Relações interpessoais

580 visualizações

Publicada em

Slide produzido para apresentação de seminário em Psicologia Social.

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
580
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relações interpessoais

  1. 1. ATRAÇÃO INTERPESSOAL
  2. 2. ATRAÇÃO INTERPESSOAL
  3. 3. ATRAÇÃO INTERPESSOAL As relações interpessoais São de grande importância na nossa vida, pois oportunizam: - aprendizagem; - determinam grande parte de nosso comportamento; - e estão inteiramente relacionadas com nossa saúde mental. Ele gostará de mim? Gostarei dele? Durante muito tempo as pessoas acreditaram que nossas atrações interpessoais e nossas amizades aconteciam ao acaso
  4. 4. ATRAÇÃO INTERPESSOAL Será que sou charmosa? Será que sou simpática? Será que minha personalidade é marcante? Psicologia: ciência do comportamento. Cabe à Psicologia verificar se existem princípios, fatores ou variáveis que explicam o surgimento, o desenvolvimento, a manutenção e o término das relações interpessoais. Para que duas pessoas desenvolvam relações de amizades é necessário a atração de ambas as partes. Há a necessidade de certas semelhanças ou complementaridade entre valores, características, necessidades e ideais.Há diferentes formas e níveis de atração.
  5. 5. ATRAÇÃO INTERPESSOAL  Atração e Reforço O princípio mais geral e aceito para explicar o fenômeno de gostar ou sentir-se atraído por alguém é o princípio do reforço Gostamos daqueles que nos reforçam e não gostamos dos que nos frustram. Sucesso = reforço Fracasso = punição
  6. 6. ATRAÇÃO INTERPESSOAL  Atração e Reforço Ela é linda, meiga, inteligente e educada! Os reforços que os outros nos dispensam são variados. Atenção, afeto, beleza, segurança, concordância com nossas idéias e valores. Um simples olhar, uma palavra, um sorriso, podem ser reforçadores. Os componentes da teoria do reforço analisam as relações interpessoais a partir da perspectiva custo-benefício.
  7. 7. ATRAÇÃO INTERPESSOAL  Nível de comparação Não precisa ser rico, basta me amar. Mas se tiver alguns dolares, não vou chorar! O que é, ou não, reforçador para pessoa numa relação, depende de suas necessidades, suas experiências sua realidade. Cada pessoa possui um nível de comparação. As pessoas sentir-se-ão mais atraídas a estabelecer ou manter relações com outros que produzem resultados iguais ou superiores ao seu nível de comparação. O reforço inesperado causa maior impacto e seu efeito é maior.
  8. 8. ATRAÇÃO INTERPESSOAL  O caráter subjetivo do reforço O que é reforço para uma pessoa pode não ser para outra. Apesar da dimensão subjetiva do reforço, é possível estabelecer certas condições que se constituem em prêmios ou punições universais.
  9. 9. ATRAÇÃO INTERPESSOAL  Angustia como parte de atração A angústia parece ser uma situação universalmente aversiva; ninguém gosta de sentir-se angustiado, amedrontado ou inseguro. Pessoas angustiadas preferem a companhia de outras em situação semelhante. Schachter
  10. 10. ATRAÇÃO INTERPESSOAL  Angustia como parte de atração As pessoas angustiadas procuram estar próximas a outras que se encontram em situação semelhante para reduzir diretamente sua angústia e para se auto-avaliarem. A simples presença de outras pessoas, mesmo sem reduzir a angústia é reforçadora. As pessoas precisam falar, ver e ouvir outras. O isolamento social pode produzir doença física e mental. Schachter
  11. 11. ATRAÇÃO INTERPESSOAL  Atração e reciprocidade Buscamos os outros na medida que nos gratificam. Nos sentimos atraídos por aqueles que nos oferecem maiores e melhores gratificações. . Para que a relação perdure e torne-se mais ou menos estável, há necessidade de gratificações recíprocas. Gostamos das pessoas que julgamos gostarem de nós.
  12. 12. ATRAÇÃO INTERPESSOAL  Atração e reciprocidade Há dois caminhos para iniciar o processo de reciprocidade: - Sentimos atração por alguém e em conseqüência , julgamos que esse alguém também goste de nós. -- Percebemos que alguém gosta de nós e passamos a gostar da pessoa. Ouvi dizer que aquela senhora gostou muito de mim e das minhas poesias. Ela parece ser muito educada. Certamente conversarei com ela na primeira oportunidade!
  13. 13. ATRAÇÃO INTERPESSOAL  Atração e reciprocidade Todos os indivíduos reagem reciprocamente diante da estima e afeição? Todos necessitam e apreciam receber afeto, porém as características de cada um, tanto inatas quanto adquiridas , levam a reações diferentes. Rogers e Fromm afirmam que as pessoas possuidoras de elevada auto-estima e que aceitam a si próprias são mais capazes de dar e receber afeição, portanto mais recíprocas. Dittes propõe que os portadores de baixa auto-estima têm mais necessidade de aprovação e, conseqüentemente, respondem mais pronta e positivamente à afeição dos outros.
  14. 14. ATRAÇÃO INTERPESSOAL  Reforço e proximidade Segundo observações em estudos, é que quanto menor a distancia entre duas pessoas, maior a probabilidade de que se sintam atraídos. Vizinhos próximos são mais amigos Alunos que sentam perto dos professores tem mais chance de serem aprovados. Sempre estamos em contato com quem esta mais perto. Elementos que ajudam a entender o papel da proximidade. 1- Acessibilidade: a) O ser humano precisa interagir. 2- Interação contínua: a)Provoca maior conhecimento. b) Extingue a hostilidade da angústia. c) Gera esforço maior d) Possibilita um conhecimento 3- Familiaridade
  15. 15. ATRAÇÃO INTERPESSOAL  Reforço e semelhança Gostamos daqueles que desejam as mesma coisas que nós no caso de nós e ele participamos da mesma coisa Amamos os que amam o que amamos / odiamos os que odeiam o que amamos.

×