MEU FILHO PREDILETO
Certa vez perguntaram a uma mãe qual era seu filho preferido, aquele que ela mais amava. ela, deixando entrever um sorriso...
"Nada é mais volúvel que um coração de mãe. E, como mãe, lhe respondo: o filho predileto, aquele a quem me dedico de ...
É o meu filho doente, até que sare. O que partiu, até que volte. O que está cansado, até que descanse. O que está com fome...
O que está estudando, até que aprenda. O que está nu, até que se vista. O que não trabalha, até que se empregue. O que nam...
O que prometeu, até que se cumpra. O que deve, até que pague. O que chora, até que cale. E já com o semblante bem distante...
AUTOR:ERMA BOMBECK IMAGENS:COLHIDAS NA NET CRIAÇÃO:MILTON ZANETTE COLABORAÇÃO:MARA CRISTINA www.mensagensvirtuais.com.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Meu filho predileto

1.546 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.546
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
117
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Meu filho predileto

  1. 1. MEU FILHO PREDILETO
  2. 2. Certa vez perguntaram a uma mãe qual era seu filho preferido, aquele que ela mais amava. ela, deixando entrever um sorriso, respondeu:
  3. 3. "Nada é mais volúvel que um coração de mãe. E, como mãe, lhe respondo: o filho predileto, aquele a quem me dedico de corpo e alma...
  4. 4. É o meu filho doente, até que sare. O que partiu, até que volte. O que está cansado, até que descanse. O que está com fome, até que se alimente. O que está com sede, até que beba.
  5. 5. O que está estudando, até que aprenda. O que está nu, até que se vista. O que não trabalha, até que se empregue. O que namora, até que se case. O que casa, até que conviva. O que é pai, até que os crie.
  6. 6. O que prometeu, até que se cumpra. O que deve, até que pague. O que chora, até que cale. E já com o semblante bem distante daquele sorriso, completou: O que já me deixou... até que o reencontre...
  7. 7. AUTOR:ERMA BOMBECK IMAGENS:COLHIDAS NA NET CRIAÇÃO:MILTON ZANETTE COLABORAÇÃO:MARA CRISTINA www.mensagensvirtuais.com.br

×