Uma adaptação de  Francisco Arámburo Salas Traduzido para o Português – Brasil (autorizado pelo autor) Geraldo Nogueira Mú...
Esta é uma analogia simples, com uma explicação escolar, na qual não iremos rever as  complicadas raízes do Socialismo. Nã...
Na citada sala, surgiu uma acalorada discussão entre o professor de Economia e seus alunos. “ A produção, se gerasse  riqu...
O professor que escutava com atenção, resolveu então fazer uma experiência com todos os alunos e,  propôs este plano :  -M...
Ao terminar a correção de todas as provas, viu-se que as notas  apuradas e divididas somaram a média de 7.8 para todos. Ob...
Era de se esperar! Quando realizaram a segunda prova, os estudantes que pouco estudaram, estudaram menos ainda;  os que ha...
Sem se darem conta, estavam estabelecendo os princípios básicos do  Comunismo .
Mas quando terminaram a terceira prova foi  à gota dágua: a média foi de  4.0  (quatro) Todos ficariam reprovados! Os estu...
E ocorreu o que já se esperava. As notas não melhoraram no último bimestre e obviamente todos ficaram de recuperação na ma...
O professor perguntou então se todos compreendiam agora o significado do Socialismo,  no qual tudo é de todos e, ao mesmo ...
A explicação é que o ser humano está disposto a sacrificar-se trabalhando duro quando a recompensa é atraente e justifica ...
1.- Não se pode criar prosperidade desalentando a iniciativa própria.  2.- Não se pode fortalecer os fracos debilitando os...
Nem sempre “A VOZ DO POVO É A VOZ DE DEUS”. “ A maioria não têm que ter a razão SEMPRE só por ser maioria. ÀS VEZES têm su...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Para entender o socialismo

674 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
674
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
59
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Para entender o socialismo

  1. 1. Uma adaptação de Francisco Arámburo Salas Traduzido para o Português – Brasil (autorizado pelo autor) Geraldo Nogueira Música: Imperio de Cristal O que é? Em que consiste? O que significa? Quais são os seus princípios básicos? Para entender o SOCIALISMO Tenho aqui alguns argumentos explicados de forma simples, para que se entenda porque em todo o mundo o tal sistema não deu certo.
  2. 2. Esta é uma analogia simples, com uma explicação escolar, na qual não iremos rever as complicadas raízes do Socialismo. Não citaremos Karl Marx, Lenín e muito menos trataremos as intrincadas doutrinas emanadas do Kremlin. Nada disso . Aqui somente nos situaremos em uma universidade imaginária e, narraremos o ocorrido no interior de uma de suas salas de aula . Imagine que você é um aluno nesta sala de aula e tome acento. Aqui está a sua carteira.
  3. 3. Na citada sala, surgiu uma acalorada discussão entre o professor de Economia e seus alunos. “ A produção, se gerasse riqueza, seria repartida eqüitativamente entre todos para o benefício comum” argüiam. Os alunos defendiam que o Socialismo era bom, funcionava bem e que era a melhor forma de governo, pois nele não existiam as terríveis diferenças das classes sociais, não havia noções de pobreza nem riqueza, já que todos eram iguais.
  4. 4. O professor que escutava com atenção, resolveu então fazer uma experiência com todos os alunos e, propôs este plano : -Muito bem- - De agora em adiante faremos uma experiência: as notas obtidas por cada um de vocês em suas provas, serão somadas e repartidas entre todos os alunos. Assim cada um obterá o benefício “ do estudo e do esforço comum”. Ainda que a maioria dos estudantes não entendessem muito bem o novo plano, aqueles que estavam mais atrasados em seus estudos e, que eram em maior número na classe, aceitaram de imediato!
  5. 5. Ao terminar a correção de todas as provas, viu-se que as notas apuradas e divididas somaram a média de 7.8 para todos. Obter mais sem maior esforço? Excelente idéia! Quem lhe propicia o pão que chore! Como é natural, os estudantes que NÃO tinham se preparado bem para a prova, ficaram FELIZES E SATISFEITOS, enquanto os que haviam estudado bastante ficaram inconformados.
  6. 6. Era de se esperar! Quando realizaram a segunda prova, os estudantes que pouco estudaram, estudaram menos ainda; os que haviam estudado muito, decidiram não se empenhar tanto, já que não iriam conseguir obter uma nota dez... Por que dormir pouco estudando, se de quaisquer modos não levariam em conta seus esforços? A média da segunda prova dividida para todos foi de 6.5!
  7. 7. Sem se darem conta, estavam estabelecendo os princípios básicos do Comunismo .
  8. 8. Mas quando terminaram a terceira prova foi à gota dágua: a média foi de 4.0 (quatro) Todos ficariam reprovados! Os estudantes começaram a brigar entre si culpando uns aos outros pelos fracassos obtidos, até chegar aos ressentimentos e os insultos, inclusive aos golpes, já que nenhum estava disposto a estudar para que se beneficiassem os outros que não estudavam . E iniciaram uma pequena revolução.
  9. 9. E ocorreu o que já se esperava. As notas não melhoraram no último bimestre e obviamente todos ficaram de recuperação na matéria de Economia.
  10. 10. O professor perguntou então se todos compreendiam agora o significado do Socialismo, no qual tudo é de todos e, ao mesmo tempo de ninguém em particular. Assim é. As notas que foram obtidas, pertenciam a toda classe e não a cada aluno individualmente.
  11. 11. A explicação é que o ser humano está disposto a sacrificar-se trabalhando duro quando a recompensa é atraente e justifica o esforço próprio; mas quando o governo suprime esse incentivo e tira do produtivo para dar ao passivo , ninguém vai fazer o sacrifício necessário para conseguir a excelência. Para que? A lição da aula terminou.
  12. 12. 1.- Não se pode criar prosperidade desalentando a iniciativa própria. 2.- Não se pode fortalecer os fracos debilitando os fortes. 3.- Não se pode ajudar os pequenos esmagando os grandes. 4.- Não se pode melhorar o pobre destruindo o rico. 5.- Não se pode elevar o assalariado oprimindo a quem paga os salários. 6.- Não se pode resolver problemas ENQUANTO SE GASTA MAIS DO QUE SE GANHA. 7.- Não se pode promover a fraternidade e o progresso da humanidade promovendo e incitando o ódio de classes. 8.- Não se pode garantir uma adequada segurança com dinheiro emprestado. 9.- Não se pode formar o caráter e o valor do homem lhe tirando sua independência, sua liberdade e sua iniciativa. 10.- Não se pode ajudar aos homens REALIZANDO POR ELES PERMANENTEMENTE O QUE ELES PODEM E DEVEM FAZER POR SI MESMOS.
  13. 13. Nem sempre “A VOZ DO POVO É A VOZ DE DEUS”. “ A maioria não têm que ter a razão SEMPRE só por ser maioria. ÀS VEZES têm superioridade numérica... Nada mais”. F i m [email_address] www.mensagensvirtuais.com.br ©Copyright 2009. Fica proibido qualquer mudança ou alteração a esta obra em sua forma ou conteúdo original. .

×