Modelo ADDIE

1.702 visualizações

Publicada em

Modeo ADDIE

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.702
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.233
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Modelo ADDIE

  1. 1. Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação Universidade de Coimbra Ano Letivo 2014/2015 Formação e Educação Online Melanie Magalhães Orientadora: Prof. Doutora Teresa Pessoa Design Instrucional- Modelo ADDIE
  2. 2. Modelo ADDIE google.com
  3. 3. Análise
  4. 4. Contexto Temática, o ano letivo, a turma, duração, a frequência o número de formandos (Peres & Pimenta, 2010). Público-alvo Género, idade, competências em relação as TIC e habilitações académicas (Hodell, 2011, cit.por Martinho, 2014). Conteúdos A definição dos conteúdos é um dos aspetos fundamentais. Objetivos Taxonomias de Bloom SMART Tecnologias LMS Ferramentas necessárias para sessões síncronas ou para a criação de e-conteúdos (ferramentas de autoria).
  5. 5. • Com o intuito de tornar os conteúdos mais atrativos e dinâmicos podemos transpor os conteúdos utilizados em aulas presenciais para formato digital. Construção de recursos pedagógicos; e-conteúdos
  6. 6. • Os recursos podem ser necessários tanto para os e-conteúdos como para as e-atividades. Exemplos de recursos pedagógicos • e-books; • Wikis; • Vídeos; • Tutoriais em vídeo ou em e-book; • Documentos Pdf • Exelearning • Ppt • Prezzi… Construção de Recursos Pedagógicos
  7. 7. Tecnologias • Camtasia Studio 8; • Adobe Premier; • Animoto • Movie Maker; • Storyboard; • Podcast/ Videocast; • Tagxedo; • Calameo; • Voki; • Photoshop;
  8. 8. • Moodle • Black Board • Haiku LMS • Udutu™ Online Course Authoring • ToVyew • Simple VLE • Exelearning • Skype • Calibri
  9. 9. Design
  10. 10. Sequências de Conteúdos Organização em Módulos e Sessões Objetivos Específicos Para cada módulo e sessões devem ser definidos objetivos específicos. Taxonomia de Bloom SMART Avaliação Avaliação Formativa Avaliação Sumativa Avaliação da Satisfação Meta-avaliação Técnicas de Instrução (TE) Fóruns, wikis, e-portfólios, podcasts, trabalhos de grupo, chats, vídeo- conferência, entre outros.
  11. 11. Espaços de Interação Chat Fórum Google.com Google.com
  12. 12. Desenvolvimento
  13. 13. Conteúdos Atividades Itinerário pedagógico Esta fase implica a “criação de objetos de aprendizagem, a adaptação de textos, imagens, animação (utilização do áudio e/ou vídeo) (Martinho, 2014, p. 113). Desenvolvem-se, também, os materiais de avaliação caso seja necessário.
  14. 14. Implementação
  15. 15. • Todos os materiais são disponibilizados. • Os formandos realizam as atividades com ajuda dos tutores e dos docentes/formadores, dependendo do contexto em que se realiza a ação. • Tutoria Online- Gilly Salmon
  16. 16. Avaliação Avaliar é um processo bastante importante tanto em ambientes presenciais como a distância. A avaliação em contextos de EaD pode ser encarada de várias perspetivas, incluindo a avaliação dos próprios cursos (Gomes, 2009).
  17. 17. Avaliação da Satisfação Verificar a existência de lacunas para posterior melhoria. Questionário de avaliação da satisfação dos formandos. Pode incluir, ou não, a avaliação da usabilidade. Avaliação Formativa A avaliação foca-se nos processos e nas atividades de formação. Assim, o formador/docente pode ajustar as atividades às necessidades dos formandos/alunos (Lisboa et. al, 2009). Avaliação Sumativa A avaliação sumativa acontece no término do curso, tendo como finalidade determinar se os objetivos definidos foram atingidos (Lisboa et al., 2009).
  18. 18. Não esquecer… • Tudo deve ser planificado cuidadosamente (e-atividades, fóruns, chat); • Deve existir um módulo ou apenas uma atividade de ambientação; • O cronograma é importante.
  19. 19. Cronograma

×