Árvores Ornamentais Não Substituíveis
NORMA GRANADA – ÁRVORES NÃO SUBSTITUÍVEIS
Impossibilidade de encontrar a árvore por ...
Porquê determinar o valor monetário de uma
Árvore ?
Danos Causados por acidentes / Vandalismo
1 2
Protecção de exemplares Notáveis
Avaliação de Uma Árvore
Conceito de Avaliação: Formar uma ideia ou julgamento de qualquer coisa
Processo de Identificação
...
Avaliação
 Factores Intrínsecos ( FI )
 Factores Extrínsecos ( FE )
 Esperança de Vida Útil (EVU)
Factores Intrínsecos ( FI )
Aspectos Fitossanitários
ESCALA (2-0 / 5 CATEG.)
1 2
Aspectos Fitossanitários
 Sistema Radicular
 Tronco
 Ramos Primários
 Ramos Secundários
 Folhas
Sistema Radicular
1
3
2
Tronco
1 2
3 4
Ramos Primários
1 2 3
4
5 5
Ramos Secundários e Folhas
Factores Extrínsecos
- Estética e Funcionalidade
- Representatividade e Rareza
- Situação
- Aspectos extraordinários
Escal...
Valorização
Estimação do valor de uma árvore
 Formula a utilizar:
 FI = Média de todas as quantificações obtidas
 FE = ...
VALOR BASE
Conceito: Valor característico de uma espécie, representando o valor
normal de uma árvore com um determinado pe...
Cálculo do valor base
Fórmula: Ya – Ys x ( P / Ys)
calcular os valores de Y
A “ Norma Granada” diferencia as árvores em do...
Cálculo do valor base
Fórmula: Ya – Ys x ( P / Ys)
A divisão por grupos destina-se:
Criar variação entre os valores finais...
Cálculo do valor base
Equação de Richard´s
Caso em estudo:
Y arv. avaliada = 887,3
Y arv. de substituição = 7,0
Valores ob...
Cálculo do Valor base
Fórmula: Ya – Ys x ( P / Ys)
 Ya = 887,3
 Yb= 7
 Preço em viveiro de uma Tilia tomentosa
com 35 c...
Cálculo do valor base
)1().( IEVUFExFIVfinalValor b 
FI = 0,82
FE = 1
EVU = 0,5 x (10 / (70+10) = 0.0625
VF = (6288 x 0...
12 norma granada
12 norma granada
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

12 norma granada

219 visualizações

Publicada em

Arvores

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
219
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

12 norma granada

  1. 1. Árvores Ornamentais Não Substituíveis NORMA GRANADA – ÁRVORES NÃO SUBSTITUÍVEIS Impossibilidade de encontrar a árvore por outra de iguais características
  2. 2. Porquê determinar o valor monetário de uma Árvore ? Danos Causados por acidentes / Vandalismo 1 2
  3. 3. Protecção de exemplares Notáveis
  4. 4. Avaliação de Uma Árvore Conceito de Avaliação: Formar uma ideia ou julgamento de qualquer coisa Processo de Identificação de um conjunto de parâmetros e ou situações que visam o conhecimento de um determinado Individuo
  5. 5. Avaliação  Factores Intrínsecos ( FI )  Factores Extrínsecos ( FE )  Esperança de Vida Útil (EVU)
  6. 6. Factores Intrínsecos ( FI ) Aspectos Fitossanitários ESCALA (2-0 / 5 CATEG.) 1 2
  7. 7. Aspectos Fitossanitários  Sistema Radicular  Tronco  Ramos Primários  Ramos Secundários  Folhas
  8. 8. Sistema Radicular 1 3 2
  9. 9. Tronco 1 2 3 4
  10. 10. Ramos Primários 1 2 3 4 5 5
  11. 11. Ramos Secundários e Folhas
  12. 12. Factores Extrínsecos - Estética e Funcionalidade - Representatividade e Rareza - Situação - Aspectos extraordinários Escala Variável
  13. 13. Valorização Estimação do valor de uma árvore  Formula a utilizar:  FI = Média de todas as quantificações obtidas  FE = Somatório de todas os aspectos avaliados.  IEVU = 0,5 x [Vida Futura / Longevidade (Proj. + Idade)]  Vb = Valor base = ??? )1().( IEVUFExFIVfinalValor b 
  14. 14. VALOR BASE Conceito: Valor característico de uma espécie, representando o valor normal de uma árvore com um determinado perímetro Pode ser utilizado para comparar valores monetários entre espécies Indica o valor de um exemplar normal Não contém qualquer influência da avaliação efectuada Estabelece a Ligação com o mercado de venda ( referência monetária)
  15. 15. Cálculo do valor base Fórmula: Ya – Ys x ( P / Ys) calcular os valores de Y A “ Norma Granada” diferencia as árvores em dois aspectos: Longevidade ou Expectativa de vida Folhosas - Curta Resinosas ---------------------- - Média - Pouco Longeva - Elevada - Longeva Crescimento Folhosas - Rápido Resinosas - Rápido - Médio - Médio - Lento - Lento
  16. 16. Cálculo do valor base Fórmula: Ya – Ys x ( P / Ys) A divisão por grupos destina-se: Criar variação entre os valores finais monetários em espécies diferentes Ordenar a valorização de forma a não haver diferença entre avaliadores
  17. 17. Cálculo do valor base Equação de Richard´s Caso em estudo: Y arv. avaliada = 887,3 Y arv. de substituição = 7,0 Valores obtidos através das tabelas da NG. Perímetro para as folhosas – Altura para as resinosas
  18. 18. Cálculo do Valor base Fórmula: Ya – Ys x ( P / Ys)  Ya = 887,3  Yb= 7  Preço em viveiro de uma Tilia tomentosa com 35 cm de perímetro = € 50 Valor base = ( 887,3 – 7) x ( 50 / 7) € 6287,86
  19. 19. Cálculo do valor base )1().( IEVUFExFIVfinalValor b  FI = 0,82 FE = 1 EVU = 0,5 x (10 / (70+10) = 0.0625 VF = (6288 x 0.82) x (1 + 1 + 0.0625 ) = € 10634

×