SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 5
Baixar para ler offline
Superior Tribunal de Justiça
RECURSO ESPECIAL Nº 1.452.792 - SC (2014/0106425-2)
RELATOR : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES
RECORRENTE : RENI ANTÔNIO VILLA
ADVOGADOS : ANDRÉ LUIZ BERNARDI
FABIANO DE MARCO
RECORRIDO : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA
EMENTA
ADMINISTRATIVO. RECURSO ESPECIAL. IMPROBIDADE
ADMINISTRATIVA. VIOLAÇÃO A PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO
PÚBLICA. ELEMENTO SUBJETIVO DOLO GENÉRICO.
CARACTERIZADO. PENALIDADE APLICADA. PROPORCIONALIDADE.
REEXAME DO CONJUNTO FÁTICO E PROBATÓRIO DOS AUTOS.
IMPOSSIBILIDADE. SÚMULA 7/STJ. RECURSO A QUE SE NEGA
SEGUIMENTO.
DECISÃO
Trata-se de Recurso especial interposto por Reni Antônio Villa, com fundamento no artigo
105, inciso III, alínea 'a', da Constituição Federal, contra Acórdão do Tribunal de Justiça do Estado
de Santa Catarina, assim ementado (fls. 630-645):
AÇÃO CIVIL PÚBLICA. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.
DEMANDADO QUE, NA CONDIÇÃO DE PREFEITO MUNICIPAL DE
ROMELÂNDIA, CONCEDEU AUXÍLIOS FINANCEIROS A MUNÍCIPES
A TÍTULO DE REEMBOLSO DE DESPESAS MÉDICAS. INEXISTÊNCIA
DE PRÉVIA DEFINIÇÃO DE CRITÉRIOS OBJETIVOS PARA
OBTENÇÃO DO BENEFÍCIO. BURLA AO PROCEDIMENTO Li
CITATÓRIO. CONCESSÃO DE AUXÍLIOS QUE, ADEMAIS,
INTENSIFICOU-SE ÀS VÉSPERAS DO PLEITO ELEITORAL DE 2008,
EM QUE O DEMANDADO, ENTÃO ALCAIDE, CONCORREU À
REELEIÇÃO E SAGROU-SE VENCEDOR. UTILIZAÇÃO DA MÁQUINA
PÚBLICA PARA OBTENÇÃO DE VANTAGEM POLÍTICA. CONDUTA
QUE REPRESENTOU ATO ATENTATÓRIO AOS PRINCÍPIOS DA
IMPESSOALIDADE E MORALIDADE ADMINISTRATIVA.
CARACTERIZAÇÃO DE ATO DE IMPROBIDADE COM AMPARO NO
ART. 11, CAPUT, DA LEI N. 8.429/1992. SANÇÕES A SEREM
APLICADAS COM FUNDAMENTO NO ART. 12, INC, I1I, DA LIA.
DOLO CARACTERIZADO. ATO ÍMPROBO QUE, AO GARANTIR AO
RÉU VANTAGEM POLÍTICA INDEVIDA NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS
DE 2008, JUSTIFICA A MANUTENÇÃO; DA CONDENAÇÃO À
SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS POR 3 TRÊS ANOS.
REDUÇÃO DA MULTA CIVIL PARA 5 (CINCO) VEZES O VALOR DA
ÚLTIMA REMUNERAÇÃO DO DEMANDADO. SANÇÃO QUE, A UM
SÓ TEMPO, PENALIZA O AGENTE PÚBLICO E REPRESENTA
DESESTÍMULO Ã PRÁTICA DE NOVOS ATOS ÍMPROBOS. RECURSO
PARCIALMENTE PROVIDO. (grifo nosso).
No apelo especial, o recorrente alega violação ao art. 12 da Lei 8.429/92 sob o fundamento
de que o acórdão recorrido ao manter sua condenação ao pagamento da multa civil, apesar de
reduzi-la, e a suspensão de seus direitos políticos por três anos foge à razoabilidade e
Documento: 42783305 - Despacho / Decisão - Site certificado - DJe: 13/02/2015 Página 1 de 5
Superior Tribunal de Justiça
proporcionalidade quando da aplicação da sanção ao recorrente, ante a inexistência de dano ao
erário e proveito patrimonial quanto aos fatos.
Contrarrazões às fls. 665-669, pela não admissão do Recurso.
Decisão de admissibilidade às fls. 672-674.
Parecer do MPF às fls. 685-692, pelo não conhecimento do Recurso.
É o relatório. Passo a decidir.
Conforme relatado, cinge-se a controvérsia sobre a razoabilidade e proporcionalidade
das sanções aplicadas ao recorrente devido a pratica de ato de improbidade administrativa.
É firme a jurisprudência desta Corte no sentido de que a revisão da dosimetria das sanções
aplicadas em ação de improbidade administrativa implica reexame do conjunto fático-probatório
dos autos, encontrando óbice na súmula 7/STJ, salvo se da leitura do acórdão recorrido exsurge a
desproporcionalidade na aplicação das sanções.
Nesse sentido:
AGRAVO REGIMENTAL. ADMINISTRATIVO. IMPROBIDADE
ADMINISTRATIVA. ATO ÍMPROBO. VIOLAÇÃO A PRINCÍPIOS DA
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. ELEMENTO SUBJETIVO DOLO GENÉRICO.
CARACTERIZADO. PRESCINDIBILIDADE DE DANO AO ERÁRIO.
PRECEDENTES. SÚMULA 83/STJ. RAZOABILIDADE E
PROPORCIONALIDADE. ANÁLISE. REEXAME DE MATÉRIA
FÁTICO-PROBATÓRIA. SÚMULA 7/STJ.
1. Para que seja reconhecida a tipificação da conduta do réu como incurso nas
previsões da Lei de Improbidade Administrativa, é necessária a demonstração do
elemento subjetivo, consubstanciado pelo dolo para os tipos previstos nos arts. 9º e 11
e, ao menos, pela culpa, nas hipóteses do art. 10.
2. Como se vê, as considerações feitas pelo Tribunal de origem não afastam a prática
do ato de improbidade administrativa, uma vez que foi constatado o elemento
subjetivo dolo genérico na conduta do agente, independente da constatação de dano
ao erário, o que caracteriza o ato de improbidade administrativa previsto no art. 11 da
Lei 8.429/92. Incidência da Súmula n. 83/STJ.
3. Desconstituir as premissas do aresto quanto à observância da
razoabilidade e proporcionalidade da penalidade aplicada requer,
necessariamente, o reexame de fatos e provas, o que é vedado ao STJ, em
recurso especial, por esbarrar no óbice da Súmula 7/STJ. Agravo regimental
improvido. (AgRg no AREsp 533862 / MS, Rel. Ministro HUMBERTO MARTINS,
SEGUNDA TURMA, DJe 04/12/2014, grifo nosso).
ADMINISTRATIVO. RECURSOS ESPECIAIS. IMPROBIDADE
ADMINISTRATIVA. ART. 535 DO CPC. FUNDAMENTAÇÃO DEFICIENTE.
SÚMULA 284/STF. ART. 11 DA LEI 8.429/92. DOLO AFIRMADO COM BASE
NA ANÁLISE DA LEGISLAÇÃO LOCAL E NO CONJUNTO
FÁTICO-PROBATÓRIO. REEXAME. IMPOSSIBILIDADE. SÚMULAS 7/STJ E
280/STF. ART. 12 DA LEI 8.429/92. DESPROPORCIONALIDADE NA
APLICAÇÃO DAS SANÇÕES. PARECER FAVORÁVEL DO MINISTÉRIO
PÚBLICO ESTADUAL E DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL.
REDIMENSIONAMENTO. LITISCONSÓRCIO PASSIVO. EXTENSÃO A
CORRÉU. EFEITO EXPANSIVO.
(...)
3. É firme a jurisprudência desta Corte no sentido de que a revisão da
Documento: 42783305 - Despacho / Decisão - Site certificado - DJe: 13/02/2015 Página 2 de 5
Superior Tribunal de Justiça
dosimetria das sanções aplicadas em ação de improbidade administrativa
implica reexame do conjunto fático-probatório dos autos, encontrando óbice
na súmula 7/STJ, salvo se da leitura do acórdão recorrido exsurge a
desproporcionalidade na aplicação das sanções (...).
(...)
5. Recursos especiais providos para, reformando o acórdão recorrido, afastar a pena
de perda da função pública e reduzir a multa civil para o valor correspondente a 3
(três) remunerações, mantidas as demais sanções, além de atribuir efeito expansivo
subjetivo em favor de corréu. (REsp 1466673 / RO, Rel. Min. BENEDITO
GONÇALVES, PRIMEIRA TURMA, DJe 25/11/2014, grifo nosso).
PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. AGRAVO REGIMENTAL NO
RECURSO ESPECIAL. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. IMPROBIDADE
ADMINISTRATIVA. PENALIDADE APLICADA. PROPORCIONALIDADE.
REEXAME DO CONJUNTO FÁTICO E PROBATÓRIO DOS AUTOS.
IMPOSSIBILIDADE. SÚMULA 7/STJ.
1. Na hipótese, verifica-se que foi com base no conjunto fático probatório dos autos
que o Tribunal de origem entendeu pela proporcionalidade das sanções aplicadas
(suspensão dos direitos políticos e proibição de contratar com o Poder Público por 3
anos, proibição de receber incentivos fiscais por 5 anos e multa no valor de 3 vezes a
remuneração percebida no cargo), diante da evidenciada má-fé na conduta do agente
ao realizar contratação para preenchimento de cargo em comissão de auxiliar de
enfermagem, sem que o servidor desempenhasse qualquer função de chefia, direção
ou assessoramento.
2. Destarte, a revisão de tal entendimento para acolher a pretensão recursal
de que a imposição da pena de suspensão dos direitos políticos se mostra
desproporcional à abstrata gravidade dos fatos narrados pelo Ministério
Público, é tarefa que demandaria, necessariamente, incursão no acervo
fático-probatório dos autos, o que é vedado ante o óbice preconizado na
Súmula 7 deste Tribunal.
3. Agravo regimental não provido. (AgRg no REsp 1398812 / SE, Rel. Min. MAURO
CAMPBELL MARQUES, SEGUNDA TURMA, DJe 30/09/2014, grifo nosso).
Com efeito, assim assentou a Corte de origem sobre a aplicação das sanções (fls.
642/643/644/645 - grifo nosso):
[...]
A autoridade judicial de 1º grau condenou o réu à suspensão dos direitos
políticos por 3 (três) anos e ao pagamento de multa civil equivalente a 10 (dez)
vezes o valor da última remuneração percebida na condição de Prefeito
Municipal de Romelândia, no ano de 2009, devidamente atualizada pelos
índices oficiais da Corregedoria-Geral de Justiça.
A Lei n. 8.429/11992 dispõe:
Art. 12. Independentemente das sanções penais, civis e administrativas
previstas na legislação específica, está o responsável pelo ato de improbidade
sujeito às seguintes cominações, que podem ser aplicadas isolada ou
cumulativamente, de acordo com a gravidade do fato:
III - na hipótese do art. 11, ressarcimento integral do dano, se houver, perda da
função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento
Documento: 42783305 - Despacho / Decisão - Site certificado - DJe: 13/02/2015 Página 3 de 5
Superior Tribunal de Justiça
de multa civil de até cem vezes o valor da remuneração percebida pelo agente e
proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos
fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de
pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos.
Parágrafo único. Na fixação das penas previstas nesta lei o juiz levará em
conta a extensão do dano causado, assim como o proveito patrimonial obtido
pelo agente.
Caracterizada a ocorrência de ato de improbidade administrativa tipificado no
art. 11, caput, da Lei n. 8.429/1992, definem-se as sanções previstas em seu
art. 12, inc. III.
As reprimendas correspondentes aos atos de improbidade administrativa não
são necessariamente cumulativas. A aplicação das medidas deve pautar-se por
critérios de razoabilidade e proporcionalidade, ao mesmo tempo que deve
representar desestímulo à prática de outros atos que atentem contra os
princípios da Administração Pública.
[...]
Como antes anotado, o demandado, candidato à reeleição ao cargo de Prefeito
Municipal, utilizou-se de sua função para obter proveito político mediante o
pagamento de auxílios financeiros a munícipes às vésperas das eleições de
2008. Trata-se de conduta que, por acarretar vantagem indevida ao candidato
demandado, comprometeu a lisura do processo eleitoral local.
Portanto, diante da gravidade do ato praticado pelo réu e à luz do critério da
proporcionalidade que deve nortear o julgador na aplicação da mais gravosa
entre as penas previstas pela Lei Federal n. 8.429/1992, mantém-se a
condenação à perda dos direitos políticos pelo prazo de 3 (três) anos, mínimo
estabelecido pelo art. 12, inc. IlI, do referido diploma legal.
De outro lado, note-se que o valor a ser fixado a título de multa civil por ato de
improbidade administrativa deve estar sintonizado com o grau de lesividade da
conduta ímproba e com os critérios da razoabilidade e da proporcionalidade.
[...]
Ratifica-se que o ato .de improbidade praticado pelo réu atentou contra
princípios da Administração Pública e propiciou proveito político indevido a
presumir o comprometimento da lisura do processo eleitoral de 2008 no
Município de Romelândia.
Porém, a multa civil fixada pela autoridade judicial de 1º grau mostra-se
demasiadamente excessiva. Logo, considerada a inexistência de
locupletamento ilícito por parte do alcaide, o recurso deve ser provido neste
ponto para reduzir-se a multa civil para 5 (cinco) vezes o valor da última
remuneração do demandado como Prefeito Municipal, valor que se mostra
suficiente para, a um só tempo, repreendê-lo por sua conduta ímproba e
desestimular a prática de novos atos que atentem contra os princípios da
Administração Pública.
[...]
Sendo assim, desconstituir as premissas do aresto quanto à observância da razoabilidade e
proporcionalidade da penalidade aplicada requer, necessariamente, o reexame de fatos e provas, o
Documento: 42783305 - Despacho / Decisão - Site certificado - DJe: 13/02/2015 Página 4 de 5
Superior Tribunal de Justiça
que é vedado ao STJ, em recurso especial, por esbarrar no óbice da Súmula 7/STJ.
Ante o exposto, com fundamento no art. 557, caput, do CPC, nego seguimento ao Recurso
Especial.
Publique-se. Intimem-se.
Brasília (DF), 05 de dezembro de 2014.
MINISTRO BENEDITO GONÇALVES
Relator
Documento: 42783305 - Despacho / Decisão - Site certificado - DJe: 13/02/2015 Página 5 de 5

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aposentadoria Professor sem Fator Previdenciário - Sentença com Antecipação d...
Aposentadoria Professor sem Fator Previdenciário - Sentença com Antecipação d...Aposentadoria Professor sem Fator Previdenciário - Sentença com Antecipação d...
Aposentadoria Professor sem Fator Previdenciário - Sentença com Antecipação d...Fabio Motta
 
PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO APELAÇÃO CÍVEL ...
PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO APELAÇÃO CÍVEL ...PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO APELAÇÃO CÍVEL ...
PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO APELAÇÃO CÍVEL ...Fabio Motta
 
Decisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RS
Decisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RSDecisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RS
Decisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RSFabio Motta
 
Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...
Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...
Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...Ministério Público de Santa Catarina
 
Fator previdenciário procedente
Fator previdenciário procedenteFator previdenciário procedente
Fator previdenciário procedenteFabio Motta
 
Sentença tjsp proc 0002028 12.2010.8.26.0059 prefeita mirian bruno
Sentença tjsp proc 0002028 12.2010.8.26.0059 prefeita mirian brunoSentença tjsp proc 0002028 12.2010.8.26.0059 prefeita mirian bruno
Sentença tjsp proc 0002028 12.2010.8.26.0059 prefeita mirian brunodouglasvelasques
 
Sentença revisão 4.07 2014
Sentença revisão 4.07 2014Sentença revisão 4.07 2014
Sentença revisão 4.07 2014Fabio Motta
 
Stf melhor benefício
Stf   melhor benefícioStf   melhor benefício
Stf melhor benefícioFabio Motta
 
Recurso de multa a JARI modelo
Recurso de multa a JARI modeloRecurso de multa a JARI modelo
Recurso de multa a JARI modeloLeonardo Costa
 
Desaposentação Acórdão TRF1
Desaposentação  Acórdão TRF1Desaposentação  Acórdão TRF1
Desaposentação Acórdão TRF1Fabio Motta
 
527b8bcbea03372144cbcbfafe9e4882
527b8bcbea03372144cbcbfafe9e4882527b8bcbea03372144cbcbfafe9e4882
527b8bcbea03372144cbcbfafe9e4882Fabio Motta
 
Plano verão banco do brasil sentença - interrupção do prazo
Plano verão banco do brasil   sentença - interrupção do prazoPlano verão banco do brasil   sentença - interrupção do prazo
Plano verão banco do brasil sentença - interrupção do prazoFabio Motta
 
O mandado de segurança impetrado
O mandado de segurança impetradoO mandado de segurança impetrado
O mandado de segurança impetradoJamildo Melo
 
Direito administrativo profa. fernanda marinella
Direito administrativo   profa. fernanda marinellaDireito administrativo   profa. fernanda marinella
Direito administrativo profa. fernanda marinellaDeivid Alex
 
948515c69809e48e6645a7b80681576c (1)
948515c69809e48e6645a7b80681576c (1)948515c69809e48e6645a7b80681576c (1)
948515c69809e48e6645a7b80681576c (1)Fabio Motta
 
Sentença amazonas
Sentença amazonasSentença amazonas
Sentença amazonasFabio Motta
 
Barroso suspende pagamento de auxílios a membros do MP de MG
Barroso suspende pagamento de auxílios a membros do MP de MGBarroso suspende pagamento de auxílios a membros do MP de MG
Barroso suspende pagamento de auxílios a membros do MP de MGAlexandre Garcia
 
Julgamento acórdão idec x nossa caixa bb
Julgamento acórdão idec x nossa caixa  bbJulgamento acórdão idec x nossa caixa  bb
Julgamento acórdão idec x nossa caixa bbFabio Motta
 

Mais procurados (20)

STJ - Decisão sobre Bafômetro
STJ - Decisão sobre BafômetroSTJ - Decisão sobre Bafômetro
STJ - Decisão sobre Bafômetro
 
Aposentadoria Professor sem Fator Previdenciário - Sentença com Antecipação d...
Aposentadoria Professor sem Fator Previdenciário - Sentença com Antecipação d...Aposentadoria Professor sem Fator Previdenciário - Sentença com Antecipação d...
Aposentadoria Professor sem Fator Previdenciário - Sentença com Antecipação d...
 
PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO APELAÇÃO CÍVEL ...
PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO APELAÇÃO CÍVEL ...PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO APELAÇÃO CÍVEL ...
PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA PRIMEIRA REGIÃO APELAÇÃO CÍVEL ...
 
Decisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RS
Decisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RSDecisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RS
Decisão Melhor Benefício afastando a decadência - Turma Recursal - RS
 
Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...
Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...
Improbidade administrativa - Recurso Especial com Agravo em Recurso Especial ...
 
Fator previdenciário procedente
Fator previdenciário procedenteFator previdenciário procedente
Fator previdenciário procedente
 
Sentença tjsp proc 0002028 12.2010.8.26.0059 prefeita mirian bruno
Sentença tjsp proc 0002028 12.2010.8.26.0059 prefeita mirian brunoSentença tjsp proc 0002028 12.2010.8.26.0059 prefeita mirian bruno
Sentença tjsp proc 0002028 12.2010.8.26.0059 prefeita mirian bruno
 
Sentença revisão 4.07 2014
Sentença revisão 4.07 2014Sentença revisão 4.07 2014
Sentença revisão 4.07 2014
 
Stf melhor benefício
Stf   melhor benefícioStf   melhor benefício
Stf melhor benefício
 
Recurso de multa a JARI modelo
Recurso de multa a JARI modeloRecurso de multa a JARI modelo
Recurso de multa a JARI modelo
 
Desaposentação Acórdão TRF1
Desaposentação  Acórdão TRF1Desaposentação  Acórdão TRF1
Desaposentação Acórdão TRF1
 
527b8bcbea03372144cbcbfafe9e4882
527b8bcbea03372144cbcbfafe9e4882527b8bcbea03372144cbcbfafe9e4882
527b8bcbea03372144cbcbfafe9e4882
 
Plano verão banco do brasil sentença - interrupção do prazo
Plano verão banco do brasil   sentença - interrupção do prazoPlano verão banco do brasil   sentença - interrupção do prazo
Plano verão banco do brasil sentença - interrupção do prazo
 
O mandado de segurança impetrado
O mandado de segurança impetradoO mandado de segurança impetrado
O mandado de segurança impetrado
 
Direito administrativo profa. fernanda marinella
Direito administrativo   profa. fernanda marinellaDireito administrativo   profa. fernanda marinella
Direito administrativo profa. fernanda marinella
 
Sentenã‡a
Sentenã‡aSentenã‡a
Sentenã‡a
 
948515c69809e48e6645a7b80681576c (1)
948515c69809e48e6645a7b80681576c (1)948515c69809e48e6645a7b80681576c (1)
948515c69809e48e6645a7b80681576c (1)
 
Sentença amazonas
Sentença amazonasSentença amazonas
Sentença amazonas
 
Barroso suspende pagamento de auxílios a membros do MP de MG
Barroso suspende pagamento de auxílios a membros do MP de MGBarroso suspende pagamento de auxílios a membros do MP de MG
Barroso suspende pagamento de auxílios a membros do MP de MG
 
Julgamento acórdão idec x nossa caixa bb
Julgamento acórdão idec x nossa caixa  bbJulgamento acórdão idec x nossa caixa  bb
Julgamento acórdão idec x nossa caixa bb
 

Destaque

Luís Paulo Brentano é denunciado pela morte do surfista Ricardo dos Santos
Luís Paulo Brentano é denunciado pela morte do surfista Ricardo dos SantosLuís Paulo Brentano é denunciado pela morte do surfista Ricardo dos Santos
Luís Paulo Brentano é denunciado pela morte do surfista Ricardo dos SantosMinistério Público de Santa Catarina
 

Destaque (20)

Termo de Ajustamento de Conduta - 06.2015.00005323-4
Termo de Ajustamento de Conduta - 06.2015.00005323-4Termo de Ajustamento de Conduta - 06.2015.00005323-4
Termo de Ajustamento de Conduta - 06.2015.00005323-4
 
Regime Juridico das Matas Ciliares
Regime Juridico das Matas CiliaresRegime Juridico das Matas Ciliares
Regime Juridico das Matas Ciliares
 
Agravo de Instrumento - 2014.027405-5
Agravo de Instrumento - 2014.027405-5Agravo de Instrumento - 2014.027405-5
Agravo de Instrumento - 2014.027405-5
 
TAC - POA 06.2014.00011590-0
TAC - POA 06.2014.00011590-0TAC - POA 06.2014.00011590-0
TAC - POA 06.2014.00011590-0
 
Propaganda política
Propaganda políticaPropaganda política
Propaganda política
 
Ação Direta de Incostitucionalidade - 2014.005706-4
Ação Direta de Incostitucionalidade - 2014.005706-4Ação Direta de Incostitucionalidade - 2014.005706-4
Ação Direta de Incostitucionalidade - 2014.005706-4
 
Recurso Extraordinário com Agravo - 827.071
Recurso Extraordinário com Agravo - 827.071Recurso Extraordinário com Agravo - 827.071
Recurso Extraordinário com Agravo - 827.071
 
Agravo de Instrumento N. 2014.024566-9
Agravo de Instrumento N. 2014.024566-9Agravo de Instrumento N. 2014.024566-9
Agravo de Instrumento N. 2014.024566-9
 
Médicos e dentistas de Vitor Meireles terão de bater ponto
Médicos e dentistas de Vitor Meireles terão de bater pontoMédicos e dentistas de Vitor Meireles terão de bater ponto
Médicos e dentistas de Vitor Meireles terão de bater ponto
 
Recurso especial 1.350.169
Recurso especial 1.350.169Recurso especial 1.350.169
Recurso especial 1.350.169
 
Agravo de Instrumento - 2014.007952-7
Agravo de Instrumento - 2014.007952-7Agravo de Instrumento - 2014.007952-7
Agravo de Instrumento - 2014.007952-7
 
Florianópolis se compromete a melhorar infraestrutura das praias
Florianópolis se compromete a melhorar infraestrutura das praiasFlorianópolis se compromete a melhorar infraestrutura das praias
Florianópolis se compromete a melhorar infraestrutura das praias
 
Agravo de Instrumento - 2014.043238-9
Agravo de Instrumento - 2014.043238-9Agravo de Instrumento - 2014.043238-9
Agravo de Instrumento - 2014.043238-9
 
Luís Paulo Brentano é denunciado pela morte do surfista Ricardo dos Santos
Luís Paulo Brentano é denunciado pela morte do surfista Ricardo dos SantosLuís Paulo Brentano é denunciado pela morte do surfista Ricardo dos Santos
Luís Paulo Brentano é denunciado pela morte do surfista Ricardo dos Santos
 
Licenças para área de restinga
Licenças para área de restingaLicenças para área de restinga
Licenças para área de restinga
 
Apelação Cível - 2014.041776-5
Apelação Cível - 2014.041776-5Apelação Cível - 2014.041776-5
Apelação Cível - 2014.041776-5
 
Agravo de Instrumento n. 2014.007076-3
Agravo de Instrumento n. 2014.007076-3Agravo de Instrumento n. 2014.007076-3
Agravo de Instrumento n. 2014.007076-3
 
Apelação Civel - 2013.077286-4
Apelação Civel - 2013.077286-4Apelação Civel - 2013.077286-4
Apelação Civel - 2013.077286-4
 
Inquérito Civil - 06.2012.00008464-8
Inquérito Civil - 06.2012.00008464-8Inquérito Civil - 06.2012.00008464-8
Inquérito Civil - 06.2012.00008464-8
 
Pedido de Suspensão de Liminar - 2014.058424-8
Pedido de Suspensão de Liminar - 2014.058424-8Pedido de Suspensão de Liminar - 2014.058424-8
Pedido de Suspensão de Liminar - 2014.058424-8
 

Semelhante a Decisão STJ sobre improbidade administrativa e sanções aplicadas

Princípio da moralidade improbidade - atestado médico para si próprio
Princípio da moralidade   improbidade - atestado médico para si próprioPrincípio da moralidade   improbidade - atestado médico para si próprio
Princípio da moralidade improbidade - atestado médico para si próprioJosé Rogério de Sousa Mendes Júnior
 
Ação civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidos
Ação civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidosAção civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidos
Ação civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidosallaymer
 
Apelação cível. ação civil pública por ato de improbidade cumulacao de cargos
Apelação cível. ação civil pública por ato de improbidade cumulacao de cargosApelação cível. ação civil pública por ato de improbidade cumulacao de cargos
Apelação cível. ação civil pública por ato de improbidade cumulacao de cargosInforma Jurídico
 
Princípio da impessoalidade e moralidade promoção pessoal prefeito e improb...
Princípio da impessoalidade e moralidade   promoção pessoal prefeito e improb...Princípio da impessoalidade e moralidade   promoção pessoal prefeito e improb...
Princípio da impessoalidade e moralidade promoção pessoal prefeito e improb...José Rogério de Sousa Mendes Júnior
 
TJ-SP aplica a retroatividade da reforma da LIA e absolve Osvaldo Dias, ex-pr...
TJ-SP aplica a retroatividade da reforma da LIA e absolve Osvaldo Dias, ex-pr...TJ-SP aplica a retroatividade da reforma da LIA e absolve Osvaldo Dias, ex-pr...
TJ-SP aplica a retroatividade da reforma da LIA e absolve Osvaldo Dias, ex-pr...Luís Carlos Nunes
 
Apelação cível. ação civil pública por ato de improbidade desvio de finalidade
Apelação cível. ação civil pública por ato de improbidade   desvio de finalidadeApelação cível. ação civil pública por ato de improbidade   desvio de finalidade
Apelação cível. ação civil pública por ato de improbidade desvio de finalidadeInforma Jurídico
 
Dano moral presumido - Extravio de talonários de cheques - Inclusão indevida ...
Dano moral presumido - Extravio de talonários de cheques - Inclusão indevida ...Dano moral presumido - Extravio de talonários de cheques - Inclusão indevida ...
Dano moral presumido - Extravio de talonários de cheques - Inclusão indevida ...Luiz F T Siqueira
 
Sentença reafirma decisão do TCU contra Ana Paula da Silva
Sentença reafirma decisão do TCU contra Ana Paula da SilvaSentença reafirma decisão do TCU contra Ana Paula da Silva
Sentença reafirma decisão do TCU contra Ana Paula da SilvaPCdoB Bombinhas
 
Processo luciana santos
Processo luciana santosProcesso luciana santos
Processo luciana santosgueste86b245
 
Inquerito administrativo nulidade ato administrativo
Inquerito administrativo nulidade ato administrativoInquerito administrativo nulidade ato administrativo
Inquerito administrativo nulidade ato administrativoallaymer
 
Leiloeira que embolsou quase R$ 26 mil indevidamente volta a ser condenada em...
Leiloeira que embolsou quase R$ 26 mil indevidamente volta a ser condenada em...Leiloeira que embolsou quase R$ 26 mil indevidamente volta a ser condenada em...
Leiloeira que embolsou quase R$ 26 mil indevidamente volta a ser condenada em...Rondoniadinamica Jornal Eletrônico
 
Apelação cível. ação anulatória. processo
Apelação cível. ação anulatória. processoApelação cível. ação anulatória. processo
Apelação cível. ação anulatória. processoInforma Jurídico
 
STJ negou liminar a Bruno Pereira para volta ao comando de São Lourenço
STJ negou liminar a Bruno Pereira para volta ao comando de São LourençoSTJ negou liminar a Bruno Pereira para volta ao comando de São Lourenço
STJ negou liminar a Bruno Pereira para volta ao comando de São LourençoJamildo Melo
 
Kiko Teixeira, condenado em 2ª Instância recorre ao STJ e PGR pede a manutenç...
Kiko Teixeira, condenado em 2ª Instância recorre ao STJ e PGR pede a manutenç...Kiko Teixeira, condenado em 2ª Instância recorre ao STJ e PGR pede a manutenç...
Kiko Teixeira, condenado em 2ª Instância recorre ao STJ e PGR pede a manutenç...Luís Carlos Nunes
 
Recurso ordinário negado. voto.
Recurso ordinário negado. voto.Recurso ordinário negado. voto.
Recurso ordinário negado. voto.Francisco Brito
 

Semelhante a Decisão STJ sobre improbidade administrativa e sanções aplicadas (20)

Princípio da moralidade improbidade - atestado médico para si próprio
Princípio da moralidade   improbidade - atestado médico para si próprioPrincípio da moralidade   improbidade - atestado médico para si próprio
Princípio da moralidade improbidade - atestado médico para si próprio
 
Ação civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidos
Ação civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidosAção civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidos
Ação civil pública objetivando o ressarcimento ao erario de valores recebidos
 
Agravo em Recurso Especial Nº 1.153.236 - SC (2017/0203867-7)
Agravo em Recurso Especial Nº 1.153.236 - SC (2017/0203867-7)Agravo em Recurso Especial Nº 1.153.236 - SC (2017/0203867-7)
Agravo em Recurso Especial Nº 1.153.236 - SC (2017/0203867-7)
 
Apelação cível. ação civil pública por ato de improbidade cumulacao de cargos
Apelação cível. ação civil pública por ato de improbidade cumulacao de cargosApelação cível. ação civil pública por ato de improbidade cumulacao de cargos
Apelação cível. ação civil pública por ato de improbidade cumulacao de cargos
 
Princípio da impessoalidade e moralidade promoção pessoal prefeito e improb...
Princípio da impessoalidade e moralidade   promoção pessoal prefeito e improb...Princípio da impessoalidade e moralidade   promoção pessoal prefeito e improb...
Princípio da impessoalidade e moralidade promoção pessoal prefeito e improb...
 
TJ-SP aplica a retroatividade da reforma da LIA e absolve Osvaldo Dias, ex-pr...
TJ-SP aplica a retroatividade da reforma da LIA e absolve Osvaldo Dias, ex-pr...TJ-SP aplica a retroatividade da reforma da LIA e absolve Osvaldo Dias, ex-pr...
TJ-SP aplica a retroatividade da reforma da LIA e absolve Osvaldo Dias, ex-pr...
 
Apelação cível. ação civil pública por ato de improbidade desvio de finalidade
Apelação cível. ação civil pública por ato de improbidade   desvio de finalidadeApelação cível. ação civil pública por ato de improbidade   desvio de finalidade
Apelação cível. ação civil pública por ato de improbidade desvio de finalidade
 
Improbidade Administrativa - 2014.031181-0
Improbidade Administrativa - 2014.031181-0Improbidade Administrativa - 2014.031181-0
Improbidade Administrativa - 2014.031181-0
 
Dano moral presumido - Extravio de talonários de cheques - Inclusão indevida ...
Dano moral presumido - Extravio de talonários de cheques - Inclusão indevida ...Dano moral presumido - Extravio de talonários de cheques - Inclusão indevida ...
Dano moral presumido - Extravio de talonários de cheques - Inclusão indevida ...
 
Sentença reafirma decisão do TCU contra Ana Paula da Silva
Sentença reafirma decisão do TCU contra Ana Paula da SilvaSentença reafirma decisão do TCU contra Ana Paula da Silva
Sentença reafirma decisão do TCU contra Ana Paula da Silva
 
Processo luciana santos
Processo luciana santosProcesso luciana santos
Processo luciana santos
 
Inquerito administrativo nulidade ato administrativo
Inquerito administrativo nulidade ato administrativoInquerito administrativo nulidade ato administrativo
Inquerito administrativo nulidade ato administrativo
 
AgRg no Resp - 1485110
AgRg no Resp - 1485110AgRg no Resp - 1485110
AgRg no Resp - 1485110
 
Leiloeira que embolsou quase R$ 26 mil indevidamente volta a ser condenada em...
Leiloeira que embolsou quase R$ 26 mil indevidamente volta a ser condenada em...Leiloeira que embolsou quase R$ 26 mil indevidamente volta a ser condenada em...
Leiloeira que embolsou quase R$ 26 mil indevidamente volta a ser condenada em...
 
Agravo em recurso especial 204.696
Agravo em recurso especial   204.696Agravo em recurso especial   204.696
Agravo em recurso especial 204.696
 
Apelação cível. ação anulatória. processo
Apelação cível. ação anulatória. processoApelação cível. ação anulatória. processo
Apelação cível. ação anulatória. processo
 
STJ negou liminar a Bruno Pereira para volta ao comando de São Lourenço
STJ negou liminar a Bruno Pereira para volta ao comando de São LourençoSTJ negou liminar a Bruno Pereira para volta ao comando de São Lourenço
STJ negou liminar a Bruno Pereira para volta ao comando de São Lourenço
 
Kiko Teixeira, condenado em 2ª Instância recorre ao STJ e PGR pede a manutenç...
Kiko Teixeira, condenado em 2ª Instância recorre ao STJ e PGR pede a manutenç...Kiko Teixeira, condenado em 2ª Instância recorre ao STJ e PGR pede a manutenç...
Kiko Teixeira, condenado em 2ª Instância recorre ao STJ e PGR pede a manutenç...
 
Decisão stj blog
Decisão stj blogDecisão stj blog
Decisão stj blog
 
Recurso ordinário negado. voto.
Recurso ordinário negado. voto.Recurso ordinário negado. voto.
Recurso ordinário negado. voto.
 

Mais de Ministério Público de Santa Catarina

Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...
Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...
Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...Ministério Público de Santa Catarina
 
MPSC recomenda que Município de Itajaí ajuste agendamento, reduza filas e gar...
MPSC recomenda que Município de Itajaí ajuste agendamento, reduza filas e gar...MPSC recomenda que Município de Itajaí ajuste agendamento, reduza filas e gar...
MPSC recomenda que Município de Itajaí ajuste agendamento, reduza filas e gar...Ministério Público de Santa Catarina
 
Florianópolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
Florianópolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...Florianópolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
Florianópolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...Ministério Público de Santa Catarina
 
São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...Ministério Público de Santa Catarina
 
Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...
Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...
Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...Ministério Público de Santa Catarina
 
Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...
Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...
Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...Ministério Público de Santa Catarina
 
Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...
Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...
Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...Ministério Público de Santa Catarina
 
Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...Ministério Público de Santa Catarina
 
São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...
São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...
São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...Ministério Público de Santa Catarina
 
Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...
Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...
Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...Ministério Público de Santa Catarina
 
Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...
Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...
Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...Ministério Público de Santa Catarina
 
São José: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
São José: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...São José: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
São José: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...Ministério Público de Santa Catarina
 
Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...
Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...
Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...Ministério Público de Santa Catarina
 

Mais de Ministério Público de Santa Catarina (20)

linha-comin-gestao_B (1).pdf
linha-comin-gestao_B (1).pdflinha-comin-gestao_B (1).pdf
linha-comin-gestao_B (1).pdf
 
RGI_2022_VF.pdf
RGI_2022_VF.pdfRGI_2022_VF.pdf
RGI_2022_VF.pdf
 
Planejamento Estratégico 2022-2029
Planejamento Estratégico 2022-2029Planejamento Estratégico 2022-2029
Planejamento Estratégico 2022-2029
 
Decisão Ação n. 5019538-86.2021.8.24.0005
Decisão Ação n. 5019538-86.2021.8.24.0005Decisão Ação n. 5019538-86.2021.8.24.0005
Decisão Ação n. 5019538-86.2021.8.24.0005
 
Ação Civil Pública n. 5019538-86.2021.8.24.0005
Ação Civil Pública n. 5019538-86.2021.8.24.0005Ação Civil Pública n. 5019538-86.2021.8.24.0005
Ação Civil Pública n. 5019538-86.2021.8.24.0005
 
Cartilha Mulheres vocês têm direitos
Cartilha Mulheres vocês têm direitosCartilha Mulheres vocês têm direitos
Cartilha Mulheres vocês têm direitos
 
Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...
Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...
Protocolo com orientações para a escuta humanizada e não revitimizadora da mu...
 
MPSC recomenda que Município de Itajaí ajuste agendamento, reduza filas e gar...
MPSC recomenda que Município de Itajaí ajuste agendamento, reduza filas e gar...MPSC recomenda que Município de Itajaí ajuste agendamento, reduza filas e gar...
MPSC recomenda que Município de Itajaí ajuste agendamento, reduza filas e gar...
 
Manual do Sistema Apoia Online
Manual do Sistema Apoia OnlineManual do Sistema Apoia Online
Manual do Sistema Apoia Online
 
Florianópolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
Florianópolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...Florianópolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
Florianópolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
 
São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
São Bonifácio: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e de...
 
Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...
Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...
Águas Mornas: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e des...
 
Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...
Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...
Rancho Queimado: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e ...
 
Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...
Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...
Anitápolis: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desco...
 
Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
Angelina: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
 
São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...
São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...
São Pedro de Alcântara: liminar suspende decreto que inverteu ordem de priori...
 
Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...
Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...
Santo Amaro da Imperatriz: liminar suspende decreto que inverteu ordem de pri...
 
Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...
Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...
Palhoça: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e desconsi...
 
São José: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
São José: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...São José: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
São José: liminar suspende decreto que inverteu ordem de prioridade e descons...
 
Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...
Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...
Protocolo Pisc Protocolo de Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa Idosa em S...
 

Decisão STJ sobre improbidade administrativa e sanções aplicadas

  • 1. Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 1.452.792 - SC (2014/0106425-2) RELATOR : MINISTRO BENEDITO GONÇALVES RECORRENTE : RENI ANTÔNIO VILLA ADVOGADOS : ANDRÉ LUIZ BERNARDI FABIANO DE MARCO RECORRIDO : MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SANTA CATARINA EMENTA ADMINISTRATIVO. RECURSO ESPECIAL. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. VIOLAÇÃO A PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. ELEMENTO SUBJETIVO DOLO GENÉRICO. CARACTERIZADO. PENALIDADE APLICADA. PROPORCIONALIDADE. REEXAME DO CONJUNTO FÁTICO E PROBATÓRIO DOS AUTOS. IMPOSSIBILIDADE. SÚMULA 7/STJ. RECURSO A QUE SE NEGA SEGUIMENTO. DECISÃO Trata-se de Recurso especial interposto por Reni Antônio Villa, com fundamento no artigo 105, inciso III, alínea 'a', da Constituição Federal, contra Acórdão do Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, assim ementado (fls. 630-645): AÇÃO CIVIL PÚBLICA. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. DEMANDADO QUE, NA CONDIÇÃO DE PREFEITO MUNICIPAL DE ROMELÂNDIA, CONCEDEU AUXÍLIOS FINANCEIROS A MUNÍCIPES A TÍTULO DE REEMBOLSO DE DESPESAS MÉDICAS. INEXISTÊNCIA DE PRÉVIA DEFINIÇÃO DE CRITÉRIOS OBJETIVOS PARA OBTENÇÃO DO BENEFÍCIO. BURLA AO PROCEDIMENTO Li CITATÓRIO. CONCESSÃO DE AUXÍLIOS QUE, ADEMAIS, INTENSIFICOU-SE ÀS VÉSPERAS DO PLEITO ELEITORAL DE 2008, EM QUE O DEMANDADO, ENTÃO ALCAIDE, CONCORREU À REELEIÇÃO E SAGROU-SE VENCEDOR. UTILIZAÇÃO DA MÁQUINA PÚBLICA PARA OBTENÇÃO DE VANTAGEM POLÍTICA. CONDUTA QUE REPRESENTOU ATO ATENTATÓRIO AOS PRINCÍPIOS DA IMPESSOALIDADE E MORALIDADE ADMINISTRATIVA. CARACTERIZAÇÃO DE ATO DE IMPROBIDADE COM AMPARO NO ART. 11, CAPUT, DA LEI N. 8.429/1992. SANÇÕES A SEREM APLICADAS COM FUNDAMENTO NO ART. 12, INC, I1I, DA LIA. DOLO CARACTERIZADO. ATO ÍMPROBO QUE, AO GARANTIR AO RÉU VANTAGEM POLÍTICA INDEVIDA NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE 2008, JUSTIFICA A MANUTENÇÃO; DA CONDENAÇÃO À SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS POR 3 TRÊS ANOS. REDUÇÃO DA MULTA CIVIL PARA 5 (CINCO) VEZES O VALOR DA ÚLTIMA REMUNERAÇÃO DO DEMANDADO. SANÇÃO QUE, A UM SÓ TEMPO, PENALIZA O AGENTE PÚBLICO E REPRESENTA DESESTÍMULO Ã PRÁTICA DE NOVOS ATOS ÍMPROBOS. RECURSO PARCIALMENTE PROVIDO. (grifo nosso). No apelo especial, o recorrente alega violação ao art. 12 da Lei 8.429/92 sob o fundamento de que o acórdão recorrido ao manter sua condenação ao pagamento da multa civil, apesar de reduzi-la, e a suspensão de seus direitos políticos por três anos foge à razoabilidade e Documento: 42783305 - Despacho / Decisão - Site certificado - DJe: 13/02/2015 Página 1 de 5
  • 2. Superior Tribunal de Justiça proporcionalidade quando da aplicação da sanção ao recorrente, ante a inexistência de dano ao erário e proveito patrimonial quanto aos fatos. Contrarrazões às fls. 665-669, pela não admissão do Recurso. Decisão de admissibilidade às fls. 672-674. Parecer do MPF às fls. 685-692, pelo não conhecimento do Recurso. É o relatório. Passo a decidir. Conforme relatado, cinge-se a controvérsia sobre a razoabilidade e proporcionalidade das sanções aplicadas ao recorrente devido a pratica de ato de improbidade administrativa. É firme a jurisprudência desta Corte no sentido de que a revisão da dosimetria das sanções aplicadas em ação de improbidade administrativa implica reexame do conjunto fático-probatório dos autos, encontrando óbice na súmula 7/STJ, salvo se da leitura do acórdão recorrido exsurge a desproporcionalidade na aplicação das sanções. Nesse sentido: AGRAVO REGIMENTAL. ADMINISTRATIVO. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. ATO ÍMPROBO. VIOLAÇÃO A PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. ELEMENTO SUBJETIVO DOLO GENÉRICO. CARACTERIZADO. PRESCINDIBILIDADE DE DANO AO ERÁRIO. PRECEDENTES. SÚMULA 83/STJ. RAZOABILIDADE E PROPORCIONALIDADE. ANÁLISE. REEXAME DE MATÉRIA FÁTICO-PROBATÓRIA. SÚMULA 7/STJ. 1. Para que seja reconhecida a tipificação da conduta do réu como incurso nas previsões da Lei de Improbidade Administrativa, é necessária a demonstração do elemento subjetivo, consubstanciado pelo dolo para os tipos previstos nos arts. 9º e 11 e, ao menos, pela culpa, nas hipóteses do art. 10. 2. Como se vê, as considerações feitas pelo Tribunal de origem não afastam a prática do ato de improbidade administrativa, uma vez que foi constatado o elemento subjetivo dolo genérico na conduta do agente, independente da constatação de dano ao erário, o que caracteriza o ato de improbidade administrativa previsto no art. 11 da Lei 8.429/92. Incidência da Súmula n. 83/STJ. 3. Desconstituir as premissas do aresto quanto à observância da razoabilidade e proporcionalidade da penalidade aplicada requer, necessariamente, o reexame de fatos e provas, o que é vedado ao STJ, em recurso especial, por esbarrar no óbice da Súmula 7/STJ. Agravo regimental improvido. (AgRg no AREsp 533862 / MS, Rel. Ministro HUMBERTO MARTINS, SEGUNDA TURMA, DJe 04/12/2014, grifo nosso). ADMINISTRATIVO. RECURSOS ESPECIAIS. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. ART. 535 DO CPC. FUNDAMENTAÇÃO DEFICIENTE. SÚMULA 284/STF. ART. 11 DA LEI 8.429/92. DOLO AFIRMADO COM BASE NA ANÁLISE DA LEGISLAÇÃO LOCAL E NO CONJUNTO FÁTICO-PROBATÓRIO. REEXAME. IMPOSSIBILIDADE. SÚMULAS 7/STJ E 280/STF. ART. 12 DA LEI 8.429/92. DESPROPORCIONALIDADE NA APLICAÇÃO DAS SANÇÕES. PARECER FAVORÁVEL DO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL E DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL. REDIMENSIONAMENTO. LITISCONSÓRCIO PASSIVO. EXTENSÃO A CORRÉU. EFEITO EXPANSIVO. (...) 3. É firme a jurisprudência desta Corte no sentido de que a revisão da Documento: 42783305 - Despacho / Decisão - Site certificado - DJe: 13/02/2015 Página 2 de 5
  • 3. Superior Tribunal de Justiça dosimetria das sanções aplicadas em ação de improbidade administrativa implica reexame do conjunto fático-probatório dos autos, encontrando óbice na súmula 7/STJ, salvo se da leitura do acórdão recorrido exsurge a desproporcionalidade na aplicação das sanções (...). (...) 5. Recursos especiais providos para, reformando o acórdão recorrido, afastar a pena de perda da função pública e reduzir a multa civil para o valor correspondente a 3 (três) remunerações, mantidas as demais sanções, além de atribuir efeito expansivo subjetivo em favor de corréu. (REsp 1466673 / RO, Rel. Min. BENEDITO GONÇALVES, PRIMEIRA TURMA, DJe 25/11/2014, grifo nosso). PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL. AÇÃO CIVIL PÚBLICA. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. PENALIDADE APLICADA. PROPORCIONALIDADE. REEXAME DO CONJUNTO FÁTICO E PROBATÓRIO DOS AUTOS. IMPOSSIBILIDADE. SÚMULA 7/STJ. 1. Na hipótese, verifica-se que foi com base no conjunto fático probatório dos autos que o Tribunal de origem entendeu pela proporcionalidade das sanções aplicadas (suspensão dos direitos políticos e proibição de contratar com o Poder Público por 3 anos, proibição de receber incentivos fiscais por 5 anos e multa no valor de 3 vezes a remuneração percebida no cargo), diante da evidenciada má-fé na conduta do agente ao realizar contratação para preenchimento de cargo em comissão de auxiliar de enfermagem, sem que o servidor desempenhasse qualquer função de chefia, direção ou assessoramento. 2. Destarte, a revisão de tal entendimento para acolher a pretensão recursal de que a imposição da pena de suspensão dos direitos políticos se mostra desproporcional à abstrata gravidade dos fatos narrados pelo Ministério Público, é tarefa que demandaria, necessariamente, incursão no acervo fático-probatório dos autos, o que é vedado ante o óbice preconizado na Súmula 7 deste Tribunal. 3. Agravo regimental não provido. (AgRg no REsp 1398812 / SE, Rel. Min. MAURO CAMPBELL MARQUES, SEGUNDA TURMA, DJe 30/09/2014, grifo nosso). Com efeito, assim assentou a Corte de origem sobre a aplicação das sanções (fls. 642/643/644/645 - grifo nosso): [...] A autoridade judicial de 1º grau condenou o réu à suspensão dos direitos políticos por 3 (três) anos e ao pagamento de multa civil equivalente a 10 (dez) vezes o valor da última remuneração percebida na condição de Prefeito Municipal de Romelândia, no ano de 2009, devidamente atualizada pelos índices oficiais da Corregedoria-Geral de Justiça. A Lei n. 8.429/11992 dispõe: Art. 12. Independentemente das sanções penais, civis e administrativas previstas na legislação específica, está o responsável pelo ato de improbidade sujeito às seguintes cominações, que podem ser aplicadas isolada ou cumulativamente, de acordo com a gravidade do fato: III - na hipótese do art. 11, ressarcimento integral do dano, se houver, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento Documento: 42783305 - Despacho / Decisão - Site certificado - DJe: 13/02/2015 Página 3 de 5
  • 4. Superior Tribunal de Justiça de multa civil de até cem vezes o valor da remuneração percebida pelo agente e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos. Parágrafo único. Na fixação das penas previstas nesta lei o juiz levará em conta a extensão do dano causado, assim como o proveito patrimonial obtido pelo agente. Caracterizada a ocorrência de ato de improbidade administrativa tipificado no art. 11, caput, da Lei n. 8.429/1992, definem-se as sanções previstas em seu art. 12, inc. III. As reprimendas correspondentes aos atos de improbidade administrativa não são necessariamente cumulativas. A aplicação das medidas deve pautar-se por critérios de razoabilidade e proporcionalidade, ao mesmo tempo que deve representar desestímulo à prática de outros atos que atentem contra os princípios da Administração Pública. [...] Como antes anotado, o demandado, candidato à reeleição ao cargo de Prefeito Municipal, utilizou-se de sua função para obter proveito político mediante o pagamento de auxílios financeiros a munícipes às vésperas das eleições de 2008. Trata-se de conduta que, por acarretar vantagem indevida ao candidato demandado, comprometeu a lisura do processo eleitoral local. Portanto, diante da gravidade do ato praticado pelo réu e à luz do critério da proporcionalidade que deve nortear o julgador na aplicação da mais gravosa entre as penas previstas pela Lei Federal n. 8.429/1992, mantém-se a condenação à perda dos direitos políticos pelo prazo de 3 (três) anos, mínimo estabelecido pelo art. 12, inc. IlI, do referido diploma legal. De outro lado, note-se que o valor a ser fixado a título de multa civil por ato de improbidade administrativa deve estar sintonizado com o grau de lesividade da conduta ímproba e com os critérios da razoabilidade e da proporcionalidade. [...] Ratifica-se que o ato .de improbidade praticado pelo réu atentou contra princípios da Administração Pública e propiciou proveito político indevido a presumir o comprometimento da lisura do processo eleitoral de 2008 no Município de Romelândia. Porém, a multa civil fixada pela autoridade judicial de 1º grau mostra-se demasiadamente excessiva. Logo, considerada a inexistência de locupletamento ilícito por parte do alcaide, o recurso deve ser provido neste ponto para reduzir-se a multa civil para 5 (cinco) vezes o valor da última remuneração do demandado como Prefeito Municipal, valor que se mostra suficiente para, a um só tempo, repreendê-lo por sua conduta ímproba e desestimular a prática de novos atos que atentem contra os princípios da Administração Pública. [...] Sendo assim, desconstituir as premissas do aresto quanto à observância da razoabilidade e proporcionalidade da penalidade aplicada requer, necessariamente, o reexame de fatos e provas, o Documento: 42783305 - Despacho / Decisão - Site certificado - DJe: 13/02/2015 Página 4 de 5
  • 5. Superior Tribunal de Justiça que é vedado ao STJ, em recurso especial, por esbarrar no óbice da Súmula 7/STJ. Ante o exposto, com fundamento no art. 557, caput, do CPC, nego seguimento ao Recurso Especial. Publique-se. Intimem-se. Brasília (DF), 05 de dezembro de 2014. MINISTRO BENEDITO GONÇALVES Relator Documento: 42783305 - Despacho / Decisão - Site certificado - DJe: 13/02/2015 Página 5 de 5