Anjo ferido anjo ferido
Anjo voando para leste Rasga o azul E o azul de um nome retalha-o lentamente
Era lhe destinado  uma pousada segura; Mas o desconhecido o rejeitou Talvez tenha sido aberto  uma outra porta Z
Sabe-se que hoje, ainda reflete Busca na miragem do espelho o carinho! Que recentemente colhera
O laço de uma promessa --- falsa! (?) --- Na fortificação do aço Por ela, por causa dela, foi rompido Z
E agora? Onde há de se guardar as cinzas das palavras meigas? Que doce ternura  suporta isso?  --- Ganhar um beijo e tirar...
Não há crença que suporte a inexistência do remorso Nem esta posição suprema De insensibilidade ao (meu) coração
Anjo voando para o rumo da lembrança; Não pela dor Mas que por um possível... Não te esqueceu!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Anjo ferido

563 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
563
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
70
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Anjo ferido

  1. 1. Anjo ferido anjo ferido
  2. 2. Anjo voando para leste Rasga o azul E o azul de um nome retalha-o lentamente
  3. 3. Era lhe destinado uma pousada segura; Mas o desconhecido o rejeitou Talvez tenha sido aberto uma outra porta Z
  4. 4. Sabe-se que hoje, ainda reflete Busca na miragem do espelho o carinho! Que recentemente colhera
  5. 5. O laço de uma promessa --- falsa! (?) --- Na fortificação do aço Por ela, por causa dela, foi rompido Z
  6. 6. E agora? Onde há de se guardar as cinzas das palavras meigas? Que doce ternura suporta isso? --- Ganhar um beijo e tirar-lhe o sonho! ---
  7. 7. Não há crença que suporte a inexistência do remorso Nem esta posição suprema De insensibilidade ao (meu) coração
  8. 8. Anjo voando para o rumo da lembrança; Não pela dor Mas que por um possível... Não te esqueceu!

×