Viver conectado

288 visualizações

Publicada em

Viver conectado.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
288
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Viver conectado

  1. 1. VIVER CONECTADO Estar conectado para muitos é uma necessidade profissional, para outros é um modo de vida
  2. 2.  Cada dia é mais comum o uso de smartphones, tablets e notebooks;
  3. 3.  Há quem acredite que passar horas no Facebook, por exemplo, é uma maneira de estar junto aos amigos, mas não é. Nada pode substituir um abraço, um aperto de mão ou o natural som da voz humana.
  4. 4. Fronteira do “normal” e do patológico  O “normal”;  O patológico;  Como saber se já passou para lado de lá da fronteira?
  5. 5. ALGUNS SINTOMAS PODEM SERVIR DE ALERTA PARA MEDIR SUA DEPENDÊNCIA EM REDES SOCIAIS E INTERNET: • Prefere ficar conectado a se relacionar com pessoas fora das redes; • Utiliza o smartphone enquanto faz suas refeições e com isso acaba ignorando e deixando de interagir com quem está na mesma mesa que você; • Utiliza enquanto está caminhando, deixando de observar as coisas a sua volta; • “Fala” com quem está a sua frente sem olhar nos olhos e continua teclando no celular; • Usa o aparelho na cama antes de dormir e acaba se esquecendo do seu parceiro(a); • Em casa, passa horas em frente ao computador, tablet ou smartphone e deixa de interagir com os outros entes da família; • Mesmo sem nenhum compromisso profissional, checa os e-mail’s várias vezes por hora; • Esses sintomas também se relacionam a jogos on-line: dar preferência a jogar no computador do que jogar uma partida de basquete com a turma, por exemplo;
  6. 6. NOMOFOBIA – O MEDO DE FICAR INCOMUNICÁVEL  O termo Nomofobia é relativamente novo, refere- se ao medo de ficar sem contato pelo celular ou smartphone.  Algumas características comuns;
  7. 7.  Nestes casos de uso exagerado, é preciso sempre orientar a estipular momentos para usar o celular, caso contrário fica algo sem controle.  O importante é criar momentos de qualidade em que o celular fique de lado. Viver mais momentos entre os amigos e a família. Guardar o aparelho quando andar na rua e voltar a perceber tudo à sua volta.  Praticar exercícios físicos, andar de bicicleta, nadar, são atividades que movimentam o corpo e deixam suas mãos ocupadas!!
  8. 8.  E claro, tentar sempre reduzir o uso de redes sociais e internet. Procurar substituir essa “falta” com leitura, filmes e relações interpessoais, passar mais tempo com quem realmente se importa com você.  Phone Stacking;

×