O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Saúde na mídia                                                                                     Brasília, 08 de abril d...
Saúde na mídia                                                                             Brasília, 08 de abril de 2013  ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ministro Padilha anuncia R$12 milhões em ações de combate ao tabagismo no país

809 visualizações

Publicada em

Ministro Padilha anuncia R$12 milhões em ações de combate ao tabagismo no país.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Ministro Padilha anuncia R$12 milhões em ações de combate ao tabagismo no país

  1. 1. Saúde na mídia Brasília, 08 de abril de 2013 O Estado de S. Paulo | BR Ministério da Saúde | Alexandre PadilhaPadilha anuncia R$ 12 milhões em ações de combate ao tabagismo no País VIDA 2022. De acordo com o Ministério da Saúde, 15% das pes- soas com mais de 18 anos fumam. Dessas, 14% (cer- ca de 2,3 milhões de pessoas) querem parar de fumar nospróximos12 meses,segundo a Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílio (Pnad). Ainda segundo dados do governo, em 2012, 175 mil pessoas foram atendidas em unidades credenciadas ao programa de controle do tabagismo. Desde 2005, 304mil pessoas largaram o vício. Estratégia. Padilha participa de ato no Dia Mundial da Saúde A meta de redução do tabagismo é ambiciosa, já que pesquisas mostram que só um em cada três fumantes consegue largar o cigarro. Entre os motivos das re-Saúde. Recursos - que poderão chegar a R$ 60 mi- caídas estão passar por uma situação de estresse agu-lhões, dependendo da adesão dos municípios - serão do, como perder o emprego, divorciar-se ouinvestidos em medicamentos, estratégias de pre- enfrentar a morte de um familiar.venção e treinamento de pessoal; meta do governo éreduzir de 15% para 9% a proporção de fumantes até --2022 Para entenderEstratégia. Padilha participa de ato no Dia Mundialda Saúde Em fevereiro, o Estado mostrou que o governo dei- xou de lado ações de combate ao tabaco preconizadasFernanda Bassette em acordos internacionais assinados pelo País. Há mais de um ano, o Ministério da Saúde posterga a re-Após caminhar da Avenida Paulista até o Parque Ibi- gulamentação da lei que baniu os fumódromos.rapuera em comemoração ao Dia Mundial da Saúde, Além disso, a Anvisa perdeu o prazo para tentar der-o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou rubar liminar obtida pela indústria do tabaco que sus-ontem a ampliação do programa de combate ao pende uma das principais medidas da agência: o fimtabagismo no País. dos aditivos em cigarros.O governo estima que 200 mil pessoas morram por Um estudo feito pelo Instituto do Coração (Incor) eano em decorrência dos males do cigarro. O governo divulgado em 2012 mostra que dos 820 pacientesfederal vai investir R$ 12 milhões em medicamentos, analisados, 257 (31,3%) chegaram a parar de fumarações preventivas e treinamento de pessoal, mas a por um tempo, mas retomaram o vício. E apenas 276verba pode chegar a R$ 60 milhões, dependendo da (33,7%) foram bem-sucedidos em largar o tabaco.adesão dos municípios. A meta do ministério é re- Os demais ou abandonaram o tratamento ou nuncaduzir de 15% para 9% a proporção de fumantes atéSaúde na mídia pg.1
  2. 2. Saúde na mídia Brasília, 08 de abril de 2013 O Estado de S. Paulo | BR Ministério da Saúde | Alexandre Padilha Continuação: Padilha anuncia R$ 12 milhões em ações de combate ao tabagismo no Paísconseguiram deixar de fumar. pessoa parar de fumar. O SUS investe meio bilhão de reais por a no só em tratamento de doenças re-Hoje existem 3 mil unidades de saúde e serviços do lacionada são sedentarismo e à obesidade", afirmouSUS que oferecem tratamento anti tabaco. A partir de Padilha.agora, a expectativa do ministério é aumentar essenúmero em até dez vezes, pois a habilitação das uni- Academias. O ministro disse que o governo tem in-dades de saúde ocorrerá por meio do Programa Na- vestido no programa Academias da Saúde, em que oscional de Acesso e da Qualidade (PMAQ), que já municípios recebem verbas para montar academiasatinge 30 mil unidades de saúde no País. ao ar livre, comprar equipamentos e contratar pro- fissionais.Para se habilitar a ter o serviço em suas unidades bá-sicas de saúde, as prefeituras terão de preencher no "Cidades que têm essas academias conseguiram re-formulário do PMAQ a adesão ao programa. Nesse duzir em até 80% o uso de medicamentos para hi-documento, os municípios vão informar quais uni- pertensão e diabete, e até deantidades de saúde vão oferecer o serviço e quantas pes- depressivos",afirmou Padilha.soas serão atendidas. Hoje, existem pelo menos 1 mil academias desse tipo"Esse é um investimento programado para esse ano, em funcionamento em todo Brasil.mas ele pode crescer à medida que as unidades de saú-de forem incluindo mais pessoas e pacientes que ve- Na cidade de São Paulo ainda não há nenhuma aca-nham buscar encerrar esse vício", disse. Segundo demia, mas,segundo o secretário municipal da Saú-Padilha, não há um registro oficial sobre o tempo que de, José de Fillipe Jr.,em 90 dias a prefeitura deveráas pessoas que querem parar de fumar esperam para terminar o mapeamento de locais que poderão re-conseguir ser atendida em alguma unidade es- ceber esses equipamentos para depois solicitar apecializada. verba do ministério."A atividade física é decisiva e fundamental para aSaúde na mídia pg.2

×