Nome:                                                                          N.º:Série: 5.ª       Turma:           Turno...
O comandante já esquentara os motores e a aeronave estava parada,esperando ordens para ganhar a pista de decolagem. Perceb...
4. Que nome você daria à estranha passageira?   ____________________________________________________________________5. Com...
c) Os passageiros ______________ muitas histórias para contar... (ter –      futuro do pretérito do indicativo)   d) O com...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Stanislaw

1.100 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.100
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Stanislaw

  1. 1. Nome: N.º:Série: 5.ª Turma: Turno Data: / / :Professor(a Valor: Nota:):Texto 1 A ESTRANHA PASSAGEIRA — O senhor sabe? É a primeira vez que viajo de avião. Estou com zero hora de vôo — e riu nervosinha, coitada. Depois pediu que eu me sentasse ao seu lado, pois me achava muito calmo e isto iria fazer-lhe bem. Lá se ia a oportunidade de ler o romance policial que eu comprara no aeroporto, para me distrair na viagem. Suspirei e fiz o bacana respondendoque estava às suas ordens. Madama entrou no avião sobraçando um monte de embrulhos, quesegurava desajeitadamente. Gorda como era, custou a se encaixar napoltrona e arrumar todos aqueles pacotes. Depois não sabia como amarrar ocinto e eu tive de realizar essa operação em sua farta cintura. Afinal estava ali pronta para viajar. Os outros passageiros estavam já sedivertindo às minhas custas, a zombar do meu embaraço ante as perguntasque aquela senhora me fazia aos berros, como se estivesse em sua casa, entrepessoas íntimas. A coisa foi ficando ridícula: — Para que serve esse saquinho aí? — foi a primeira pergunta que fez,num tom de voz que parecia que ela estava no Rio e eu em São Paulo. — É para a senhora usar em caso de necessidade — respondi baixinho. Tenho certeza de que ninguém ouviu minha resposta, mas todosadivinharam qual foi, porque ela arregalou os olhos e exclamou: — Uai... as necessidades nesse saquinho? No avião não tem banheiro? Alguns passageiros riram, outros — por fineza — fingiram ignorar olamentável equívocoda incômoda passageira de primeira viagem. Mas ela era umazougue (embora com tantas carnes parecesse mais um açougue) e não paravade badalar. Olhava para trás, olhava para cima, mexia na poltrona e quaselevou um tombo, quando puxou a alavanca e empurrou o encosto com força,caindo para trás e esparramando embrulhos para todos os lados.
  2. 2. O comandante já esquentara os motores e a aeronave estava parada,esperando ordens para ganhar a pista de decolagem. Percebi que minhavizinha de banco apertava os olhos e lia qualquer coisa. Logo veio a pergunta: — Quem é essa tal emergência que tem uma porta só para ela? Expliquei que emergência não era ninguém, a porta é que era deemergência, isto é, em caso de necessidade, saía-se por ela. Madama sossegou e os outros passageiros já estavam conformadoscom o término do "show". Mesmo os que mais se divertiam com ela resolveramabrir jornais, revistas ou se acomodarem para tirar uma pestana durante aviagem. Foi quando Madama deu o último vexame. Olhou pela janela (ela pedirapara ficar do lado da janela para ver a paisagem) e gritou: — Puxa vida!!! Todos olharam para ela, inclusive eu. Madama apontou para a janela edisse: — Olha lá embaixo. Eu olhei. Ela acrescentou: — Como nós estamos voando alto, moço. Olhasó... o pessoal lá embaixo até parece formiga. Suspirei e lasquei: — Minha senhora, aquilo são as formigas mesmo. O avião ainda nãolevantou vôo. PONTE PRETA, Stanislaw. In: Para gostar de ler. São Paulo: Ática.1. O autor chamou a personagem de estranha passageira? Justifique esta afirmação utilizando um trecho do texto? ____________________________________________________________________ ____________________________________________________________________2. "... Madama sossegou e os outros passageiros já estavam conformados com o término do show." Explique o significado da palavra "show"nesta frase. ____________________________________________________________________ ____________________________________________________________________3. Ao invés de chamá-la de azougue, com que outro nome o autor gostaria de se referir à madama? Por quê? ____________________________________________________________________ ____________________________________________________________________ ____________________________________________________________________
  3. 3. 4. Que nome você daria à estranha passageira? ____________________________________________________________________5. Complete com V ou F as frases, de acordo com os acontecimentos no texto. ( ) O comandante esquentou os motores e a aeronave decolou, não esperou ordens para ganhar a pista de decolagem. ( ) Madama entrou no avião sobraçando um monte de embrulhos, que segurava desajeitadamente. ( ) Todos olharam para ela, inclusive eu. Madama olhou para a janela e disse... ( ) Madama não sossegou, mas os passageiros já estavam conformados com o show. ( ) Eu disse para ela que o avião ainda não tinha levantado vôo.6. Identifique os pronomes indefinidos, sublinhando-os: a) "Tenho certeza de que ninguém ouviu minha resposta". b) Vários passageiros estavam se irritando com aquela mulher. c)É difícil ser diferente: para uns sou maluca, para outros sou escandalosa; poucos me vêem como realmente sou. d) "Certas pessoas não sabem o que dizem" – pensou outro rapaz!7. Use os pronomes demonstrativos do quadro para completar as frases com coerência: este – esta – esse – isto – aquilo – aquele – aquela a) A estranha passageira pediu que eu me sentasse ao seu lado, pois achava que ____________ iria fazer-lhe bem. b) A coisa foi ficando ridícula e então ela perguntou: Para que ____________saquinho aí? c) ____________ viagem será muito divertida! – Pensou ____________ estranha passageira. d) De repente, a estranha passageira gritou: O que é ____________ lá embaixo? São formigas? e) ____________ avião ainda não levantou vôo, minha senhora! – Suspirou um passageiro inconformado com ____________ comentário!8. Complete as frases com os verbos entre parênteses, nos tempos indicados: a) É a primeira vez que ela ________________ de avião. (andar – presente do indicativo) b) A passageira ______________ na poltrona e ______________ os embrulhos. (levantar / derrubar – pretérito perfeito do indicativo)
  4. 4. c) Os passageiros ______________ muitas histórias para contar... (ter – futuro do pretérito do indicativo) d) O comandante ______________ na pista, se ela não estivesse molhada. (aterrizar – pretérito imperfeito do indicativo) e) O avião______________ assim que ganhar a pista. (decolar – futuro do presente do indicativo)9. Complete com V para as afirmações verdadeiras e F para as falsas: ( ) Se eu falasse com ela... – O verbo falar está no modo subjuntivo. ( ) Sossegue, por favor, Madama! – O verbo sossegar está no modo imperativo. ( ) Nós reclamaremos com o comandante. – O verbo reclamar está no modo subjuntivo. ( ) O comandante já esquentara os motores do avião! – O verbo esquentar está no modo indicativo. ( ) A passageira falava demais! – O verbo falar está no modo indicativo. ( ) Se a estranha passageira falasse menos, todos ficariam contentes. – O verbo falar está no modo subjuntivo. ( ) Madama entrou no avião sobraçando um monte de embrulhos – O verbo entrar está no modo indicativo.10. Complete as frases com pronomes indefinidos. a) ____________ passageiros sentiram-se incomodados com a estranha passageira, porém, _________ não se importaram com a presença dela. b) Madama entrou no avião carregando um monte de embrulhos, mas ________ levantou-se para ajudá-la. c) A Madama conversava com ___________ pessoa. d) ________ queriam que ela se calasse. e) _____________ passageiros reclamaram do comportamento daquela estranha passageira.

×