PE SUB-23 2015 - Regulamento

1.273 visualizações

Publicada em

Confira o regulamento do Campeonato Pernambucano Sub-23 de 2015.

Publicada em: Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.273
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
963
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PE SUB-23 2015 - Regulamento

  1. 1. FEDERAÇÃO PERNÀMBUCANA DE FUTEBOL é . Perpambucano Sub-23 | 2015 E ' FPF : f: 'E t' Í' 3,' 'J Â Fm. É": › FPF v. 'J . nx v , ,_. ~,_ h ; ni - Q . - R1i2!. ~í. ráí. ÊUCAix! rO If v v x M. ' ¡ › s' , r s' 'í _ s" 9 p; t ' - _' W j' '_; «" &j; _i ' 7 W . JI v”. v¡ z! - ( _ › › f; 4 f 4,! ' ' J: >_ . .Ã 9 _S75 Regulameni ? Específico da Competição < Dir tOr¡a de Competições ' . .C Pernãmbucano Su'b'-23 | 2015- ' Rua DOm Bosco, _871 - Boa Vist -- Recife-PE- CEI¡ 50070-07 - Fone : ' (81) 3423.2122 - 30409109 www. fg_f-ge. com. br -mail: - e. com eticao f f- e. c . br @É
  2. 2. FEDERAÇÃO PERNAMBUCANA DE FUTEBOL ' ' : PernambucaInO Sub-23 | 2015 SUMÁRIO DEFINIÇÕES _ CAPÍTULO I OA DENOMINAÇÃO E PARTICIPAÇÃO CAPÍTULO II OO TROFÉU E O_OS TÍTULOS CAPÍTULO _III OO SISTEMA OE “DISPUTA _ CAPTULO Iv à OOS _CRITÉRIOS OE DESEMPATE , ' CAPITULO v DA CONDIÇÃO OEJOGO OOS ATLETAS E PRAZO PARA REGISTRO CÁPITULO VI ' DO 'AOIAMENTO, DA ANTECIPAÇÃO E DA SUSPENSÃO DAS PARTIDAS CAPITULO VIII DA OROEM E OA SEGURANÇA OAS PARTIDAS * CÁPITULO 'VII _DA ARBITRAGEM E CÁPITULO x1 EXPEDIÇÃO E_VENDAS'DE INGRESSOS CAPITULO x " OAS DISPOSIÇÕES ÊINAIS' ' Rua DomBoscO, 871 - Boa Vista - Recife-PE - ÇEP 50070-07 - Fone : (81) 3423.2122 - 30409109 www. fgf-ge. com. br e-mail: fQfQQf-gggombr - ü. ggmgeticaogf| w_f-ge. cgm. br
  3. 3. FEDERAÇÃO IPERNAMBUCANA DEFUTEBOL Pernambucano Sub-23 | 2015 DEFINIÇÕES A > BID - Boletim, informativo Diário FPF O- Federação Pernambucana de Futebol DCO - DiretOria 'de Competições da FPF ~ A DRT --Diretoria de Registro e Transferência da FPF ' DURT-. en- DOcumentO ÚniCO _de Registro de Transferência Eletrônicol O STJD - _Superior TTibUnaI de Justiça INSS- ÍnStÍtUtO Nacional dO Seguro Social REC - Reguiamento Específicrd da Competição RGC_ -' Regulamento Geral das Competições É O Ép: . TJD-PE - Tribunal de Justiça de PernambuCO A h a ' l % Rua Dom Bosco, 871 - Doa Vista - Recife-PE - CEP 50070-07 - Fone : (81) 3423.2122'- 30409109 www. fgf-ge. com. br e-mail: fQfQfpj-geaaogpgr - pexomgetlcaggtnt-pmcomgr .
  4. 4. Art. 1° Art. 2° Art. 3° WWNRMFPNH FEDERAÇÃOPERNAMBUCANA DE FUTEBOL PerriiambucanO-Sub-ZB | .2015 l . i CAPÍTULO I _ A A DA DENOMINAÇAO E PARTICIPAÇÃO O Pernambucano Sub-23 | 2015 será regido por: a) Regulamento Específico da Competição (REC) O qual trata do sistema de disputa e outros assuntos especíñcos da competição. ' ' ' , ' i _ b) Regulamento. Geral (Elas Competições (RGC) O qual trata dos assuntos comuns às competiçoes coordenadas pela Federação Pernambucana de Futebol | FPF. (à Pegnagibucano Sub-23 | 2015 será A disputado pelas 12 Associações/ Clubes abaixw i ent¡ Ica os: . . _ E . AFOGADOS FUTEBOLÉCLUBE; A l _BARREIROS FUTEBOU CLUBE i BELO JARDIM FUTEBOL CLUBE; FLAMENGO DE ARCOVERDE; * ' IBIS SPORT CLUB; ' ' IPOJUCA ATLÉTICO CLUBE; I ~ 1 OLINDA FUTEBOL CLUBE; ' PETROLINASOCIAL FUTEBOL CLUBE; n p ' . SERRANO FUTEBOL CLUBE; , “ 1o. TIMBAÚBA FUTEBOL ICLUNBE; ~ “ . _ ' 11. VITORIA DE SANTO ANTAO ASSOCIÇAO ACADEMICA E DESPORTIVA; . 12. ARARIPINA FUTEBOLÊCLUBE ' _ › '- I ' A . l b' CAPÍTULO II ü ' . . - TROFEU E ACESSO AO PERNAMBUCANO A1 2016 (Q/ _ As Associações/ Clubes canfipeã e vice-campeã 'do Pernambucano Sub-23 | 20 5, estarão ' classificadas para O "Pernambucano A1 2016". . ç § 1° - Se, dentro do periodo de 60 (Sessenta) dias antes do inicio do Pernambucano A1 2016, , : houver impedimento das equipes classificadas, no tocante à determinação do mando de campo, -O direito de acesso caberá ao terceiro e/ ou' quarto classificado, e assim i sucessivamente. I ' . 1 › . , - § 2° - _Caso haja' a necessidade de acréscimo do número de participantes no Pernambucano A1 2016, deverão ser Classificadas as melhores colocadas, Iogoiabaixo das já qualificadas. é § 3° -' Caberá a FPF a denoininação do troféu da competição. Apenas o campeão o receberá. § 4° A associação/ clube que conquistar o título de campeão receberá o troféu correspondente e 35 (trinta e cinco) niedalhas douradas destinadas aos seus atletas, comissão técnica e . dirigente, ,o clube vice-campeão receberá 35 (trinta e cinco) medalhas prateadas, com a mesma destinação. . l _ ' - § 5° A Diretoria deCompetlições publicará as diretrizes relativas à entrega do troféu e medalhas' da Pernambucano Sub-23 | 2015 até 30 (trinta) dias antes do 'seu encerramento; §. 6P A FPF não permite e Tião autoriza à reprodução do troféu e das medalhas distribuídos com O clube campeão e vice-campeão, a FPF pode autorizar, mediante solicitação, a ~ › . I r' . . ' . - › . . reproduçao de replicas do trofeu em dimensoes menores do que o trofeu original. 7 Rua Dom Bosco, 371- Boa vista¡ - Recife-PE- CEP socio-oz - Fone : (B1) 3423.2122 - 3040910 , ;j www. _f_gf-ge. com. br e-mail: fgfVQgf-gmcombr-gesompetigggg fgf-ge. com. br
  5. 5. Art. 4° Art. 5° Art. 6° x FEDERAÇÃO PERNAMBUCANA DE FUTEBOL Pernambucano Sub-23 | 2015 . _ _CAPÍTULO III DA CONDIÇAO DEJOGO Dos ATLETAS Somente poderão participar dO'Pernambucano_Sub-23 | 2015 os atletas que estejam inscritos no registro geral da' FPF e, cujo nome, conste do BID da CBF publicado até o último dia útil que anteceder cada paitida. * § 1° Os contratos de atletaspara o PernambucanoSub-23 | 2015, somente poderão ser registrados até O último dia útil anterior ao inicio da 3a'rodada da 2° fase da competição (QUADRANGULAR). ' l ' a § 2° Cada associação/ clube somente poderá Colocar na_ relação dos 22 (vinte e dois) atletas (titulares e reservas) devidamente registrados e validados pelo BID da CBF para cada partida, apenas e até 04. (quatro) jogadores nascidos antes do ano de 1993 e 'cinco (05) atletas não profissionais. § 3° O atleta que for inscrito por uma associação/ clube não poderá ser transferido para outra associação/ clube: ' í' Todas as referências ao BID da CBF aqui expressas devem considerar o que trata O capítul especifico do RGC da "FPF. ~ r . 4; A CAPÍTULO IV DO SISTEMA DE DISPUTA A Competição será realizada em quatro (04) fases: a. 1a'faseÀ(Hexagonal): Grupos "A" e "B" com 06 (seis) associações/ clubes em cada grupo, 'jogando no sist_ made ida e volta. As 04 (quatro) associações/ clubes melhores colocadas em cada rupo sab classificarão* para a próxima fase; o E . GRupo “A" n . '_ GRUPO “B" A « AFOGADOS FUTEBOL CLUBE BARREIROS FUTEBOL 'CLUBE ARARIPINA FUTEBOL CLUBE f IBIS SPORT CLUB I BELO JARDIM FUTEBOL CLUBE IPOJUCA ATLETICO CLUBE OLINDA FUTEBOL CLUBE » TIMBAÚBA FUTEBOL CLUBE; , VITORIA DE SANTO ANTAO. ASSOCIAO ACADEMICA E DESPORTIVA m m 70 É 2 O '| 'I C Fl ou O I- n r- c: o: : rn Grupos "C" e "D" com O4 (quatro) associações/ clubes em cada grupo, jogando no sistema de ida e volta. As 02 (duas) associações/ Clubes melhores colocadas em cada grupo se b. 23 fase (Quadrangular): Classificarão para a próxima fase. GRU PO "D" 1° colocado do Grupo “B" 2° colocado do Grupo "B" ' GRUPO “c" é 1° Colocado do Grupo “A" 2° colocado do Grupo "A" ' Rua Dom Bosco, 871- Boa Vista - Reçife-PE- CEP 50070707 - Fone : (81) 3423.2122- 30409109 www. fgf-pe. com. br e-mail: 'fgf@fgf-ge. com. br- e. com eticao f f- e. com. hr
  6. 6. * v , Periêiambucano Sub-23 | 2015 ' 3° Colocado' do Grupo “A" 3° colocado do Grupo “B" 4° colocado do Grupo “A" 4° Colocado do Grupo “B" FEDERAÇÃO PERNAMBUCANA DE FUTEBOL A min-aut"" v FPF c. 3° fase (Semifinal): - . _ I , _ . Grupos "E" e "F" com 02_-(duas) associações/ clubes em cada grupo, jogando no sistema de ida e volta, classificando-se os primeiros colocados de Cada grupo. Essas 02 (duas) associações/ Clubes já_est_ão classificadas para o Pernambucano da Série A1 | 2016; l . . GRUPO “B" › i . 7 GRUPO “F" ' Í 1° colocado do Gruo “C" 1° colocado do Grupo “D" 2° colocado do . Grupo “D" 2° colocado' do Grupo “C" d'. 4° fase (Final): 02 Equipes, disputa título em jogo único. I -v . . § 1° A Associações/ Clubesl mandante do jogo ñgurará ao lodo esquerdo da tabela, nã sendo permitida inversão doêmando de campo, salvo por determinação do TJD-PE. . I ' , § 2° Na impossibilidade de uma Associações/ Clubes realizar o jogo como mandante O seu estádio, a mesma deverá comunicar a FPF, com antecedência_ de 10 (dez) dia_ para 4 comunicar o novo local dapartida, onde atuará como mandante. Caso fortuitd, será definido pela Diretoria: de Competições da FPF. ' § 3° Para efeito do mando de campo da 3a Fase (semifinais), respectivamente, fica estabelecido que a equipe/ associação que tiver a melhor classificação EXCLUSIVAMENTE _na 2a Fase (Quadrangular) realizará todasas primeiras partidas na condição de visitante e a segunda partida Como mandante. - ~ . . ¡ * * . A _ §4° Para efeito do mando de campo da 4° Fase (Final), respectivamente, tica estabelecido ' que a equipe/ associação que tiver a melhor _Classificação nas O3 (Três) F (Hexagonais, Quadrangulares e semifinais) realizará a partida na condição C mandante. _ ' " _o ° _ § 5° Em caso -de igualdade na classificação na 2a Fase (Quadrangular) entre duas equipes/ associaçõesl para efeito de mando de campo na 3a' Fase (Semifinal), ñca estabelecido os seguintes critérios para desempate: - ° l . a) Maior número de pontos nos hexagonais; b) Maior número de vitórias nos hexagonais; C) Maior saldo de gols nos hexagonais; ' d) maior número de gols marcados nos hexagonais; e _ e) Sorteio na sede dá FPF no primeiro dia útil após a partida, às 16h00min. _ . CAPÍTULO v - Q/ DOS CRITERIOS DE DESEMPATE “ ' Art. 7° Na Primeira e Segunda ; Fase sempre que duas ou mais Associações/ Clubes 'estiverem em igualdade de pontos aplica-se os Critérios de desempate: -_ A_ _/ a) Maior número de vitórias na fase em disputa; b) Maior saldo . de gols¡ na fase em disputa; c) Maior número de gols marcados na fase em disputa; Rua Dom Bosco, 871'- Boa viste - Recife-PE - CEP 50070-07 - Fone : (81 4232122 - 30409109 www. fgf-ge. com. br _e-mailzggfgfpf-gemombr- e. com eticao f - e. c m. br
  7. 7. Art. 8° Art. 9° FEDERAÇÃO PERNAMBUCANA DE FUTEBOL A . ' Pernambucano Sub-23 [2015 "'- ' i FPF _ d) Vantagem, no confronto direto entre duas Associações/ Clubes na fase em disputa; e) Menor número de cartões vermelhos; f) Menor número de cartões amarelos; e _ . _ g) Sorteio às 16h_00min. , na sede da FPF no primeiro dia útil após a partida. . Na 3a Fase sempre que dNas Associações/ Clubes estiverem em igualdade de pontos aplica-se O seguinte Critério de desempate: ' a) Saldo de gols; _ _ b) Gols pró como visitante; e ' l C) Tiros do ponto penal, conforme as Regras do Jogo de Futebol. §ÚNICO Na 4a Fase (Final) Em Caso. de empate após o tempohde 90 (Noventa) minutos ' aplica-se: ' , E A renda decada _partida Será do' clube mandante, devendo incidir sobre a renda bruta os descontosabaixo: l a) Tiros do ponto penal, conforme as. Regras do Jogo de Futebol. . _ CAPÍTULO v1. « DAS DISPOSIÇOES FINANCEIRAS l _ i = A 5%' (cinco por cento) da renda bruta correspondente à contribuiçãordo INSS; I . II Taxa de Administração da FPFde 8% (oito por cento) da renda. bruta; _ « III Taxas da arbitragem acrescidos de 20% (vinte por cento) referente à contribuição do INSS' . | A : IV Taxas dos delegados do jogo, acrescidos de 20%, (vinte. por cento), referente à Art. 10° Art. 12° contribuição do INS_S; _ . Os avisos de lançamentos (AL). - V ingresso, válido a partir do ! momento em queingressar no estádio ( rt. 16, II, da Lei _n° 10.6 de 15.05.03 - Estatuto do - A A FPF Contratará seguro de acidentes pessoais, tendo como beneficiário o torCedorportador I Torcedor). A l O Seguro de Aciderites Pessoais Coletivo de Público Pagante, corresponderá a um valor. determinado_ por ingresso vendido, descontado" da renda bruta çla partida e o capital segurado corresponüerá a: . - II _ Os valoresóa que correspondem ao item I, Àacima identificado, deverá ser recolhido à tesouraria da FPF, mediante deposito bancário, juntamente com-o etim Financeiro da I Partida. O não recolhimento do desconto relativo . ao INSS, pelo clube mandante acarretará ao mesmo a aplicação de multa pecuniária no valor correspondente a 100% do valor apurado no bordero'. Todos Os ingressos/ entradas das partidas no Pernambucano Sub-23 | 2015 Será padr , nizado e confeccionados pela FPF. ›_ v _ / Rua Dom Bosco, 871 - Boa Vista - Recife-PE - CEP 50070-07 - Fone : (81) wvvw. fgf-ge. com. br 'e-mail: fQfQfQf-pmgmbr - ge. comgetioao@fjaj-pe. com. br . J , _CAPÍTULO VII . DA_ CONFECÇAO E VENDA DE INGRESSOS
  8. 8. Art. 136 . _ §1o Art. 14° Art. 15° FEDERAÇÃO PERNAMBUCANA DE FUTEBOL i Pernambucano Sub-23 | 2015 _ - FPF § 1° Os ingressos não vendidos serão recolhidos à FPF, não se 'admite o reaproveitamento ou a reutilização dos ingressos de partidas já realizadas, nem mesmo a título de reserva técnica. k _o § 2° Todo o público presente ao estádio será registrado, inclusive os portadores de convites, as autoridades e o pessoal de serviço, para efeito de observação da suacapacidade máxima. . AS Associações/ Clubes têm a prerrogativa de estabelecer livremente os preços dos» in ressos nas partidas em que for mandante, tendo como base o estabelecido -valor mínimo R$ 5, 0'” (Cinco). ^ Poderá a FPF intervir no preço de venda dos ingressos se constatado manifes' ao direito do torcedor. O preço do ingresso para a torcida visitante nãopoderá ser_ superior ao cobrado para e torcedor da Associações/ Clubes mandante, observada a equivalência dos Setores - estádio onde os mesmos serão disponibilizados. 'As associações/ clubes visitantes terão direito a no minimo 25' (vinte e cinco) ingress para , sua delegação. * - §°2° §3° As associações/ Clubes mandantes deverão fornecer à FPF 15 (quinze) ingressos que ' serão repassados para O Ministério Público, a Defensoria Pública e o JECRIM nos estádios onde' esses órgãos atuem. §4° . Os preços dos 'ingressos Serão estabelecidos pelo Clube mandante observada às disposições legais_ sobre meias-entradas, contratos e convênios. firmados pela FPF_ outras situações previstas em lei, no estado ou municipio. ' l §5° Os ingressos de Sócios do'. clube mandante deverão custar no minimo, 50°/ o (cinquenta § 6° por Cento) do valor estabelecido para os nãos sócios, no mesmo setor do estádio. ' hospedagem e alimentação serão das Todas as 'despesas dos Clubes com transportes, _ _ responsabilidades dos próprios Clubes participantes, a partir das receitas apuradas com os seus contratos de direito de propriedades. ' ' A diretoria da FPF baixará instruções no sentido de regulamentar os 'convênios existentes ou que venham a existir entre os Clubes, no tocante a troca de notas fiscais por ingressos para as partidas do Pernambucano 'Sub-23 |2015 ou outros tipos de Contratos que env vam ingressos, seja com a administração pública, seja com a área privada. " ' § 1° Convênios, Contratos e equivalentes referentes ao objeto do Caput o presente artigo (deverão ser informados à FPF pelo clube interessado com antecedência mínima de 30 (trinta) dias em relação ao início do Campeonato Pernambucano de Futebol da Série A2 de 2015: “ Durante esta Competição a FPFnão poderá disponibilizar recursos financeiros a título de § 2° . empréstimo para as associações/ clubes disputantes, podendo, no _entarW antecipar recursos contratados e já concretizados de patrocínios. CAPÍTULO VIII _ ›_ - DA SEGURANÇA DAS PARTIDAS h Rua Dom Bosco, 871 - Boa Vista - Recife-PE - CEP 50070-07 - Fone : (81) 3423.2122 - 409109 www. fgf-pe. com. br e-mail: mf@§pf-ge. com. br - ge. c0mgeticao@fpf-ge. c0m. br
  9. 9. Art. 16° I 'II III FEDERAÇÃO : PERNAMBUCANA DE FUTEBOL . Pernambucano 'Sub-23 | 2015 i É competência da FPF adoter as medidas administrativas e técnicas indispensáveis à realização da partida e à normalidade da competição, bem como, designar o Delegado do JO ' seguintes atribuições: mas . I . Limitar e controlar o número de pessoas nas quatro linhas do gramado; Observara perfeita nbnnalidade em relação ao Campo, bolas, banco de rese asjtúneis, vestiários, gandulas elmaqueiros, substituindo este se necessário; Impedir o acesso ao campo de jogo de todo e qualquer profissional da imprensa, ' incluindo repórter, fotógrafo e cinegrafista vinculado a jornal, rádio, emissora de televisão IV _ _ v vI Art. 17° I _ II III A Iv É atribuição da Associações/ Clubes mandante adotar as seguintes providências: e sítios da internet, antes e durante a_ partida, a nm de não acarretar atrasos no início ou seu_reinício; ' g_ _ , _ ' _ Ç . Observar o _comportamento de público, locais de publicidade e o placar - i eletrônico/ manual; ' . O ' Emitir Relatório d_o Jogo, conforme. modelo da FPF; j Zelar pelo cumprimento do Estatutqdo Torcedor, noque lhe for cabível . e pertinente à n realização da partida. _ . equipamentos Manter vigilância nos íacessos aos vestiários; . Sinalizar o estádio, facilitando o acesso do público às diversas dependências; Fornecer as 'autoridades de segurança pública, quando solicitada, necessários para o bom 'desempenho de suas funções; 1 Informar, nos prazos previstos em lei, à FPF e aos órgãos públicos de segurança, _um destes, os dados _necessários à segurança da partida, especialmente: _ v1 _ vII _ VIII . IX Rua'D0m' Bosco, 871 - ' Permitir o livre acesso ao estádio para todos os membros da Assembleia Geral da FPF, ' transporte, engenharialde trânsito e vigilância sanitária, conforme a competência de ca . J C) número de ingressos solicitados e postos à venda; d) expectativa de público; . a) horário em que os portões do estádio serão abertos; . b) capacidade de públlico do estádio; - . e) locais para posto rrtiédicoe policial. ' ' E l Fixar no estádio o REC em locaI_-de fácil acesso, reproduzidos em tamanho 'que permita boa visualização; i quando identificados¡ ' Colaborar na identificação de torcedores que pratiquem atos contrários à ordem e segurança da partidag; Tem as associações/ clubes mandantes o dever de bem receber a visitante com a respectiva torcida e árbitros da partida, garantindo-lhes: à . _ . l _ a) Vestiários em boas condições de uso para' os árbitros, atletas e comissão técnica, sem _ acesso de terceiros; _ _ ' ' " ' , b) Acesso seguro aos atletas, diretores das associaçoes/ clubes e torcedores ao estadio; l _ . C) Cumprimento do direito de acesso ao campo de jogo . para o aquecimento fisico antes de iniciada a partida, sem qualquer impedimento. ~ - Podem participar do aquecimento no gramado, Os atletas, o preparador fisico, o massagista, o médicp e o preparador de goleiros, cabendo unicamente ao Delegado do l Boa Vista - Recife-PE - CEP 50070-07 - Fone : (81) 3423.2122 - 30409109 â s” inrwviLfpf-pecombr e-mail: :pfglfpf-pexommr - pe. comgeticao@§pf-ge. com. br
  10. 10. FEDERAÇÃO PERNAMBUCANA DE FUTEBOL' , Pernambucano Sub-.23 | 2015 a 5 _ . ' v FPF Jogo 'decidir pela impossibilidade de acesso das equipes dísputantes para aquecimento, ~ considerando as condições do gramado. ' '- - * f CAPÍTULO 1x o . N DA CONTAGEM pos PONTOS E CONTROLE DOS CARTOES Art. 18° Em todas as_fases da Competição, _a classificação dos dísputantes se dará po o a de pontos ganhos, atribuindo-se 03 (três) pontos por vitória, 01 (um) ponto por empate. e 00 (zero) ponto por derrota. ' ' 5 i ' - ' §1° Perderá por W x O, com placar . desfavorável de 3x0 (três a zero), a ~ associação/ clube que se' der causa e/ ou recusar-se a jogar uma partida pelos critérios e abaixo: 7 . . ' Ép . l - . _ . I Programada na Tabela de Jogos, por recusa a adentrar ao campo de jogo, no seu ini' io ou A no intervalo; E o II Adiada ou antecipadapela FPF; III Suspensa e marcada para o dia seguinte; _ IV Na hipótese referida ; no inciso anterior, o placar lhe será desfavorável em 3x0 (t “s a zero), “-sea no momento da paralisação que resultou na suspensão, a partida es , _ va empatada ou com placar favorável à associação/ clube' que; se recusou a jogar. " ' '§2°_ Será . aplicada. multa¡ pecuniária no valor de R$ 20.000,00. (vinte mil reais) a 'associação/ clube que deixar de jogar uma partida marcada na _tabela de jogos ou ' remarcada em decorrênciade suspensão. - Art. 19° Os cartões amarelos de todos. os atletas serão zerados ao término da -25 fase (Quadrangul da Competição. i - . l á . A ~ - . . . . . . . § 1° Punido o atleta com o terceiro cartao amarelo ou cartao vermelho na ultima partida da 3a fase (quartas de final), _deverá o mesmo cumprir a suspensão automática no jogo c subsequente. - « v § 2° Quando o atleta forÊ advertido com um cartão amarelo e, posteriormente, for expulso de - campo com a exibição diretade cartão vermelho, serão considerados o cartão amarelo e o cartão vermelho. i ' - § 3° Sendo o atleta advertido com um cartão amarelo e, posteriormente, receber o segundo cartão amarelo, com a exibição consequente do cartao vermelho, sera _considerado apenas o cartão vermelho. ' §4° A associação/ clube¡ disputante é a única responsável pelo controle e contagem do número de cartões amarelos _e vermelhos e pelo-prazo de suspensao disciplinar aplicada _ pelo TJD-PE. w a ' (@ R §5° A sus-pensão automática cumprida em decorrência de expulsão "deduzida da pena › aplicada pelo TJD. ' ' v ' Art. 20° O árbitro poderá não iniciar, ›interromper, suspender ou encerrar ãtecipadamente uma partida, a se constatar ao menos uma das seguintes causas: J I ' t. Rua Dom Bosco, 871 - Boa Vista - 'Recife-PE - CVEP 50(À)70-07 ? - Fone : (81) 34 .2122 - 30409109 l . , www. fpf-ge. com. br 'e-mail: fQfQfQf-gemombr - ge. competicao@§gf-ge. com. br v l ” . -
  11. 11. Art. 21° É II Falta de segurança no estádio, conflitos ou distúrbios graves no campo de ' a N Motivo de força maior, que represente uma situação de comoção incomp a Pernambucano Sub-23 | 2015 , l “input” A l . , . FPF I Ausência de 01 (um) 'médico para cada equipe, 401 (um) médico, 02 (dois) enfermeiros- padrão e 01 (uma) 'ambulância para cada 10.0.00 (dez mil) torcedores presentes no ° estádio (art. 16, III e IV, da Lei n°. 10.671); . o FEDERAÇÃO PERNAMBUCANA DE FUTEBOL estádio; l _ a › III Insuficiência de iluminiação; _ realização ou continuidade da partida; d v V Presença de sinais luminosos tipo laser direcionados para 'o campo de jogo e que estejam dentro do estádio; _I ° a VI Incitação à _vio| ência, lseja em serviço de som, dentro do estádio ou em área anexa, ou manifestada por torcedores. " . | a § Único: _ (trinta) minutos, :podendo prorrogar por mais 30 (trinta) minutos, para cessar as causas da interrupção a critério do árbitro. Esgotado o tempo total de 60 (ses nta) minutos, poderáa partida ser suspensa ou encerrada antecipadamente. . | ' _ 4 . Qualquer que tenha 'sido a 'causa do adiamento pelo árbitro, ou da suspensão da partid , esta será jogada integralmente ! ou complementada, sempre no dia seguinte, no mesmo estádio e em' horário determinado pella Diretoria deCompetições da FPF. « A § 1° Na hipótese de paThLLda adiada _ou suspensa não puder ser jogada no dia seguinte, por data para a sua realização. l ( . Ocorrendo uma das causas previstas neste artigo e seus incisos quando a partida já_ estiver em andamento, esta será interrompida pelo árbitro, que aguardará até 30- J persistirem os motivos que justificaram o adiamento ou a suspensão, será marcar nova ã § 2° A partida que forcomplementada em decorrênciaêde suspensão será reiniciada com o mesmo placar do momento da suspensão. . § 3° Somente poderão' ¡participar da complementação da partida. suspensa os atletas ou expulsos. § 4°; Poderá participar da partida adiada qualquer atleta que tenha condições d jogo na data em que for realizada. . . J . Adiada ou suspenseiíuma partida, ainda que ela possa ser realizada ou c cluida no dia r §5° _ relacionados para olseu início, permanecendo excluídos os que tiverem sido substituidosñz/ l seguinte, o árbitro incluirá em seus relatoriosas causas determinantes e a providências › que lhe forem comunicadas pelo delegado do jogo. .Também deverá mencionar, sempre que possiveis pessoas que tenham contribuído, mesmo por omissão, para sua decisão. a Esses relatórios serão encaminhados à FPF imediatamente, ainda que tenha que complementá-los em 24 (vinte e quatro) horas posterior. › . . l CAPÍTULO x uso DO UNIFORME DE JOGO Art. 22° ' À prerrogativa de usar o uniforme número 01 (um) em qualquer partida é da associaçã clube mandante. A§ 1° Sempre que houvef coincidência de cores nos uniformes, a Associação visitante trocará seu uniforme, devando usar camisas, calções e meões de cores diferentes das cores . usadas pela mandante. Rua Dom Bosco, 871 - Boa Vista - Recife-PE_ - CEP 50019-07 - Fone : (81) 3423.2122 - 3040910 www. fgf-ge. com. br e-mail: mfmnf-peçgmkr- . com etica - e. com. hr / ' Í A _ , 4
  12. 12. Art. 23° Art. , 24° FEDERAÇÃO ÊPERNAMBUCANA 'DE FUTEBOL Pernambucano 'Sub-23 | 2015 ' - l ' i i - FPF § 2_° O dever de trocar-o uniforme será da equipe/ associação mandante, desde que o mesmo não esteja usando o, seu uniforme n° 01 (um). ' ' §r3° Registro dos UniforrÊnes - Até 20/08/2015, as equipes/ associações informarão à FPF, mediante ofício,4as cores dos seus , uniformes (imagem JPG o_u em Corel Draw), que obrigatoriamente deverão estar previsto nos seus e_statutos. l E , ' . As Associações/ Clubes devem enviar antes ; do início da competição, mediante oficio, os modelos completos em cores dos . seus uniformes, que obrigatoriamente deverão estar previstos nos seus estatutos, para registro e publicação, dosseus 03 (três) uniformes. § 1°. Os. modelos devem : ser encaminhados nos formato CDR - Corel Draw e/ ou AI - Adobe Ilustrator, inclusive especificando quais são os uniformes número-l, 2 ou 3;' § 2°: Será permitida a : utilização de uniforme e/ ou numeração de camisas de atletas comemorativas, desde que à FPF, ,seja comunicada 10 (dez) dias antes da partida. l * - , ' r § 3° l , ., » C/ Fica autorizado o usp de numeraçoes nos uniformes das camisas de 1 a. MF* i l . CAPITULO XI i ARBITRAGEM' Os 'árbitros do Pernambucano Sub-23 | 2015, serão escalados mediante sorteio, dentre aqueles _ previamente selecionados ; exclusivamente pela Comissão Estadual de Arbitragem -* CEAF da “ FPF. a E . i ' § 1° Não será aceito a iifidicação de árbitros àÇComissão Estadual de Arbitragem - CEAF da FPF, em nenhuma hipótese para a participação dos sorteios, mesmo cdecomum acord _ entre as associações/ clubes participante do Pernambucano Sub-23 | - 2015. Astaxas de arbitragem, diárias e o ressarcimento das despesas com transporte deverã ser pagas antes do início da partida emdinheiro, caso contrárioa partida não terá início. Caso 'não ocorra' o' pagamento" das taxas de arbitragem pela associação/ clube e a partida não seja re'lizada a equipe mandante perderá a partida por W x O (3 x O). Em caso de reincidência, a associação/ clube será excluída da competição e essa partida não realizada também será por W x O (3 X O). . §2° §3° § 4° As partidas da assoÊciação/ clube excluída e não realizadas será cornpu do o placar de (1^ l x' 0) favorável ao seu adversário. a _ . ' " ' §_5° A exclusão da associação/ clube dar-se-à de forma administrativa pela DCO da FPF, em até 48 (quarenta e oito) horas, INDEPENDENTEMENTE do julga ento pelo TJD-PE e das penalidades impostas pelo CBJD. W O árbitro somente dará início à partida após constatar que os atletas e sua comissão técnica foram devidamente identificados na relação das associaçoes/ clubes. i . § 1° Compete ao árbitroie auxiliares, em relação à normalidade da competição: i , . . I», Verificar se o campo' de' jogo esta totalmente livre sem a _presença de pessoas estra has ao evento; ¡ i , . Rua Dom Bosco, 871 - Boa Vistã - Recife-PE - CEP 50070-'07 - Fone : (81) 3423.2122 - 30409109 . www. fpf-ge. com. br ¡e-mail: fgfgQfgf-gexombr - ; e.com¡getICaOQfQf-pesombr
  13. 13. FEDERAÇÃO PERNAMBUCANA DE FUTEBOL Pernambucano Sub-23 |2015 a n “Hanngar” FPF ; II _ ~ Impedir que no local designado ao banco _de reservas permaneça quem não for atleta ou _ membro das comissões técnicas; ' a IV Tomar as necessárias: medidas para que, em sendo obrigatóriaa execução do hino de Pernambuco, ambas as equipes ingressem em campo com a antecedência mínima de' 08 (oito) minutos do horário previsto para o início da partida; ~ l ç ~ CAPÍTULO xn SANÇOES ADMINISTRATIVAS . ç , a _ Art. 26° As Associações/ Clubes, participantes' da Pernambucano Sub-23 s| 2015, sujeitam-se as - penalidades administrativas, independentemente das 'que lhes possam ser aplicadas pelo Tribunal de Justiça Desportiva - TJD-PE, nos termos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva - CBJD, conforme as respectivas infrações que cometerem, a saber: " I Deixar de cumprir qiâialquer das suas obrigações, como mandante, necessárias à boa _ ( ordem e à segurança Ída partida. ' Multa: R$ 5.000,00 (cinco mil reais). II Não divulgar renda e públicordapartida. ' . A a l Multa: R$ 2.000,00 (dpis mil reais). _ _ _ ' a III Atraso na , apresentação da ambulância da equipe mandante. a u Multa: R$ 2.000,00 (dpis mil reais). " , . i ' . . É CAPITULO XIII ' . _ DAS DISPOSIÇOES FINAIS ' . “ . i 1 _ * A Art. 27° . As partidas do Pernambuclano Sub-23 '| 2015, somente' poderá ser jogada em estádíos que- obedeçam aos LTEs que são exigências do Estatuto do Torcedor (Lei n°: 10.671/2003, Art. 23), ' Decreto Lei n°: 6.795/2009 da Presidência da Republica, Portarias do Ministério dos Esportes n°s: 124/2009, 185/2009 e 238/2010, o Estatuto do Torcedor (Lei n°. 10.671) e à capacidade de público conforme se segLie: . _ ' ' ' a) Para as partidas dasvsemiñnais e 'finais os estádios deverão ter capacidade minima de 3.000 (três) mil espeatadores e sistema de iluminação adequado para partidas noturnas. ' . I a u u v N ' . § Unico: No* caso do estadio normalmente utilizado por um _dos clubes nao atender ao previsto neste artigo, este clube deverá indicar outro estádio que atenda ao stabelecido para a realização de suas partidas. l Art. 28° Os direitos sobre as propriedades comerciais relacionadoscom Pernambucano Sub-23 | 2015, são EXCLUSIVOS da FPF e : serão-definidos nos acordos comerciais firmados ou autorizados pela' FPF, não sendo permitida a nenhuma associação/ clube disputante assinar contrato comercial, com . pessoa física ou jurídica para quaisquer fins. Caso a associação/ clube insista em fazer contrato paralelo, será punidacom a perda do mando de campo sucessivamente. ü¡ Art. 29° Todos os jogos da última : rodada da fase classificatória Pernambucano Sub-23 | 2015, deverá_ ' ser simultânea, exceto osique não estiverem correlacionados com situaçoes de classificaçao para a fase seguinte. ç l l . ~ › l l Art. 30° MA bola oficial da Pernambucano Sub'-23 | 2015, é fornecida pela FPF e da marca Penalty, a c associações/ clube mandante manterá no local da partida 05 (cinco) bolas, sendo 01 (um ) atrás de cada meta, 01 (uma) em cada linha lateral do campo e uma 01 (uma) em jogo. › Rua Dom Bosco, 871 - Boa Vista - Recife-PE -d CEP 50070-07 - Fone á (81) 3423.2122 - 30409109 , “T www. fgf-ge. com. br email: fgf@gpf-ge. com. br - pecomgeticaoçqfgf-pacom. br
  14. 14. FEDERAÇÃO pERNAMBUcANA DE FUTEBOL Pernambucano Sub-23 |2015 ' Art. 31° Nos termos da legislação vigente, Oprincípio da continuidade se_ aplica amplamente a Pernambucano Sub'-23 | 2015, que não poderá ser suspensa para aguardar decisão de processo pendente. ' E n Art. 32° Nos . termos do art. 69, § 2° e § 4°, .do Estatuto da Federação Pernambucana de Futebol, a decisão sobre a aplicação de multas se " dará mediante procedimento administrativo, assegurados O contraditório e a ampla defesa. Art. 33° A diretoria da FPF expedirá normas e instruções complementares , que se fizerem necessárias à - execução do. presente regulamento e Os casos omissos serão resolvidos peladiretoria' da FPF. Recife, 19 de agosto de 2015. Murilo Sávio Barbalho _Falcao _ Diretor e Competi “ q › 0,' q_ _A , . ' " DA FUTEBLcLUBE; ' A ARARIPI FUTEBOL CLUBE * r ” _ - ua Dom Bosco, 871--' Boa Vista - Recife-PE - CEP 50070-07 - Fone : (81) 3423.2122 - 30409109 www. fgf-ge. con1.b; e-mail: fQfQfQf-pemombr - ge. comgetiOaO@§gf-ge. com. br

×