Observar para conhecer e documentar na educação infantil

723 visualizações

Publicada em

Através desta apresentação explicarei a importância de registrar as atividades na educação infantil, pois com a observação do registro poderemos melhorar nossa prática pedagógica.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
723
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Observar para conhecer e documentar na educação infantil

  1. 1. OBSERVAR PARA CONHECER E DOCUMENTAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL
  2. 2. O ato de observar requer uma atitude de acolhimento do adulto com relação às formas peculiares pelas quais a criança se relaciona com o mundo e atribui sentido às suas experiências. Por isso o olhar observador do adulto deve estar presente em todos os momentos do cotidiano das crianças na instituição: nas brincadeiras livres ou dirigidas, nos momentos de interação entre as crianças sem a participação dos adultos e nas interações das crianças com os adultos, com a natureza, com os objetos do mundo físico.
  3. 3. Através da observação os educadores conhecem cada vez melhor as crianças individualmente e as características dos diferentes grupos, oferecendo a elas a segurança necessária no momento em que chegam à instituição e também na passagem pelos diferentes grupos no interior da unidade escolar. Considerando a importância das observações é necessário que elas sejam registradas, para que não se percam e possam ser compartilhadas entre os demais educadores, com as crianças e com as famílias.
  4. 4. A prática de registrar o desenvolvimento da criança é comum na Educação Infantil; no entanto, o brincar, que é a linguagem por excelência da infância, não era visto como atividade de observação e registro. No pátio, onde maior parte das brincadeiras acontece, sempre nos comportamos como mero espectadores, fazendo intervenção somente nos conflitos. Precisamos mudar esse olhar, sabemos que as brincadeiras não tem um produto final mas, ao longo do tempo, constitui-se em um processo de planejamento, de negociações, de troca de papeis e uma série de atos e fatos desencadeados por experiências significativas. Quando usamos os registros fotográficos para registrar esses momentos, temos um olhar para uma criança mais ativa, ocupada em viver experiências diversificadas e plenas de sentido.
  5. 5. Observar, documentar e interpretar ajuda a pensar de novo a didática — ou seria uma didática nova? — construída e compartilhada por adultos e crianças. Assim, o processo de documentação constitui-se em um processo de aprendizagem ao mesmo tempo individual e coletiva. Observar é produzir conhecimento, mas não um conhecimento abstrato, e sim a emoção de conhecer que ele está atravessado pela nossa subjetividade.
  6. 6. Bibliografia:  http://www.grupoa.com.br/revista- patio/artigo/6243/uma-ferramenta-para-educar-se-e- educar-de-outro-modo.aspx  Imagem: http://tecnologia.culturamix.com/

×