Essa paz

620 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
620
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
104
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Essa paz

  1. 1. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  2. 2. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  3. 3. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  4. 4. NÃO OLHO ASEssa paz que hoje eu sinto emminh’almaCIRCUNSTÂNCIASNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!NÃO,NÃO,NÃONão me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  5. 5. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  6. 6. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  7. 7. NÃO OLHO ASEssa paz que hoje eu sinto emminh’almaCIRCUNSTÂNCIASNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!NÃO,NÃO,NÃONão me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  8. 8. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  9. 9. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  10. 10. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  11. 11. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  12. 12. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  13. 13. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  14. 14. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  15. 15. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  16. 16. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  17. 17. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  18. 18. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar
  19. 19. Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaNão é porque tudo me vai bem.Essa paz que hoje eu sinto emminh’almaÉ porque eu amo ao meu SENHORNão olho as circunstâncias, não, não,não!Olho o Seu amor, Seu grande amor!Não me guio por vista, alegre sou!Ainda que a terra não floresçaE a vide não dê o seu fruto.Ainda que os montes se lancem ao mar

×