nomenclaturas utilizadas na área da surdez. - História da educação de surdos. - Modelos educacionais na educação de surdos. - As identidades surdas. - Legislação e educação de surdos. - Educação Inclusiva. - Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). BIBLIOGRAFIA LACERDA, C. B. F. de e SANTOS, L. F. dos (orgs). Tenho um aluno surdo, e agora? Introdução a LIBRAS e educação dos surdos. Editora EDUFSCAR, 2013. QUADROS, R. M. de e STUMPF, M. R. (orgs). Estudos da Língua de Sinais. Editora Insular, 2013. SACKS, O. W. Vendo Vozes: uma viagem ao mundo dos surdos. São Paulo: Companhia de Bolso, 2010.
  12. 12. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática INTRODUÇÃO À FILOSOFIA / 1º 40 - OBJETIVOS - Compreender o pensamento filosófico em sua origem como ponto de partida para a construção do pensamento racional dentro de um panorama histórico. - Fundamentar a filosofia na educação. CONTEÚDOS - A atitude filosófica. - O que é filosofia. -Origem da filosofia. - Período e campos de investigação da filosofia grega. - Aspectos da filosofia contemporânea. - Os princípios fundamentais de uma discussão sobre a educação. - O que é educação. BIBLIOGRAFIA CHAUI, Marilena. Iniciação à filosofia. São Paulo: Ática, 2011. ARRUDA, Maria Lucia de; MARTINS, Maria Helena Pires. FILOSOFANDO: introdução à filosofia. 5. Ed. São Paulo: Moderna, 2013. BRANDÃO, Carlos Rodrigues. O que é educação. 28. Ed. São Paulo: Brasiliense, 1993.
  13. 13. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática PORTUGUÊS / 1º 40 - OBJETIVOS - Conhecer a leitura e a escrita no processo de Ensino de Comunicação e Expressão em Língua Portuguesa. - Fazer uso de recursos expressivos. Usar a leitura, compreensão e transposição do processo de comunicação oral e escrito para interação teoria e prática. - Aplicar os recursos expressivos da linguagem oral e escrita, que possibilitem maior aprendizado das competências básicas da língua portuguesa. CONTEÚDOS - Fundamentação epistemológica. - Histórico da disciplina de Língua Portuguesa no currículo escolar. - Pressupostos teóricos do ensino operacional e reflexivo da linguagem: a linguagem como interação, o texto como enunciado, os gêneros do discurso. - Teorias de leitura, produção textual e letramento. - Prática de análise: estudo de elaborações didáticas de leitura, produção textual e análise linguística. BIBLIOGRAFIA AZEREDO, J. C. (org.) Língua portuguesa em debate. Rio de Janeiro: Vozes, 2002. BAZERMAN, Charles. Gêneros textuais, tipificação e interação. São Paulo, Cortez: 2005.
  14. 14. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática METODOLOGIA DO TRABALHO CIENTÍFICO / 1º 40 - OBJETIVOS - Conhecer o sistema de comunicação na Ciência e diferenciar os canais informal e formal de comunicação. - Conhecer e descrever o processo de elaboração, submissão e tramitação do trabalho científico. - Conceituar Ciência e caracterizar os diferentes tipos de conhecimento científico. - Conceituar pesquisa, caracterizar os diferentes tipos de pesquisa e entender a importância da pesquisa para o desenvolvimento da sociedade. - Diferenciar os métodos científicos. - Entender e elaborar uma resenha crítica, resumo e fichamento. - Descrever e caracterizar as etapas de uma pesquisa. - Elaborar citações e referências a partir das normas da ABNT NBR 10520 e NBR 6023 respectivamente. - Elaborar e apresentar um seminário. CONTEÚDOS - O pesquisador e a Comunicação Científica. - Ciência e Tipos de Conhecimento. - A pesquisa e suas Classificações. - Métodos Científicos. - O Resumo (NBR 6028). - Elaboração de Citações (NBR 10520) e Referências (NBR 6023).
  15. 15. - A Resenha Crítica. - O Fichamento. - As etapas da pesquisa. - Tipos e características dos trabalhos acadêmicos: relatório técnico científico, projeto de pesquisa, monografia, artigo científico. - Apresentação de Seminários. BIBLIOGRAFIA MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos da metodologia científica, 6ª Ed. 7 reimp, São Paulo: Atlas, 2009. MEDEIROS, J. B. Redação científica: a prática de fichamentos, resumos, resenhas, 11ª Ed., São Paulo: Atlas, 2009. SOUZA, F. B.; TORRES, G. R. C.; RIBEIRO, I. J. L. Regimento Interno de trabalho de conclusão de cursos de licenciaturas e bacharelados. Olinda: Fundação de Ensino Superior de Olinda – FUNESO. 87 p., 2012.
  16. 16. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática ESTATÍSTICA BÁSICA / 1º 40 - OBJETIVOS - Conhecer os conceitos básicos da Estatística para o desenvolvimento de habilidades no trato de dados de natureza quantitativa dos problemas sociais. CONTEÚDOS - História da Estatística e Probabilidade. - Técnicas de amostragem. - Estatística descritiva. - Introdução à Probabilidade. - Variáveis aleatórias e seus modelos de distribuição. - Introdução à Inferência. - Associação entre Variáveis Qualitativas. - Associação entre Variáveis Quantitativas. - Uso de conceitos básicos de Probabilidade e Estatística no Computador. BIBLIOGRAFIA AZEVEDO, Amilcar G. de. Estatística básica. São Paulo: Editora Atlas, 2003. BONINI, Edmundo E; BONINI, Sérgio. Estatística teoria e exercícios. São Paulo: L.P.M., 2000. CRESPO, Antonio. Estatística fácil. São Paulo: Saraiva, 2003.
  17. 17. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática ASPECTOS HISTÓRICOS, ECONÔMICOS, SOCIAIS E CULTURAIS REGIONAIS / 2º 40 - OBJETIVOS - Conhecer os principais aspectos históricos da região onde o curso é oferecido. - Analisar e estudar parâmetros socioeconômicos, políticos, históricos e culturais da cidade e da região onde o curso é oferecido. - Debater temas contemporâneos relacionados com o Curso de Serviço Social, enfatizando os que dizem respeito à cidade e à região onde o curso é oferecido. CONTEÚDOS - Principais aspectos históricos regionais. - Parâmetros socioeconômicos, políticos, históricos e culturais regionais. - Temáticas contemporâneas regionais relacionadas com o Serviço Social. BIBLIOGRAFIA - Apostilas, artigos e livros regionais. - Materiais regionais disponibilizados na internet
  18. 18. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática ANTROPOLOGIA SOCIAL / 2º 80 - OBJETIVOS - Estudar os grupos sociais numa sociedade. - Analisar as diversas formas de relações familiares do mundo moderno. - Reconhecer as novas formas de sociabilidade estabelecidas no mundo atual. - Discutir as formas de organização social dos trabalhadores, seus movimentos e interesses corporativos. CONTEÚDOS - A Antropologia Social e suas principais correntes teóricas. - Relações familiares. - Novas formas de sociabilidade. - Formas de organização social dos trabalhadores e interesses corporativos. - Movimentos Sociais. BIBLIOGRAFIA DAMATTA, Roberto. Relativizando: uma introdução à antropologia social. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 1987. FELDMAN-BIANCO, BELA (org). Antropologia das sociedades contemporâneas. 2 ed. São Paulo: Editora UNESP, 2010. MARCONI, M.A.; PRESOTTO, Z.M.N. Antropologia – uma introdução. 7 ed. ; Atlas, 2013.
  19. 19. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática TEORIA SOCIOLÓGICA I / 2º 60 - OBJETIVOS - Entender a formação da sociedade burguesa e sua consolidação. - Compreender a constituição do ser social e suas relações sociais a pertir do pensamento conservador. - Debater as contribuições de Emile Durkheim. - Discutir as contribuições de Max Weber . CONTEÚDOS - A sociedade burguesa e sua consolidação. - A constituição do ser social e suas relações sociais a partir do pensamento conservador. - As elaborações de Durkheim: aspectos metodológicos e concepção de sociedade, do ser social e do trabalho. - Principais elementos teórico-metodológicos apropriados pelo Serviço Social em Weber e sua relação com a sociedade capitalista: o método e sua visão de sociedade e do trabalho. - A ética protestante. BIBLIOGRAFIA ARON, Raymond. Etapas do pensamento sociológico. São Paulo: Martins Fontes, 2002. DURKHEIN, Emile. As regras do método sociológico. São Paulo, Martins Fontes, 2003. WEBER, Max. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Pioneira, 2001.
  20. 20. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática TEORIA SOCIOLÓGICA II / 2º 60 - OBJETIVOS - Debater as contribuições do pensamento de Karl Marx. - Discutir as contribuições do pensamento de Antonio Gramsci . CONTEÚDOS - A emergência da sociedade burguesa e a constituição do ser social. - O método, a visão de sociedade e do trabalho em Karl Marx e a tradição marxista no século XX. - As contribuições de Gramsci para os estudos do ser social na sociedade contemporânea. - A sociabilidade pelo trabalho. - Consciência e classe social. - A questão cultural. BIBLIOGRAFIA GRAMSCI, Antônio. Cadernos do cárcere. Vol. 3, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002. MARX, Karl. Para a crítica da economia política. São Paulo: Abril, 1974. Coleção Os pensadores. -
  21. 21. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática CIÊNCIAS POLÍTICAS / 2º 80 - OBJETIVOS - Compreender os fundamentos básicos da organização do Estado. - Analisar temas relacionados com a realidade política moderna. - Desenvolver uma visão crítica da dinâmica jurídico-sociopolítica. CONTEÚDOS - A Constituição da Ciência Política como campo científico. - A formação do Estado moderno e sociedade civil. - O pensamento político de Hobbes, Rosseau, Locke e Marx. - As teorias do Estado: liberal, marxista e neoliberal. BIBLIOGRAFIA DALLARI, Dalmo de Abreu. Elementos de teoria geral do estado. São Paulo: Saraiva, 2005. FILOMENO, José Geraldo Brito. Teoria geral do estado e ciência política. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006. MALUF, Sahid. Teoria geral do estado. São Paulo: Saraiva, 2007.
  22. 22. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática PSICOLOGIA GERAL / 2º 80 - OBJETIVOS - Entender o que é a Psicologia. - Conhecer o desenvolvimento histórico da Psicologia. - Examinar os aspectos psicológicos da personalidade humana. - Estudar os fundamentos da Psicologia e das suas principais escolas. - Compreender os principais aspectos da Psicologia Contemporânea. CONTEÚDOS - O que é Psicologia. - História da Psicologia. - Bases fisiológicas do Comportamento. - Escolas de Psicologia. - Psicologia Contemporânea. BIBLIOGRAFIA BRAGHIROLLI, Elaine M., Psicologia geral. (Petrópolis: Editora Vozes, 1998. DAVIDOFFf, Linda L., Introdução à psicologia. São Paulo: McGraw-Hill, 1998.
  23. 23. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática PSICOLOGIA SOCIAL / 2º 60 - OBJETIVOS - Compreender a especificidade da Psicologia Social. - Discutir como ocorre a formação de grupos e a produção dos mesmos. - Estabelecer relações dos indivíduos com a sociedade e a cultura. - Abordar temas específicos. CONTEÚDOS - Contextualização histórica e epistemológica da psicologia social - sua especificidade. - Grupos: conceitos básicos, pesquisa e intervenção; história e fenômeno de grupo; o estudo dos pequenos grupos; história da produção teórica e prática em pequenos grupos. - Contextualização histórica e epistemológica da Psicologia Social Moderna e seus fundamentos teóricos. - As relações entre indivíduo, sociedade e cultura. - Abordagens temáticas: Ideologia, Representações Sociais, Linguagem, Conhecimento, Comunicação, Identidade, Subjetividade, Gênero, Processo Grupal e Psicologia Política. - Os grupos como lugar de produção da ideologia; as questões do poder; métodos e técnicas de formação de grupos; o grupo como lugar da diferença e não da homogeneidade. BIBLIOGRAFIA CAMPOS, R.H. F. & GUARESCHI, P. (Org). Paradigmas em psicologia social. Petrópolis: Vozes, 2000. FARR, R. As raízes da psicologia social moderna. Petrópolis, Vozes, 1998. SILVA, RN. A invenção da psicologia social. Petrópolis: Vozes, 2005.
  24. 24. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática FUNDAMENTOS HISTÓRICOS, TEÓRICOS E METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL I / 3º 80 - OBJETIVOS - Compreender como ocorreu a emergência do Serviço Social. - Entender como se seu a formação das primeiras escolas de Serviço Social na AL. - Estudar as protoformas do Serviço Social. - Discutir as principais elaborações teórico- metodológicas do Serviço Social até 1945. CONTEÚDOS - A emergência do Serviço Social enquanto estratégia conservadora para responder ao acirramento da questão social até 1945 e sua relação com o capital monopolista. - A formação das primeiras escolas de Serviço Social na América Latina e sua expansão pelo continente. - As protoformas do serviço social e as redes institucionais de prestação de serviço. - As principais elaborações teórico- metodológicas do Serviço Social deste período, como respostas profissionais de compreensão e intervenção junto à questão social. - O serviço social de caso e grupo. BIBLIOGRAFIA IAMAMOTO, Marilda Villela. Renovação e conservadorismo no serviço social: ensaios críticos. São Paulo: Cortez: 2004. IAMAMOTO, Marilda Villela. Serviço social na contemporaneidade: trabalho e formação profissional. São Paulo: Cortez, 2004. MARTINELLI, Maria Lucia. Serviço social: identidade e alienação. São Paulo: Cortez, 2003.
  25. 25. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática POLÍTICA SOCIAL E SERVIÇO SOCIAL / 3º 60 - OBJETIVOS - Conhecer os formatos da seguridade social. - Estudar as políticas sociais reconhecendo os seus atores. - Compreender o protagonismo da sociedade civil e o papel do Estado no controle social. - Discutir os novos padrões de atenção e proteção social praticados atualmente na América Latina e no Brasil. - Analisar os modelos de avaliação das políticas sociais. CONTEÚDOS - Seguridade social - formato jurídico, institucional e financeiro. - Atores sociais e as políticas sociais. - Controle social - protagonismo da sociedade civil e o papel do Estado. - Emergência de novos padrões de atenção e proteção social na América Latina e no Brasil - Modelos de avaliação de políticas sociais. BIBLIOGRAFIA RICO, Elizabeth Melo. Avaliação de políticas sociais: uma questão em debate. São Paulo: Cortez, 2001. SILVA Ademir Alves DA. Gestão da seguridade social brasileira. São Paulo: Cortez, 2004.
  26. 26. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática FUNDAMENTOS HISTÓRICOS, TEÓRICOS E METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL II / 3º 60 - OBJETIVOS - Compreender o papel do Serviço Social no processo de maturação e consolidação do capitalismo monopolista no contexto desenvolvimentista, após 1945. - Discutir as principais elaborações teórico- metodológicas do Serviço Social após 1945. - Reconhecer as estratégias das classes sociais no enfrentamento da desigualdade e da exclusão social. CONTEÚDOS - O Serviço Social no processo de maturação e consolidação do capitalismo monopolista no contexto desenvolvimentista, a partir do 2ª pós-guerra. - As principais elaborações teórico-metodológicas do Serviço Social, neste período como respostas profissionais de compreensão e intervenção junto à questão social: o serviço social de comunidade. - As estratégias das classes sociais no enfrentamento da desigualdade e da exclusão social. BIBLIOGRAFIA NETTO, José Paulo. Capitalismo monopolista e serviço social. São Paulo: Cortez, 1996. IAMAMOTO, Marilda Vilela e CARVALHO, Raul de. Relações sociais e serviço social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico-metodológica. São Paulo: Cortez-CELATS, 1982. FERNANDES, Florestan. Capitalismo dependente e classes sociais na América Latina. 3º edição. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1981. (Págs. 11-117). _____________. Ditadura e serviço social; uma análise do serviço social no Brasil pós- 64. São Paulo: Cortez, 1991.
  27. 27. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática ECONOMIA POLÍTICA / 3º 60 - OBJETIVOS - Introduzir os conceitos básicos de economia. - Conhecer, analisar e interpretar conceitos básicos de formação econômica aplicáveis no campo da Política. - Estudar concepções sobre o papel do Estado e a política econômica. - Fornecer subsídios para o entendimento e a crítica da economia mundial contemporânea. CONTEÚDOS - Raízes e postulados das propostas clássica, neoclássica e keynesiana. - A crise da economia política e a emergência do socialismo. - As mudanças de paradigma no século XX e as lutas pelo progresso social em nossa época. BIBLIOGRAFIA GALVES, Carlos. Manual de economia política atual. São Paulo: Forense Universitária, 2004. GIAMBIAGI, Fabio. Economia brasileira contemporânea (1945/2004). Rio de Janeiro: Campus, 2004. DE PAULA, João Antônio. A economia política da mudança. São Paulo: Autêntica, 2003.
  28. 28. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática FUNDAMENTOS HISTÓRICOS, TEÓRICOS E METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL III / 3º 80 - OBJETIVOS - Compreender como ocorreu o processo de reconceituação do Serviço Social na América Latina. - Conhecer as peculiaridades que envolveram a renovação do Serviço Social no Brasil. - Discutir as direções tomadas no processo de renovação do Serviço Social no Brasil. CONTEÚDOS - O processo de reconceituação do Serviço Social na América Latina. - As particularidades da renovação do Serviço Social no Brasil: a autocracia burguesa e as transformações sócio-políticas na realidade brasileira. - As direções do processo de renovação do Serviço Social brasileiro sob a autocracia burguesa: a modernização conservadora, a reatualização do conservadorismo e intenção de ruptura. BIBLIOGRAFIA CASTRO, M.M. História do serviço social na América Latina. São Paulo: Cortez- CELATS,1984. NETTO, José Paulo. Ditadura e serviço social no Brasil pós-64. São Paulo: Cortez, 1991. SANTOS, L. L. Textos de serviço social. São Paulo: Cortez, 1993.
  29. 29. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática FUNDAMENTOS HISTÓRICOS, TEÓRICOS E METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL IV/ 3º 60 - OBJETIVOS - Conhecer os referenciais usados a partir dos anos 80 que direcionaram o pensamento e a ação do Serviço Social no Brasil. - Entender as influências dos pensamentos de Antonio Gramsci e Karl Marx. - Compreender o redirecionamento dado pela contribuição dos trabalhos de diversos autores. CONTEÚDOS - A polêmica dos anos 80: história, teoria e método. - As elaborações de inspiração gramsciana e a construção do modelo teórico – metodológico de Marx. - O serviço social nos anos 90; afirmação da ruptura no detalhe profissional. - Os trabalhos de Netto, Pontes, Matinelli, Yazbeck, Sposati e Iamamoto. - Crítica reedição das demandas conservadoras no debate profissional e a afirmação de projeto ético-político. BIBLIOGRAFIA GUERRA, Y. A instrumentalidade do serviço social. São Paulo: Cortez, 1995. IAMAMOTO, M.V. O serviço social na contemporaneidade; trabalho e formação profissional. São Paulo: Cortez, 1998. PONTES, R.N. Mediação e serviço social. São Paulo. Cortez, Pará: UNAMA, 1995.
  30. 30. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática ÉTICA PROFISSIONAL E SERVIÇO SOCIAL / 4º 80 - OBJETIVOS - Discutir o que é ética na sua origem e na sociedade contemporânea. - Compreender o espaço da ética na relação indivíduo e sociedade. - Entender as bases filosóficas do Código de Ética do Assistente Social. - Conhecer os fundamentos ontológicos da dimensão ético-moral da vida social e suas implicações na ética do Serviço Social. - Debater questões éticas contemporâneas à luz do cotidiano da atividade. CONTEÚDOS - A ética em geral e a ética profissional. - O debate contemporâneo do Serviço Social e a ética profissional. - A ética no Capitalismo. - Natureza da ética profissional. - Os projetos societários e os projetos de categorias profissionais. - Os códigos de ética dos assistentes sociais brasileiros - fundamentos, conteúdos e significado político. - O projeto ético da profissão e sua implicância na ontologia da profissão. - As questões éticas atuais e o cotidiano profissional. BIBLIOGRAFIA BONETTI , Dilséa et alli. Serviço social e ética: convite a uma nova práxis. São Paulo: Cortez, 1996. CAMARGO, Marculino. Fundamentos de ética geral e profissional. São Paulo: Vozes, 2001. NALINI, Jose Renato. Ética geral e profissional. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2004.
  31. 31. . CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática INOVAÇÃO SOCIOLÓGICA / 4º 60 - OBJETIVOS - Conceituar Sociologia da Inovação. - Conhecer os novos caminhos da Sociologia. - Compreender os novos modelos de inovação sociológica, enfatizando as Redes Sociais e seus atores. - Discutir as novas relações éticas decorrentes da inovação sociológica. CONTEÚDOS - Sociologia da Inovação. - Os novos caminhos da Sociologia. - A Inovação Sociológica. - Modelos de Inovação Sociológica. - As Redes Sociais. - Dos atores da Inovação e das Redes. - A Construção Social do Mercado e das Técnicas. - O Lugar do Indivíduo. - Da Ética e do Humano. BIBLIOGRAFIA COVEY: Sthephan R. Os sete hábitos das pessoas altamente eficazes. Ed. Best-Seller. Rio de Janeiro. 2004. OLIVEIRA. Luisa. Sociologia da inovação. A construção social das técnicas e dos mercados. Ed. Celta, Lisboa. 2008.
  32. 32. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática POLÍTICA SOCIAL SETORIAL E SERVIÇO SOCIAL I / 4º 60 - OBJETIVOS - Conhecer as políticas de assistência social no Brasil. - Discutir a intervenção dos assistentes sociais no campo da política social. - Analisar as peculiaridades de segmentos especiais. - Compreender e saber utilizar instrumentos para estudos e trabalhos com famílias e segmentos sociais vulneráveis. CONTEÚDOS - O Estado brasileiro e a assistência social. - A compreensão da assistência e o paradigma do direito. - A política de assistência social: modelos, financiamento, operacionalização, gestão e controle social. - As estratégias de proteção social ao trabalho informal. - A prática profissional do assistente social na estruturação e implementação da política de assistência social. - A particularidade de segmentos especiais. - A (re) construção de objetos de intervenção nas abordagens familiares, grupais, individuais e coletivas. - Instrumentos para estudo e trabalho com famílias e segmentos sociais vulneráveis: entrevista, observação. - Visitas domiciliares, estudo e parecer social, encaminhamento, documentação. BIBLIOGRAFIA BOSCHETTI, I. Assistência social no Brasil: um direito entre originalidade e conservadorismo. Brasília, DF: Boschetti, 2003. RAMALHO, Jether Pereira & ARROCHELLAS, Maria Helena. Desenvolvimento, subsistência e trabalho informal no Brasil. São Paulo: Cortez, 2004.
  33. 33. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática BASES ANTROPOLÓGICAS AFRODESCENDENTES / 4º 60 - OBJETIVOS - Formar uma consciência crítica em relação às questões étnico-raciais no Brasil. - Estudar as principais correntes teóricas brasileiras acerca dos temas indígenas e da africanidade, tendo em vista as relações étnico-raciais. - Promover a concepção da relevância de uma prática de promoção da igualdade racial nos ambientes sociais. - Avaliar situações de conflitos inter-étnicos e discutir ações que incentivem a igualdade e o respeito à diversidade no contexto social. CONTEÚDOS - Fundamentos da antropologia: antropologia como ciência. - Conceitos básicos: etnocentrismo, relativismo, aculturação, endoculturação, exótico e familiar. - Identidade, diferença e diversidade sociocultural. - Afrodescendentes no Brasil: história, movimentos sociais. - Legislações Educacionais, cidadania e políticas de ação afirmativa. BIBLIOGRAFIA AQUINO, J. G. (org.). Diferenças e preconceitos na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Summus, 2003. GENTILI, P. Globalização excludente: desigualdade, exclusão e democracia na nova ordem mundial. Petrópolis: Vozes, 2000. VOGEL, A. (org.). Trabalhando a diversidade no Planfor: raça, cor, gênero e pessoas portadoras de necessidades especiais. São Paulo: Editora da UNESP, 2001.
  34. 34. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática POLÍTICA SOCIAL SETORIAL E SERVIÇO SOCIAL II / 4º 80 - OBJETIVOS - Conhecer as políticas de saúde empregadas pelo Estado Brasileiro. - Debater a reforma sanitária. - Discutir os principais aspectos que envolvem o SUS (Sistema Único de Saúde) no Brasil. - Compreender o papel da Assistência Social na saúde nacional. CONTEÚDOS - O Estado brasileiro e a política de saúde. - A discussão da reforma sanitária. - O Sistema Único de Saúde: modelo de atenção, financiamento, gerenciamento e controle social. - A consolidação do Sistema Único de Saúde: impasses e perspectivas, gestão e operacionalização. - Prestação e administração de serviços sociais na área da saúde. - A prática profissional do assistente social na esfera da saúde pública e privada. - A particularidade dos segmentos especiais e grupos específicos. BIBLIOGRAFIA COHN, Amélia; ELIAS, Paulo Eduardo M. Saúde no Brasil: políticas e organização de serviços. São Paulo: Cortez, 1999. SILVA, Silvio F. da. Municipalização da saúde e poder local: sujeitos, setores e políticas. São Paulo: Hucitec, 2004.
  35. 35. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática DIREITOS HUMANOS / 4º 40 - OBJETIVOS - Debater as principais questões da sociedade contemporânea relacionadas aos direitos humanos e à diversidade. - Compreender e discutir os desafios éticos estabelecidos na sociedade brasileira em função às diversas formas de discriminação e desrespeito aos direitos humanos e à diversidade. - Entender a crise dos atuais projetos de transformação social, bem como as contradições que envolvem a realização dos direitos na sociedade moderna. CONTEÚDOS -Principais questões relacionadas aos direitos humanos e à diversidade na contemporaneidade. - Os desafios éticos no horizonte da emancipação humana na sociedade brasileira face às várias formas de discriminação e desrespeito aos direitos humanos e à diversidade. - A crise dos projetos de transformação social e as contradições para a realização dos direitos humanos na sociedade .moderna. BIBLIOGRAFIA FORTI, Valeria; GUERRA, Yolanda. Direitos humanos e serviço social: polêmicas, debates e embates. Ed. Lumen Juris. Rio de Janeiro, 2011. MONDAINI, Marco. Direitos humanos. São Paulo: Contexto, 2006. NOGUEIRA, Marco Aurélio. O desafio de construir e consolidar direitos no mundo globalizado. Serviço Social e Sociedade, nº 82. São Paulo: Cortez, 2005.
  36. 36. CURSO: TEORIAS E PRÁTICAS EM SERVIÇO SOCIAL Modalidade: Extensão Oferta: Fora do Campus Universitário da FUNESO (em regime de Cooperação Técnica com a FACIG –MG) DISCIPLINA /MÓDULO Carga Horária (h) Teórica Prática POLÍTICA SOCIAL SETORIAL E SERVIÇO SOCIAL III / 4º 80 - OBJETIVOS - Compreender como se deu a construção do sistema previdenciário público no Brasil. - Conhecer aspectos relevantes da previdência social pública brasileira. - Comparas as previdências pública e privada. - Debater as tendências atuais da previdência. - Entender o papel da Assistência Social no setor previdenciário. CONTEÚDOS - O Estado brasileiro e a construção do sistema previdenciário público. - A previdência social pública - estruturação, operacionalização, benefícios, financiamento, gerenciamento e controle social. - A relação previdência pública e privada. - Atuais tendências previdenciárias. - A prática profissional do assistente social no setor previdenciário. - A particularidade de segmentos especiais. - O direito do trabalhador. BIBLIOGRAFIA MAUES, Flamarion. A previdência social no Brasil. São Paulo: Perseu Abramo, 2003. OLIVEIRA, Aristeu DE. Seguridade e previdência social: benefícios. São Paulo: Atlas, 2002.

×