Professor : P. V
Alunos: Matheus , Vitoria, Leonardo R., Felipe,
Mariana Monteiro, Camila, Amanda Costa, Fernando,
Brayan,...
Historia
 O setor da mineração sempre teve um papel
importante na historia do Brasil.
 O Brasil teve parte do desenvolvi...
Minas Gerais
 Esse estado faz fronteira com São Paulo, Mato Grosso do Sul ,
Goias e Espirito Santo, ficou famoso devido a...
.
 Minas Gerais, devido a mineração, se tornou o centro
econômico da colônia (naquela época o Brasil ainda
era uma colôni...
O Maior Estado Minerador
 A história e as tradições do Estado de Minas Gerais estão fortemente
ligadas à atividade minera...
Recursos Minerais no Brasil
Principais Impactos Ambientais
 Poluição dos recursos hidricos.
 Perda da vegetação e da fauna.
 Perfuração dos lençóis...
Rompimento Barragem de Rejeito
 .
O que é uma barragem de rejeito
 Uma barragem de rejeito é uma estrutura de terra construída
para armazenar resíduos de m...
Rompimento da barragem de
Mariana
 O rompimento da barragem de Fundão, dia 5 de
novembro na unidade industrial de Germano...
Rompimento
 A mineradora ”Samarco” é a empresa que beneficia o
minério na região, aumentando seu teor de ferro, para
depo...
O rompimento
 Inicialmente, a mineradora Samarco havia afirmado que duas
barragens haviam se rompido, de Fundão e Santaré...
Consequências
 O distrito de Bento Rodrigues foi destruído e centenas de
pessoas ficaram desabrigadas.
 A lama alcançou ...
Danos ao Meio Ambiente
 Os rejeitos que compõe a lama são considerados inertes , ou seja,
inofensivo.
 A chegada desse r...
Segurança e Prevenção
 Segundo a Polícia Militar de Meio Ambiente, a mineradora
foi fiscalizada há dois anos e nenhum pro...
 Uma das obrigações das empresas que exploram
minérios é ter um plano de recuperação de áreas
degradadas pela atividade
...
Penas e Indenizações
 Pelo direito ambiental, quem polui é o encarregado de
adotar os meios necessários para evitar a oco...
Videos
 Impactos ambientais da mineração de ferro
https://www.youtube.com/watch?v=7sfsF_GlXB0
 Antes e Depois na cidade...
A mineração em Minas gerais - Salesiano 2015
A mineração em Minas gerais - Salesiano 2015
A mineração em Minas gerais - Salesiano 2015
A mineração em Minas gerais - Salesiano 2015
A mineração em Minas gerais - Salesiano 2015
A mineração em Minas gerais - Salesiano 2015
A mineração em Minas gerais - Salesiano 2015
A mineração em Minas gerais - Salesiano 2015
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A mineração em Minas gerais - Salesiano 2015

381 visualizações

Publicada em

Acidente bento rodrigues e mineração em minas gerais

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
381
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A mineração em Minas gerais - Salesiano 2015

  1. 1. Professor : P. V Alunos: Matheus , Vitoria, Leonardo R., Felipe, Mariana Monteiro, Camila, Amanda Costa, Fernando, Brayan, Leonardo Alvarenga e Vitor .
  2. 2. Historia  O setor da mineração sempre teve um papel importante na historia do Brasil.  O Brasil teve parte do desenvolvimento através da mina e do ciclo do ouro.  Minas Gerais recebeu o devido nome devido a sua riquesa em ralação a mineração.
  3. 3. Minas Gerais  Esse estado faz fronteira com São Paulo, Mato Grosso do Sul , Goias e Espirito Santo, ficou famoso devido ao ciclo do ouro .  As principais descobertas das minas foram em 1693.  Durante a mineração do ouro outras pedras preciosas também foram descobertas, junto com a descoberta das minas e a exploração do ouro, alguns conflitos tiveram inicio.
  4. 4. .  Minas Gerais, devido a mineração, se tornou o centro econômico da colônia (naquela época o Brasil ainda era uma colônia), na primeira metade do século XVIII.  Para a extração nas minas e atividades de mineração era usada de forma demasiada a mão de obra escrava.  Em 1750 teve inicio o declínio da produção de mineração no estado.  A alteração econômica de Minas Gerais, que vivia basicamente da mineração, ocorreu em século XIX, quando as plantações de café passaram a fazer parte das atividades do povo mineiro. Após a introdução da cafeicultura no estado, outras industrias começam a aparecer.
  5. 5. O Maior Estado Minerador  A história e as tradições do Estado de Minas Gerais estão fortemente ligadas à atividade mineradora e às suas enormes reservas minerais.  Atualmente, Minas Gerais, se destaca por ser o principal produtor de minerais metálicos e não metálicos do país, além da explorar grandes reservas de minério de ferro, ouro, fosfato, zinco, alumínio, calcário e rochas ornamentais.  Afinal o Estado extrai mais de 160 milhões de toneladas de minério de ferro por ano e responde por 29% de toda a produção mineral do país, por 53% da produção de minerais metálicos e por cerca de 50% de todo o ouro produzido no Brasil.  Única fonte nacional de produção de zinco, Minas Gerais também é o maior produtor de ferro, ouro, fosfato, grafita, lítio e calcário, além de ser o responsável pela geração de 75% de todo o nióbio do mundo.  Tanta riqueza mineral fez surgir um parque industrial siderúrgico competitivo internacionalmente e que concorre para posicionar o Estado como segundo maior exportador brasileiro.
  6. 6. Recursos Minerais no Brasil
  7. 7. Principais Impactos Ambientais  Poluição dos recursos hidricos.  Perda da vegetação e da fauna.  Perfuração dos lençóis freáticos para o transporte de minérios.  Rompimento da barragem de rejeitos.
  8. 8. Rompimento Barragem de Rejeito  .
  9. 9. O que é uma barragem de rejeito  Uma barragem de rejeito é uma estrutura de terra construída para armazenar resíduos de mineração, os quais são definidos como a fração estéril produzida pelo beneficiamento de minérios, em um processo mecânico e/ou químico que divide o mineral bruto em concentrado e rejeito.  O rejeito é um material que não possui maior valor econômico, mas para salvaguardas ambientais deve ser devidamente armazenado.  As características dos rejeitos variam de acordo com o tipo de mineral e de seu tratamento em planta (beneficiamento). Podem ser finos, compostos de siltes e argilas, depositados sob forma de lama, ou formados por materiais não plásticos, (areias) que apresentam granulométrica mais grossa e são denominados rejeitos granulares
  10. 10. Rompimento da barragem de Mariana  O rompimento da barragem de Fundão, dia 5 de novembro na unidade industrial de Germano, entre os distritos de Mariana e Ouro Preto (cerca de 100 km de Belo Horizonte), provocou uma onda de lama que devastou distritos próximos.  O mais atingido foi Bento Rodrigues. Há relatos de desaparecidos, e o número total de mortes ainda é desconhecido.
  11. 11. Rompimento  A mineradora ”Samarco” é a empresa que beneficia o minério na região, aumentando seu teor de ferro, para depois exportar a outros países.  Fundada em 1977, ela é uma empresa de capital fechado controlada por duas acionistas, ou donas: a anglo-australiana BHP Billiton Brasil Ltda. e a brasileira Vale S.A.  Cada uma controla metade. Os rejeitos dessa exploração eram estocados pelas barragens.
  12. 12. O rompimento  Inicialmente, a mineradora Samarco havia afirmado que duas barragens haviam se rompido, de Fundão e Santarém. No dia 16 de novembro, a Samarco confirmou que apenas a barragem de Fundão se rompeu.  Na verdade, o rompimento de Fundão provocou o vazamento dos rejeitos que passaram por cima de Santarém, que permaneceu intacta.  As causas ainda estão sendo investigadas. A Samarco informou ter registrado dois pequenos tremores na área duas horas antes do rompimento.  Investigações comprovaram que a barragem estava em risco devido a potencialização dos processos erosivos provocando a desestabilização do maçiço da pilha , ou seja , houve uma negligencia da empresa.
  13. 13. Consequências  O distrito de Bento Rodrigues foi destruído e centenas de pessoas ficaram desabrigadas.  A lama alcançou outros distritos de Mariana, como Águas Claras, Ponte do Gama, Paracatu e Pedras, além da cidade de Barra Longa.  Os rejeitos foram levados pelo Rio Doce, afetando ainda dezenas de cidades na Região Leste de Minas Gerais até o Espírito Santo, com a falta de água potável.  A onda de lama continua a atingir outras comunidades, como Paracatu de Baixo e Camargos, e as cidades de Barra Longa, Rio Doce e Santa Cruz do Escalvado e cidades do Leste de Minas, como Governador Valadares.  A lama também chegou ao Espírito Santo, levada pelo Rio Doce, afetando Regência, Linhares, Baixo Gandu e Colatina.
  14. 14. Danos ao Meio Ambiente  Os rejeitos que compõe a lama são considerados inertes , ou seja, inofensivo.  A chegada desse rejeito quando chega ao leito de um rio, por exemplo, a água poderá ficar turva, ocorrerá uma sedimentação, mas o consumo da água não terá impacto na saúde.  Apesar disso, ainda não houve nenhuma análise específica dos rejeitos despejados pelas barragens.  Em Governador Valadares, uma das cidades banhadas pelo Rio Doce, o diretor geral do serviço autônomo de água e esgoto, Omir Quintino, disse que a água coletada para análise apresentou alto índice de ferro, o que inviabiliza o tratamento, além de grande quantidade de mercúrio, que é muito tóxico.  Já a Samarco diz que não havia elementos tóxicos no material.
  15. 15. Segurança e Prevenção  Segundo a Polícia Militar de Meio Ambiente, a mineradora foi fiscalizada há dois anos e nenhum problema foi encontrado na barragem.  De acordo com o promotor do Meio Ambiente Carlos Eduardo Ferreira Pinto, as licenças de operação estavam vencidas há quase 2 anos e meio, e o pedido de revalidação, feito pela Samarco no prazo, foi prejudicado por uma greve no Sistema Estadual de Meio Ambiente.  A barragem de Fundão está classificada como de baixo risco, pelo bom monitoramento e documentação em dia. Mas por estar situada em região com alta densidade populacional, sua classificação do dano potencial associado, ou seja, da gravidade do que poderia acontecer em caso de acidente, é alto.
  16. 16.  Uma das obrigações das empresas que exploram minérios é ter um plano de recuperação de áreas degradadas pela atividade  Como exercem uma atividade de risco, as mineradoras devem seguir normas técnicas de segurança e estão sujeitas à legislação ambiental e licenciamento ambiental.
  17. 17. Penas e Indenizações  Pelo direito ambiental, quem polui é o encarregado de adotar os meios necessários para evitar a ocorrência do dano e também de reparar os danos. É o princípio do “poluidor-pagador”. A responsabilidade é apurada em três esferas diferentes: administrativa (multa), civil (indenizações) e penal (crimes).
  18. 18. Videos  Impactos ambientais da mineração de ferro https://www.youtube.com/watch?v=7sfsF_GlXB0  Antes e Depois na cidade de Bento Rodrigues https://www.youtube.com/watch?v=tE2V-_DG4Qo  Reportagem da tragédia https://www.youtube.com/watch?v=LUPcF_HxrFk

×