Revolucao industrial

1.385 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.385
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
124
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolucao industrial

  1. 1. Podemos definir a Revolução Industrial como o conjuntoPodemos definir a Revolução Industrial como o conjuntode transformações técnicas e econômicas quede transformações técnicas e econômicas quecaracterizam a substituição de energia física pela energiacaracterizam a substituição de energia física pela energiamecânica, da ferramenta pela máquina e da manufaturamecânica, da ferramenta pela máquina e da manufaturapela fábrica no processo de produção capitalista.pela fábrica no processo de produção capitalista.Contudo, seus desdobramentos não se restringiram àContudo, seus desdobramentos não se restringiram àesfera econômica: a transformação da configuraçãoesfera econômica: a transformação da configuraçãosociopolítica, isto é, o surgimento da classe proletária esociopolítica, isto é, o surgimento da classe proletária eo fortalecimento da burguesia enquanto classe e grupoo fortalecimento da burguesia enquanto classe e grupopolítico dominante, foi fator determinante para apolítico dominante, foi fator determinante para aconstrução de um Estado de Direito.construção de um Estado de Direito.
  2. 2. Por que a Inglaterra?•capitais acumulados ( pirataria e comércio internacional,capitais acumulados ( pirataria e comércio internacional,incluindo o tráfico negreiro)incluindo o tráfico negreiro)•a mão-de-obra em abundância e barata (cercamentos)a mão-de-obra em abundância e barata (cercamentos)•a existência de minas de carvão e ferro (necessários para aa existência de minas de carvão e ferro (necessários para aindústria)indústria)•a força do calvinismo(puritanismo), que não condenava o lucroa força do calvinismo(puritanismo), que não condenava o lucroe pregava uma vida disciplinada e voltada para o trabalhoe pregava uma vida disciplinada e voltada para o trabalho•a posição geográfica privilegiada (industria naval, comércioa posição geográfica privilegiada (industria naval, comércionaval, preservada das guerras)naval, preservada das guerras)•as conquistas conseguidas com a Revolução Inglesa, o fim doas conquistas conseguidas com a Revolução Inglesa, o fim doabsolutismo e o mercantilismo, portanto a consolidação doabsolutismo e o mercantilismo, portanto a consolidação dopoder da burguesiapoder da burguesiaEntre as condições que explicam o pioneirismo inglês, podemos citar:
  3. 3. Transformações no mundo do trabalhoArtesanato: nesse sistema de produção o artesão trabalha por contaprópria, possuía seus instrumentos de trabalho, dominando todas asetapas de produção.Manufatura:esse sistema de produção caracteriza-se peladivisão de trabalho, os trabalhadores são reunidos nummesmo local de trabalho e cada um desempenha umaatividade específica, aumentando a produtividade.Maquinofatura: nesse sistema de produção existe adivisão de trabalho,as ferramentas são substituídas pelasmáquinas, que são acionadas pelos trabalhadores. Aspessoas não trabalham mais em suas casas ou emoficinas, mas em fábricas
  4. 4. Nasce o mundo das máquinas: as fábricasA máquina a vapor é usadana indústria têxtil
  5. 5. A necessidade é a mãe das invençõesNos teares manuais os trabalhadores só produziamtecidos do tamanho de seus braços, é inventada alançadeira volante, que adaptada aos teares, acabavacom esses limitesLançadeira volanteCom a falta de fios, que atéentão eram produzidos naroca de fiar, foi inventada aspinning jenny, quepermitia ao trabalhadorproduzir até 80 fios de umasó vezA necessidade de produzir fios mais resistentes levou ainvenção de water-frame.
  6. 6. A revolução nos meios de transportesBarcos a vaporThe Rocket atingia 25 Km por horaA primeiraviagemtransoceânicadurou21 diasLocomotiva 47 Km por hora
  7. 7. E ascidadescresceram...
  8. 8. A exploração dos trabalhadores
  9. 9. A exploração do trabalhador:o trabalho feminino e infantil
  10. 10. Exploração do trabalho infantil: herança da revolução industrial
  11. 11. As péssimas condições de vida e moradia dos operáriosSurgem os cortiços
  12. 12. Consequências da Revolução Industrial•Surgimento de um novo grupo social: o operariado (proletariado); eSurgimento de um novo grupo social: o operariado (proletariado); eo fortalecimento da classe burguesa.o fortalecimento da classe burguesa.•Crescimento das cidades, da urbanização e o despovoamento dasCrescimento das cidades, da urbanização e o despovoamento dasáreas ruraisáreas rurais•Aumento da produção de mercadorias e consequentemente aAumento da produção de mercadorias e consequentemente anecessidade de busca de novos mercados consumidoresnecessidade de busca de novos mercados consumidores(neocolonialismo – colonização da África e Ásia)(neocolonialismo – colonização da África e Ásia)•Consolidação do sistema capitalista e sua consequente expansãoConsolidação do sistema capitalista e sua consequente expansãopara o mundopara o mundo•Desenvolvimento dos meios de transportesDesenvolvimento dos meios de transportes•Aumento da degradação da natureza (exploração das matérias-Aumento da degradação da natureza (exploração das matérias-primas e da poluição)primas e da poluição)•A grande exploração dos trabalhadores provocarão os protestosA grande exploração dos trabalhadores provocarão os protestosoperários e a formação dos primeiros sindicatos.operários e a formação dos primeiros sindicatos.
  13. 13. Fases da revolução industrialFases da revolução industrialA primeira fase ou primeira Revolução Industrial: correspondeu aoA primeira fase ou primeira Revolução Industrial: correspondeu aoperíodo que se estende de 1760 a 1850, nesse período a Inglaterraperíodo que se estende de 1760 a 1850, nesse período a Inglaterraliderou o processo de industrialização. Principais características:liderou o processo de industrialização. Principais características:•O principal ramo industrial era o têxtilO principal ramo industrial era o têxtil•As principais matérias-primas era o algodão e o ferroAs principais matérias-primas era o algodão e o ferro•Fonte de energia era o carvão mineralFonte de energia era o carvão mineralA segunda fase ou Segunda Revolução Industrial inicia-se em 1850A segunda fase ou Segunda Revolução Industrial inicia-se em 1850e em pouco tempo espalhou-se pela Bélgica, França, a Itália, ae em pouco tempo espalhou-se pela Bélgica, França, a Itália, aAlemanha, os EUA e o Japão. As principais características:Alemanha, os EUA e o Japão. As principais características:•Substituição do ferro pelo açoSubstituição do ferro pelo aço•Fontes de energia: eletricidade e petróleoFontes de energia: eletricidade e petróleo•Diversificação dos ramos industriaisDiversificação dos ramos industriais

×