Cuidados saude pessoas_sindrome_down

13.585 visualizações

Publicada em

A cartilha traz informações sobre a saúde das pessoas com síndrome down.

Publicada em: Educação
1 comentário
7 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.585
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5.434
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
288
Comentários
1
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cuidados saude pessoas_sindrome_down

  1. 1. MINISTÉRIO DA SAÚDE Brasília – DF 2012Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 1
  2. 2. Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 2
  3. 3. MINISTÉRIO DA SAÚDE Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Ações Programáticas Estratégicas CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN Série F. Comunicação e Educação em Saúde Brasília – DF 2012Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 3
  4. 4. © 2012 Ministério da Saúde. Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução parcial ou total desta obra, desde que citada a fonte e que não seja para venda ou qualquer fim comercial. A responsabilidade pelos direitos autorais de textos e imagens desta obra é da área técnica. A coleção institucional do Ministério da Saúde pode ser acessada, na íntegra, na Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde: <http://www.saude. gov.br/bvs>. Tiragem: 1ª edição – 2012 – 300 exemplares Elaboração, distribuição e informações Colaboradores MINISTÉRIO DA SAÚDE Ana Paula Abreu Secretaria de Atenção à Saúde Bettina Mattar Departamento de Ações Programáticas Estratégicas Bianca Ramos Área Técnica de Saúde da Pessoa com Deficiência Laura Landi SAF/Sul, Trecho 2, Edifício Premium, Torre 2, bloco F, térreo, sala 11 Luciene Muniz CEP: 70070-600 – Brasília/DF Marcela Máximo Site: <www.saude.gov.br> Maria Antonia Goulart E-mail: pessoacomdeficiencia@saude.gov.br Maria Cristina de Orleans e Bragança Patricia Almeida Coordenação Paula de Mattos Werneck Dário Frederico Pasche Raquel Bento Vera Lúcia Ferreira Mendes Simone Evangelista Organização Diagramação Allyne Ribeiro Movimento Down Mariana Fernandes Campos Vera Lúcia Ferreira Mendes Fotos Movimento Down Revisão Técnica Breno Viola Foto de capa Debora Feldman Pedrosa Mascarenhas Radilson Carlos Gomes Mariana Fernandes Campos Sheina Tabak Normalização Vera Lúcia Ferreira Mendes Editora MS Impresso no Brasil / Printed in Brazil Ficha Catalográfica ___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Cuidados de saúde às pessoas com Síndrome de Down / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – Brasília : Ministério da Saúde, 2012. 30 p. : il. – (Série F. Comunicação e Educação em Saúde) ISBN 978-85-334-1953-7 1. Síndrome de Down. 2. Saúde pública. 3. Políticas públicas. I. Título. II. Série. CDU 619.899 ___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ Catalogação na fonte – Coordenação-Geral de Documentação e Informação – Editora MS – OS 2012/0424 Títulos para indexação Em inglês: Health care for people with Down Syndrome Em espanhol: Cuidados de salud para las personas con Síndrome de DownMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 4
  5. 5. SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO O QUE É SÍNDROME DE DOWN? O QUE É CÉLULA? O QUE É CROMOSSOMO? QUEM PODE TER SÍNDROME DE DOWN? POR QUE A SÍNDROME DE DOWN TEM ESTE NOME? 2 COMO SABER SE VOCÊ TEM SÍNDROME DE DOWN? CARACTERÍSTICAS FÍSICAS QUAIS SÃO AS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DE UMA PESSOA COM SÍNDROME DE DOWN? DIAGNÓSTICO LABORATORIAL 3 DÚVIDAS SOBRE O FUTURO... AS PESSOAS QUE TÊM SÍNDROME DE DOWN PODEM TER FILHOS? OS FILHOS DAS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN TAMBÉM TERÃO SÍNDROME DE DOWN? 4 CUIDAR É PRECISO! 5 COMO CUIDAR DE VOCÊ? 6 MENSAGEM FINAL REFERÊNCIAMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 5
  6. 6. VOCÊ TEM SÍNDROME DE DOWN? SIM. ENTÃO ESTE LIVRO É PARA VOCÊ APRENDER A CUIDAR DE SUA SAÚDE.Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 6
  7. 7. 1 INTRODUÇÃO O QUE É SÍNDROME DE DOWN? EXISTEM MUITAS SÍNDROMES DIFERENTES. A SÍNDROME DE DOWN É UMA DAS SÍNDROMES. A SÍNDROME DE DOWN NÃO É DOENÇA. A SÍNDROME DE DOWN ACONTECE QUANDO A PESSOA NASCE COM UM CROMOSSOMO A MAIS EM CADA CÉLULA DO SEU CORPO. AS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN TÊM UM CROMOSSOMO A MAIS NO CROMOSSOMO NÚMERO 21. É POR ISSO QUE MUITAS PESSOAS CHAMAM A SÍNDROME DE DOWN DE TRISSOMIA DO 21. FIGURA 1 – PESSOA COM DOIS CROMOSSOMOS 21 FIGURA 2 – PESSOA COM TRÊS CROMOSSOMOS 21Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 7
  8. 8. O QUE É CÉLULA? O CORPO HUMANO É FORMADO POR MUITAS E MUITAS CÉLULAS. FIGURA 3 – FIGURA 4 – UMA CÉLULA MUITAS CÉLULAS FIGURA 4 – Corpo humano AS CÉLULAS ESTÃO PRESENTES EM TODAS AS PARTES DO NOSSO CORPO. SEM AS CÉLULAS A GENTE NÃO EXISTIRIA.8 Ministério da SaúdeMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 8
  9. 9. O QUE É UM CROMOSSOMO? CROMOSSOMOS SÃO PEQUENAS PARTES DAS CÉLULAS QUE CARREGAM AS INFORMAÇÕES SOBRE AS PESSOAS. OS CROMOSSOMOS DETERMINAM A COR DOS OLHOS, FORMATO DO NARIZ, ALTURA E MUITAS OUTRAS COISAS. FIGURA 6 – UM FIGURA 7 – CROMOSSOMO DENTRO CROMOSSOMO DA CÉLULAMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 9
  10. 10. QUEM PODE TER A SÍNDROME DE DOWN? QUALQUER PESSOA PODE NASCER COM SÍNDROME DE DOWN. NO BRASIL, HÁ MAIS OU MENOS 270 MIL PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN. POR QUE A SÍNDROME DE DOWN TEM ESTE NOME? O NOME VEM DO DR. JOHN LANGDON DOWN, QUE FOI O PRIMEIRO MÉDICO A ESCREVER SOBRE A SÍNDROME DE DOWN. FIGURA 8 – DR. JOHN LANGDON DOWN10 Ministério da SaúdeMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 10
  11. 11. 2 COMO SABER SE VOCÊ TEM SÍNDROME DE DOWN? CARACTERÍSTICAS FÍSICAS NINGUÉM É IGUAL A NINGUÉM. SE VOCÊ TEM SÍNDROME DE DOWN, VOCÊ PODE SE PARECER UM POUCO COM OUTRAS PESSOAS QUE TAMBÉM TÊM SÍNDROME DE DOWN. VOCÊ TAMBÉM VAI PARECER COM SEUS PAIS E IRMÃOS. TODAS AS PESSOAS SÃO DIFERENTES. NÃO EXISTEM GRAUS DA SÍNDROME DE DOWN.Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 11
  12. 12. O DIAGNÓSTICO CLÍNICO DE SÍNDROME DE DOWN É FEITA COM O RECONHECIMENTO DAS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS. QUAIS SÃO AS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DE UMA PESSOA COM SÍNDROME DE DOWN? CABELO: LISO E FINO OLHOS: OLHO PUXADO CABEÇA: CABEÇA ACHATADA NA PARTE DE TRÁS. ORELHA: ORELHAS PEQUENAS. ESTÃO NARIZ: NARIZ PEQUENO E ACHATADO LOCALIZADAS NA LINHA ABAIXO DOS OLHOS. PESCOÇO: MUITA GORDURA NA NUCA BOCA: CÉU DA BOCA MAIS ENCURVADO, MENOR NÚMERO DE DENTES. PODE ACONTECER DE COLOCAR A LÍNGUA PARA FORA. MÃOS: LINHA ÚNICA NA MÃO, MAIOR DOBRA DO TÔNUS MUSCULAR: MÚSCULOS QUINTO DEDO. MOLES CHAMADO DE HIPOTONIA FIGURA 9 – CARACTERÍSTICAS PÉS: SEPARAÇÃO FÍSICAS DE PESSOA COM GRANDE ENTRE SÍNDROME DE DOWN PRIMEIRO E SEGUNDO DEDOS. 12Ministério da Saúde Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 12
  13. 13. ALÉM DESSAS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS, É IMPORTANTE PRESTAR ATENÇÃO A ALGUMAS DOENÇAS E MUDANÇAS NO SEU CORPO. OLHOS OUVIDOS PROBLEMA: PROBLEMA 1: DIFICULDADES EM ENXERGAR (CATARATA, MIOPIA, PERDA DA AUDIÇÃO HIPERMETROPIA) CHANCES DE ACONTECER COM VOCÊ: CHANCES DE ACONTECER COM VOCÊ: MUITAS CHANCES MUITAS CHANCES PROBLEMA 2: INFECÇÕES FIGURA 10 – DOENÇAS E MUDANÇAS: CHANCES DE ACONTECER COM VOCÊ: OLHOS E OUVIDOS MUITAS CHANCESMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 13
  14. 14. CORAÇÃO PROBLEMA FORMA DO CORAÇÃO ALTERADA CHANCES DE ACONTECER COM VOCÊ MUITAS CHANCES FIGURA 11 – DOENÇAS E MUDANÇAS: CORAÇÃO14 Ministério da SaúdeMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 14
  15. 15. FIGURA 12 – DOENÇAS E FIGURA 13 - DOENÇAS MUDANÇAS: ABDOME E MUDANÇAS: SISTEMA DIGESTIVO SISTEMA DIGESTIVO ABDOME PROBLEMA: ESÔFAGO E/OU DUODENO MAIS ESTREITOS PROBLEMA: CHANCES DE ACONTECER COM VOCÊ: HÉRNIA NO UMBIGO POUCAS CHANCES CHANCES DE ACONTECER COM VOCÊ: MUITAS CHANCESMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 15
  16. 16. SANGUE PROBLEMA 1 CÂNCER CHANCES DE ACONTECER COM VOCÊ POUCAS CHANCES PROBLEMA 2 ANEMIA CHANCES DE ACONTECER COM VOCÊ POUCAS CHANCES FIGURA 14 - DOENÇAS E MUDANÇAS: SANGUE16 Ministério da SaúdeMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 16
  17. 17. SISTEMA LOCOMOTOR PROBLEMA ARTICULAÇÕES FRACAS CHANCES DE ACONTECER COM VOCÊ MUITAS CHANCES FIGURA 15 – DOENÇAS E MUDANÇAS: SISTEMA LOCOMOTORMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 17
  18. 18. SISTEMA NERVOSO PROBLEMA 1 DEFICIÊNCIA INTELECTUAL CHANCES DE ACONTECER COM VOCÊ MUITAS CHANCES PROBLEMA 2 CONVULSÕES CHANCES DE ACONTECER COM VOCÊ POUCAS CHANCES FIGURA 16 - DOENÇAS E MUDANÇAS: SISTEMA NERVOSO18 Ministério da SaúdeMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 18
  19. 19. SISTEMA ENDÓCRINO PROBLEMA 1 A GLÂNDULA TIREÓIDE FUNCIONA MAL CHANCES DE ACONTECER COM VOCÊ POUCAS CHANCES FIGURA 17 - DOENÇAS E MUDANÇAS: SISTEMA ENDÓCRINOMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 19
  20. 20. DIAGNÓSTICO LABORATORIAL UM DIAGNÓSTICO LABORATORIAL DA SÍNDROME DE DOWN É FEITO ATRAVÉS DE UM EXAME DE SANGUE CHAMADO CARIÓTIPO. O CARIÓTIPO MOSTRA OS CROMOSSOMOS DA SUA CÉLULA, E ASSIM, PODEREMOS VER QUANTOS CROMOSSOMOS A PESSOA TEM. SE NO CARIÓTIPO MOSTRAR QUE A PESSOA TEM TRÊS CROMOSSOMOS NO PAR 21, PODEREMOS DIZER QUE ELA TEM SÍNDROME DE DOWN. FIGURA 18 – PESSOA COM TRÊS CROMOSSOMOS 2120 20 Ministério da SaúdeMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN
  21. 21. 3 DÚVIDAS SOBRE O FUTURO... AS PESSOAS QUE TÊM SÍNDROME DE DOWN PODEM TER FILHOS? SE VOCÊ É MULHER E TEM SÍNDROME DE DOWN, VOCÊ PODE FICAR GRÁVIDA E TER BEBÊS. SE VOCÊ É HOMEM E TEM SÍNDROME DE DOWN, AS CHANCES DE VOCÊ ENGRAVIDAR UMA MULHER SÃO MUITO PEQUENAS. ISSO ACONTECE PORQUE MUITOS HOMENS COM SÍNDROME DE DOWN SÃO ESTÉREIS, ISTO É, NÃO CONSEGUEM FAZER BEBÊS. OS FILHOS DAS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN TAMBÉM TERÃO SÍNDROME DE DOWN? ISSO PODE ACONTECER. AS CHANCES SÃO GRANDES.Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 21
  22. 22. 4 CUIDAR É PRECISO! VOCÊ PRECISA CUIDAR DA SUA SAÚDE PARA SER SAUDÁVEL, TRABALHAR, TER AMIGOS, PASSEAR E NAMORAR.22 Ministério da SaúdeMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 22
  23. 23. PARA CUIDAR DA SUA SAÚDE É PRECISO CONVERSAR COM VÁRIOS PROFISSIONAIS. QUEM SÃO ELES? MÉDICO > PARA FALAR DE SUA SAÚDE. FONOAUDIÓLOGO > PARA AJUDAR VOCÊ A FALAR MELHOR. PSICÓLOGO > PARA AJUDAR VOCÊ E SUA FAMÍLIA NA PARTE EMOCIONAL. PEDAGOGO > PARA AJUDAR A ESTUDAR. PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA OU FISIOTERAPEUTA > PARA ORIENTAR A PRÁTICA DE EXERCÍCIOS. NUTRICIONISTA > PARA CONVERSAR SOBRE O QUE VOCÊ COME.Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 23
  24. 24. 5 COMO CUIDAR DE VOCÊ? EXAMES: BEBÊ • EXAME PARA VER COMO ESTÁ A TIREÓIDE; IDADE: 0 -1 ANO • HEMOGRAMA, PARA VER AS CÉLULAS DO SANGUE; • CARIÓTIPO, PARA VER OS CROMOSSOMOS; • ECOCARDIOGRAMA, PARA VER IMAGEM DO CORAÇÃO; • EXAME DE OLHOS; • EXAME DE OUVIDOS. ORIENTAÇÕES: • ESTIMULAR MOVIMENTOS DO CORPO; • CUIDAR DA POSIÇÃO DO PESCOÇO; • SER AMAMENTADO; • TOMAR VACINAS.24 Ministério da SaúdeMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 24
  25. 25. CRIANÇA EXAMES: IDADE: 1 -11 ANOS • EXAME PARA VER COMO ESTÁ A TIREÓIDE; • HEMOGRAMA, PARA VER AS CÉLULAS DO SANGUE; • SE FOR NECESSÁRIO, FAZER ECOCARDIOGRAMA PARA VER IMAGEM DO CORAÇÃO; • EXAME DE OLHOS; • EXAME DE OUVIDOS; • RAIO X DA COLUNA. ORIENTAÇÕES: • CUIDAR DA POSIÇÃO DO PESCOÇO; • FAZER ATIVIDADE FÍSICA; • TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL; • ESTUDAR; • TOMAR VACINAS; • ESTAR EM CONTATO COM OUTRAS PESSOAS; • TENTAR FAZER SOZINHO TUDO QUE FOR POSSÍVEL.Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 25
  26. 26. ADOLESCENTE EXAMES: • EXAME PARA VER COMO ESTÁ A TIREÓIDE; IDADE: 12 -18 ANOS • HEMOGRAMA, PARA VER AS CÉLULAS DO SANGUE; • SE FOR NECESSÁRIO, FAZER ECOCARDIOGRAMA PARA VER IMAGEM DO CORAÇÃO; • EXAME DE OLHOS; • EXAME DE OUVIDOS; • SE FOR NECESSÁRIO, RAIO X DA COLUNA; • EXAMES PARA VER QUANTIDADE DE AÇÚCAR E GORDURAS NO SANGUE; • SE FOR MULHER, FAZER EXAME GINECOLÓGICO. ORIENTAÇÕES: • CUIDAR DA POSIÇÃO DO PESCOÇO; • FAZER ATIVIDADE FÍSICA; • TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL; • ESTUDAR; • TENTAR FAZER SOZINHO TUDO QUE FOR POSSÍVEL; • OBSERVAR SE ESTÁ DORMINDO BEM (PODE ESTAR OCORRENDO APNEIA DO SONO); • TER CUIDADOS PARA NÃO ENGRAVIDAR OU PEGAR DOENÇAS QUE SÃO TRANSMITIDAS AO FAZER SEXO; • FICAR ATENTO A ABUSOS SEXUAIS.26 Ministério da SaúdeMinistério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 26
  27. 27. EXAMES: ADULTO • EXAME PARA VER COMO ESTÁ A TIREÓIDE; • HEMOGRAMA, PARA VER AS CÉLULAS DO SANGUE; IDADE: 19 -40 ANOS • SE FOR NECESSÁRIO, FAZER ECOCARDIOGRAMA PARA VER IMAGEM DO CORAÇÃO; • EXAME DE OLHOS; • EXAME DE OUVIDOS; • SE FOR NECESSÁRIO, RAIO X DA COLUNA; • EXAMES PARA VER QUANTIDADE DE AÇÚCAR E GORDURAS NO SANGUE; • SE FOR MULHER, FAZER EXAME GINECOLÓGICO. ORIENTAÇÕES: • CUIDAR DA POSIÇÃO DO PESCOÇO; • FAZER ATIVIDADE FÍSICA; • TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL; • TRABALHAR; • TENTAR FAZER SOZINHO TUDO QUE FOR POSSÍVEL; • OBSERVAR SE ESTÁ DORMINDO BEM (PODE ESTAR OCORRENDO APNEIA DO SONO); • TER CUIDADOS PARA NÃO ENGRAVIDAR OU PEGAR DOENÇAS QUE SÃO TRANSMITIDAS AO FAZER SEXO.Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 27
  28. 28. EXAMES: IDOSO • EXAME PARA VER COMO ESTÁ A TIREÓIDE; IDADE: 40 ANOS E MAIS VELHOS • HEMOGRAMA, PARA VER AS CÉLULAS DO SANGUE; • SE FOR NECESSÁRIO, FAZER ECOCARDIOGRAMA PARA VER IMAGEM DO CORAÇÃO; • EXAME DE OLHOS; • EXAME DE OUVIDOS; • SE FOR NECESSÁRIO, RAIO X DA COLUNA; • EXAMES PARA VER QUANTIDADE DE AÇÚCAR E GORDURAS NO SANGUE. ORIENTAÇÕES: • CUIDAR DA POSIÇÃO DO PESCOÇO; • FAZER ATIVIDADE FÍSICA; • TER UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL; • TRABALHAR; • TENTAR FAZER SOZINHO TUDO QUE FOR POSSÍVEL; • OBSERVAR SE ESTÁ DORMINDO BEM (PODE ESTAR OCORRENDO APNEIA DO SONO); • OBSERVAR SE VOCÊ ESTÁ ESQUECENDO MUITAS COISAS.28Ministério daMinistério da Saúde Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 28
  29. 29. 6 MENSAGEM FINAL ESPERAMOS QUE VOCÊ CUIDE MUITO BEM DE SUA SAÚDE FÍSICA E MENTAL. QUEREMOS QUE VOCÊ, QUE TEM SÍNDROME DE DOWN, TENHA UMA VIDA SAUDÁVEL, INDEPENDENTE E FELIZ.Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 29
  30. 30. REFERÊNCIA ESSE LIVRO FOI INSPIRADO NAS DIRETRIZES DE ATENÇÃO À PESSOA COM SÍNDROME DE DOWN DO MINISTÉRIO DA SAÚDE E NOS MATERIAIS ACESSÍVEIS DO ACERVO DO MOVIMENTO DOWN. 30Ministério da Saúde Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 30
  31. 31. Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 31
  32. 32. ISBN 978-85-334-1953-7Ministério da Saúde CUIDADOS DE SAÚDE ÀS PESSOAS COM SÍNDROME DE DOWN 32

×