SlideShare uma empresa Scribd logo

Salas de estabilização para reforçar urgências

Ação permite a instalação de salas de estabilização nas unidades de saúde. Estruturas servirão para atender pacientes graves durante 24 horas por dia

1 de 2
Baixar para ler offline
Boletim informativo do Ministério da Saúde                                                      Ano 1      nº55 Outubro 2011


             SAÚDE LANÇA SALAS DE ESTABILIZAÇÃO PARA
              REFORÇAR URGÊNCIA PRÓXIMA DO CIDADÃO
                 Ação permite a instalação de salas de estabilização nas unidades de saúde.
                 Estruturas servirão para atender pacientes graves durante 24 horas por dia
    O Ministério da Saúde lançou mais uma ofensiva para diminuir a lotação das emergências dos
    hospitais e trazer o atendimento mais próximo da residência do cidadão. A Saúde Toda Hora, que está
    reorganizando a rede de urgência e emergência do país, passou a incentivar os municípios a instalar
    as Salas de Estabilização.

    Essas Salas são estruturas instaladas em unidades de saúde que atenderão a população 24 horas,
    em todos os dias da semana. Com uma equipe de médico, enfermeiro e pessoal técnico, prestarão
    assistência temporária para estabilização de pacientes em estado grave ou de condição clínica frágil
    provocada, por exemplo, por acidentes ou traumas – ou seja, pacientes que necessitem de cuidados
    imediatos clínicos, cirúrgicos, gineco-obstétricos ou em saúde mental.

             As Salas de Estabilização serão articuladas com a rede de atenção básica, o SAMU
             192, as UPAs 24h e os hospitais, seguindo a lógica do Saúde Toda Hora. Essas
             estruturas integram os serviços de urgências com o objetivo de apoiar a assistência,
             garantindo um atendimento mais ágil e eficaz à população
                                                                                 Ministro Alexandre Padilha
FUNCIONAMENTO – As salas possuem as funções de fornecer a retaguarda de pacientes em regime de urgência
e também na Atenção Básica, realizando atendimentos e procedimentos médicos e de enfermagem em casos de
maior gravidade. Os pacientes, após estabilização clínica, podem ser encaminhados diretamente para a internação
nos hospitais.

A medida possibilita realizar o atendimento que compreende a complexidade clínica e traumática do paciente,
o que possibilita, a partir do primeiro atendimento encaminhar a pessoa diretamente para o serviço que precisa,
proporcionando a continuidade do seu tratamento. A lógica do sistema é ser integrado com o SAMU 192 e as
outras estruturas da rede de urgência, como a UPA 192 e os hospitais. O objetivo é apoiar a assistência, garantindo
um atendimento mais ágil e eficaz à população.

 RECURSOS – O Ministério da Saúde investirá R$ 100 mil por sala, a ser repassado aos municípios responsáveis
 pela implantação. O custeio das estruturas é de R$ 25 mil mensal. Para os municípios da Amazônia Legal, do
 Nordeste e das regiões de extrema pobreza o valor do custeio mensal sobe para R$ 35 mil. Os recursos serão
 repassados via Fundo Nacional de Saúde.

Os estados e municípios que desejam receber o incentivo financeiro precisarão enviar ao Ministério da Saúde
uma proposta de implantação, que deverá ser elaborada conforme diretrizes estabelecidas pelo Plano Regional
da Rede de Atenção às Urgências. As salas poderão ser instaladas em hospitais de pequeno porte (públicos ou
filantrópicos), em Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou em Unidades Mistas.

                        Saiba mais: www.saude.gov.br / Assessoria Parlamentar do Ministério da Saúde
                         Tel.: (61) 3315-2060/2219 / e-mail: aspar@saude.gov.br / Produção: Ascom/MS

Recomendados

Lei 8080 esquematizada
Lei 8080 esquematizadaLei 8080 esquematizada
Lei 8080 esquematizadaEstrategiaConc
 
Assistência de enfermagem às infecções respiratórias agudas.
Assistência de enfermagem às infecções respiratórias agudas.Assistência de enfermagem às infecções respiratórias agudas.
Assistência de enfermagem às infecções respiratórias agudas.Cleiton Ribeiro Alves
 
Urgência e emergências cardiovasculares
Urgência e emergências cardiovascularesUrgência e emergências cardiovasculares
Urgência e emergências cardiovascularesjudicleia silva
 
Pnab -programa nacional da Atenção básica
Pnab -programa nacional da Atenção básicaPnab -programa nacional da Atenção básica
Pnab -programa nacional da Atenção básicaJarquineide Silva
 
(Mapa Mental) SUS - LEI 8080 - [Da Organização, da Direção e da Gestão]
(Mapa Mental) SUS - LEI 8080 - [Da Organização, da Direção e da Gestão](Mapa Mental) SUS - LEI 8080 - [Da Organização, da Direção e da Gestão]
(Mapa Mental) SUS - LEI 8080 - [Da Organização, da Direção e da Gestão]Juliana Alves Roque
 
4ª aula 1º slid humaniza sus
4ª aula 1º slid humaniza sus4ª aula 1º slid humaniza sus
4ª aula 1º slid humaniza susFrancisco Fialho
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Humaniza sus prof. Carlos
Humaniza sus   prof. CarlosHumaniza sus   prof. Carlos
Humaniza sus prof. CarlosAprova Saúde
 
Aula saude do idoso
Aula saude do idosoAula saude do idoso
Aula saude do idosomorgausesp
 
Aula Sistemas de informação Atualizada.pptx
Aula Sistemas de informação Atualizada.pptxAula Sistemas de informação Atualizada.pptx
Aula Sistemas de informação Atualizada.pptxRAFAELACAVALCANTILIR
 
Humanização Na Assistencia de Enfermagem
Humanização Na Assistencia de  EnfermagemHumanização Na Assistencia de  Enfermagem
Humanização Na Assistencia de EnfermagemCharles Lima
 
Assistencia de-enfermagem-em-puericultura
Assistencia de-enfermagem-em-puericulturaAssistencia de-enfermagem-em-puericultura
Assistencia de-enfermagem-em-puericulturaEDSON ALAN QUEIROZ
 
Hipertensão - Professor Robson
Hipertensão - Professor RobsonHipertensão - Professor Robson
Hipertensão - Professor RobsonProfessor Robson
 
Saude da familia
Saude da familiaSaude da familia
Saude da familiakarensuelen
 
Enfermagem o papel e a importância
Enfermagem   o papel e a importânciaEnfermagem   o papel e a importância
Enfermagem o papel e a importânciaCélia Costa
 
Hipertensão arterial e diabetes mellitus
Hipertensão arterial e diabetes mellitusHipertensão arterial e diabetes mellitus
Hipertensão arterial e diabetes mellitusLUNATH
 
SAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptx
SAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptxSAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptx
SAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptxWellingtonTeixeira24
 

Mais procurados (20)

Uti
UtiUti
Uti
 
Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus
Hipertensão Arterial e Diabetes MellitusHipertensão Arterial e Diabetes Mellitus
Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus
 
Humaniza sus prof. Carlos
Humaniza sus   prof. CarlosHumaniza sus   prof. Carlos
Humaniza sus prof. Carlos
 
Aula saude do idoso
Aula saude do idosoAula saude do idoso
Aula saude do idoso
 
Aula Introdutória de Saúde Coletiva
Aula Introdutória de Saúde ColetivaAula Introdutória de Saúde Coletiva
Aula Introdutória de Saúde Coletiva
 
Aula Sistemas de informação Atualizada.pptx
Aula Sistemas de informação Atualizada.pptxAula Sistemas de informação Atualizada.pptx
Aula Sistemas de informação Atualizada.pptx
 
Enfermagem em saude_coletiva
Enfermagem em saude_coletivaEnfermagem em saude_coletiva
Enfermagem em saude_coletiva
 
Humanização Na Assistencia de Enfermagem
Humanização Na Assistencia de  EnfermagemHumanização Na Assistencia de  Enfermagem
Humanização Na Assistencia de Enfermagem
 
Assistencia de-enfermagem-em-puericultura
Assistencia de-enfermagem-em-puericulturaAssistencia de-enfermagem-em-puericultura
Assistencia de-enfermagem-em-puericultura
 
Atenção Primária à Saúde
Atenção Primária à SaúdeAtenção Primária à Saúde
Atenção Primária à Saúde
 
Saúde do Adulto: enfermagem
Saúde do Adulto: enfermagemSaúde do Adulto: enfermagem
Saúde do Adulto: enfermagem
 
Hipertensão - Professor Robson
Hipertensão - Professor RobsonHipertensão - Professor Robson
Hipertensão - Professor Robson
 
Saude da familia
Saude da familiaSaude da familia
Saude da familia
 
Enfermagem o papel e a importância
Enfermagem   o papel e a importânciaEnfermagem   o papel e a importância
Enfermagem o papel e a importância
 
SUS
SUSSUS
SUS
 
Hipertensão arterial e diabetes mellitus
Hipertensão arterial e diabetes mellitusHipertensão arterial e diabetes mellitus
Hipertensão arterial e diabetes mellitus
 
Associação Brasileira de Enfermagem - ABEn
Associação Brasileira de Enfermagem - ABEnAssociação Brasileira de Enfermagem - ABEn
Associação Brasileira de Enfermagem - ABEn
 
Cartilha Urgência e Emergência
Cartilha Urgência e EmergênciaCartilha Urgência e Emergência
Cartilha Urgência e Emergência
 
SAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptx
SAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptxSAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptx
SAÚDE DA CRIANÇA E ADOLESCENTE AULA 2.pptx
 
ORGANIZAÇÃO HOSPITALAR
ORGANIZAÇÃO HOSPITALARORGANIZAÇÃO HOSPITALAR
ORGANIZAÇÃO HOSPITALAR
 

Semelhante a Salas de estabilização para reforçar urgências

Governo lança o “SOS Emergências” para aprimorar a gestão de hospitais
Governo lança o “SOS Emergências” para aprimorar a gestão de hospitaisGoverno lança o “SOS Emergências” para aprimorar a gestão de hospitais
Governo lança o “SOS Emergências” para aprimorar a gestão de hospitaisMinistério da Saúde
 
Unopar (TrabalhoInterdisciplinar de Grupo) upa 24 horas
Unopar (TrabalhoInterdisciplinar de Grupo) upa 24 horasUnopar (TrabalhoInterdisciplinar de Grupo) upa 24 horas
Unopar (TrabalhoInterdisciplinar de Grupo) upa 24 horasJoão Silva
 
Componentes e interfaces da rede de atenção às
Componentes e interfaces da rede de atenção àsComponentes e interfaces da rede de atenção às
Componentes e interfaces da rede de atenção àsJosé Carlos Pereira
 
Informe saude.outubro
Informe saude.outubroInforme saude.outubro
Informe saude.outubroneepssuerj
 
Portaria n 1.601 msaude
Portaria n 1.601 msaudePortaria n 1.601 msaude
Portaria n 1.601 msaudeCarlos França
 
Programa “Melhor em Casa” leva assistência às residências dos brasileiros
 Programa “Melhor em Casa” leva assistência às residências dos brasileiros Programa “Melhor em Casa” leva assistência às residências dos brasileiros
Programa “Melhor em Casa” leva assistência às residências dos brasileirosMinistério da Saúde
 
Programa melhor em casa
Programa melhor em casaPrograma melhor em casa
Programa melhor em casaAnielle Alves
 
Plano de Governo Délbio Teruel
Plano de Governo Délbio TeruelPlano de Governo Délbio Teruel
Plano de Governo Délbio TeruelSueli Actum
 
aula undade basica 22 02.pptx
aula undade basica 22 02.pptxaula undade basica 22 02.pptx
aula undade basica 22 02.pptxCHRISLAYNESILVA2
 
09 00-11-slidesemergenciadia02 (1)
09 00-11-slidesemergenciadia02 (1)09 00-11-slidesemergenciadia02 (1)
09 00-11-slidesemergenciadia02 (1)Vanessa Barreto
 
Estrutura organizacional dos serviços de saúde - Redes de Atenção à Saúde (RAS)
Estrutura organizacional dos serviços de saúde - Redes de Atenção à Saúde (RAS)Estrutura organizacional dos serviços de saúde - Redes de Atenção à Saúde (RAS)
Estrutura organizacional dos serviços de saúde - Redes de Atenção à Saúde (RAS)Patrícia Cruz Rodrigues Marion
 
Apresentação do samu para alunos
Apresentação do samu para alunosApresentação do samu para alunos
Apresentação do samu para alunosBolivar Saldaña
 
Plano de governo muda sombrio
Plano de governo muda sombrioPlano de governo muda sombrio
Plano de governo muda sombrioBrenner Cardoso
 
ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA URGÊNCIA E EMERGÊNCIA UNIDADE 1 1 2 3.pptx
ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA URGÊNCIA E EMERGÊNCIA UNIDADE 1 1 2 3.pptxASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA URGÊNCIA E EMERGÊNCIA UNIDADE 1 1 2 3.pptx
ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA URGÊNCIA E EMERGÊNCIA UNIDADE 1 1 2 3.pptxRaymariAlmeida1
 
Rede de urgência e emergência crs leste
Rede de urgência e emergência crs lesteRede de urgência e emergência crs leste
Rede de urgência e emergência crs lesteRubens Kon
 
Apresentação RUE.pptx
Apresentação RUE.pptxApresentação RUE.pptx
Apresentação RUE.pptxssuser51d27c1
 
Programa eleitoral 2015 - Saúde - PCP
Programa eleitoral 2015 - Saúde - PCPPrograma eleitoral 2015 - Saúde - PCP
Programa eleitoral 2015 - Saúde - PCPMgfamiliar Net
 

Semelhante a Salas de estabilização para reforçar urgências (20)

Governo lança o “SOS Emergências” para aprimorar a gestão de hospitais
Governo lança o “SOS Emergências” para aprimorar a gestão de hospitaisGoverno lança o “SOS Emergências” para aprimorar a gestão de hospitais
Governo lança o “SOS Emergências” para aprimorar a gestão de hospitais
 
Portaria 1.601 ms
Portaria 1.601 msPortaria 1.601 ms
Portaria 1.601 ms
 
Unopar (TrabalhoInterdisciplinar de Grupo) upa 24 horas
Unopar (TrabalhoInterdisciplinar de Grupo) upa 24 horasUnopar (TrabalhoInterdisciplinar de Grupo) upa 24 horas
Unopar (TrabalhoInterdisciplinar de Grupo) upa 24 horas
 
Componentes e interfaces da rede de atenção às
Componentes e interfaces da rede de atenção àsComponentes e interfaces da rede de atenção às
Componentes e interfaces da rede de atenção às
 
Plano de Governo Municipal - Jânio Darrot
Plano de Governo Municipal - Jânio DarrotPlano de Governo Municipal - Jânio Darrot
Plano de Governo Municipal - Jânio Darrot
 
Informe saude.outubro
Informe saude.outubroInforme saude.outubro
Informe saude.outubro
 
Portaria n 1.601 msaude
Portaria n 1.601 msaudePortaria n 1.601 msaude
Portaria n 1.601 msaude
 
Programa “Melhor em Casa” leva assistência às residências dos brasileiros
 Programa “Melhor em Casa” leva assistência às residências dos brasileiros Programa “Melhor em Casa” leva assistência às residências dos brasileiros
Programa “Melhor em Casa” leva assistência às residências dos brasileiros
 
Programa melhor em casa
Programa melhor em casaPrograma melhor em casa
Programa melhor em casa
 
Plano de Governo Délbio Teruel
Plano de Governo Délbio TeruelPlano de Governo Délbio Teruel
Plano de Governo Délbio Teruel
 
Atenção Especializada no Paraná
Atenção Especializada no ParanáAtenção Especializada no Paraná
Atenção Especializada no Paraná
 
aula undade basica 22 02.pptx
aula undade basica 22 02.pptxaula undade basica 22 02.pptx
aula undade basica 22 02.pptx
 
09 00-11-slidesemergenciadia02 (1)
09 00-11-slidesemergenciadia02 (1)09 00-11-slidesemergenciadia02 (1)
09 00-11-slidesemergenciadia02 (1)
 
Estrutura organizacional dos serviços de saúde - Redes de Atenção à Saúde (RAS)
Estrutura organizacional dos serviços de saúde - Redes de Atenção à Saúde (RAS)Estrutura organizacional dos serviços de saúde - Redes de Atenção à Saúde (RAS)
Estrutura organizacional dos serviços de saúde - Redes de Atenção à Saúde (RAS)
 
Apresentação do samu para alunos
Apresentação do samu para alunosApresentação do samu para alunos
Apresentação do samu para alunos
 
Plano de governo muda sombrio
Plano de governo muda sombrioPlano de governo muda sombrio
Plano de governo muda sombrio
 
ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA URGÊNCIA E EMERGÊNCIA UNIDADE 1 1 2 3.pptx
ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA URGÊNCIA E EMERGÊNCIA UNIDADE 1 1 2 3.pptxASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA URGÊNCIA E EMERGÊNCIA UNIDADE 1 1 2 3.pptx
ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA URGÊNCIA E EMERGÊNCIA UNIDADE 1 1 2 3.pptx
 
Rede de urgência e emergência crs leste
Rede de urgência e emergência crs lesteRede de urgência e emergência crs leste
Rede de urgência e emergência crs leste
 
Apresentação RUE.pptx
Apresentação RUE.pptxApresentação RUE.pptx
Apresentação RUE.pptx
 
Programa eleitoral 2015 - Saúde - PCP
Programa eleitoral 2015 - Saúde - PCPPrograma eleitoral 2015 - Saúde - PCP
Programa eleitoral 2015 - Saúde - PCP
 

Mais de Ministério da Saúde

Microcefalia - Perguntas e Respostas
Microcefalia - Perguntas e RespostasMicrocefalia - Perguntas e Respostas
Microcefalia - Perguntas e RespostasMinistério da Saúde
 
Carta Aberta à População - Vacina HPV
Carta Aberta à População - Vacina HPVCarta Aberta à População - Vacina HPV
Carta Aberta à População - Vacina HPVMinistério da Saúde
 
Política de Segurança da Participação dos Internautas
Política de Segurança da Participação dos InternautasPolítica de Segurança da Participação dos Internautas
Política de Segurança da Participação dos InternautasMinistério da Saúde
 
Campanha para população em situação de rua
Campanha para população em situação de rua Campanha para população em situação de rua
Campanha para população em situação de rua Ministério da Saúde
 
Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015
Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015
Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015Ministério da Saúde
 
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsitoGoverno Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsitoMinistério da Saúde
 
Hepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo Clínico
Hepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo ClínicoHepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo Clínico
Hepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo ClínicoMinistério da Saúde
 
Brasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América Latina
Brasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América LatinaBrasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América Latina
Brasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América LatinaMinistério da Saúde
 
Coletiva órteses e próteses 07/07/15
Coletiva órteses e próteses 07/07/15Coletiva órteses e próteses 07/07/15
Coletiva órteses e próteses 07/07/15Ministério da Saúde
 
Coletiva Aids - Campanha para festas populares
Coletiva Aids - Campanha para festas popularesColetiva Aids - Campanha para festas populares
Coletiva Aids - Campanha para festas popularesMinistério da Saúde
 
Campanha de Doação de Leite Materno 2015
Campanha de Doação de Leite Materno 2015Campanha de Doação de Leite Materno 2015
Campanha de Doação de Leite Materno 2015Ministério da Saúde
 
Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015
Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015 Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015
Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015 Ministério da Saúde
 
Coletiva Redução do Sódio em Alimentos Processados
Coletiva Redução do Sódio em Alimentos ProcessadosColetiva Redução do Sódio em Alimentos Processados
Coletiva Redução do Sódio em Alimentos ProcessadosMinistério da Saúde
 
Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015
Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015
Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015Ministério da Saúde
 
Campanha de prevenção às DST e aids para o carnaval
Campanha de prevenção às DST e aids para o carnavalCampanha de prevenção às DST e aids para o carnaval
Campanha de prevenção às DST e aids para o carnavalMinistério da Saúde
 
Campanha Nacional de Hanseníase 2015
Campanha Nacional de Hanseníase 2015Campanha Nacional de Hanseníase 2015
Campanha Nacional de Hanseníase 2015Ministério da Saúde
 
Novas regras Programas Mais Médicos 2015
Novas regras Programas Mais Médicos 2015Novas regras Programas Mais Médicos 2015
Novas regras Programas Mais Médicos 2015Ministério da Saúde
 
Lista de Oficinas Ortopédicas habilitadas
Lista de Oficinas Ortopédicas habilitadasLista de Oficinas Ortopédicas habilitadas
Lista de Oficinas Ortopédicas habilitadasMinistério da Saúde
 

Mais de Ministério da Saúde (20)

Microcefalia - Perguntas e Respostas
Microcefalia - Perguntas e RespostasMicrocefalia - Perguntas e Respostas
Microcefalia - Perguntas e Respostas
 
Novo tratamento para hepatite C
Novo tratamento para hepatite CNovo tratamento para hepatite C
Novo tratamento para hepatite C
 
Carta Aberta à População - Vacina HPV
Carta Aberta à População - Vacina HPVCarta Aberta à População - Vacina HPV
Carta Aberta à População - Vacina HPV
 
Política de Segurança da Participação dos Internautas
Política de Segurança da Participação dos InternautasPolítica de Segurança da Participação dos Internautas
Política de Segurança da Participação dos Internautas
 
Campanha para população em situação de rua
Campanha para população em situação de rua Campanha para população em situação de rua
Campanha para população em situação de rua
 
Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015
Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015
Campanha de Vacinação contra Paralisia Infantil 2015
 
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsitoGoverno Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
Governo Federal apresenta plano para redução da violência de trânsito
 
Hepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo Clínico
Hepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo ClínicoHepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo Clínico
Hepatites Virais - Campanha 2015 e Novo Protocolo Clínico
 
Brasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América Latina
Brasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América LatinaBrasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América Latina
Brasil terá primeira fábrica de equipamentos para radioterapia da América Latina
 
Coletiva órteses e próteses 07/07/15
Coletiva órteses e próteses 07/07/15Coletiva órteses e próteses 07/07/15
Coletiva órteses e próteses 07/07/15
 
Coletiva Aids - Campanha para festas populares
Coletiva Aids - Campanha para festas popularesColetiva Aids - Campanha para festas populares
Coletiva Aids - Campanha para festas populares
 
Campanha de Doação de Leite Materno 2015
Campanha de Doação de Leite Materno 2015Campanha de Doação de Leite Materno 2015
Campanha de Doação de Leite Materno 2015
 
Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015
Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015 Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015
Mais Médicos atende 100% da meta de expansão em 2015
 
Coletiva Redução do Sódio em Alimentos Processados
Coletiva Redução do Sódio em Alimentos ProcessadosColetiva Redução do Sódio em Alimentos Processados
Coletiva Redução do Sódio em Alimentos Processados
 
Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015
Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015
Confira o balanço de inscrições ao Programa Mais Médicos 2015
 
Campanha de prevenção às DST e aids para o carnaval
Campanha de prevenção às DST e aids para o carnavalCampanha de prevenção às DST e aids para o carnaval
Campanha de prevenção às DST e aids para o carnaval
 
Campanha Nacional de Hanseníase 2015
Campanha Nacional de Hanseníase 2015Campanha Nacional de Hanseníase 2015
Campanha Nacional de Hanseníase 2015
 
Novas regras Programas Mais Médicos 2015
Novas regras Programas Mais Médicos 2015Novas regras Programas Mais Médicos 2015
Novas regras Programas Mais Médicos 2015
 
Parto Normal
Parto NormalParto Normal
Parto Normal
 
Lista de Oficinas Ortopédicas habilitadas
Lista de Oficinas Ortopédicas habilitadasLista de Oficinas Ortopédicas habilitadas
Lista de Oficinas Ortopédicas habilitadas
 

Salas de estabilização para reforçar urgências

  • 1. Boletim informativo do Ministério da Saúde Ano 1 nº55 Outubro 2011 SAÚDE LANÇA SALAS DE ESTABILIZAÇÃO PARA REFORÇAR URGÊNCIA PRÓXIMA DO CIDADÃO Ação permite a instalação de salas de estabilização nas unidades de saúde. Estruturas servirão para atender pacientes graves durante 24 horas por dia O Ministério da Saúde lançou mais uma ofensiva para diminuir a lotação das emergências dos hospitais e trazer o atendimento mais próximo da residência do cidadão. A Saúde Toda Hora, que está reorganizando a rede de urgência e emergência do país, passou a incentivar os municípios a instalar as Salas de Estabilização. Essas Salas são estruturas instaladas em unidades de saúde que atenderão a população 24 horas, em todos os dias da semana. Com uma equipe de médico, enfermeiro e pessoal técnico, prestarão assistência temporária para estabilização de pacientes em estado grave ou de condição clínica frágil provocada, por exemplo, por acidentes ou traumas – ou seja, pacientes que necessitem de cuidados imediatos clínicos, cirúrgicos, gineco-obstétricos ou em saúde mental. As Salas de Estabilização serão articuladas com a rede de atenção básica, o SAMU 192, as UPAs 24h e os hospitais, seguindo a lógica do Saúde Toda Hora. Essas estruturas integram os serviços de urgências com o objetivo de apoiar a assistência, garantindo um atendimento mais ágil e eficaz à população Ministro Alexandre Padilha
  • 2. FUNCIONAMENTO – As salas possuem as funções de fornecer a retaguarda de pacientes em regime de urgência e também na Atenção Básica, realizando atendimentos e procedimentos médicos e de enfermagem em casos de maior gravidade. Os pacientes, após estabilização clínica, podem ser encaminhados diretamente para a internação nos hospitais. A medida possibilita realizar o atendimento que compreende a complexidade clínica e traumática do paciente, o que possibilita, a partir do primeiro atendimento encaminhar a pessoa diretamente para o serviço que precisa, proporcionando a continuidade do seu tratamento. A lógica do sistema é ser integrado com o SAMU 192 e as outras estruturas da rede de urgência, como a UPA 192 e os hospitais. O objetivo é apoiar a assistência, garantindo um atendimento mais ágil e eficaz à população. RECURSOS – O Ministério da Saúde investirá R$ 100 mil por sala, a ser repassado aos municípios responsáveis pela implantação. O custeio das estruturas é de R$ 25 mil mensal. Para os municípios da Amazônia Legal, do Nordeste e das regiões de extrema pobreza o valor do custeio mensal sobe para R$ 35 mil. Os recursos serão repassados via Fundo Nacional de Saúde. Os estados e municípios que desejam receber o incentivo financeiro precisarão enviar ao Ministério da Saúde uma proposta de implantação, que deverá ser elaborada conforme diretrizes estabelecidas pelo Plano Regional da Rede de Atenção às Urgências. As salas poderão ser instaladas em hospitais de pequeno porte (públicos ou filantrópicos), em Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou em Unidades Mistas. Saiba mais: www.saude.gov.br / Assessoria Parlamentar do Ministério da Saúde Tel.: (61) 3315-2060/2219 / e-mail: aspar@saude.gov.br / Produção: Ascom/MS