Canção do Exílio
Minha terra tem palmeiras   Onde canta o Sabiá;   as aves que aqui gorjeiam   não gorjeiam como lá.
Nosso céu tem mais estrelas,   Nossas várzeas têm mais flores,   nossos bosques têm mais vida,   nossa vida, mais amores.
Em cismar, sozinho, à noite,   mais prazer encontro eu lá;   minha terra tem palmeiras,   onde canta o Sabiá.
Minha terra tem primores,   que tais não encontro eu cá;   em cismar - sozinho, à noite -   mais prazer encontro eu lá;   ...
Não permita Deus que eu morra   Sem que eu volte para lá;   sem que desfrute os primores   que não encontro por cá;   sem ...
Gonçalves Dias   autor fim
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cancao do exilio

862 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
862
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
43
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cancao do exilio

  1. 1. Canção do Exílio
  2. 2. Minha terra tem palmeiras Onde canta o Sabiá; as aves que aqui gorjeiam não gorjeiam como lá.
  3. 3. Nosso céu tem mais estrelas, Nossas várzeas têm mais flores, nossos bosques têm mais vida, nossa vida, mais amores.
  4. 4. Em cismar, sozinho, à noite, mais prazer encontro eu lá; minha terra tem palmeiras, onde canta o Sabiá.
  5. 5. Minha terra tem primores, que tais não encontro eu cá; em cismar - sozinho, à noite - mais prazer encontro eu lá; minha terra tem palmeiras, onde canta o Sabiá.
  6. 6. Não permita Deus que eu morra Sem que eu volte para lá; sem que desfrute os primores que não encontro por cá; sem que’inda aviste as palmeiras, onde canta o Sabiá.
  7. 7. Gonçalves Dias autor fim

×