O slideshow foi denunciado.
SEMINÁRIO
SCM – SUPPLY CHAIN MANAGEMENT
(GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS)
Componentes do Grupo:
Caio Victor
Franz Helmut
K...
Esse trabalho tem como objetivo apresentar os benefícios
e as vantagens competitivas que o SCM – Supply Chain
Management (...
“A logística "trata de todas as
atividades de movimentação e
armazenagem, que facilitam o fluxo
de produtos desde o ponto ...
CONCEITOS
SCM – SUPPLY CHAIN MANAGEMENT
• Segundo Ballou (2001), na atualidade o
gerenciamento da cadeia de
suprimentos é ...
CONCEITOS
SCM – SUPPLY CHAIN MANAGEMENT
• O termo Supply Chain Management e
definido da seguinte maneira pelo CSCMP
– Coun...
CONCEITOS
SCM – SUPPLY CHAIN MANAGEMENT
• O gerenciamento da cadeia de
suprimentos, almeja a sincronização
entre os proces...
QUAL A IMPORTÂNCIA DO SCM?
• Distribuição:
• Finanças e contabilidade:
• Sistemas de informações:
• Marketing:
• Operações...
QUAIS OS OBJETIVOS DO SCM?
• Eliminar redundâncias;
• Reduzir o tempo de ciclo de
inventários;
• Fornecer melhores serviço...
QUAIS OS OBJETIVOS DO SCM?
• Valores;
• Distribuição;
• Razão (EXISTÊNCIA);
BENEFÍCIOS DO SCM
• Diminuição dos custos da
cadeia produtiva;
• Diminuição dos custos da
cadeia produtiva;
• Aumento da p...
PROCESSOS CHAVES (SUCESSO)
• Relacionamento com o cliente;
• Serviço ao cliente;
• Administração da demanda;
• Atendimento...
BARREIRAS AO PROCESSO
(SCM)
• Barreira Cultural;
• Barreira à tecnologias;
• Barreira financeira;
BENEFÍCIOS DO PROCESSO
(SCM)
• Satisfazer o cliente;
• Reduzir os custos;
• Aumentar a lucratividade;
• Colaboração
(forne...
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
• Investimentos em T.I;
• Internet como facilitador;
RESULTADOS
• Diminuição de fornecedores;
• Sinergia/Cooperação (Grupos de
empresas);
• Integração e Compartilhamento
(Just...
CASE PERDIGÃO
• Redesenhar a operação logística de sua cadeia de
suprimentos;
• Redução de custos, oferecendo serviços de ...
CASE PERDIGÃO
• Produtores exclusivos; Padronização; Controle do nível de
estoque em toda Cadeia produtiva;
• 6.000 produt...
CASE NATURA
• Fundada em 1969; Maior fabricante brasileira de cosméticos
e produtos de higiene e beleza;
• Venda direta co...
CASE NATURA
• O modelo de desenvolvimento sustentável de fornecedores
engajava 50 dos maiores parceiros. Atualmente, o pro...
CHARGE
CONCLUSÃO
Nos dias atuais o tempo de produção é crucial para quem quer
se manter competitivo no mercado. Cada empresa poss...
BIBLIOGRÁFIA
• BALLOU, Ronald H. Gerenciamento da Cadeia de
Suprimentos: Logística Empresarial. 5ª Ed. Porto Alegre:
Bookm...
SCM - Supply Chain Management (Gestão da cadeia de suprimentos)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

SCM - Supply Chain Management (Gestão da cadeia de suprimentos)

19.787 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado como pré-requisito para obtenção de nota parcial na disciplina de Distribuição e Logística..
Professor: Prof. MSc Edward Ribeiro Gerth.
Universidade Presbiteriana Mackenzie
20/03/2014

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

SCM - Supply Chain Management (Gestão da cadeia de suprimentos)

  1. 1. SEMINÁRIO SCM – SUPPLY CHAIN MANAGEMENT (GESTÃO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS) Componentes do Grupo: Caio Victor Franz Helmut Kaline Miranda Mauricio Mota GESTÃO ESTRATÉGICA DE VENDAS TURMA Y
  2. 2. Esse trabalho tem como objetivo apresentar os benefícios e as vantagens competitivas que o SCM – Supply Chain Management (Gestão da Cadeia de Suprimentos), pode agregar de forma efetiva ao processo produtivo das organizações. O Supply Chain nada mais é do que uma visão ampla, atualizada e holística da administração de materiais tradicional, estendendo-se à gestão de toda cadeia de suprimentos de uma forma estratégica e integrada. Partindo-se deste pressuposto, SCM fundamentaliza que as organizações devem definir suas estratégias competitivas e funcionais por meio de seus posicionamentos (tanto fornecedores, quanto clientes) dentro das cadeias produtivas em que estejam inseridos. Dessa maneira, é importante ressaltar que a finalidade do SCM estende-se por toda cadeia produtiva, relacionando- se não apenas com seus fornecedores, mas também com OBJETIVO DO ESTUDO
  3. 3. “A logística "trata de todas as atividades de movimentação e armazenagem, que facilitam o fluxo de produtos desde o ponto de aquisição da matéria-prima até ao ponto de consumo final, assim como dos fluxos de informação que colocam os produtos em movimento, com o propósito de providenciar níveis de serviço adequados aos clientes a um custo razoável.” BALLOU (2006, p 27)
  4. 4. CONCEITOS SCM – SUPPLY CHAIN MANAGEMENT • Segundo Ballou (2001), na atualidade o gerenciamento da cadeia de suprimentos é um termo que compreende a essência da logística integrada e inclusive a ultrapassa, pois ela destaca as interações logísticas que ocorrem entre as funções de marketing, logística e da produção no âmbito de uma organização. BALLOU (2001, p.
  5. 5. CONCEITOS SCM – SUPPLY CHAIN MANAGEMENT • O termo Supply Chain Management e definido da seguinte maneira pelo CSCMP – Council Of Supply Chain Management Professionals: “Supply Chain Management é a integração de processo-chave à partir do usuário final até os fornecedores primários com o objetivo de prover produtos, serviços e informações que adicionem valor para os clientes e acionistas da empresa” (CSCMP, 2009).
  6. 6. CONCEITOS SCM – SUPPLY CHAIN MANAGEMENT • O gerenciamento da cadeia de suprimentos, almeja a sincronização entre os processos de uma empresa e os seus fornecedores para compatibilizar o fluxo de materiais, serviços e informações com a demanda dos clientes. RITZMAN (2004, p. 232);
  7. 7. QUAL A IMPORTÂNCIA DO SCM? • Distribuição: • Finanças e contabilidade: • Sistemas de informações: • Marketing: • Operações: • Compras:
  8. 8. QUAIS OS OBJETIVOS DO SCM? • Eliminar redundâncias; • Reduzir o tempo de ciclo de inventários; • Fornecer melhores serviços aos clientes a menor custo.
  9. 9. QUAIS OS OBJETIVOS DO SCM? • Valores; • Distribuição; • Razão (EXISTÊNCIA);
  10. 10. BENEFÍCIOS DO SCM • Diminuição dos custos da cadeia produtiva; • Diminuição dos custos da cadeia produtiva; • Aumento da produtividade (Utilização dos ativos); • Melhora o nível de serviço ao cliente
  11. 11. PROCESSOS CHAVES (SUCESSO) • Relacionamento com o cliente; • Serviço ao cliente; • Administração da demanda; • Atendimento de pedido; • Administração do Fluxo de produção; • Compras / Suprimentos; • Desenvolvimento de novo produto
  12. 12. BARREIRAS AO PROCESSO (SCM) • Barreira Cultural; • Barreira à tecnologias; • Barreira financeira;
  13. 13. BENEFÍCIOS DO PROCESSO (SCM) • Satisfazer o cliente; • Reduzir os custos; • Aumentar a lucratividade; • Colaboração (fornecedores/clientes);
  14. 14. TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO • Investimentos em T.I; • Internet como facilitador;
  15. 15. RESULTADOS • Diminuição de fornecedores; • Sinergia/Cooperação (Grupos de empresas); • Integração e Compartilhamento (Just-in-time); • Solução de problemas; • Participação;
  16. 16. CASE PERDIGÃO • Redesenhar a operação logística de sua cadeia de suprimentos; • Redução de custos, oferecendo serviços de qualidade; • 1994 - Administração Profissional • 2000 – Programa Qualidade Total e TIP (Tecnologia da Informação Perdigão) e Implementação do SAP; Aquisições de frigoríficos; Liderança de mercado (22,5% Market share) ; Ações na Bolsa de NY; • 60 mil clientes ; 30 centros de distribuição ; 9 distribuidores terceirizados, responsáveis pela entrega dos produtos nos canais de venda; • Entrega em 24 horas em qualquer lugar do país; • Frota totalmente terceirizada, porém exclusiva;
  17. 17. CASE PERDIGÃO • Produtores exclusivos; Padronização; Controle do nível de estoque em toda Cadeia produtiva; • 6.000 produtores integrados que abastecem 13 unidades industriais, mais de 400 itens em seu mix de produtos e 2.400 toneladas produzidas diariamente e transportadas para 30 centros de distribuição; • Balancear as cargas; tipo de produto (Congelado ou Resfriado); Validade; • Deve-se levar em conta duas outras variáveis – Manter estoque (inventario) – Venda perdida devido a falta da mercadoria em determinado CD; • Software – Simulação da Cadeia de Suprimentos • Decisões estratégicas de investimentos com ampliação ou construção de CDs. • Tempo de entrega, custos com frete e estocagem reduzidos.
  18. 18. CASE NATURA • Fundada em 1969; Maior fabricante brasileira de cosméticos e produtos de higiene e beleza; • Venda direta como modelo de negócios; 1,5 milhão de consultoras; • Inovação como principal forma de ter um desenvolvimento sustentável; • Vencedora do Prêmio “Best Supplier Engagement”, protagonismo e compromisso com a Cadeia de Suprimentos, baseada na estratégia “triple bottom line” de responsabilidade ambiental, social e financeira; • A Natura estimula a performance ambiental e a contribuição social da sua rede de fornecedores; • Avaliação de fornecedores por meio de matriz energética, consumo de água, geração de resíduos, educação e inclusão social, e segurança no trabalho;
  19. 19. CASE NATURA • O modelo de desenvolvimento sustentável de fornecedores engajava 50 dos maiores parceiros. Atualmente, o programa atende 110 empresas, que representam 50% da despesa total da cadeia de suprimento; • Estima-se que os benefícios socioambientais do “Strategic Sourcing TBL” possam ser avaliados em mais de R$ 500 mil em 2011 e R$ 1,8 milhão, em 2012. A projeção da empresa é que, daqui em diante, esse número supere 1,9 milhão por ano.
  20. 20. CHARGE
  21. 21. CONCLUSÃO Nos dias atuais o tempo de produção é crucial para quem quer se manter competitivo no mercado. Cada empresa possui um tipo de necessidade e com as tecnologias dos dia atuais, já dispões de ferramentas como o próprio supply chain para a melhoria da cadeia de distribuição, possibilitando aumento de eficiência e eficácia no processo produtivo. Com isso há uma redução considerável de custo, levando em conta que “tempo é dinheiro” e com a concorrência acirrada das empresas, o supply chain é uma ferramenta cada vez mais utilizada.
  22. 22. BIBLIOGRÁFIA • BALLOU, Ronald H. Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos: Logística Empresarial. 5ª Ed. Porto Alegre: Bookman, 2006. • BALLOU, Ronald H. Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos: Logística Empresarial. Porto Alegre: Bookman, 2001. • COELHO, Leandro C. Da logística ao Supply Chain Management. São Paulo: Logística descomplicada, 2011. Disponível em: <http://www.logisticadescomplicada.com/da-logistica-ao-supply- chain-management/> Acesso em: 15/03/2014. • MAIA, Paulo L. O abc da Metodologia. São Paulo: Leud, 2011. • PIRES, Silvío R. I. Supply Chain Management. São Paulo: 1999. Disponível em: <http://www.numa.org.br/conhecimentos/conhecimentos_port/pag_co nhec/supply_chain_v5.html> Acesso em 15/03/14. • RITZMAN, Larry P.; KRAJEWSKI, Lee J. Administração da Produção e Operações. São Paulo: Pearson Eduacation, 2004.

×