SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Baixar para ler offline
DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS
Professor: Melquiades Pereira
5 de fevereiro de 2014
Baseado no Livro:
Brigham, Eugene F.; Ehrhardt, Michael C. Administração Financeira: Teoria e
Prática. São Paulo: Thomson Learning, 2007.
Balanço Patrimonial
∙ Demonstração Financeira que mostra os valores
contábeis da empresa em um determinado momento. Visto
como um retrato da empresa.
∙ Conta: É a representação gráfica em moeda de cada
elemento do patrimônio e de suas mutações.
1. Contas de Patrimônio: São aquelas que movimentam o
patrimônio da empresa, mostrando o saldo de cada grupo de
bens, direitos e obrigações, Ex: Caixa.
2. Contas de Resultado: São aquelas que expressam o montante de
variação do patrimônio líquido em um determinado período de
tempo, Ex: receita de vendas de um determinado período.
3. Contas Transitórias: Destinam-se a registrar determinada
transição de valores, como exemplo, temos as contas de apuração
do custo dos produtos.
Balanço Patrimonial
∙ Plano de Contas
∙ É o conjunto de contas, previamente estabelecido, para
orientar a execução da contabilidade de uma empresa, é
estruturado de forma ordenada e leva em consideração as
características fundamentais.
∙ Codificação:
∙ Contas do Ativo
∙ Contas do Passivo
∙ Contas do Patrimônio Líquido
∙ Contas de Receita
∙ Contas de Deduções
Balanço Patrimonial
∙ Regimes Contábeis
∙ A forma de reconhecer o resultado das operações em razão
do período em que foram efetuadas ou em razão do período
em que foram realizadas, ou seja, no mês efetivo do
pagamento ou recebimento.
∙ Regimes:
∙ Regime de Caixa: É aquele que considera as receitas e
despesas exatamente no mês em que foram realizadas
(recebidas ou pagas). Ex. Pagamento de uma conta.
∙ Regime de Competência: É aquele em que determina que os
resultados sejam reconhecidos no mês da operação,
independente de sua efetiva realização. Ex. Reconhecimento
do Débito a ser pago já realiza a despesa
Balanço Patrimonial
∙ ATIVO: representa a
parte dos valores
positivos do patrimônio,
tudo aquilo que a
entidade possui ou que
tem a receber de
terceiros. Representam
os Bens e Direitos.
Balanço Patrimonial
∙ PASSIVO: representa
todas as obrigações
financeiras que uma
empresa tem para com
terceiros, provenientes
de transações passadas,
realizadas a prazo, com
data de vencimento e
beneficiário conhecido.
Representam as
Obrigações.
Balanço Patrimonial
∙ PATRIMÔNIO
LÍQUIDO: é a diferença
entre os valores
positivos do Ativo
(Bens e Direitos) e os
valores do Passivo
(Obrigações) de uma
entidade em um
determinado momento.
Esta diferença
representa exatamente o
capital investido dos
sócios.
Balanço Patrimonial
Balanço Patrimonial
Balanço Patrimonial
∙ Representação Matemática:
Capital Próprio = Bens + Direitos - Dívida
Patrimônio Líquido = Ativo - Passivo
Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido
∙ Exemplo:
PatrimônioLíquido = Ativo − Passivo
= 2.000 − 1.064
= 936
Demonstração do Resultado
∙ Mede o desempenho da empresa ao longo de um
determinado período, geralmente um mês, semestre ou ano.
Receita - Deduções = Lucro
Receita - Custos - Despesas = Lucro
∙ Receita: acréscimo do ativo, derivado de operações usuais do
empreendimento em um determinado período de tempo.
∙ Despesa: decréscimo do ativo (ou aumento do passivo), derivado de
ações, decisões e trocas efetuadas pela administração, no esforço de
manter a empresa em operação.
∙ Ganhos: tem efeito semelhante a receita na adequação, entretanto, são
de natureza esporádica ou totalmente independente da administração.
∙ Perdas: tem efeitos semelhantes as despesas na equação, da mesma
forma que os ganhos, sendo que o oposto.
Demonstração do Resultado
∙ Variações da
demonstrações de
acordo com o tipo da
firma. Serviços,
Comércio ou Indústria.
Demonstração do Resultado
Demonstração do Resultado
Equivalência da nomenclatura norte americana:
—————————————————————
∙ LAJIDA Lucros Antes dos Juros, Impostos, Depreciação e
Amortização
∙ Equivalente a EBITDA Earnings before interest, taxes,
depreciation, and amortization
—————————————————————
∙ LAJIR Lucros antes dos Juros e Impostos
∙ Equivalente a EBIT Earnings Before Interest and Taxes
—————————————————————
∙ LAIR Lucros antes dos Impostos
∙ Equivalente a EBT Earnings Before Taxes
Índices das Demonstrações aos Acionistas Ordinários
Lucro por Ação = LPA =
Lucro Líquido
Ações Ordinárias
=
113.500
50.000
= $2, 27
Dividendo por Ação = DPA =
Dividendos Pagos
Ações Ordinárias
=
57.500
50.000
= $1, 15
Valor do Livro por Ação = VPA =
Patrimônio Líquido
Ações Ordinárias
=
896.000
50.000
= $17, 92
Fluxo de Caixa por Ação = FCA =
Lucro Líquido + Depreciação + Amortização
Ações Ordinárias
=
213.500
50.000
= $4, 27
Demonstração do Fluxo de Caixa
Demonstrações Brasileiras
∙ Balanço Patrimonial
∙ Demonstração do Resultado do Exercício
∙ Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados
∙ Demonstração dos Fluxos de Caixa
∙ Demonstração do Valor Adicionado
∙ Notas explicativas às demonstrações
Fluxo de Caixa Líquido
FCL = Lucro Líquido - Receitas NRC* + Despesas NRC*
FCL = Lucro Líquido + Depreciação
∙ Exemplo:
Fluxo de Caixa Líquido = Lucro Líquido + Depreciação
= 113, 5 + 100, 0
= 213, 5
*NCR: Não representam caixa
Capital de Giro Líquido
Capital de Giro Líquido = CGL = Ativo Circulante - Passivo Circulante
(Caixa + Contas a Receber + Estoques) - (Fornecedores + Provisões)
∙ Exemplo:
CGL = (10 + 375 + 615) − (60 + 140)
= 1.000, 0 − 200, 0
= 800, 0
Capital Operacional Total = CGL + APO *
= 800, 0 + 1.000, 0
= 1.800, 0
*APO: Ativos Permanentes Operacionais Líquidos
Lucro Operacional Líquido Após Impostos - LOLAIR
LOLAIR = LAJIR(1-Alíquota do Imposto de Renda)
∙ Exemplo:
LOLAIR = LAJIR(1 − IR)
= 283, 8(1 − 0, 4)
= 170, 3
Fluxo de Caixa Livre (Free Cash Flow)
FCL = LAJIR(1 − IR) − Invest. Líquido em Capital
ou
FCL = Fluxo de Caixa Operacional − Invest. Bruto em Capital
Em que:
Fluxo de Caixa Operacional = LAJIR(1 − IR) + Depreciação
Invest. Líquido em Capital Operacional = △Capital Operacional
Invest. Bruto em Capital Operacional = Investimento Líquido + Depreciação
Exemplo:
FCL = Fluxo de Caixa Operacional − Invest. Bruto em Capital
= 270, 3 + (345, 0 + 100, 0)
= −170, 7
Fluxo de Caixa Livre (Free Cash Flow)
Uso do Fluxo de Caixa Livre FCL
1. Pagar juros aos detentores de títulos de dívida, tendo em
mente que o custo líquido para a empresa é a despesa com
juros após os impostos;
2. Pagar os detentores de títulos de dívida, isto é, pagar parte
da dívida;
3. Pagar dividendos aos acionistas;
4. Recomprar as ações dos acionistas;
5. Comprar valores mobiliários negociáveis ou outros ativos
não operacionais
Retorno Sobre o Capital Investido
Nem sempre o fluxo de caixa livre negativo representa uma
situação ruim. Para isso, o retorno sobre o capital investido
contribui para avaliar se a empresa obteve retorno sobre o
capital investimento operacional empregado.
RSCI =
LAJIR(1 − IR)
CustoOperacional
=
LOLAIR
CustoOperacional
∙ Exemplo:
RSCI =
LOLAIR
CustoOperacional
=
170, 3
1.800, 0
= 0, 095 => 9, 5%
MVA Valor de Mercado Adicionado
∙ A riqueza do acionista é a aumentada pela maximização da
diferença entre o valor de mercado da ação da empresa e a
quantia de capital próprio que foi fornecida pelos acionistas.
MVA = Valor de Mercado das Ações Ordiárias
- Valor de livro do patrimônio dos acionistas ordinários
ou
MVA = (número de ações em circulação)(preço da ação) - Total
do patrimônio líquido dos acionistas ordinários
EVA Valor Econômico Adicionado
∙ Enquanto que o MVA mede os efeitos dos atos da
administração desde o início da empresa, o EVA se focaliza
na eficiência administrativa em determinado período.
EVA = LOLAIR - Custo de Capital após IR
ou
EVA = LAJIR(1-IR)-(Capital Operacional)(CMPC)
ou
EVA = (Capital Operacional)(RSCI - CMPC)
MVA e EVA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Empreendedorismo aula 1
Empreendedorismo   aula 1Empreendedorismo   aula 1
Empreendedorismo aula 1Itamar Pereira
 
Slides Introdução à Contabilidade
Slides  Introdução à ContabilidadeSlides  Introdução à Contabilidade
Slides Introdução à ContabilidadeAna Paula Bevilacqua
 
Administração financeira análise de balanços
Administração financeira   análise de balançosAdministração financeira   análise de balanços
Administração financeira análise de balançosKleber Mantovanelli
 
Missão, visão e valores - conceitos
Missão, visão e valores - conceitosMissão, visão e valores - conceitos
Missão, visão e valores - conceitosRobson Costa
 
Administração financeira e orçamentária
Administração financeira e orçamentáriaAdministração financeira e orçamentária
Administração financeira e orçamentáriaTadeu Mendes
 
Contabilidade basica
Contabilidade basicaContabilidade basica
Contabilidade basicaDayane Dias
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Wandick Rocha de Aquino
 
Introdução à contabilidade aula 6
Introdução à contabilidade   aula 6Introdução à contabilidade   aula 6
Introdução à contabilidade aula 6Ester Costa Alencar
 
Administração empreendedora slide
Administração empreendedora slideAdministração empreendedora slide
Administração empreendedora slideLeeh96
 

Mais procurados (20)

Organização
OrganizaçãoOrganização
Organização
 
Diagnostico Empresarial
Diagnostico EmpresarialDiagnostico Empresarial
Diagnostico Empresarial
 
Empreendedorismo aula 1
Empreendedorismo   aula 1Empreendedorismo   aula 1
Empreendedorismo aula 1
 
Plano de Negócios
Plano de NegóciosPlano de Negócios
Plano de Negócios
 
Slides Introdução à Contabilidade
Slides  Introdução à ContabilidadeSlides  Introdução à Contabilidade
Slides Introdução à Contabilidade
 
Tipos de Empresas
Tipos de Empresas Tipos de Empresas
Tipos de Empresas
 
Micro e pequenas empresas 2012_01
Micro e pequenas empresas 2012_01Micro e pequenas empresas 2012_01
Micro e pequenas empresas 2012_01
 
Contabilidade conceitos básicos
Contabilidade   conceitos básicosContabilidade   conceitos básicos
Contabilidade conceitos básicos
 
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICAAula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
Aula FUNDAMENTOS DA LOGISTICA
 
Osm aula1
Osm aula1Osm aula1
Osm aula1
 
Administração financeira análise de balanços
Administração financeira   análise de balançosAdministração financeira   análise de balanços
Administração financeira análise de balanços
 
Missão, visão e valores - conceitos
Missão, visão e valores - conceitosMissão, visão e valores - conceitos
Missão, visão e valores - conceitos
 
Administração financeira e orçamentária
Administração financeira e orçamentáriaAdministração financeira e orçamentária
Administração financeira e orçamentária
 
Contabilidade basica
Contabilidade basicaContabilidade basica
Contabilidade basica
 
Gestao por Processos
Gestao por ProcessosGestao por Processos
Gestao por Processos
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
 
Ciclo econômico, financeiro e operacional
Ciclo econômico, financeiro e operacionalCiclo econômico, financeiro e operacional
Ciclo econômico, financeiro e operacional
 
Introdução à contabilidade aula 6
Introdução à contabilidade   aula 6Introdução à contabilidade   aula 6
Introdução à contabilidade aula 6
 
Administração empreendedora slide
Administração empreendedora slideAdministração empreendedora slide
Administração empreendedora slide
 
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonial
 

Destaque

Estrutura da demonstra das demonstracoes financeiras respostas exercicios
Estrutura da demonstra das demonstracoes financeiras   respostas exerciciosEstrutura da demonstra das demonstracoes financeiras   respostas exercicios
Estrutura da demonstra das demonstracoes financeiras respostas exerciciosClaudio Parra
 
Dfc demonstracao fluxo caixa
Dfc demonstracao fluxo caixaDfc demonstracao fluxo caixa
Dfc demonstracao fluxo caixaadmcontabil
 
Exercício resolvido demonstrações[1]
Exercício resolvido demonstrações[1]Exercício resolvido demonstrações[1]
Exercício resolvido demonstrações[1]Gabriel Medeiros
 
Analise das Demonstrações Financeiras
Analise das Demonstrações FinanceirasAnalise das Demonstrações Financeiras
Analise das Demonstrações FinanceirasIsabel Castilho
 
Estrutura das dem contabeis aula 1
Estrutura das dem contabeis   aula 1Estrutura das dem contabeis   aula 1
Estrutura das dem contabeis aula 1joseesade
 
Exercicios resolvidos contabilidade esaf
Exercicios resolvidos contabilidade   esafExercicios resolvidos contabilidade   esaf
Exercicios resolvidos contabilidade esafcontacontabil
 
A2 cco5 estrutura_e_analise_das_demonstracoes_financeiras_tema_revisao
A2 cco5 estrutura_e_analise_das_demonstracoes_financeiras_tema_revisaoA2 cco5 estrutura_e_analise_das_demonstracoes_financeiras_tema_revisao
A2 cco5 estrutura_e_analise_das_demonstracoes_financeiras_tema_revisaopgr_net
 
Cálculo VPL, TIR e TIRM
Cálculo VPL, TIR e TIRMCálculo VPL, TIR e TIRM
Cálculo VPL, TIR e TIRMTailine Silva
 
Capital de giro exercicios
Capital de giro exerciciosCapital de giro exercicios
Capital de giro exerciciosadmcontabil
 
Adm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostasAdm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostasLeandro Trelesse Vieira
 
Gestão Financeira - Demonstrações Financeiras e Análise Gerencial
Gestão Financeira - Demonstrações Financeiras e Análise GerencialGestão Financeira - Demonstrações Financeiras e Análise Gerencial
Gestão Financeira - Demonstrações Financeiras e Análise GerencialKenneth Corrêa
 
Fundamentos de econômia
Fundamentos de econômiaFundamentos de econômia
Fundamentos de econômiaDayane Dias
 
Analise das demonstrações financeiras
Analise das demonstrações financeirasAnalise das demonstrações financeiras
Analise das demonstrações financeirasbelyalmeida
 
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.comMatemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.comClaudio Parra
 
Aula payback simples e descontado
Aula   payback simples e descontadoAula   payback simples e descontado
Aula payback simples e descontadoDaniel Moura
 
Relatórios e pareceres_parte 03
Relatórios e pareceres_parte 03Relatórios e pareceres_parte 03
Relatórios e pareceres_parte 03Claudio Parra
 

Destaque (20)

Estrutura da demonstra das demonstracoes financeiras respostas exercicios
Estrutura da demonstra das demonstracoes financeiras   respostas exerciciosEstrutura da demonstra das demonstracoes financeiras   respostas exercicios
Estrutura da demonstra das demonstracoes financeiras respostas exercicios
 
Dfc demonstracao fluxo caixa
Dfc demonstracao fluxo caixaDfc demonstracao fluxo caixa
Dfc demonstracao fluxo caixa
 
Exercício resolvido demonstrações[1]
Exercício resolvido demonstrações[1]Exercício resolvido demonstrações[1]
Exercício resolvido demonstrações[1]
 
Analise das Demonstrações Financeiras
Analise das Demonstrações FinanceirasAnalise das Demonstrações Financeiras
Analise das Demonstrações Financeiras
 
Estrutura das dem contabeis aula 1
Estrutura das dem contabeis   aula 1Estrutura das dem contabeis   aula 1
Estrutura das dem contabeis aula 1
 
Exercicios resolvidos contabilidade esaf
Exercicios resolvidos contabilidade   esafExercicios resolvidos contabilidade   esaf
Exercicios resolvidos contabilidade esaf
 
A2 cco5 estrutura_e_analise_das_demonstracoes_financeiras_tema_revisao
A2 cco5 estrutura_e_analise_das_demonstracoes_financeiras_tema_revisaoA2 cco5 estrutura_e_analise_das_demonstracoes_financeiras_tema_revisao
A2 cco5 estrutura_e_analise_das_demonstracoes_financeiras_tema_revisao
 
Otoc
OtocOtoc
Otoc
 
Alavancagem alunos (1)
Alavancagem alunos (1)Alavancagem alunos (1)
Alavancagem alunos (1)
 
Aula 10
Aula 10Aula 10
Aula 10
 
Cálculo VPL, TIR e TIRM
Cálculo VPL, TIR e TIRMCálculo VPL, TIR e TIRM
Cálculo VPL, TIR e TIRM
 
Capital de giro exercicios
Capital de giro exerciciosCapital de giro exercicios
Capital de giro exercicios
 
Adm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostasAdm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostas
 
Gestão Financeira - Demonstrações Financeiras e Análise Gerencial
Gestão Financeira - Demonstrações Financeiras e Análise GerencialGestão Financeira - Demonstrações Financeiras e Análise Gerencial
Gestão Financeira - Demonstrações Financeiras e Análise Gerencial
 
Fundamentos de econômia
Fundamentos de econômiaFundamentos de econômia
Fundamentos de econômia
 
Analise das demonstrações financeiras
Analise das demonstrações financeirasAnalise das demonstrações financeiras
Analise das demonstrações financeiras
 
Palestra sobre fluxo de caixa
Palestra sobre fluxo de caixaPalestra sobre fluxo de caixa
Palestra sobre fluxo de caixa
 
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.comMatemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
Matemática financeira_CRC .:. www.tc58n.wordpress.com
 
Aula payback simples e descontado
Aula   payback simples e descontadoAula   payback simples e descontado
Aula payback simples e descontado
 
Relatórios e pareceres_parte 03
Relatórios e pareceres_parte 03Relatórios e pareceres_parte 03
Relatórios e pareceres_parte 03
 

Semelhante a Demonstrações Financeiras Essenciais

Eng. economica análise de custo, volume, lucro e formação de preço
Eng. economica   análise de custo, volume, lucro e formação de preçoEng. economica   análise de custo, volume, lucro e formação de preço
Eng. economica análise de custo, volume, lucro e formação de preçoPaulo Ricardo Matos
 
ade1770bd6443f94b94f090fe3685194.pdf
ade1770bd6443f94b94f090fe3685194.pdfade1770bd6443f94b94f090fe3685194.pdf
ade1770bd6443f94b94f090fe3685194.pdfRosanaValeria4
 
Balanço e as demonstrações de resultados
Balanço e as demonstrações de resultadosBalanço e as demonstrações de resultados
Balanço e as demonstrações de resultadosUniversidade Pedagogica
 
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geralApostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geralzeramento contabil
 
Teoria das demonstrações contabeis
Teoria das demonstrações contabeisTeoria das demonstrações contabeis
Teoria das demonstrações contabeisflacelorio
 
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10Wandick Rocha de Aquino
 
Módulo 4 contabilidade gerencial
Módulo 4   contabilidade gerencialMódulo 4   contabilidade gerencial
Módulo 4 contabilidade gerencialPUC Minas
 
Aula 3. estrutura contábil
Aula 3. estrutura contábilAula 3. estrutura contábil
Aula 3. estrutura contábilrazonetecontabil
 
Contabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
Contabilidade gerencial- Professor Danilo PiresContabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
Contabilidade gerencial- Professor Danilo PiresDanilo Pires
 
Resumo Básico de Contabilidade Básica
Resumo Básico de Contabilidade BásicaResumo Básico de Contabilidade Básica
Resumo Básico de Contabilidade Básicaeadrede
 
Cap 03. estrutura contábil
Cap 03. estrutura contábilCap 03. estrutura contábil
Cap 03. estrutura contábilcapitulocontabil
 

Semelhante a Demonstrações Financeiras Essenciais (20)

Eng. economica análise de custo, volume, lucro e formação de preço
Eng. economica   análise de custo, volume, lucro e formação de preçoEng. economica   análise de custo, volume, lucro e formação de preço
Eng. economica análise de custo, volume, lucro e formação de preço
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
 
Aula 05 auxiliar de contabilidade
Aula 05 auxiliar de contabilidadeAula 05 auxiliar de contabilidade
Aula 05 auxiliar de contabilidade
 
Contabilidade
ContabilidadeContabilidade
Contabilidade
 
ade1770bd6443f94b94f090fe3685194.pdf
ade1770bd6443f94b94f090fe3685194.pdfade1770bd6443f94b94f090fe3685194.pdf
ade1770bd6443f94b94f090fe3685194.pdf
 
Avaliacao de empresas - clase 1
Avaliacao de empresas - clase 1Avaliacao de empresas - clase 1
Avaliacao de empresas - clase 1
 
Balanço e as demonstrações de resultados
Balanço e as demonstrações de resultadosBalanço e as demonstrações de resultados
Balanço e as demonstrações de resultados
 
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geralApostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
Apostila 04 variacoes do patrimonio liquido-c.geral
 
Aula 09 secretariado
Aula 09 secretariadoAula 09 secretariado
Aula 09 secretariado
 
Teoria das demonstrações contabeis
Teoria das demonstrações contabeisTeoria das demonstrações contabeis
Teoria das demonstrações contabeis
 
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
Práticas Financeiras e Contábeis - :Aulas 9 e 10
 
Módulo 4 contabilidade gerencial
Módulo 4   contabilidade gerencialMódulo 4   contabilidade gerencial
Módulo 4 contabilidade gerencial
 
Aula receita despesa
Aula receita despesaAula receita despesa
Aula receita despesa
 
Aula 3. estrutura contábil
Aula 3. estrutura contábilAula 3. estrutura contábil
Aula 3. estrutura contábil
 
Contabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
Contabilidade gerencial- Professor Danilo PiresContabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
Contabilidade gerencial- Professor Danilo Pires
 
Resumo Básico de Contabilidade Básica
Resumo Básico de Contabilidade BásicaResumo Básico de Contabilidade Básica
Resumo Básico de Contabilidade Básica
 
Cap 03. estrutura contábil
Cap 03. estrutura contábilCap 03. estrutura contábil
Cap 03. estrutura contábil
 
Plano de contas contabil
Plano de contas contabilPlano de contas contabil
Plano de contas contabil
 
Contab
ContabContab
Contab
 

Demonstrações Financeiras Essenciais

  • 1. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Professor: Melquiades Pereira 5 de fevereiro de 2014 Baseado no Livro: Brigham, Eugene F.; Ehrhardt, Michael C. Administração Financeira: Teoria e Prática. São Paulo: Thomson Learning, 2007.
  • 2. Balanço Patrimonial ∙ Demonstração Financeira que mostra os valores contábeis da empresa em um determinado momento. Visto como um retrato da empresa. ∙ Conta: É a representação gráfica em moeda de cada elemento do patrimônio e de suas mutações. 1. Contas de Patrimônio: São aquelas que movimentam o patrimônio da empresa, mostrando o saldo de cada grupo de bens, direitos e obrigações, Ex: Caixa. 2. Contas de Resultado: São aquelas que expressam o montante de variação do patrimônio líquido em um determinado período de tempo, Ex: receita de vendas de um determinado período. 3. Contas Transitórias: Destinam-se a registrar determinada transição de valores, como exemplo, temos as contas de apuração do custo dos produtos.
  • 3. Balanço Patrimonial ∙ Plano de Contas ∙ É o conjunto de contas, previamente estabelecido, para orientar a execução da contabilidade de uma empresa, é estruturado de forma ordenada e leva em consideração as características fundamentais. ∙ Codificação: ∙ Contas do Ativo ∙ Contas do Passivo ∙ Contas do Patrimônio Líquido ∙ Contas de Receita ∙ Contas de Deduções
  • 4. Balanço Patrimonial ∙ Regimes Contábeis ∙ A forma de reconhecer o resultado das operações em razão do período em que foram efetuadas ou em razão do período em que foram realizadas, ou seja, no mês efetivo do pagamento ou recebimento. ∙ Regimes: ∙ Regime de Caixa: É aquele que considera as receitas e despesas exatamente no mês em que foram realizadas (recebidas ou pagas). Ex. Pagamento de uma conta. ∙ Regime de Competência: É aquele em que determina que os resultados sejam reconhecidos no mês da operação, independente de sua efetiva realização. Ex. Reconhecimento do Débito a ser pago já realiza a despesa
  • 5. Balanço Patrimonial ∙ ATIVO: representa a parte dos valores positivos do patrimônio, tudo aquilo que a entidade possui ou que tem a receber de terceiros. Representam os Bens e Direitos.
  • 6. Balanço Patrimonial ∙ PASSIVO: representa todas as obrigações financeiras que uma empresa tem para com terceiros, provenientes de transações passadas, realizadas a prazo, com data de vencimento e beneficiário conhecido. Representam as Obrigações.
  • 7. Balanço Patrimonial ∙ PATRIMÔNIO LÍQUIDO: é a diferença entre os valores positivos do Ativo (Bens e Direitos) e os valores do Passivo (Obrigações) de uma entidade em um determinado momento. Esta diferença representa exatamente o capital investido dos sócios.
  • 10. Balanço Patrimonial ∙ Representação Matemática: Capital Próprio = Bens + Direitos - Dívida Patrimônio Líquido = Ativo - Passivo Ativo = Passivo + Patrimônio Líquido ∙ Exemplo: PatrimônioLíquido = Ativo − Passivo = 2.000 − 1.064 = 936
  • 11. Demonstração do Resultado ∙ Mede o desempenho da empresa ao longo de um determinado período, geralmente um mês, semestre ou ano. Receita - Deduções = Lucro Receita - Custos - Despesas = Lucro ∙ Receita: acréscimo do ativo, derivado de operações usuais do empreendimento em um determinado período de tempo. ∙ Despesa: decréscimo do ativo (ou aumento do passivo), derivado de ações, decisões e trocas efetuadas pela administração, no esforço de manter a empresa em operação. ∙ Ganhos: tem efeito semelhante a receita na adequação, entretanto, são de natureza esporádica ou totalmente independente da administração. ∙ Perdas: tem efeitos semelhantes as despesas na equação, da mesma forma que os ganhos, sendo que o oposto.
  • 12. Demonstração do Resultado ∙ Variações da demonstrações de acordo com o tipo da firma. Serviços, Comércio ou Indústria.
  • 14. Demonstração do Resultado Equivalência da nomenclatura norte americana: ————————————————————— ∙ LAJIDA Lucros Antes dos Juros, Impostos, Depreciação e Amortização ∙ Equivalente a EBITDA Earnings before interest, taxes, depreciation, and amortization ————————————————————— ∙ LAJIR Lucros antes dos Juros e Impostos ∙ Equivalente a EBIT Earnings Before Interest and Taxes ————————————————————— ∙ LAIR Lucros antes dos Impostos ∙ Equivalente a EBT Earnings Before Taxes
  • 15. Índices das Demonstrações aos Acionistas Ordinários Lucro por Ação = LPA = Lucro Líquido Ações Ordinárias = 113.500 50.000 = $2, 27 Dividendo por Ação = DPA = Dividendos Pagos Ações Ordinárias = 57.500 50.000 = $1, 15 Valor do Livro por Ação = VPA = Patrimônio Líquido Ações Ordinárias = 896.000 50.000 = $17, 92 Fluxo de Caixa por Ação = FCA = Lucro Líquido + Depreciação + Amortização Ações Ordinárias = 213.500 50.000 = $4, 27
  • 17. Demonstrações Brasileiras ∙ Balanço Patrimonial ∙ Demonstração do Resultado do Exercício ∙ Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados ∙ Demonstração dos Fluxos de Caixa ∙ Demonstração do Valor Adicionado ∙ Notas explicativas às demonstrações
  • 18. Fluxo de Caixa Líquido FCL = Lucro Líquido - Receitas NRC* + Despesas NRC* FCL = Lucro Líquido + Depreciação ∙ Exemplo: Fluxo de Caixa Líquido = Lucro Líquido + Depreciação = 113, 5 + 100, 0 = 213, 5 *NCR: Não representam caixa
  • 19. Capital de Giro Líquido Capital de Giro Líquido = CGL = Ativo Circulante - Passivo Circulante (Caixa + Contas a Receber + Estoques) - (Fornecedores + Provisões) ∙ Exemplo: CGL = (10 + 375 + 615) − (60 + 140) = 1.000, 0 − 200, 0 = 800, 0 Capital Operacional Total = CGL + APO * = 800, 0 + 1.000, 0 = 1.800, 0 *APO: Ativos Permanentes Operacionais Líquidos
  • 20. Lucro Operacional Líquido Após Impostos - LOLAIR LOLAIR = LAJIR(1-Alíquota do Imposto de Renda) ∙ Exemplo: LOLAIR = LAJIR(1 − IR) = 283, 8(1 − 0, 4) = 170, 3
  • 21. Fluxo de Caixa Livre (Free Cash Flow) FCL = LAJIR(1 − IR) − Invest. Líquido em Capital ou FCL = Fluxo de Caixa Operacional − Invest. Bruto em Capital Em que: Fluxo de Caixa Operacional = LAJIR(1 − IR) + Depreciação Invest. Líquido em Capital Operacional = △Capital Operacional Invest. Bruto em Capital Operacional = Investimento Líquido + Depreciação Exemplo: FCL = Fluxo de Caixa Operacional − Invest. Bruto em Capital = 270, 3 + (345, 0 + 100, 0) = −170, 7
  • 22. Fluxo de Caixa Livre (Free Cash Flow) Uso do Fluxo de Caixa Livre FCL 1. Pagar juros aos detentores de títulos de dívida, tendo em mente que o custo líquido para a empresa é a despesa com juros após os impostos; 2. Pagar os detentores de títulos de dívida, isto é, pagar parte da dívida; 3. Pagar dividendos aos acionistas; 4. Recomprar as ações dos acionistas; 5. Comprar valores mobiliários negociáveis ou outros ativos não operacionais
  • 23. Retorno Sobre o Capital Investido Nem sempre o fluxo de caixa livre negativo representa uma situação ruim. Para isso, o retorno sobre o capital investido contribui para avaliar se a empresa obteve retorno sobre o capital investimento operacional empregado. RSCI = LAJIR(1 − IR) CustoOperacional = LOLAIR CustoOperacional ∙ Exemplo: RSCI = LOLAIR CustoOperacional = 170, 3 1.800, 0 = 0, 095 => 9, 5%
  • 24. MVA Valor de Mercado Adicionado ∙ A riqueza do acionista é a aumentada pela maximização da diferença entre o valor de mercado da ação da empresa e a quantia de capital próprio que foi fornecida pelos acionistas. MVA = Valor de Mercado das Ações Ordiárias - Valor de livro do patrimônio dos acionistas ordinários ou MVA = (número de ações em circulação)(preço da ação) - Total do patrimônio líquido dos acionistas ordinários
  • 25. EVA Valor Econômico Adicionado ∙ Enquanto que o MVA mede os efeitos dos atos da administração desde o início da empresa, o EVA se focaliza na eficiência administrativa em determinado período. EVA = LOLAIR - Custo de Capital após IR ou EVA = LAJIR(1-IR)-(Capital Operacional)(CMPC) ou EVA = (Capital Operacional)(RSCI - CMPC)