A PRÉ-HISTÓRIA É O PERÍODO MAIS ANTIGO E MAIS LONGO DO PASSADO DA HUMANIDADE.
DESENROLOU-SE AO LONGO DE MILHÕES DE ANOS, D...
A NOSSA HISTÓRIA, A HISTÓRIA DA HUMANIDADE, COMEÇOU EM ÁFRICA. AS ALTERAÇÕES
CLIMÁTICAS, OCORRIDAS HÁ 15 MILHÕES DE ANOS A...
A PRÉ-HISTÓRIA É
CONSTITUÍDA, ENTRE OUTROS,
POR DOIS PERÍODOS
CRONOLÓGICOS: O PALEOLÍTICO
E O NEOLÍTICO.
VAMOS, ENTÃO, COM...
A conquista da bipedia e a descoberta do fogo foram as
primeiras grandes conquistas do Homem.
A CONQUISTA DA BIPEDIA, AO
PERMITIR AO HOMINÍDEO A
POSIÇÃO ERECTA, E COMO TAL
A DESLOCAR-SE SOMENTE COM
OS MEMBROS INFERIO...
O DOMÍNIO DO FOGO, POR SUA VEZ, PROPORCIONOU AO HOMEM INÚMERAS
VANTAGENS: …
O FOGO FAVORECEU, AINDA, O SURGIMENTO DE UM SE...
Durante o Paleolítico, os grupos humanos praticavam
uma economia recolectora, isto é…
limitavam-se a viver do que recolhia...
OS FABRICO DE INSTRUMENTOS
Homo Habilis
2 milhões a.C.
Homo Erectus
1,4 milhões
a.C.
Seixos talhados
ou quebrados
Biface
H...
De início, viviam em
grutas ou cavernas;
mais tarde, passaram
a viver em cabanas ou
pequenas tendas
feitas de estacas de
m...
Os mais antigos hominídeos não
tinham residência fixa.
Deslocavam-se de acampamento
em acampamento, seguindo as
manadas de...
A evolução do Homem também se fez sentir em termos culturais.
Desde o Paleolítico que os homens gravavam na pedra e pintav...
Pintura ou Arte
rupestre
Gravuras Rupestres ,
Foz Côa, Portugal, c.
20.000 a.C.
Pintura ou Arte
rupestre
Pintura rupestre.
Lascaux, França, c.
17.000 a.C.
Pintura ou Arte
rupestre
Pintura rupestre.
Altamira, Espanha, c.
14.000 a.C.
Pintura ou Arte
rupestre
Pintura rupestre.
africana
VAMOS VER…
Vénus de
Willendorf,
Alemanha, 24.000
a.C. e 22.000 a.C.;
11,1 cm
Arte móvel
http://pt.wikipedia.org/wiki/V%C3%A9nus_de_Wi...
Entre 10.000 e 8.500 a.C., inicia-se, no Próximo Oriente, um novo
período de evolução da Humanidade: o Neolítico.
Então, t...
O espaço do Neolítico
http://bragatel.pt/attac.braga/links_attac_mundo.htm http://www.infoescola.com/geografia/crescente-f...
As novas comunidades agrícolas,
em apoio das actividades
agrícolas e da criação do gado,
criaram novas técnicas (a olaria,...
Para se protegerem e
defenderem os seus bens,
essas comunidades criaram
aldeamentos. As antigas
cabanas dão lugar a casas ...
No Neolítico, o Homem construiu monumentos de grandes blocos
de pedra (os megálitos) para prestar culto aos mortos e às fo...
MEGALITISMO, ARTE MEGALÍTICA EM PORTUGAL
 Anta de Zedes, Carrazeda
de Ansiães
 Anta da Barrosa, Vila
Praia de Âncora
MEGALITISMO, ARTE MEGALÍTICA EM PORTUGAL
 Menir dos Almendres,
Évora
 Menir da Meada, Vila do
Bispo
MEGALITISMO, ARTE MEGALÍTICA EM PORTUGAL
 Cromeleque dos
Almendres, Évora
 Cromeleque do Xerez,
Reguengos de Monsaraz
CULTOS AGRÁRIOS
 Deusa-mãe, Çatal
Huyuk, Turquia, 6º
milénio a.C.
 Estatueta feminina de
mármore das Cíclades,
Grécia, 4...
ESQUEMA CONCLUSIVO – O NEOLÍTICO
Sedentarização Invenção da
agricultura
Domesticação
de animais
Pastorícia
Progressos
técn...
O TEMPO DA PRÉ-HISTÓRIA
(duração aproximada)
4 milhões a.C. 10.000a.C. 6.000a.C. 4.000a.C. 3.500a.C. 3.000a.C.
Paleolítico...
Nos inícios do 3.º milénio, o Neolítico chega ao fim. Então, nos
vales férteis dos grandes rios do Próximo Oriente, uma sé...
Agrupamento de Escolas de Montenegro
Departamento de Ciências Sociais e Humanas
Grupo de HGP/História
Professora Cristina ...
Pre historia-111115181123-phpapp01 1ºs anos Bilac
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Pre historia-111115181123-phpapp01 1ºs anos Bilac

488 visualizações

Publicada em

slides trabalhados com as turmas 101,102,103

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
488
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pre historia-111115181123-phpapp01 1ºs anos Bilac

  1. 1. A PRÉ-HISTÓRIA É O PERÍODO MAIS ANTIGO E MAIS LONGO DO PASSADO DA HUMANIDADE. DESENROLOU-SE AO LONGO DE MILHÕES DE ANOS, DESDE O APARECIMENTO DOS PRIMEIROS HOMINÍDEOS ATÉ À INVENÇÃO DA ESCRITA. É DURANTE ESSE LONGO PERÍODO QUE SE DEU A HOMINIZAÇÃO, QUER DIZER… … UM LENTO PROCESSO DE TRANSFORMAÇÃO NOS HOMINÍDEOS QUE CONDUZIU AO HOMEM ACTUAL
  2. 2. A NOSSA HISTÓRIA, A HISTÓRIA DA HUMANIDADE, COMEÇOU EM ÁFRICA. AS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS, OCORRIDAS HÁ 15 MILHÕES DE ANOS ATRÁS, ALTERARAM A PAISAGEM, OBRIGANDO O NOSSO MAIS ANTIGO ANTEPASSADO A ADAPTAR-SE ÀS CONDIÇÕES NATURAIS ENVOLVENTES.
  3. 3. A PRÉ-HISTÓRIA É CONSTITUÍDA, ENTRE OUTROS, POR DOIS PERÍODOS CRONOLÓGICOS: O PALEOLÍTICO E O NEOLÍTICO. VAMOS, ENTÃO, COMEÇAR POR CONHECER O PALEOLÍTICO.
  4. 4. A conquista da bipedia e a descoberta do fogo foram as primeiras grandes conquistas do Homem.
  5. 5. A CONQUISTA DA BIPEDIA, AO PERMITIR AO HOMINÍDEO A POSIÇÃO ERECTA, E COMO TAL A DESLOCAR-SE SOMENTE COM OS MEMBROS INFERIORES, FAVORECEU A LIBERTAÇÃO DAS MÃOS PARA OUTRAS TAREFAS, COMO A RECOLHA DE ALIMENTOS E O FABRICO DE INSTRUMENTOS.
  6. 6. O DOMÍNIO DO FOGO, POR SUA VEZ, PROPORCIONOU AO HOMEM INÚMERAS VANTAGENS: … O FOGO FAVORECEU, AINDA, O SURGIMENTO DE UM SENTIDO COMUNITÁRIO ENTRE GRUPOS E A CRIAÇÃO DA LINGUAGEM. AQUECER-SE, ILUMINAR AS CAVERNAS, DEFENDER-SE DE ANIMAIS, COZINHAR OS ALIMENTOS, FABRICAR INSTRUMENTOS…
  7. 7. Durante o Paleolítico, os grupos humanos praticavam uma economia recolectora, isto é… limitavam-se a viver do que recolhiam da Natureza: frutos e outros vegetais, caça, pesca.
  8. 8. OS FABRICO DE INSTRUMENTOS Homo Habilis 2 milhões a.C. Homo Erectus 1,4 milhões a.C. Seixos talhados ou quebrados Biface Homo Sapiens 100 mil a.C. Homo Sapiens Sapiens 35 mil a.C. ArpãoPropulsorAgulhaPontas de lançaOutros: Arco e flecha Lâminas Raspadores Furadores
  9. 9. De início, viviam em grutas ou cavernas; mais tarde, passaram a viver em cabanas ou pequenas tendas feitas de estacas de madeira cobertas com peles de animais.
  10. 10. Os mais antigos hominídeos não tinham residência fixa. Deslocavam-se de acampamento em acampamento, seguindo as manadas de animais. Eram… No final do período Paleolítico, o homem sai de África e começa a povoar outros continentes. Nómadas.
  11. 11. A evolução do Homem também se fez sentir em termos culturais. Desde o Paleolítico que os homens gravavam na pedra e pintavam nas paredes das grutas animais, mãos e outros sinais.
  12. 12. Pintura ou Arte rupestre Gravuras Rupestres , Foz Côa, Portugal, c. 20.000 a.C.
  13. 13. Pintura ou Arte rupestre Pintura rupestre. Lascaux, França, c. 17.000 a.C.
  14. 14. Pintura ou Arte rupestre Pintura rupestre. Altamira, Espanha, c. 14.000 a.C.
  15. 15. Pintura ou Arte rupestre Pintura rupestre. africana
  16. 16. VAMOS VER…
  17. 17. Vénus de Willendorf, Alemanha, 24.000 a.C. e 22.000 a.C.; 11,1 cm Arte móvel http://pt.wikipedia.org/wiki/V%C3%A9nus_de_Willendorf
  18. 18. Entre 10.000 e 8.500 a.C., inicia-se, no Próximo Oriente, um novo período de evolução da Humanidade: o Neolítico. Então, tudo se alterou na vida do homem. Com efeito, com o aparecimento da agricultura e da pecuária, o Homem tornou-se sedentário, isto é, passou a permanecer durante longos períodos num mesmo local.
  19. 19. O espaço do Neolítico http://bragatel.pt/attac.braga/links_attac_mundo.htm http://www.infoescola.com/geografia/crescente-fertil/
  20. 20. As novas comunidades agrícolas, em apoio das actividades agrícolas e da criação do gado, criaram novas técnicas (a olaria, a cestaria, a moagem e a tecelagem) e novos instrumentos em pedra polida (enxada, foicinha, tear). Todos contribuíram, por sua vez, para o aumento da população e da riqueza dessas comunidades agrícolas.
  21. 21. Para se protegerem e defenderem os seus bens, essas comunidades criaram aldeamentos. As antigas cabanas dão lugar a casas de barro, colmo e pedra. O aumento populacional provocou a concentração de edifícios. Surgiram, então, as grandes aldeias que, com o decorrer do tempo, se transformaram em cidades. Çatal Huyuk, 6.000a.C.
  22. 22. No Neolítico, o Homem construiu monumentos de grandes blocos de pedra (os megálitos) para prestar culto aos mortos e às forças da Natureza. As construções megalíticas, de que há muitos exemplares no nosso país, são chamadas de menires, alinhamentos, cromeleques, dólmenes ou antas. O segredo de Stoneheng, cerca 3.000 a.C.
  23. 23. MEGALITISMO, ARTE MEGALÍTICA EM PORTUGAL  Anta de Zedes, Carrazeda de Ansiães  Anta da Barrosa, Vila Praia de Âncora
  24. 24. MEGALITISMO, ARTE MEGALÍTICA EM PORTUGAL  Menir dos Almendres, Évora  Menir da Meada, Vila do Bispo
  25. 25. MEGALITISMO, ARTE MEGALÍTICA EM PORTUGAL  Cromeleque dos Almendres, Évora  Cromeleque do Xerez, Reguengos de Monsaraz
  26. 26. CULTOS AGRÁRIOS  Deusa-mãe, Çatal Huyuk, Turquia, 6º milénio a.C.  Estatueta feminina de mármore das Cíclades, Grécia, 4500-4000 a.C.
  27. 27. ESQUEMA CONCLUSIVO – O NEOLÍTICO Sedentarização Invenção da agricultura Domesticação de animais Pastorícia Progressos técnicos Desenvolvimento dos transportes Terrestres: carro de rodas Marítimos: barco à vela Economia de produção Divisão do trabalho Diferenciação social Cerâmica Cestaria Moagem Tecelagem Pedra polida Instrumentos agrícolas Primeiros aldeamentos Roda Vela Cultos agrários e cultos dos mortos Acumulação de excedentes Idade Sexo Riqueza Funções ESPAÇO: CRESCENTE FÉRTIL TEMPO: 10.000/8.500 a.C. ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS
  28. 28. O TEMPO DA PRÉ-HISTÓRIA (duração aproximada) 4 milhões a.C. 10.000a.C. 6.000a.C. 4.000a.C. 3.500a.C. 3.000a.C. Paleolítico Neolítico Idade do Cobre Idade do Bronze Idade do Ferro Idade dos Metais
  29. 29. Nos inícios do 3.º milénio, o Neolítico chega ao fim. Então, nos vales férteis dos grandes rios do Próximo Oriente, uma série de progressos altera a vida das sociedades agrícolas: a invenção da escrita e do cálculo, a descoberta da metalurgia, a fundação das cidades. Era o início de um longo período da história da humanidade, a chamada Idade Antiga ou Antiguidade. Era o tempo das primeiras grandes civilizações.
  30. 30. Agrupamento de Escolas de Montenegro Departamento de Ciências Sociais e Humanas Grupo de HGP/História Professora Cristina Barcoso Lourenço profcristinalourenco@gmail.com Sites consultados: http://museodealtamira.mcu.es/ http://www.youtube.com/watch?v=Zm298wQYFrk Adaptação de Aníbal Barreira, Mendes Moreira e Célia Rêgo

×