SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
Faculdade Castro Alves Prof.: Angelina Athayde Equipe:    Ana Claudia Paixão    Andrea Costa     Cléia Marques    Itaciana Walleys    Lucimeire Barbosa    Priscila Bessa     Ramon Oliveira 1° Semestre - Noturno
Era uma vez... Uma ilha chamada límbico onde viviam as famílias das emoções apreendidas e inatas, mas apesar dessas diferenças de sentimentos o mentor da ilha Sr. Cérebro condutor de todas as emoções controlava todo este imenso hemisfério de descobertas e sensações.  Emoções Sr. Cérebro
Um dia estava brincando de roda: o afeto, o medo, a alegria e o sexo. Então chegou a raiva e disse: - Eu também quero brincar! Com sua voz áspera e arrogante. Então a alegria com sua voz doce e alegre diz: - Não, você esta assustando o coleguinha medo.
Então a raiva ficou muito irritada, saiu chutando tudo que via pela frente, resmungando, então diz: - Eles vão ver! Vou me vingar!!!
Mas adiante, estava à tristeza se sentido rejeitada, então perguntou a raiva: - O que aconteceu com você tristeza, porque você está aí sozinha? A tristeza então respondeu: - Sei lá, to tão deprimida! A raiva então tem uma idéia e convida a tristeza para se aliar a ela, mas a tristeza queria se isolar não aceitando seu convite, então ela segue com seu plano vingativo.
Enquanto isso, as emoções continuavam a brincar em harmonia... O afeto não largava as mãos dos amiguinhos, pois sentia vontade de aproximar-se cada vez mais deles.
O medo ao pensar em largar as mãos dos amiguinhos, tinha pânico de cair.
A alegria estava tão feliz que pulava de tanta euforia.
E o sexo só pensava em parar a brincadeira para namorar.
E para acabar com essa festinha, a raiva utiliza um choro mentiroso para comover os sentimentos, sendo assim ele consegue comove-los e participa da brincadeira, porém a alegria, extremamente saltitante, sem querer pisa no pé da raiva, que grita: - Aí meu pé, você esta cega? E empurra a alegria.
Sendo assim, a máscara da raiva cai e todos os sentimentos descobrem a sua farsa. Então se aproxima daquela bagunça o condutor da ordem e organização Senhor Cérebro, adverte a raiva e automaticamente ela sente-se culpada e envergonhada pelos seus atos.  E assim as emoções vão à procura de novas descobertas enfrentando novos obstáculos e desafios no decorrer da vida.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Historinha emoçoes (20)

Dia a dia
Dia a diaDia a dia
Dia a dia
 
Ressentimento
RessentimentoRessentimento
Ressentimento
 
Ressentimentos
RessentimentosRessentimentos
Ressentimentos
 
Lamentos
LamentosLamentos
Lamentos
 
Tambores de angola
Tambores de angolaTambores de angola
Tambores de angola
 
Tambores de angola
Tambores de angolaTambores de angola
Tambores de angola
 
Tambores de angola
Tambores de angolaTambores de angola
Tambores de angola
 
Ressentimentos
RessentimentosRessentimentos
Ressentimentos
 
A submissa
A submissaA submissa
A submissa
 
Ressentimentos
RessentimentosRessentimentos
Ressentimentos
 
Noite profunda
Noite profundaNoite profunda
Noite profunda
 
Noite profunda
Noite profundaNoite profunda
Noite profunda
 
Ressentimento
RessentimentoRessentimento
Ressentimento
 
Amor e desejo
Amor e desejoAmor e desejo
Amor e desejo
 
AMOR,ALEGRIAS E LAGRIMAS
AMOR,ALEGRIAS E LAGRIMASAMOR,ALEGRIAS E LAGRIMAS
AMOR,ALEGRIAS E LAGRIMAS
 
Conselhos da Alegria
Conselhos da AlegriaConselhos da Alegria
Conselhos da Alegria
 
Sobre humilhacao
Sobre humilhacaoSobre humilhacao
Sobre humilhacao
 
Contos de um coração quebrado
Contos de um coração quebradoContos de um coração quebrado
Contos de um coração quebrado
 
Ressentimento
RessentimentoRessentimento
Ressentimento
 
Ressentimento
RessentimentoRessentimento
Ressentimento
 

Mais de Misterios10

Alzheimer atualizado
Alzheimer atualizadoAlzheimer atualizado
Alzheimer atualizadoMisterios10
 
Historinha emoçoes
Historinha emoçoesHistorinha emoçoes
Historinha emoçoesMisterios10
 
Apresentação faculdade
Apresentação faculdadeApresentação faculdade
Apresentação faculdadeMisterios10
 
Slides Antropologia
Slides AntropologiaSlides Antropologia
Slides AntropologiaMisterios10
 

Mais de Misterios10 (6)

Alzheimer atualizado
Alzheimer atualizadoAlzheimer atualizado
Alzheimer atualizado
 
Slide licia ok
Slide licia okSlide licia ok
Slide licia ok
 
Historinha emoçoes
Historinha emoçoesHistorinha emoçoes
Historinha emoçoes
 
Apresentação faculdade
Apresentação faculdadeApresentação faculdade
Apresentação faculdade
 
Gestalt
GestaltGestalt
Gestalt
 
Slides Antropologia
Slides AntropologiaSlides Antropologia
Slides Antropologia
 

Historinha emoçoes

  • 1. Faculdade Castro Alves Prof.: Angelina Athayde Equipe: Ana Claudia Paixão Andrea Costa Cléia Marques Itaciana Walleys Lucimeire Barbosa Priscila Bessa Ramon Oliveira 1° Semestre - Noturno
  • 2. Era uma vez... Uma ilha chamada límbico onde viviam as famílias das emoções apreendidas e inatas, mas apesar dessas diferenças de sentimentos o mentor da ilha Sr. Cérebro condutor de todas as emoções controlava todo este imenso hemisfério de descobertas e sensações. Emoções Sr. Cérebro
  • 3. Um dia estava brincando de roda: o afeto, o medo, a alegria e o sexo. Então chegou a raiva e disse: - Eu também quero brincar! Com sua voz áspera e arrogante. Então a alegria com sua voz doce e alegre diz: - Não, você esta assustando o coleguinha medo.
  • 4. Então a raiva ficou muito irritada, saiu chutando tudo que via pela frente, resmungando, então diz: - Eles vão ver! Vou me vingar!!!
  • 5. Mas adiante, estava à tristeza se sentido rejeitada, então perguntou a raiva: - O que aconteceu com você tristeza, porque você está aí sozinha? A tristeza então respondeu: - Sei lá, to tão deprimida! A raiva então tem uma idéia e convida a tristeza para se aliar a ela, mas a tristeza queria se isolar não aceitando seu convite, então ela segue com seu plano vingativo.
  • 6. Enquanto isso, as emoções continuavam a brincar em harmonia... O afeto não largava as mãos dos amiguinhos, pois sentia vontade de aproximar-se cada vez mais deles.
  • 7. O medo ao pensar em largar as mãos dos amiguinhos, tinha pânico de cair.
  • 8. A alegria estava tão feliz que pulava de tanta euforia.
  • 9. E o sexo só pensava em parar a brincadeira para namorar.
  • 10. E para acabar com essa festinha, a raiva utiliza um choro mentiroso para comover os sentimentos, sendo assim ele consegue comove-los e participa da brincadeira, porém a alegria, extremamente saltitante, sem querer pisa no pé da raiva, que grita: - Aí meu pé, você esta cega? E empurra a alegria.
  • 11. Sendo assim, a máscara da raiva cai e todos os sentimentos descobrem a sua farsa. Então se aproxima daquela bagunça o condutor da ordem e organização Senhor Cérebro, adverte a raiva e automaticamente ela sente-se culpada e envergonhada pelos seus atos. E assim as emoções vão à procura de novas descobertas enfrentando novos obstáculos e desafios no decorrer da vida.