Ética,   uma         necessidade para uma         melhor sobrevivência                                                    ...
dos para trás como algo                             homem é um ente políti-       espaço melhor na socie-        hora nas ...
formato de programa vai                             “encantado”. Por exem-      casas, e até mesmo paracom o mundo, com as...
bom, aumentando o fluxo                             fazendo de um todo para      de nossos filhos através    ganhar novas ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Artigo ética na comunicação crislaine moreira marçal

484 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
484
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Artigo ética na comunicação crislaine moreira marçal

  1. 1. Ética, uma necessidade para uma melhor sobrevivência Por Crislaine Moreira Marçal V ivemos em um mundo onde o poder, o ser, en- tre outras coisas mais têm se destacado e se colocado acima de out- ros fatores considera- Aristóteles de Estagira, 384 a.C. – 322 a.C. dos mais importantes. A filósofo grego ética tem sido deixada de lado, uma vez que coisas banais têm sido bem mais valorizadas. Nos preocupamos com a natureza, mas não lembramos de nos preocupar com o bem estar do nosso próximo; nossos filhos têm sido educados por valores que não conhecemos e achamos ser verda- deiros; nossos próprios valores tem sido deixa-Artigo Ética na Comunicação_Crislaine Moreira Marçal.indd 1 14/03/2011 12:20:34
  2. 2. dos para trás como algo homem é um ente políti- espaço melhor na socie- hora nas relações internas que não tivesse mais nen- co capaz de organizar a dade, mesmo que este e externas do ser humano. huma importância e des- cultura e outras formas de seja conquistado de ma- Infelizmente esse tipo sa forma, vivemos nossas dominação, e vimos que neira cruel e fraudulenta. de problema aqui apre- vidas, educamos nosso isso também está ligado à Entendemos assim, que a sentado, ou seja, a falta meio, sempre nessa cul- ética, pois organizar cois- lei vem “tapar” os bura- da ética, tem se multipli- tura que não tem suas as e nações (que é o dever cos causados pela ausên- cado por todos os setores raízes fundamentadas do Estado) só se faz bem, cia do amor, do respeito e da sociedade. Um exem- em nada sólido e muitas se for feito eticamente. da ética. Jacques Távora plo claro do que estamos vezes achamos que es- Talvez seja por isso que Alfonsin diz exatamente falando é: temos acom- tamos cooperando para nosso modo de vida está isso quando afirma que panhado o aumento de o bem estar do mundo, tão caótico como nunca “o excesso de leis se deve crimes por todo o mun- sem saber que estamos antes, pois nossos rep- à diminuição do amor. do; a política parece não sendo manipulados dia- resentantes não tem se Cada vez se quer disci- ter mais solução, nem riamente por uma cultura importado mais com plinar mais as coisas.”, aqui e nem em qualquer que vem prá mudar pens- ética, educação e out- e ainda complementa lugar do planeta; o com- amentos, posições cult- ras coisas necessárias. dizendo que “o número portamento dos jovens urais entre coisas mais. Vivemos numa escas- de leis não vai significar e das crianças tem sido Diante do que temos sez de bons modos, bons mais paz entre as pes- alterado e a mídia que estudado ao longo dos costumes que não per- soas”, ou seja, a busca já não se produz como meses, aprendemos que cebemos que coisas boas pela paz é a busca pela antigamente. Há estudos algumas coisas são fun- nos rodeiam e nos per- ética, a busca por um viv- que apontam que uma damentais para o bem mitem sermos melhores er melhor, em harmonia, criança com idade entre estar nosso e da socie- dia a dia, mas não temos coisas que já perderam 5 e 6 anos, que vai ini- dade que nos rodeia. “tempo” e sensibilidade seu valor, pois hoje quan- ciar sua vida escolar já São eles: ética, amor e de olhar à nossa volta e do se fala em viver mel- tem aproximadamente educação; sempre um presenciar quão tolos so- hor, logo se entende viver 5.000 horas de televisão está ligado ao outro, e mos quando agimos de numa situação financeira assistida e dessa forma, sempre vai estar, pois uma forma imposta pela de alto poder diante da já tem seu caráter for- um compreende o outro. sociedade sem ao menos sociedade; harmonia e mado pela mídia e da De acordo com Em- questionarmos o por quê paz são palavras obsole- maneira que a mesma erson Barros de Aguiar dessa atitude. Para isso tas ou de sentido lúdico, quer. A crise da ética tem “quem tem amor em seu faz-se a necessidade de pois não se acredita mais chegado até aos meios de coração por seu semel- criar tantas leis, mesmo que elas possam ter al- comunicação de forma hante, tem ética.” Ou sabendo que o cidadão gum valor real. O que gigantesca. Hoje não se seja, isso acontece por não é capaz de cumprir percebemos é que, en- pensa mais no que pode ser a ética uma maneira todas, ou pelo menos quanto o ser humano não ser um bom programa de pensar e agir contri- uma parte delas, sendo aprender o que é o amor, para toda família, ou pelo buindo para bem comum assim, na ausência de e colocá-lo em prática, menos para boa parte a todos. Nesse caso, apre- sentimento criam-se leis terá de viver obedecendo dela; mesmo existindo ndemos ouvir, respeitar e que nos obrigam a agir- as leis. Em relação a isso, leis para a transmissão de entender os problemas de mos de uma forma que já Paulo Cannabrava Filho programas, nem sempre cada um; o que levou tal deveríamos agir sem ser diz que “o cidadão ético elas são levadas à risca, pessoa a tomar certas ati- sob pressão, e percebe- é aquele que conhece as e como encontramos tudes, diante de qualquer mos que se não for dessa suas leis e as leis dos out- muitas brechas na nossa situação, etc. A ética forma, não funciona, o ros”, isso nos mostra que legislação, sempre há al- faz toda essa diferença, ser humano está cada se conhecermos nossos guém de um alto poder ela é que nos faz refle- vez mais voltado ao seu limites, e respeitarmos que consegue burlar e tir sobre o bem e o mal. instinto animal, irracio- os limites do próximo, transmitir o que acha Aprendemos que, di- nal de ser, está cada vez podemos viver melhor, que deve ser transmitido, ante da ciência somos mais afoito pela violên- e dessa forma podemos pois tudo é visado na todos iguais, e que o cia, visando sempre um contribuir pra uma mel- base do lucro. Se aqueleArtigo Ética na Comunicação_Crislaine Moreira Marçal.indd 2 14/03/2011 12:20:34
  3. 3. formato de programa vai “encantado”. Por exem- casas, e até mesmo paracom o mundo, com as ser bom ou não, não im- plo, já dizia Goebels e resolver problemas de coisas que nos cercam, porta, mas importa saber Hitler que “a comunica- ordem ambiental. Neivorno caso em questão, com se ele vai render lucros ção é a arma de guerra Schuck afirma que: “a o meio ambiente. Uma para a empresa que o mais espetacular que se educação pode contri- pessoa educada jamais transmitirá. Como afirma pode dispor”, pois ela buir de maneira decisiva destruiria o meio em que Pedrinho A. Guareschi : “dispensa os exércitos, na tomada de consciên- ela vive, seja a casa, a “os programas estão poupa vidas e possibilita cia acerca do problema relação de amizade com cheios de discriminações a submissão de estados do descuido com o meio o próximo ou mesmo o e desrespeito contra pes- e nações”, ou seja, se em que vivemos, com o planeta. Isto nos prova soas pobres, ignorantes, soubéssemos usar nossa nosso corpo, ambiente que cada vez mais, a diferentes. Os movimen- comunicação, e nossos e sociedade.” Ou seja, ética está presente em tos que lutam por mu- veículos de forma cor- a pessoa que é educada todas as coisas na nossa danças e supressão de reta, contribuiríamos contribui para todos es- vida, pelo menos era pra desigualdades e priv- para um mundo mais ses bens de maneira estar presente, pois ela ilégios são continu- intelectual e de melhor voluntária, sem desejarnos serve como uma ori- amente criminalizados.” sobrevivência a todos. holofotes, e sem que ela entação pra o que deve, E ainda ele complementa Como vimos no início mesma perceba, pois está ou não, ser feito. dizendo que “os meios do texto, temos alguns enraizado na sua moral, Isso nos leva a crer agem desse modo: sua que, muitas respostas finalidade principal é “os programas estão cheios de que buscamos, pra mui- conseguir lucro.” Isto discriminações e desrespeito contra tos problemas hoje em nos ajuda a entender um dia, estão nas coisas que pouco do que estamos pessoas pobres, ignorantes, diferentes. deixamos lá atrás, nos passando nesses dias. Os movimentos que lutam por mudan- ensinamentos antes pas- A mídia só se preocupa ças e supressão de desigualdades e sados de pai pra filho, com o produto se ele e que hoje esquecemos vende ou não, sempre di- privilégios são continuamente crimi- por completo. E lembre- tando moda, costumes e nalizados.” mos que, pra um mundo alterando nossos valores, melhor, vamos começar enfim, nos tornando me- elementos fundamen- nos seus costumes que a mudar nós mesmos, nos questionadores ou tais para o nosso bem, e ela deve agir dessa ou melhorarmos cada dia, formadores de opiniões, já falamos de dois deles daquela maneira, jamais aplicarmos mais os três para sermos somente que são: a ética e o amor pensando em destruir o elementos no nosso telespectadores fiéis às (e da ausência dele tam- outro, ou destruir o am- dia-a-dia, e question- novas tendências. As- bém), agora falaremos biente em que vive, sem- armos um pouco mais sim entende-se que no um pouco sobre a educa- pre dando oportunidades as coisas que nos são momento, não existe ção. A educação é tão im- de novo aprendizado. oferecidas diariamente. ética na comunicação, portante quanto qualquer Na educação dos gregos Mas ainda existem mas que é algo extrema- um deles, pois ela nos en- dessa época, estava in- outras coisas a serem mente possível de acon- sina sobre nossos limites, cutido em seus costumes abordadas por aqui. Por tecer se voltarmos nosso o que nos é permitido e que boa educação era exemplo, hoje se aval- pensamento ao que an- o que não é, e desde os começar a cuidar melhor iarmos os contextos do tes era educativo e praz- tempos antigos ela é peça do lugar em que se vive, passado vemos que, em eroso, sem ter algum fundamental para uma ou seja, da própria casa, nenhum outro ramo acon- apelo sensual ou nenhum boa relação na sociedade, daí passando para um teceu um desenvolvim- conteúdo intelectual. família e mundo. Os bom relacionamento com ento tão rápido quanto o Os meios de comuni- gregos da Grécia antiga os amigos e vizinhos, das áreas da tecnologia cação têm um poder tão usavam-na como um el- sempre tomando cuidado da informação, e isso aca- alto que se fosse usado emento essencial no bem para uma boa relação de ba gerando dúvidas, pois para coisas melhores, estar da comunidade, e amizade, e terminando nem sempre esse cresci- viveríamos num mundo também dentro de suas com um bom cuidado mento significa algoArtigo Ética na Comunicação_Crislaine Moreira Marçal.indd 3 14/03/2011 12:20:35
  4. 4. bom, aumentando o fluxo fazendo de um todo para de nossos filhos através ganhar novas verdades, de informações, pode-se continuarem em seus de escolhas de programa- é prá isso que necessita dizer que aumenta tam- postos, pois o mercado ção, entre outras coisas. conhecer bem os Direitos bém a manipulação, e é de trabalho está muito Agora vamos abordar Autorais de todos. Como nesse caso que o jornal- exigente e a concorrên- outro tema pouco discuti- vimos a internet é o quar- ista deve ser munido de cia tem crescido muito. do entre os estudantes de to meio de comunicação ética pois ela vai funcio- Entende-se que há uma jornalismo, mas que é de vindo de uma seqüência nar como uma bússola, pluralidade de serviços extrema importância, os de comunicação impres- dando orientações e lim- dentro do mercado jor- Direitos Autorais. Existe sa, rádio, televisão e hoje ites ao escrever, redigir nalístico, o profissional aqui no Brasil a Apijor ela, a grande, porém in- ou editar qualquer tipo tem feito bem mais que (Associação Brasileira controlável internet que de matéria, preservando seu trabalho, tem exer- da Propriedade Intelec- chega em qualquer lugar suas fontes, entre outras cido várias funções ao tual dos Jornalistas Pro- e muda a rotina de todos coisas mais. De acordo mesmo tempo, para se fissionais), que é uma aqueles que aderem suas com o Código de Ética manter no ramo. Até representação garantida características. E essa é dos Jornalistas, a “in- mesmo a lógica do mer- pela Lei que assegura o uma via de mão dupla, formação deve se pautar cado tem transformado direito de fiscalização ela tanto ajuda, pois é ex- pela real ocorrência dos o povo em consumidor. através de representação. celente no quesito velo- fatos” e também diz que Hoje para as editoras só A Apijor compreende cidade, como também é “a obstrução direta ou interessa aqueles que que “os direitos autorais prejudicial, porque acaba indireta à livre informa- “vendem”, os que são na área da informação e denegrindo imagens, in- ção [...], constituem deli- sinônimos de lucro, por da comunicação só serão formações, pensamentos, to contra a sociedade”, isso tem afetado até mes- respeitados se tivermos entre outras coisas. Nada isso nos mostra o com- mo a literatura, pois não respaldo de uma cultura é avaliado antes de ser promisso que o jornalista visa vender o que é bom, sobre direito autoral”. colocado na internet, não deve ter com a verdade mas sim o que lucra, e Nesse caso, ela implica tem ninguém que edite an- e com a população, se geralmente o que lucra em que o profissional tes de chegar lá, por isso houver a necessidade não é bom, ou não atinge conheça seus direitos e a necessidade de se con- da obstrução da verdade a população como deve- deveres, pois no ramo da hecer, se informar antes para editar alguma maté- ria, geralmente vende o informação temos algo de tomar qualquer atitude ria, será a consciência do que a TV anuncia e como que acontece muito, que vinda do meio digital. jornalista, ou a própria ela é feita para a massa, é plágio em informações, De qualquer forma, justiça que o julgará. acaba por fazer o povo músicas, fotos, notícias, como vivemos em um Como diz Cannabrava continuar em seu mundo e para esses casos a Lei mundo onde a tecnologia “a ética nos obriga a pri- fechado, sem uma per- dá cobertura, mas ainda da informação não tem orizar, acima de tudo, os spectiva de melhora, pois assim há um débito aqui tido fronteiras, nada mel- anseios de liberdade, de a população acredita que existente, as faculdades hor do que nós sermos justiça e de paz de toda o que eles vêm é a ver- de comunicação deve- nossos críticos e começar- a humanidade”, isso dade absoluta, e que ela, riam conter em sua grade mos uma reflexão sobre nos dá a noção de que a a mídia, tem o que eles curricular o curso de Di- o que estamos vendo, ética é fundamental para tanto necessitam. O pod- reitos Autorais para que assistindo, ouvindo e o nosso viver, pois ela er da TV é muito maior os alunos conhecessem lendo, e sempre lembrar em tudo complementa. do que nós pensamos bem o que está, ou não de que, nem tudo contém a Dentro do mercado e já citamos vários ex- acordo com sua linha de verdade, mas um pouco de trabalho vemos mui- emplos acima, mas nós, pensamento, e começar a de tudo pode nos le- tos “malabarismos” que estudantes de comunica- formar estudantes provi- var até ela, mas sempre são feitos com os jornal- ção, temos o privilégio dos de seus direitos e com muita precaução e istas, e muitas demissões de compreender esse as- deveres. Principalmente estudo em cima do que que isso acarreta. Nem sunto um pouco melhor, hoje em dia com o uso esta sendo discutido. todo jornalista trabalha porque o estudamos a incansável da internet, somente em uma área fundo, e podemos pensar qualquer coisa pode ser específica, eles acabam e tentar melhorar o futuro plagiada, e em instantesArtigo Ética na Comunicação_Crislaine Moreira Marçal.indd 4 14/03/2011 12:20:35

×