Um de teste paternidade ou maternidade éum teste conduzido para estabelecer se uma pessoaé a mãe biológica (teste de mater...
A história de cada um de nós começa com a fusão de doisgametas, o óvulo materno e o espermatozoide paterno, que irãoreunir...
Esta é a primeira             célula formada após             a fecundação......e após a primeiradivisão celular,estas são...
Quando a primeira célula iniciar seu processo dedivisão celular, a informação contida no códigogenético, herdada de cada u...
O código genético está contido em regiões denominadasgenes, responsáveis por determinar as características decada indivídu...
Estas regiões estão presentes ao longo de toda amolécula de DNA. Na verdade, existem em maiornúmero que as regiões gênicas...
SEQUÊNCIAS POLIMÓRFICASNos faz únicos, funcionando como impressões digitais do DNAe, portanto, servem para nos identificar...
Através do estudo das regiões polimórficas do DNAde um filho e da comparação destas com asmesmas regiões de um suposto pai...
Como é feito o exame de paternidade?                                         3. Amplificação do DNA1. Coleta do sangue 2. ...
Eletroforese e o DNA.
Como funciona ?Basicamente consiste em aplicar umgel que servirá como matriz paraseparar diferentes moléculas atravésdo se...
Como se faz ?
Depois ele é corado com brometo deetídio e fotografa sob luz UV.      Fonte : http://www.scielo.br/img/revistas/ramb/v54n1...
Procedimentos de análise           Para possibilitar o estudo destas           regiões o DNA é quebrado em           peque...
A avaliação é feita a partir da identificação do tamanhodos alelos gerados, maternos e paternos:                       O r...
Seu 2o alelo, que por exclusão é seualelo paterno, é coincidente com o2o alelo paterno de suposto pai, na raia5. Em F2 o 1...
Pelo mesmo critério podemos dizerque também F3 e F4 possuem alelospaternos compatíveis com suposto pai.Isto configura uma ...
Na eletroforese à direita, podemos observarque o 2o alelo do filho (F) comigra com o2o alelo de mãe; esse é, portanto, seu...
Outro exemplo :F2 recebeu as regiões azuis damesma mãe que F1 e F3 porém,seu DNA paterno foi herdado deoutro indivíduo (ve...
F4 seria um filho adotivo, tanto seuDNA materno quanto o paterno sãodiferentes de Mãe e Pai.
Este mesmo método nos permite determinar todos ospossíveis filhos de um casal.
E mesmo na ausência do suposto pai, podemosdeterminar a herança de um indivíduo a partir do DNAde seus ancestrais e/ou col...
Essa forma de identificação                                           de paternidade ou                                   ...
A primeira vez que um exame de DNA serviu comoprova foi no caso das duas jovens inglesas, LyndaMann e Dawn Ashworth, que f...
“Mary Higgins foi agredida no Central Park em NovaYork. Três suspeitos foram presos. O DNA revelou overdadeiro agressor.” ...
2º CASO  “JonBenet Ramsey, de 6 anos,  foi encontrada morta a  pancadas e estrangulada no  porão de sua casa, em Boulder, ...
RESULTADOS DE TESTESQUEM MATOU A PEQUENA JONBENET RAMSEY?
Tristeza ou remorso ?
“O Teste de DNA é para ajustiça  como     telescópiopara as estrelas. Não éuma lição de bioquímica,não uma exibição dasmar...
OBRIGADO
Genética 2   2º ano - teste de paternidade
Genética 2   2º ano - teste de paternidade
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Genética 2 2º ano - teste de paternidade

6.782 visualizações

Publicada em

GENÉTICA 2 - 2º ANO - TESTE DE PATERNIDADE - FACULDADES INTEGRADAS DE BAURU

0 comentários
15 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.782
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
15
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Genética 2 2º ano - teste de paternidade

  1. 1. Um de teste paternidade ou maternidade éum teste conduzido para estabelecer se uma pessoaé a mãe biológica (teste de maternidade) ou o paibiológico (teste de paternidade) de um certo indivíduo.
  2. 2. A história de cada um de nós começa com a fusão de doisgametas, o óvulo materno e o espermatozoide paterno, que irãoreunir em uma nova célula suas informações genéticas, criandoum indivíduo com características próprias.
  3. 3. Esta é a primeira célula formada após a fecundação......e após a primeiradivisão celular,estas são as duascélulas resultantes.
  4. 4. Quando a primeira célula iniciar seu processo dedivisão celular, a informação contida no códigogenético, herdada de cada um nossos pais, serátransmitida para todas as novas células formadas.Isto significa que o DNA existente no núcleo decada uma dessas novas células é sempre igual.
  5. 5. O código genético está contido em regiões denominadasgenes, responsáveis por determinar as características decada indivíduo.Além do código genético, o DNA possui, também, regiõesque não são responsáveis pelo desenvolvimento decaracterísticas, estas regiões aparentemente semfunção, são denominadas de DNA silencioso
  6. 6. Estas regiões estão presentes ao longo de toda amolécula de DNA. Na verdade, existem em maiornúmero que as regiões gênicas e, curiosamente,apresentam sequências polimórficas, isto é, queapresentam diferenças, variando de um indivíduopara outro.
  7. 7. SEQUÊNCIAS POLIMÓRFICASNos faz únicos, funcionando como impressões digitais do DNAe, portanto, servem para nos identificar e identificar nossaorigem, tanto materna como paterna, uma vez que sãoherdadas e transmitidas de pais para filhos, da mesma formaque os genes.
  8. 8. Através do estudo das regiões polimórficas do DNAde um filho e da comparação destas com asmesmas regiões de um suposto pai, é possívelafirmar se a criança herdou seu DNA.
  9. 9. Como é feito o exame de paternidade? 3. Amplificação do DNA1. Coleta do sangue 2. Extração do DNA 3. Digestão do DNA 4. Eletroforese 5. Southern Blotting
  10. 10. Eletroforese e o DNA.
  11. 11. Como funciona ?Basicamente consiste em aplicar umgel que servirá como matriz paraseparar diferentes moléculas atravésdo seu peso molecular por meio daaplicação de um campo elétrico. Cadamistura de DNA ou proteínas écolocada em poços diferentes do gel,e o gel é então colocado em placas devidros que contém soluções tampõesonde é submetido à diferença depotencial. Moléculas de pequenopeso molecular irão migrar para opólo oposto mais rapidamente quemoléculas maiores. Gel de eletroforese. Note as bandas marcadas (Foto: PNNL - Pacific Northwest National Laboratory)
  12. 12. Como se faz ?
  13. 13. Depois ele é corado com brometo deetídio e fotografa sob luz UV. Fonte : http://www.scielo.br/img/revistas/ramb/v54n1/22f1.jpg
  14. 14. Procedimentos de análise Para possibilitar o estudo destas regiões o DNA é quebrado em pequenos fragmentos, chamados alelos.
  15. 15. A avaliação é feita a partir da identificação do tamanhodos alelos gerados, maternos e paternos: O resultado de uma eletroforese (ao lado) mostra, na primeira raia F1, a Mãe na 2a raia, na 3a raia, F2, na 4a raia F3, na 5araia, o suposto pai, e na 6a raia F4. Observamos que o primeiro alelo de F1 é coincidente com o primeiro alelo de Mãe (a primeira linha preta de F1 no gel acima) - esse é, portanto, denominado alelo materno.
  16. 16. Seu 2o alelo, que por exclusão é seualelo paterno, é coincidente com o2o alelo paterno de suposto pai, na raia5. Em F2 o 1oalelo é o paterno,comigrando com o 1o alelo de supostopai e seu 2o alelo, o materno, comigracom o 2o alelo de Mãe. Então F2 éfilho desse suposto pai.
  17. 17. Pelo mesmo critério podemos dizerque também F3 e F4 possuem alelospaternos compatíveis com suposto pai.Isto configura uma inclusão depaternidade, ou seja o indivíduo eminvestigação, não pode ser excluídocomo pai de F1, F2, F3 e F4.
  18. 18. Na eletroforese à direita, podemos observarque o 2o alelo do filho (F) comigra com o2o alelo de mãe; esse é, portanto, seu alelomaterno.Por consequência, seu 1o alelo é seu alelopaterno e não comigra com nenhum dosalelos do suposto pai em exame. Neste caso,podemos configurar uma exclusão depaternidade, ou seja, o indivíduo eminvestigação está excluído como pai de F.
  19. 19. Outro exemplo :F2 recebeu as regiões azuis damesma mãe que F1 e F3 porém,seu DNA paterno foi herdado deoutro indivíduo (vermelho) quenão é o pai de F1 e F3.
  20. 20. F4 seria um filho adotivo, tanto seuDNA materno quanto o paterno sãodiferentes de Mãe e Pai.
  21. 21. Este mesmo método nos permite determinar todos ospossíveis filhos de um casal.
  22. 22. E mesmo na ausência do suposto pai, podemosdeterminar a herança de um indivíduo a partir do DNAde seus ancestrais e/ou colaterais, examinando o DNAdos filhos legítimos dos pais ou dos irmãos dessesuposto pai ausente.
  23. 23. Essa forma de identificação de paternidade ou maternidade é também muito utilizada com outro termo: DNA FINGERPRINTS.Credit: Terry Smith—Time Life Pictures/Getty Images
  24. 24. A primeira vez que um exame de DNA serviu comoprova foi no caso das duas jovens inglesas, LyndaMann e Dawn Ashworth, que foram assaltadas,violentadas sexualmente e assassinadas na década de1980.Como as características dos crimes eram as mesmas, a políciasuspeitou que teria sido o mesmo homem a cometer os crimes,e com objetivo de solucionar o caso, mais de 3.600 homens navila de Narborough, em Leicestershire, Inglaterra, foramconvocados a fazerem exames de DNA e comparar osresultados. A técnica, a partir de então se disseminou por todo o mundo, chegando ao Brasil rapidamente no final da década de 1980. Fonte: http://www.localhistories.org/girls.jpg
  25. 25. “Mary Higgins foi agredida no Central Park em NovaYork. Três suspeitos foram presos. O DNA revelou overdadeiro agressor.” As evidências (sangue do agressor e um fio de cabelo) foram usadas no teste para achar o culpado. O individuo 2 foi condenado.
  26. 26. 2º CASO “JonBenet Ramsey, de 6 anos, foi encontrada morta a pancadas e estrangulada no porão de sua casa, em Boulder, no dia 26 de Dezembro de 1996, num crime que comoveu a sociedade americana. A menina era uma das modelos infantis mais famosas nos Estados Unidos. “
  27. 27. RESULTADOS DE TESTESQUEM MATOU A PEQUENA JONBENET RAMSEY?
  28. 28. Tristeza ou remorso ?
  29. 29. “O Teste de DNA é para ajustiça como telescópiopara as estrelas. Não éuma lição de bioquímica,não uma exibição dasmaravilhas reveladas poruma lente, mas um modode ver as coisas como elasrealmente são.” (Barry Scheck e Peter Neufeld, ActualInnocence)
  30. 30. OBRIGADO

×