Ficção seriada transmidia game of thrones

1.478 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Ficção seriada transmidia game of thrones

  1. 1. NARRATIVA SERIADA TRANSMÍDIA PROF. JOAO MASSAROLO PPGIS / UFSCARGame of Thrones
  2. 2. Complexificação narrativa em Game of Throneshttp://hauteslides.com/2011/05/game-of-thrones-infographic-illustrated-guide-to-houses-and-character-relationships/
  3. 3. Game of Thrones – mundo épico Característico da forma seriada de longa duração, expande os limites entre filmes, videogames e outros meios de entretenimento, incentivando um novo modo de engajamento das audiências, fazendo da cultura participativa um componente central da narrativa transmídia.
  4. 4. Séries no aplicativo HBO Go - iPad
  5. 5. Mike Monello, agência Campfire. A Bruxa de Blair – extensões transmídia; True Blood – mil cartas escritas em linguas mortas contendo mensagens criptografadas para blogueiros; He Art of the Heist: ARG da Audi; Game of Thrones – caixas aromáticas para blogueiros fãs dos livros e com atuação na internet. Registros em blogs e vídeos publicados em sites de mídias sociais.
  6. 6. Game of Thrones campanha transmídia 12 curtas de animação: material que explica o contexto das lutas entre casas, castelos, reinos, religião, organizações, acontecimentos históricos em Westeros. The Maester’s Path: site criado para envolver os fãs hardcore, introduzindo elementos de quebra- cabeça para cada uma das cinco experiências sensoriais (<http://www.themaesterspath.com/>) ​ Winter Is Coming: blog de fãs que surgiu quando a HBO lançou o episódio piloto da série.
  7. 7. The Maester’s Path Os usuários são convidados a completar os desafios relacionados aos cinco sentidos humanos e, assim, tornar-se meistre nos Setes Reinos de Westeros. Meistre: pessoa reconhecida como mestre, maestro ou magistério.
  8. 8. 1º Desafio – sentido do olfato  
  9. 9. 1º Desafio – sentido do olfato Agência Campfire enviou caixas aromáticas especialmente desenhadas a influenciadores online (blogueiros), com um mapa de Westeros, frascos de vidro e seis aromas diferentes, alêm de pergaminhos com instruções sobre como deveriam combiná-los.
  10. 10. 2º Desafio – sentido da audição (Inn at the Crossroads)
  11. 11. 3º Desafio – sentido da visão(Night Watch to See the Wall)
  12. 12. 4º Desafio – sentido do tato (Ice and Fire)O aplicativo Ice and Fire(para iPad, iPhone e iPod),de Game of Thrones, evocanos jogadores o sentido dotato, relacionando aprevisão do tempo, para oslocais selecionados, com oclima de diferentes regiõesretratadas na série.
  13. 13. Aplicativo Ice and Fire Pesquisa na internet a previsão do tempo para a cidade selecionada pelo usuário e a relaciona com as variações do clima em diferentes regiões de Westeros...Se neva em Nova York, o aplicativo mostra que o tempo na cidade está como na Muralha ou no Norte, regiões frias na mitologia de Game of Thrones... Se as temperaturas estão altas, o aplicativo relaciona o tempo com as regiões ao sul em Westeros (Porto Real, ou às cidades livres, como Pentos).
  14. 14. Aplicativo em uso
  15. 15. 5º Desafio – sentido do paladar (A Taste of Westeros Tom Colicchio)Os fãs eram avisadosno Facebook e noTwitter sobre as ruasde Nova Iorque e LosAngeles em que o‘caminhão decomida’ serviria asiguarias típicas devários lugares deWesteros.
  16. 16. Desafio final Os jogadores tiveram que convidar pelo menos cinco amigos para se inscrever no site: TheMaestersPath.com Esta tarefa final desbloqueou um vídeoespecial de George R.R. Martin, de agradecimento aosfãs que seguiram o seu caminho através da campanha nasua totalidade;- 37.000 usuários registrados no site; 12.000 pessoasbaixaram o aplicativo Gelo e Fogo e 190.000 visitantesinteragiram com um dos elementos digitais da campanha.
  17. 17. Estratégias de marketing Influencer marketing: comunidades-chave se interessam pela marca e falam para outras pessoas; Product seeding: entregar o produto nas mãos de influenciadores para compartilhamento de impressões sobre o produto recebido; Community marketing: são oferecidas as ferramentas e os conteudos para o usuário interagir e se envolver com a marca; (Bianchini, 2012)
  18. 18. Subculturas de fãs Divers: vivem e respiram o mundo da marca; Dippers: interagem casualmente com ela e; Skimmers: passam por ela com pouca frequência. (Monello, 2011, online)
  19. 19. Frank Rose: O que funcionou / O que não funcionouLição # 1: Em um mundo cada vez mais digital,objetos físicos surpreendem e dão prazer.(<http://marclougee.com/2012/02/03/game-thrones-transmedia/>)
  20. 20. Frank Rose: O que funcionou / O que não funcionouLição # 2: Pense comoum falsificador.“Isso levou à ideia decriar um aplicativomóvel que possadescrever o tempo ondevocê está; o tempo emtermos de alguma partede Westeros”.(<http://marclougee.com/2012/02/03/game-thrones-transmedia>)
  21. 21. Frank Rose: O que funcionou / O que não funcionouLição # 3: Se você definir umaexperiência como uma história,você vai encontrar a história daexperiência.Usuários encontraram no fundo dacaixa aromática a frase: “sempreapoie o fundo”(<http://marclougee.com/2012/02/03/game-thrones-transmedia>)
  22. 22. Frank Rose: O que funcionou / O que não funcionouLição # 4: Sempre apoiar o fundo.http://winteriscoming.bigcartel.com/product/always-support-the-bottom-tshirt http://marclougee.com/2012/02/03/game-thrones-transmedia
  23. 23. Experiência de imersãoGuia das casas e mapas: http://viewers-guide.hbo.com/season2/
  24. 24. Compartilhamento de vídeos Trailer da 2º temporadaMais de 43 milpessoas ‘curtiram’ otrailer da segundatemporada de Gameof Thrones noFacebook, e quase 24mil o compartilharamcom suas redessociais.
  25. 25. Participação dos fãs / auto-representação 2º temporada, 1º açãoFãs curtem na loja Best Buy (NY), o “Iron Throne”– fotos compartilhadas na fan page do Facebook.
  26. 26. Participação dos fãs / auto-representação 2º temporada, 2º açãoContradicting a king is a dangerous thing:
  27. 27. Participação dos fãs / auto-representação 2º temporada, 2º ação Ação Contradicting a king is a dangerous thing, realizada na Comic-Con 2012. Os fãs eram convidados a entrar em uma cabine especial, tirar uma foto e sua cabeça decepada era usada para ilustrar a imagem do cartaz promocional do pôster da segunda temporada: The King does as the King likes, em que o personagem Eddard Stark aparece com sua cabeça espetada em uma lança. Fotos postadas e compartilhadas no Facebook.
  28. 28. Participação dos fãs 2º temporada, 3º açãoJuramento no Facebook - Pledge Your Allegiance
  29. 29. Participação dos fãs 2º temporada, 4º açãoSexta-feira (30/03), Wooster Social Club NY), AmiJames tatuou brasões dos reinos de Westeros nosbraços de 50 hardcore fans
  30. 30. Game of Thrones em versão PlaymobilHDMprojects recriou otrailer da primeiratemporada de Game ofThrones em stop-motion,feito com osbonequinhosPlaymobil
  31. 31. Game of Thrones marketing transmídia Participantes da campanha eram majoritariamente fãs hardcore que já tinham lido todos os livros da série; Usuários entraram em contato com esse universo por meio de recomendações de amigos, familiares, etc. (Tosca & Klastrup, Transmedial Worlds , 2011) http://www.jltonline.de/index.php/conferences/article/view/421/1123
  32. 32. Game of Thrones marketing transmídia Fracassam as tentativas dos criadores da campanha de ‘forçar’ os fãs a recomendarem o universo criado; Fãs e a ordem da sequencia de consumo dos materiais de campanha: a)Livros/jogos/série para os jogadores e; b)Série/livros para não jogadores(Tosca & Klastrup, Transmedial Worlds , 2011) http://www.jltonline.de/index.php/conferences/article/view/421/1123
  33. 33. Game of Thrones Objetivos centrais da campanha (1) conectar a série com os livros, apresentando os personagens principais dos livros nos vídeos de recompensa dos puzzles e; (2) tentativa de ganhar o interesse de não leitores dos livros para assistirem a série, apresentando alguns elementos de entrada para esse universo.(Tosca & Klastrup, Transmedial Worlds , 2011) http://www.jltonline.de/index.php/conferences/article/view/421/1123
  34. 34. Objetivos alcançados Os objetivos da campanha demonstram que não houve interesse em expandir o universo de histórias da série, não podendo ser considerada uma narrativa transmidia, mas uma campanha de marketing transmídia.(Tosca & Klastrup, Transmedial Worlds , 2011) http://www.jltonline.de/index.php/conferences/article/view/421/1123
  35. 35. Novos episódios: curtas da 1º temporada (caixa blu-ray) História de Westeros House Targaryen História da patrulha da noite: History and Lore The History of the Nights Watch - House Stark Para conhecimento dos filhos da floresta: History and Lore The Children of the Forest The First Men and the Andals History and Lore The Age Of Heros
  36. 36. Novos episódios: curtas da 1º temporada (caixa blu-ray)- Perspectivas sobre o Rei louco Aerys da Casa Stark History and Lore Mad King Aerys - House Stark History and Lore The History of the Nights Watch - House Stark- Perspectiva a partir da casa Lannister History and Lore Mad King Aerys - House Lannister- Perspectiva da casa Baratheon History and Lore Mad King Aerys - House Baratheon- Perspectiva da Casa Targaryen History and Lore Robert`s Rebellion - House Targaryen History and Lore The Field of Fire - House Targaryen-

×