SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
- Trabalho realizado por:
Miguel Santos
Introdução
 A clonagem é a produção, por processo natural – reprodução
assexuada – ou artificial, de cópias geneticamente iguais de um ser. A
palavra deriva do grego klon, que significa rebento de um vegetal,
sendo introduzida na língua inglesa por volta de 1903, para traduzir
uma técnica conhecida desde o século XIX pelos horticultores, que
cultivavam os tecidos meristemáticos de uma orquídea original, dando
origem a novas plantas, através de cortes e não recorrendo a sementes.

 Essa particularidade do Reino Plantea estimulou a curiosidade de
alguns cientistas, tais como Hans Spemann, que começaram a
aprofundar os seus conhecimentos sobre a reprodução animal. Em
1935, este professor foi agraciado com o Prémio Nobel, pelas suas
pesquisas no campo da organização celular, nomeadamente no estudo
da sequencialização de mitoses que originarão um embrião.
Clonagem
 A clonagem é um método
cientifico

artificial

 Os

clones

assexualmente

de

produzidos são geneticamente

reprodução de indivíduos ou

iguais ao indivíduo de onde as

populações

através

da

células foram retiradas.

multiplicação

vegetativa

ou

assexuada de um indivíduo, isto

é, utiliza as células somáticas
(células que formam os órgãos,
pele e ossos) em vez de utilizar
o óvulo e o espermatozóide.

Técnica da Clonagem
Clonagem
 Durante vários anos os cientistas
tentaram desenvolver técnicas que
permitissem clonar organismos.

 O

primeiro

objectivo

destes

cientistas era saber ao certo se uma
célula,

com

características

especificas, conteria informação

genética suficiente para originar
um indivíduo completo.

 Esta técnica de clonagem também
pode ser utilizada nos animais.

 A

primeira experiência com
clonagem de mamíferos, ocorreu
em 1996, na Escócia, no Instituto
de Embriologia Roslin, onde se
conseguiu clonar uma ovelha,
baptizada de Dolly.
Clone
 Um clone, segundo Webber (1903), é definido como uma população
de moléculas, células ou organismos que se originaram de uma única
célula e que são idênticas à matriz original.

 A clonagem é o processo cientifico conhecido que se usa para produzir
clones.
Clonagem Humana
 A clonagem de seres humanos

 Além de alguns limites científicos,

ainda está muito longe de

as questões éticas e religiosas têm se
tornado um anteparo para as
pesquisas com seres humanos.

acontecer;

 A Clonagem humana para fins
terapêuticos é mais bem entendida
que a clonagem humana para fins
reprodutivos.

 Nos Estados Unidos da América, o
laboratório
Advanced
Cell
Technology, revelou ter produzido o
primeiro clone humano para fins
terapêuticos.
Clonagem Reprodutiva


Este tipo de clonagem consiste em criar um ser idêntico ao ser que
se submeteu à clonagem para fins de reprodução artificial.



O esquema do diapositivo seguinte sintetiza este mesmo processo.

Clonagem Reprodutiva
Clonagem Terapêutica
 A clonagem terapêutica consiste no uso do método cientifico clonagem
para gerar um ser, com os genes semelhantes ao ser a que foram

retiradas as células epidérmicas para criar o clone.

 A este clone pode-se retirar células para curar a doença do indivíduo
que foi submetido a clonagem.

 A clonagem terapêutica humana sintetiza-se pelo esquema do
diapositivo seguinte.
Clonagem Terapêutica
Vantagens da Clonagem
 No

tratamento de doenças
genéticas ou lesões de órgãos,
cria-se um clone e retira-se as
células necessárias para a cura
das doenças.

 Pessoas que tenham acidentes
podem ser submetidas a clonagem
para retirar do clone o órgão
necessário à cura da deficiência
causada.

 No caso de um dos membros de

A clonagem animal permitiria que
o número de espécies se mantivesse
sempre estável e possivelmente a não
extinção destas.

um casal ser estéril pode-se
recorrer à clonagem para criar
um clone e assim o casal já terá
um descendente.
Desvantagens da Clonagem
 A maior parte das investigações publicadas demonstram que a morte ou a
mutilação do clone são os resultados mais prováveis da clonagem de
mamíferos.

 Submeter os seres humanos à clonagem não era assumir um risco
desconhecido, era prejudicar as pessoas conscientemente.

 Na clonagem de mamíferos, a maior parte dos clones nascidos têm
deformações, problemas de adaptação e outros.

 A maior parte dos clones morre precocemente.
Desvantagens da Clonagem
 Quando se usa um embrião para se fazer a recolha de células, este após a
extracção é destruído.

 A clonagem humana iria criar grandes conflitos com algumas religiões.
 Na clonagem reprodutiva, os seres criados iriam ter muitos problemas de
identificação.

Dolly : primeira experiência de clonagem em mamíferos
A importância da ovelha
Dolly
 A clonagem da Dolly foi a
primeira realizada com sucesso a
um mamífero.

 A clonagem da Dolly possibilitou
a clonagem humana porque, foi
justamente a descoberta de que
uma célula somática de mamífero,
já

diferenciada,

poderia

ser

reprogramada ao estágio inicial e
voltar a ser totipotente.

A ovelha Dolly
Reflexão sobre a
clonagem
 A clonagem ainda hoje é um assunto pouco aceitável pela sociedade,
os seres humanos não aceitam muito ter uma cópia dele próprio.
Pensamos que a ideia que as pessoas têm acerca do tema é errada pois
clonagem não é só clonagem de pessoas, também pode ser de animais,
plantas etc.

 A manipulação genética pode servir para a cura de doenças através da
clonagem de órgãos; apesar da pessoa ser a mesma o ADN será
diferente. Muitos dos indivíduos não aceitam a clonagem por motivos
religiosos, crenças, ou seja impõem os limites que não podem
ultrapassar.

 No futuro com o evoluir das mentalidades das pessoas, achamos que o
ser humano verá a clonagem com outro ponto de vista. A clonagem
tem sido usada em animais, como é o caso da ovelha Dolly.
Conclusão
 Embora se multipliquem os estudos sobre a clonagem artificial,
continua com elevada taxa de insucesso. Os embriões clonados são
pouco viáveis e os poucos clones resultantes apresentam anomalias que
comprometem a sua sobrevivência, nomeadamente envelhecimento
precoce e falhas nos sistemas vitais. Os cientistas estudam os vários
tipos de reprodução existentes na Natureza de forma a desenvolver os
mecanismos que permitam a sua aplicação em seres mais complexos,
como os primatas.
 A clonagem despertou a sociedade para os problemas éticos
envolvidos na experimentação científica, a perda da individualidade
com as suas características próprias e as suas diferenças.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Clonagem ciencias
Clonagem cienciasClonagem ciencias
Clonagem ciencias
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Clonagem reprodutiva
Clonagem reprodutivaClonagem reprodutiva
Clonagem reprodutiva
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
CéLulas Tronco (Power Point)
CéLulas Tronco (Power Point)CéLulas Tronco (Power Point)
CéLulas Tronco (Power Point)
 
Biotecnologia clonagem e células tronco
Biotecnologia clonagem e células troncoBiotecnologia clonagem e células tronco
Biotecnologia clonagem e células tronco
 
Mutações
Mutações Mutações
Mutações
 
Clonagem Terapêutica
Clonagem TerapêuticaClonagem Terapêutica
Clonagem Terapêutica
 
Clonagem
Clonagem Clonagem
Clonagem
 
Células-tronco
Células-troncoCélulas-tronco
Células-tronco
 
Clonagem_humana
Clonagem_humanaClonagem_humana
Clonagem_humana
 
Clonagem - Bioética
 Clonagem - Bioética Clonagem - Bioética
Clonagem - Bioética
 
Resolução exercícios genética
Resolução exercícios genéticaResolução exercícios genética
Resolução exercícios genética
 
Células–tronco
Células–troncoCélulas–tronco
Células–tronco
 
Hereditariedade Humana
Hereditariedade HumanaHereditariedade Humana
Hereditariedade Humana
 
Clonagem filosofia
Clonagem filosofiaClonagem filosofia
Clonagem filosofia
 
Engenharia GenéTica
Engenharia GenéTicaEngenharia GenéTica
Engenharia GenéTica
 
Trabalho filosofia sobre a clonagem[1]
Trabalho filosofia sobre a clonagem[1]Trabalho filosofia sobre a clonagem[1]
Trabalho filosofia sobre a clonagem[1]
 

Semelhante a Clonagem (20)

A clonagem-1208540606315472-9
A clonagem-1208540606315472-9A clonagem-1208540606315472-9
A clonagem-1208540606315472-9
 
Trab Clonagem
Trab  ClonagemTrab  Clonagem
Trab Clonagem
 
Trabalho final da clonagem
Trabalho final da clonagemTrabalho final da clonagem
Trabalho final da clonagem
 
Apresentação de cmc
Apresentação de cmcApresentação de cmc
Apresentação de cmc
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
Trabalho d clone
Trabalho d cloneTrabalho d clone
Trabalho d clone
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Clonagem
Clonagem Clonagem
Clonagem
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Bebês de proveta e clonagem humana
Bebês de proveta e clonagem humanaBebês de proveta e clonagem humana
Bebês de proveta e clonagem humana
 
A clonagem
A clonagemA clonagem
A clonagem
 
Clonagem
Clonagem Clonagem
Clonagem
 
Celulastronco envio
Celulastronco envioCelulastronco envio
Celulastronco envio
 
trabalho etica (1).pptx
trabalho etica (1).pptxtrabalho etica (1).pptx
trabalho etica (1).pptx
 
Biotecnologia III
Biotecnologia IIIBiotecnologia III
Biotecnologia III
 

Último

Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfprofesfrancleite
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxMartin M Flynn
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivararambomarcos
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaCentro Jacques Delors
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 

Último (20)

Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 

Clonagem

  • 1. - Trabalho realizado por: Miguel Santos
  • 2. Introdução  A clonagem é a produção, por processo natural – reprodução assexuada – ou artificial, de cópias geneticamente iguais de um ser. A palavra deriva do grego klon, que significa rebento de um vegetal, sendo introduzida na língua inglesa por volta de 1903, para traduzir uma técnica conhecida desde o século XIX pelos horticultores, que cultivavam os tecidos meristemáticos de uma orquídea original, dando origem a novas plantas, através de cortes e não recorrendo a sementes.  Essa particularidade do Reino Plantea estimulou a curiosidade de alguns cientistas, tais como Hans Spemann, que começaram a aprofundar os seus conhecimentos sobre a reprodução animal. Em 1935, este professor foi agraciado com o Prémio Nobel, pelas suas pesquisas no campo da organização celular, nomeadamente no estudo da sequencialização de mitoses que originarão um embrião.
  • 3. Clonagem  A clonagem é um método cientifico artificial  Os clones assexualmente de produzidos são geneticamente reprodução de indivíduos ou iguais ao indivíduo de onde as populações através da células foram retiradas. multiplicação vegetativa ou assexuada de um indivíduo, isto é, utiliza as células somáticas (células que formam os órgãos, pele e ossos) em vez de utilizar o óvulo e o espermatozóide. Técnica da Clonagem
  • 4. Clonagem  Durante vários anos os cientistas tentaram desenvolver técnicas que permitissem clonar organismos.  O primeiro objectivo destes cientistas era saber ao certo se uma célula, com características especificas, conteria informação genética suficiente para originar um indivíduo completo.  Esta técnica de clonagem também pode ser utilizada nos animais.  A primeira experiência com clonagem de mamíferos, ocorreu em 1996, na Escócia, no Instituto de Embriologia Roslin, onde se conseguiu clonar uma ovelha, baptizada de Dolly.
  • 5. Clone  Um clone, segundo Webber (1903), é definido como uma população de moléculas, células ou organismos que se originaram de uma única célula e que são idênticas à matriz original.  A clonagem é o processo cientifico conhecido que se usa para produzir clones.
  • 6. Clonagem Humana  A clonagem de seres humanos  Além de alguns limites científicos, ainda está muito longe de as questões éticas e religiosas têm se tornado um anteparo para as pesquisas com seres humanos. acontecer;  A Clonagem humana para fins terapêuticos é mais bem entendida que a clonagem humana para fins reprodutivos.  Nos Estados Unidos da América, o laboratório Advanced Cell Technology, revelou ter produzido o primeiro clone humano para fins terapêuticos.
  • 7. Clonagem Reprodutiva  Este tipo de clonagem consiste em criar um ser idêntico ao ser que se submeteu à clonagem para fins de reprodução artificial.  O esquema do diapositivo seguinte sintetiza este mesmo processo. Clonagem Reprodutiva
  • 8. Clonagem Terapêutica  A clonagem terapêutica consiste no uso do método cientifico clonagem para gerar um ser, com os genes semelhantes ao ser a que foram retiradas as células epidérmicas para criar o clone.  A este clone pode-se retirar células para curar a doença do indivíduo que foi submetido a clonagem.  A clonagem terapêutica humana sintetiza-se pelo esquema do diapositivo seguinte.
  • 10. Vantagens da Clonagem  No tratamento de doenças genéticas ou lesões de órgãos, cria-se um clone e retira-se as células necessárias para a cura das doenças.  Pessoas que tenham acidentes podem ser submetidas a clonagem para retirar do clone o órgão necessário à cura da deficiência causada.  No caso de um dos membros de A clonagem animal permitiria que o número de espécies se mantivesse sempre estável e possivelmente a não extinção destas. um casal ser estéril pode-se recorrer à clonagem para criar um clone e assim o casal já terá um descendente.
  • 11. Desvantagens da Clonagem  A maior parte das investigações publicadas demonstram que a morte ou a mutilação do clone são os resultados mais prováveis da clonagem de mamíferos.  Submeter os seres humanos à clonagem não era assumir um risco desconhecido, era prejudicar as pessoas conscientemente.  Na clonagem de mamíferos, a maior parte dos clones nascidos têm deformações, problemas de adaptação e outros.  A maior parte dos clones morre precocemente.
  • 12. Desvantagens da Clonagem  Quando se usa um embrião para se fazer a recolha de células, este após a extracção é destruído.  A clonagem humana iria criar grandes conflitos com algumas religiões.  Na clonagem reprodutiva, os seres criados iriam ter muitos problemas de identificação. Dolly : primeira experiência de clonagem em mamíferos
  • 13. A importância da ovelha Dolly  A clonagem da Dolly foi a primeira realizada com sucesso a um mamífero.  A clonagem da Dolly possibilitou a clonagem humana porque, foi justamente a descoberta de que uma célula somática de mamífero, já diferenciada, poderia ser reprogramada ao estágio inicial e voltar a ser totipotente. A ovelha Dolly
  • 14. Reflexão sobre a clonagem  A clonagem ainda hoje é um assunto pouco aceitável pela sociedade, os seres humanos não aceitam muito ter uma cópia dele próprio. Pensamos que a ideia que as pessoas têm acerca do tema é errada pois clonagem não é só clonagem de pessoas, também pode ser de animais, plantas etc.  A manipulação genética pode servir para a cura de doenças através da clonagem de órgãos; apesar da pessoa ser a mesma o ADN será diferente. Muitos dos indivíduos não aceitam a clonagem por motivos religiosos, crenças, ou seja impõem os limites que não podem ultrapassar.  No futuro com o evoluir das mentalidades das pessoas, achamos que o ser humano verá a clonagem com outro ponto de vista. A clonagem tem sido usada em animais, como é o caso da ovelha Dolly.
  • 15. Conclusão  Embora se multipliquem os estudos sobre a clonagem artificial, continua com elevada taxa de insucesso. Os embriões clonados são pouco viáveis e os poucos clones resultantes apresentam anomalias que comprometem a sua sobrevivência, nomeadamente envelhecimento precoce e falhas nos sistemas vitais. Os cientistas estudam os vários tipos de reprodução existentes na Natureza de forma a desenvolver os mecanismos que permitam a sua aplicação em seres mais complexos, como os primatas.  A clonagem despertou a sociedade para os problemas éticos envolvidos na experimentação científica, a perda da individualidade com as suas características próprias e as suas diferenças.