Julgamentos de Peixes Ornamentais (Guppy & Betta)

2.147 visualizações

Publicada em

Palestra sobre #Guppies & #Bettas na Universidade Federal de Goiás (UFG), em Goiânia.

Tema: "Julgamentos de Peixes Ornamentais".

Lecture about Guppies at Universidade Federal de Goiás (UFG) in Goiânia, Brazil.

Theme: "Judging Standards for #Ornamental #Fishes".

Publicada em: Ciências
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.147
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
80
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
55
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Julgamentos de Peixes Ornamentais (Guppy & Betta)

  1. 1. Regras e Normas de Julgamento para Exposição de Guppies
  2. 2. Devido às diferenças climáticas, culturais e com a finalidade de fomentar o hobby e estipular padrões de variedades, diversas associações de criadores de Guppies foram criadas, primeiramente na Europa e América do Norte. As principais associações são: ∙Confederação dos Criadores de Guppy (CCG); ∙Gruppo Guizzi di Colore (GGC); ∙Guppy Club Deutschland (GCD); ∙Guppy Club Singapore (GCS); ∙ Interessengemeinschaft Guppys-Mollys-Xiphos (IGMX); ∙ International Fancy Guppy Association (IFGA); ∙ Internationales Kuratorium Guppy Hochzucht (IKGH); ∙Malaysia Guppy Club (MGC); ∙Taiwan Guppy Club (TGC); ∙World Guppy Association (WGA). MB 2 de 45
  3. 3. SISTEMAS DE PONTOS PARA JULGAMENTO DE MACHOS CCG/IFGA CORPO DORSAL CAUDAL Tamanho 8 8 11 27 Cor 8 8 11 27 Formato 5 5 10 20 Condição 4 4 5 13 MB 4 de 45 25 25 37 Comportamento 5 Simetria 8 Japão CORPO DORSAL CAUDAL Tamanho 5 5 10 20 Cor 10 5 10 25 Formato 5 5 10 20 Padrão 10 5 10 25 30 20 40 Condição 10
  4. 4. SISTEMAS DE PONTOS PARA JULGAMENTO DE MACHOS IHS//IKGH/TGC/WGA CORPO DORSAL CAUDAL Tamanho 8 5 10 23 Cor 12 10 14 36 Formato 8 8 20 36 28 23 44 Comportamento 5 MGC CORPO DORSAL CAUDAL Tamanho 8 8 20 36 Cor 8 8 20 36 Formato 12 10 14 36 28 26 54 Comportamento 5 Fêmea -10 MB 5 de 45
  5. 5. SISTEMA DE PONTOS PARA JULGAMENTO DE FÊMEAS CCG/IFGA CORPO DORSAL CAUDAL Tamanho 11 7 11 29 Cor 4 6 11 21 Formato 11 4 10 25 Condição 4 3 5 12 MB 7 de 2405 30 20 37 Comportamento 5 Simetria 8 IHS/IKGH CORPO DORSAL CAUDAL Tamanho 10 5 5 20 Cor 5 5 Formato 10 5 10 25 20 10 20
  6. 6. NORMAS DE JULGAMENTO PARA TAMANHO - IFGA Comp. da nadadeira caudal: 3,175 cm; Comprimento do corpo: 3,175 cm; Comp. da nadadeira dorsal: 2,381 cm; Largura da nadadeira dorsal: 0,793 cm; Comprimento total: 5,715 cm. MB 8 de 2405
  7. 7. NORMAS DE JULGAMENTO PARA TAMANHO - IFGA Comp. da nadadeira caudal: 2,857 cm; Comprimento do corpo: 5,715 cm; Comp. da nadadeira dorsal: 1,905 cm; Largura da nadadeira dorsal: 0,635 cm; Comprimento total: 8,001 cm. MB 9 de 2405
  8. 8. NORMAS DE JULGAMENTO PARA FORMATO - IFGA A proporção de corpo e nadadeira caudal deve ser um por um (1:1). As proporções do pedúnculo caudal são de 3 unidades de comprimento para 2 unidades de altura (3:2). O corpo deve ser forte o suficiente para suportar a nadadeira caudal. O formato de corpo ideal é ligeiramente arredondado e não deve ser arqueado e apresentar cabeça chata. A nadadeira dorsal pede um formato de paralelogramo, numa proporção de 3 unidades de comprimento para a uma unidade de altura (3:1) e posição ereta. A nadadeira caudal é a parte mais importante e pontuada do Guppy. Esta nadadeira deve formar um triângulo equilátero a partir do pedúnculo caudal, com uma abertura de 55 a 75 graus; 60 a 70 graus, sendo o ideal. A borda superior e posterior devem ser iguais e não-arredondadas. Assim como a nadadeira dorsal, a caudal deve se manter aberta e ereta em todo o momento. MB 10 de 2405
  9. 9. NORMAS DE JULGAMENTO PARA FORMATO - IFGA As proporções de corpo e nadadeira caudal e de pedúnculo são semelhantes as medidas dos peixes Delta. A nadadeira dorsal também pede um formato de paralelogramo, porém numa proporção de 4 unidades de comprimento para uma unidade de altura (4:1) e posição ereta. A nadadeira caudal deve formar um triângulo equilátero, com uma abertura de 40 a 50 graus; 45 graus, sendo o ideal. A abertura da caudal tanto em peixes Delta, quanto em Veils é determinada pela angulação formada a partir do pedúnculo, assim como mostrado na figura acima. MB 11 de 2405
  10. 10. NORMAS DE JULGAMENTO PARA FORMATO - IFGA Machos Double Sword (foto), Bottom Sword (gráfico) e Top Sword A nadadeira dorsal pede um formato de espada, porém numa proporção de 5 unidades de comprimento para uma unidade de largura (5:1). Os raios superiores da nadadeira caudal do Top Sword devem ser alongados e possuírem um formato de espada. Os raios inferiores da nadadeira caudal do Bottom Sword devem ser alongados e também terem um formato de espada. Os raios inferiores e superiores da nadadeira caudal do Double Sword devem ser alongados e também terem formatos de espadas e de iguais comprimentos. MB 12 de 2405
  11. 11. NORMAS DE JULGAMENTO PARA FORMATO - IFGA O corpo e nadadeira caudal deve ter a proporção de dois para um (2:1) ou proporções que mostram boa simetria. O formato de corpo ideal é ligeiramente arredondado e não deve ser arqueado e nem apresentar cabeça chata. Um ponto gravídico deve ser visível. A dorsal deve ser semelhante à dorsal do macho em formato, porém com um ligeiro estreitamento no final. A nadadeira caudal pode apresentar três formatos: Shark Tail (foto), Round Tail (gráfico) e Delta Tail. As nadadeiras das fêmeas, assim como nos machos devem se manter abertas e eretas em todo o momento. MB 13 de 2405
  12. 12. NORMAS DE JULGAMENTO PARA TAMANHO E FORMATO –DEMAIS PADRÕES No Japão e Rússia o comprimento ideal do corpo dos Guppies de nadadeiras grandes é 2,8mm. Na Malásia, Taiwan, Tailândia, Filipinas e Cingapura, o ideal é 2,6mm, mas pode ser maior, sem perder pontos. Nas exposições da WGA, IKGH/IHS o comprimento ideal é 2,6cm, se o corpo for maior ou menor, o peixe perde pontos. A proporção de corpo e nadadeira caudal deve ser um por um (10:8). A proporção do corpo e sua largura é de 4 unidades de comprimento para 1 unidades de altura (4:1). A nadadeira dorsal deve finalizar até ao final do primeiro terço da caudal. A nadadeira caudal Triangle tail (Delta) deve formar um triângulo equilátero a partir do pedúnculo caudal, com uma abertura de 70 graus. As bordas da caudal devem ser iguais, mas diferente do padrão da IFGA, a bordas podem ser ligeiramente arredondadas. MB 14 de 2405
  13. 13. NORMAS DE JULGAMENTO PARA FORMATOS DE DORSAL –DEMAIS PADRÕES São reconhecidas oficialmente cinco formatos de nadadeira dorsal: ∙ Palalelogramo (IFGA): a nadadeira dorsal levanta abruptamente no início e depois flui para trás até a caudal; ∙ Palalelogramo (IHS): se parece com a dorsal da IFGA, porém tem as bordas ligeiramente arredondadas e deve finalizar até ao final do primeiro terço da caudal. ∙ Sail Fin: é caracterizada pela forma se parecer um arco de círculo. Uma nadadeira empinada é preferida; ∙ Long Dorsal: a forma se parece com a da IFGA, exceto que não levanta abruptamente no nível da articulação com o corpo e a propagação é geralmente muito maior; ∙Hi-Fin: a forma desta dorsal é de um quadrado (1:1). MB 15 de 2405
  14. 14. NORMAS DE JULGAMENTO PARA FORMATOS DE DORSAL –DEMAIS PADRÕES Essas nomenclaturas de nadadeiras dorsais ainda não foram reconhecidas oficialmente em nenhum padrão de regras e julgamento. Todas possuem o formato Sail Fin e são definidas de acordo com a largura do pedúnculo caudal: ∙High Dorsal (HD) = o dobro da largura do pedúnculo; ∙Big Dorsal (BD) = o triplo da largura do pedúnculo; ∙Mega Dorsal (MD) = o quadruplo da largura do pedúnculo. ∙ Half Thumb Dorsal (HTD): A palavra “Thumb”, traduzida para o português, significa “dedo polegar”. Segundo uma fonte da Tailândia, o inventor dessa nomenclatura queria realçar a nadadeira dorsal de seus peixes passando a impressão de serem do tamanho de um dedo polegar humano. MB 16 de 2405
  15. 15. NORMAS DE JULGAMENTO PARA OUTROS FORMATOS –DEMAIS PADRÕES Principais tipos de nadadeiras: ∙Veil (Américas) ou Fan Tail (Europa) [A]; ∙Delta (Américas) ou Triangle Tail (Europa) [B]; ∙Veiltail (Europa) [C]; ∙Flag Tail [D]; ∙Double Swordtail [E]; ∙Top Swordtail [F]; ∙Bottom Swordtail [G]; ∙Lyre Tail [H]; ∙Spade Tail [I]; ∙Spear Tail [J]; ∙Round Tail [K]; ∙Pin Tail [L]; ∙Ribbon [M]; ∙Half-moon [N] MB 17 de 2405
  16. 16. NORMAS DE JULGAMENTO –MERAH/CROWN TAIL MB 18 de 2405
  17. 17. NORMAS DE JULGAMENTO –HALF-MOON MB 19 de 2405
  18. 18. NORMAS DE JULGAMENTO –RIBBON/GIESSEN & SWALLOW MB 20 de 2405
  19. 19. NORMAS DE JULGAMENTO – BIG EAR/DUMBO EAR MB 21 de 2405
  20. 20. PONTUAÇÕES EM COMUM NOS MACHOS ∙Anadadeiracaudaléapartemais importanteemtodos ospadrões; ∙Emseguidaocorpotemmaisimportâncianospadrões daEuropa, Japão,MalásiaeTailândia; ∙AdorsaléaterceirapartedoGuppymaisimportantenospadrões daEuropa, Japão,Malásia eTailândia; ∙Anadadeiradorsal temmais importâncianospadrões deCingapuraeFilipinas; ∙Acor temmais ou igual importânciaemtodos ospadrões, nuncamenos; ∙Otamanhoeacor dacaudal só nãoémaisimportantenopadrãoeuropeu. MB 22 de 45
  21. 21. REGRAS DE JULGAMENTO PARA CORES Bicolor Um padrão variegado de duas cores diferentes ou dois tons obviamente diferentes de uma mesma cor, com ao menos 25% da cor secundária, é o desejado. O ideal é 51% da cor primária e 49% da cor secundária. Exemplos: Red Bicolor (foto), Blue/Green Bicolor, AOC Bicolor, etc. Multi O padrão ideal é de três ou mais cores igualmente distribuídas, com ao menos 15% da terceira cor. MB 23 de 45
  22. 22. REGRAS DE JULGAMENTO PARA CORES Snakeskin Deve ter um padrão de correntes ou de rosetas em no mínimo 60% do corpo. Exemplos: Variegated Snakeskin (foto), Solid Snakeskin, etc. Half Black Deve ter o corpo metade preto e a caudal de outra cor. Exemplos: Half Black Red, Half Black AOC, Half Black Pastel (foto), etc. MB 24 de 2405
  23. 23. REGRAS DE JULGAMENTO PARA CORES Red Deve ter a nadadeira caudal vermelha. A dorsal e o corpo devem ser da mesma cor; cores mais intensas e com boa densidade, são melhores que cores monótonas. Green Deve ter a nadadeira caudal verde. A dorsal e o corpo devem ser da mesma cor; cores mais intensas e com boa densidade, são melhores que cores monótonas. MB 25 de 2405
  24. 24. REGRAS DE JULGAMENTO PARA CORES Moscow Deve apresentar a parte anterior do corpo metálica, com clara evidência do gene Metal. A parte posterior e as nadadeiras precisam apresentar as mesmas cores. Exemplos: Green Moscow (foto), Blue Moscow, Black Moscow, etc. Metal Snakeskin O Guppy deve apresentar a parte anterior do corpo metálica, com clara evidência do gene Metal. A parte posterior e as nadadeiras precisam apresentar um padrão Snakeskin. Exemplos: Metal Variegated Snakeskin (foto), Metal Red Vari. Snakeskin, etc. MB 26 de 2405
  25. 25. REGRAS DE JULGAMENTO PARA CORES Grass Deve apresentar as nadadeiras variegadas; pequenas pintas mais outra cor. O corpo deve obrigatoriamente apresentar a mancha escura denominada “nike” e pode ser, também, variegado. Exemplos: Blue Grass, Red Grass, etc. Black O peixe deve ter as nadadeiras e corpo pretos; cores mais foscas que cores iridescentes. MB 27 de 2405
  26. 26. REGRAS DE JULGAMENTO PARA CORES MB 28 de 2405 Red Albino Deve ter a nadadeira caudal vermelha e os olhos vermelhos ou cor de vinho. A dorsal e o corpo devem ser da mesma cor; cores mais intensas e com boa densidade, são melhores que cores monótonas. AOC Albino Entram nessa categoria os peixes que são Albinos e tem qualquer outra cor não abrangida pelas classes reconhecidas. Exemplos: Albino Red Lace Snakeskin (foto), Albino Red Grass, etc.
  27. 27. REGRAS DE JULGAMENTO PARA CORES Fêmeas Na CCG e IFGA as fêmeas também são julgadas em suas respectivas classes de cor: Half Black AOC (foto), Red, AOC, Blue/Green Bicolor, Gold, Black, Half Black Red, Bronze e Albino. Nos outros padrões as fêmeas entram juntas com os machos e têm de pertencer à mesma linhagem/linha, com um tamanho compatível, bom formato de corpo, mostrando que são saudáveis e capazes de se reproduzir. MB 29 de 2405
  28. 28. Regras e Normas de Julgamento para Exposição de Bettas
  29. 29. REGRAS DE JULGAMENTO DE MACHOS -HALFMOON As nadadeiras devem ser proporcionais ao corpo. Bettas com corpo pequeno e nadadeiras grandes recebem menos pontos que aqueles com o corpo um pouco menor que o padrão, mas que tenham proporcionalidade entre as nadadeiras. O pedúnculo caudal deve ser largo e forte o suficiente para suportar o peso da nadadeira caudal. Essa é a simetria ideal para o Betta Halfmoon: MB 31 de 2405
  30. 30. REGRAS DE JULGAMENTO PARA TAMANHO -HM O corpo do macho deve se aproximar a 4 cm, enquanto na fêmea o ideal é que se aproxime a 3,5 cm. Não há pontos adicionais para os peixes que apresentarem corpo maior que o padrão, porém, em caso de empate, o peixe maior é o vencedor. MB 32 de 2405
  31. 31. REGRAS DE JULGAMENTO DAS NADADEIRAS -HM Neste item são avaliadas a abertura, volume e tamanho das nadadeiras - os raios das nadadeiras devem ser retos ou ligeiramente arqueados até se ramificarem, correrem paralelos ou se separarem suavemente em leque, à medida que se afastam da base da nadadeira. Na figura abaixo, a linha mais escura delimita os padrões ideais: MB 33 de 2405
  32. 32. REGRAS DE JULGAMENTO DA DORSAL -HALFMOON O ideal é que a nadadeira dorsal seja larga, se sobreponha à nadadeira caudal e pareça se misturar com esta, apesar de não ser fundida. Os primeiros raios devem ser comparáveis no comprimento aos raios restantes e não mais curtos. Admitem-se vários formatos, entre eles: semicírculo, um quarto de círculo, retangular, etc. O importante é que possuam abertura e volume e nunca formato triangular. O tamanho ideal da dorsal é de aproximadamente a metade do comprimento do corpo: MB 34 de 2405
  33. 33. REGRAS DE JULGAMENTO DA CAUDAL -HALFMOON A nadadeira caudal deve possuir ao menos metade do comprimento do corpo, medida do pedúnculo caudal ao centro da margem mais externa. O formato deve ser de meia lua ou um semicírculo de 180 graus. As caudais que apresentarem exatamente 180 graus de abertura, são melhores avaliadas que aquelas que apresentarem menos ou mais que 180 graus. MB 35 de 2405
  34. 34. REGRAS DE JULGAMENTO DAS VENTRAIS -HM O comprimento das nadadeiras ventrais devem se aproximar ao comprimento da nadadeira anal. Seu formato deve ser semelhante ao de uma lâmina de faca, onde a parte cortante fica voltada para trás. A parte da frente deve ser ligeiramente convexa e as pontas devem ser bicudas, idênticas em tamanho e forma e não devem se cruzar. Ventrais largas e volumosas são as mais desejadas. MB 36 de 2405
  35. 35. REGRAS DE JULGAMENTO DAS PEITORAIS -HM As nadadeiras peitorais devem se apresentar iguais, íntegras, sem rasgos e largas. MB 37 de 2405
  36. 36. REGRAS DE JULGAMENTO -DOUBLETAIL Os Bettas de cauda dupla devem apresentar maior grau de simetria que os exemplares de cauda única. Se imaginarmos uma linha lateral mediana passando exatamente no centro do corpo do Betta, essa deve ser a simetria ideal entre a parte superior e inferior. A base da nadadeira dorsal deve ser mais larga. Os lóbulos da caudal devem apresentar o máximo de similaridade em volume, largura e comprimento. MB 38 de 2405
  37. 37. REGRAS DE JULGAMENTO -CROWNTAIL No Betta Crowntail é exigido que os raios que suportam a membrana se estendam ultrapassando a parte membranosa das nadadeiras. O padrão ideal dos machos é com redução mínima de 30% e nas fêmeas de 20%. Quanto maior a redução, melhor o peixe será avaliado. Existem raios com extensão única, dupla e cruzada. Aberturas inferiores a 180 graus serão aceitas, porém as que atingirem maior valor serão melhores avaliadas. MB 39 de 2405
  38. 38. REGRAS DE JULGAMENTO - PLAKAT O corpo do macho deve se aproximar a 4 cm, enquanto na fêmea o ideal é que se aproxime a 3,2 cm. Não há pontos adicionais para os peixes que apresentam corpo maior que o padrão, porém, em caso de empate, o peixe maior é o vencedor. O formato deve ser de meia lua ou um semicírculo de 180 graus. As caudais que apresentam exatamente 180 graus de abertura, são melhores avaliadas que aquelas que apresentam menos ou mais que 180 graus. MB 40 de 2405
  39. 39. REGRAS DE JULGAMENTO – VÉU As nadadeiras dos Bettas Véu devem ser longas. A caudal deve possuir ao menos 3/4 do comprimento do corpo. O formato deve ser de véu ou rabo de cavalo. O corpo do macho deve se aproximar a 4,5 cm, enquanto na fêmea o ideal é que se aproxime a 4 cm. Não há pontos adicionais para os peixes que apresentam corpo maior, porém, em caso de empate, o peixe maior é o vencedor. MB 40 de 2405
  40. 40. REGRAS DE JULGAMENTO –GIGANTES HÍBRIDOS A principal exigência para que o Betta seja considerado da categoria Gigante é o macho possuir o tamanho mínimo de 6 cm e a fêmea 5,5 cm. Os demais ícones anatômicos do Betta Gigante Híbrido serão avaliados conforme as suas características fenotípicas. MB 41 de 2405
  41. 41. REGRAS DE JULGAMENTO – BIG PECTORAL Também chamados de Dumbo e Big Ears, Bettas dessa categoria englobam todas as variantes que apresentarem nadadeiras peitorais diferenciadas, com extensão superior a linha 'A‘. Caso as peitorais ultrapassem a linha ‘B’, conforme mostrada na figura, o peixe é melhor avaliado. MB 42 de 2405
  42. 42. REGRAS DE JULGAMENTO – FÊMEA O julgamento das fêmeas obedece aos mesmos critérios para os machos, no entanto algumas observações devem ser consideradas: ∙As nadadeiras são mais curtas e o corpo é mais largo; ∙O corpo é menor e mais arredondado; ∙O orifício urogenital deve estar visível. MB 43 de 2405
  43. 43. ∙Sólidos; ∙Bicolores; ∙Multicoloridos; ∙Butterflies; ∙Pineapples; ∙Chocolates; ∙Salamanders; ∙Mustard Gas; ∙Dragons; ∙Black Orchid; ∙Black Copper; ∙Red Gold; ∙Mármores. MB 45 de 2405 CORES
  44. 44. MB 45 de 2405 michel.bruno@mail.com http://guppy.michelbruno.com Graduado em Gestão Ambiental; Pós-Graduado em Agronegócio; Consultor e Pesquisador em Aquicultura Ornamental; Juiz de Exposição, Membro da Diretoria & Comissão de Arbitragem da Confederação dos Criadores de Guppy (CCG) Fontes consultadas: http://ifga.org http://igees.org http://world-guppy.org http://ikgh.org http://myguppy.net http://ccg.org.br http://fisheries.go.th http://fb.com/groups/guppyclubph http://aquorio.com http://guppiesonli.wordpress.com Fish Zaa International Guppy Fachjournal Aquazoonews

×