OS VIRA-LATAS
Quando em noites nostálgicas de lua Vagabundeio á sós de madrugada  Vejo sempre um cachorro pelas ruas  Revirando uma lata...
Sem compaixão da grande mágoa sua  Nunca falta alguem que lhe atire uma pedrada  Mas, ele, estóico, o seu caminho continua...
Ao ver-te vira-latas, no abandono  A roer ossos sem ninguem, sem dono  Tenho pena de ti pobre coitado  Pois vivo como tu d...
Recebendo as pedradas do destino E revirando a grande lata deste mundo  Poema retirado do site VIDA DE CÃO (autor desconhe...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Os vira latas

493 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
493
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
94
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os vira latas

  1. 1. OS VIRA-LATAS
  2. 2. Quando em noites nostálgicas de lua Vagabundeio á sós de madrugada Vejo sempre um cachorro pelas ruas Revirando uma lata na calçada
  3. 3. Sem compaixão da grande mágoa sua Nunca falta alguem que lhe atire uma pedrada Mas, ele, estóico, o seu caminho continua Abandonando a lata a tanto custo achada
  4. 4. Ao ver-te vira-latas, no abandono A roer ossos sem ninguem, sem dono Tenho pena de ti pobre coitado Pois vivo como tu desde menino
  5. 5. Recebendo as pedradas do destino E revirando a grande lata deste mundo Poema retirado do site VIDA DE CÃO (autor desconhecido) Formatado por: Patrícia Perrud www.mensagensvirtuais.com.br

×