02.16 joca e os lobos

227 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

02.16 joca e os lobos

  1. 1. JOCA E OS LOBOS Naquelas manhãs frias, frias, frias, em que as ruas quevão dar à escola estão como gelo e as frieiras dos pésardem, por dentro das botas, e o nariz pinga, por fora docachecol, o Joca, ainda no quente fofo da cama, põe-se atiritar de falso medo. Joca: Mãe, mãe, hoje é o Dia Mundial do Lobo. Mãe: Não sabia dessa. Mas levanta-te. Despacha-te. Joca: Hoje é o dia de protecção ao lobo, que é umanimal que está a acabar. Mãe: Uma espécie em vias de extinção, queres tu dizer.Mas levanta-te. Joca: Hoje não se pode fazer mal aos lobos. Eles vãoandar por todo o lado, aos montes… Mãe: Em alcateia, queres tu dizer. Despacha-te. 1
  2. 2. Joca: E não se lhes pode fazer mal. Vão andar nas ruas,nos autocarros, à porta das escolas… Mãe: O que tu queres dizer sei eu, Joca. Deixa-te deinvenções e despacha-te. Joca: A nossa professora vai convidar lobos paracomerem connosco, na cantina. Mãe: Boa ideia. Partilhas com eles do teu almoço.Levanta-te, Joca, que já estás atrasado. Joca: Mas os lobos comem imenso e não gostam de sopanem de alface nem de pastéis de bacalhau. Eu tenho medode, logo à noite, não chegar a casa inteiro. Mãe: Chegas. Tenho a certeza. Levanta-te, Joca, oupuxo-te por um braço e sais da cama magoado. Joca: Os lobos vão fazer ginástica connosco. E vão jogarà bola, no recreio. Sabias que os lobos não gostam deperder? Mãe: Não sabia nem isso, agora, interessa. Levanta-te,Joca. Joca: Quando os lobos perdem, dão dentadas nos outros. Mãe: Nos adversários, queres tu dizer. Mas, se assimacontecer, o árbitro expulsa-os do jogo. Joca: Mas os árbitros, hoje, são todos lobos. Estão feitoscom eles. Mãe: Já chega, Joca. Levanta-te ou eu zango-me. E,quando eu me zango, uivo. Joca: Tu uivas, mãe? Mãe: Claro que uivo. Queres ouvir: Uh! Uh! Uh! Se nãosais da cama como-te cru. O Joca riu-se. Fartou-se de rir. E a rir-se, desmanchou acama e saltou para o chão. Joca: Tenho uma mãe-loba! Tenho uma mãe-loba! 2
  3. 3. Mãe: E tu és o meu lobinho. Joca: Somos lobos. Uh! Uh! Uh! Hoje é o nosso dia. Mãe e filho juntaram num abraço riso e uivos, comonuma gruta de lobos felizes. Daqueles dois seria semprecada dia, fizesse o frio que fizesse lá fora. O calor doabraço deles estava ali pronto para vencer e derreter o gelotodo do mundo. FIM 3

×