Testes Distribuídos com TestComplete v7

207 visualizações

Publicada em

Aprenda a fazer a distribuição da suite de testes funcionais do TestComplete v.7 usando o NetworkSuite.

Slides: https://goo.gl/ild3uY
Vídeo: https://goo.gl/t02ltc

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
207
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Testes Distribuídos com TestComplete v7

  1. 1. Testes Distribuídos com TestComplete v.7 by Miquéias Morezet Testes Distribuídos com TestComplete v.7 by Miquéias Morezet O TestComplete é uma ferramenta de automação de testes desenvolvida pela empresa AutomatedQA, e nos fornece uma série de recursos para automatização de testes, transformando as ações dos usuários em um script que pode ser reproduzido posteriormente, como um Playback. Sua arquitetura é baseada em plug-ins, mais conhecidos como “Itens do Projeto”. Neste tutorial iremos trabalhar com o plug-in: Network Suite responsável pela execução de testes distribuídos em vários computadores. Fig.1: Visão Geral TestComplete Para fins didáticos, foi construída uma aplicação no Delphi para demonstrar a utilização do recurso abordado da ferramenta em questão. O sistema tem uma tela principal com três opções: Cadastro de Clientes, Cadastro de Produtos e Comandas como pode ser observado na Figura 2. Fig.2: Visão do sistema para Demonstração
  2. 2. Testes Distribuídos com TestComplete v.7 by Miquéias Morezet Partiremos do pressuposto que já temos o projeto criado com os testes do sistema, onde teremos os Scripts contendo os testes: Cadastro de Clientes e Cadastro de Produtos. Fig.3: Project Explore – Pasta do Projeto com os Scripts Para iniciarmos os trabalhos com a distribuição dos testes devemos ir à pasta do projeto: botão direito > Add > New Item > Network Suite. Fig. 4: Item: NetWork Suite
  3. 3. Testes Distribuídos com TestComplete v.7 by Miquéias Morezet A primeira ação a ser executada é adicionar os Hosts, ou seja, as nossas maquinas escravas onde serão rodados os testes. Para que as mesmas sejam habilitadas para tal função é necessário que esteja instalado o TestComplete Full ou o TestExecute. Obs.1: Usar o TestExecute nas maquinas escravas é uma boa opção de baratear sua estrutura, já que sua licença é mais em conta, mas você ainda necessitará do TestComplete para orquestrar sua suíte de testes. Para adicionar um Host vá ao Project Explorer no item Hosts > Botão Direito > New Item > Host. E prossiga com o preenchimento das propriedades para cada Host: Name: Dê um nome de sua preferência; Address: Utilize o IP ou Nome do Computador; Domain: Caso a maquina esteja em algum domínio o identifique aqui; User name: O usuário que tem acesso a maquina; Password: Insira senha para autenticação do usuário. Obs.2: Para esta demonstração utilizaremos duas maquinas escravas. Fig. 5: Visão dos Hosts Depois de adicionado o Host, poderemos verificar se ele está disponível, para isto vá ao Host desejado e clique com o botão direito > Verify. Caso esteja tudo certo e ele consiga se comunicar com a maquina será dado à mensagem de Verification succeeded, caso contrário será exibido o motivo do erro. Agora que já temos os nossos Hosts adicionados e verificados podemos dar continuidade em nossos trabalhos. O próximo passo será adicionar os nossos Jobs, ou trabalhos. Com o botão direito em Jobs > Add > New Item > Job. Conforme Figura 6.
  4. 4. Testes Distribuídos com TestComplete v.7 by Miquéias Morezet Fig. 6: Adicionando um Job., Com o nosso Job criado devemos adicionar agora as nossas tarefas (Task), são nelas que iremos configurar os nossos testes a serem rodados: Active: Defina se a tarefa/teste estará habilitada; Name: Dê um nome para esta tarefa/teste; Host: Iremos identificar onde irá rodar este teste; Path: Indicaremos o caminho onde se encontra o projeto na maquina destino; Copy remote log: Sinalizamos se queremos que o log seja copiado para a maquina mestre. Note que podemos escolher: Sempre (Always), Nunca (Do not copy), ou quando quebrar os testes (When status is not OK). Action after run: Configure o que acontecera após a tarefa ser concluída; Test: Indique qual será o teste à ser rodado; Use previous instance: Indique como será o uso da instancia; Remote applicarion: Escolha em qual aplicação será rodado os testes. (Olhe a Obs.1) Da mesma forma que temos como verificar o Host podemos verificar se o Job e as Tasks estão disponíveis para uso, para tal prossiga com o botão direito sobre o(a) mesmo(a) e Verify. Pronto! Agora já estamos com a nossa NetworkSuite toda configurada e pronta para uso, Let’s Go!
  5. 5. Testes Distribuídos com TestComplete v.7 by Miquéias Morezet Fig. 7: Visão do projeto com a NetworkSuite Depois do seu projeto pronto e testado você poderá adiciona-lo a sua rotina de build facilmente, integrando-o ao seu processo. Para testarmos basta ir com o botão direito no Job e Run [Job]. Fig. 8: Teste Cadastro de Clientes sendo rodado em paralelo no host VM1.
  6. 6. Testes Distribuídos com TestComplete v.7 by Miquéias Morezet Fig. 9: Teste Cadastro de Produtos sendo rodado em paralelo no host VM2. Fig. 10: Host Mestre orquestrando os testes. “A única maneira de fazer um trabalho extraordinário é quando ama aquilo que se faz. Se ainda não o encontrastes continue a procurar. Não te acomodes. Tal como as coisas do coração, tu saberás quando o encontrar.” Steve Jobs

×