Exercício de Ergonomia Informacional – Etapa 1, análise.

448 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
448
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Exercício de Ergonomia Informacional – Etapa 1, análise.

  1. 1. Alana Pacheco, Mario Figueiredo, Thiago Barros Atividade Supervisionada Intervenção Ergonomizadora – Parte 1 Rio de Janeiro 09/2014
  2. 2. Análise do site Jornal de Letras, pautada nas seguintes questões: 1►Quando foi criado o site/peça gráfica que está sendo analisado? Ele apresenta um projeto gráfico atual? Você acredita que esse layout já foi modificado ou mantém-se o mesmo desde a criação? Explique. 2►O site/peça gráfica tem uma boa legibilidade? 3►A quantidade de informação disposta é adequada? Por que? 4►Os signos utilizados (ícones, imagens, texto) são de fácil compreensão? Algum desses itens apresenta problemas? Explique. 5►As cores apresentadas tem relação com a temática do site/peça gráfica? O que elas significam/representam? 6►O site/peça gráfica apresenta algum elemento que pode induzir ao erro ou falha em seu uso?
  3. 3. 1►Site do Jornal de Letras, projetado em 2005.
  4. 4. 1►Não possui projeto gráfico atualizado. Tem características de Design moderno, objetividade, tipografia linear, faz uso de contrastes pra organizar e hierarquizar a leitura porém, o layout não parece estar coerente com o princípio de “forma segue função” porque não visa acessibilidade ou utiliza conceitos contempoâneos em projetos de sites como o uso de padões Web e o Web Design Responsivo que são respectivamente: a programação de sites em HTML+CSS, sem tabelas ou frames e a construção de sites baseados em grids que mantém a maior legibilidade e funcionalidade possíveis, indepentende do dispositivo em que é exibido. ≠
  5. 5. 1►Comparado a outros projetos desenvolvidos na mesma época e que hoje apresentam um design diferente, não parece ter sido atualizado desde a sua criação, mantém o mesmo layout e usa os mesmos elementos gráfico s. 2005 2014
  6. 6. 2►Tem alguns problemas de legibilidade. De maneira geral, as fonte s estão em um corpo muito pequeno para uso em tela. O tipo utilizado no texto é inadequado para leituras longas. A massa de texto poderia ser esteticamente mais agradável se estivesse alinhada a esquerda. O menu na lateral esquerda apresenta algum defeito na fonte utilizada pois as letras parecem serrilhadas com nitidez demais, dificultando muito a leitura.
  7. 7. 3►Como é um site que trata de Literatura, é esperado que tenha textos longos porém, a forma como são apresentados poderia ser diferente para melhorar o layout e a ergonomia da leitura. Atualmente, com rolagem. Possibilidade de solução. Magnimp oribusto dia necti quae everum senienis estium il exped moluptatem autem nobissimint occabor aut vellupta peribus. Ihilia alibus et, volector adi solorup tatias aciissecupti berum quasi se nobita sinveribusam alibus eossi derum ipiditatur saped qui cuptat quam in pratiore cus, nobis si ut omnimo culparc hictur remporum dit eicti rendescia volectorest, ommo voloreium coremodion rae. Ut quias-picia aspelit aut veriore hendaniam nam, ut quuntiur sequunti doleste molorem et alis aliquae nobissi nis ma expersp icipiciandem aut ear-chicias nonsequi ut lamet ipsapisquam, occae velectaera qui officiae velique omnis destium dolore consed que et adi dignate maion cus non con culloribus, idestiorum adisi temquata volorpores quam, sitat occae volupti blaccat. Sinuscia duciae sae. Henduci eturibus quiae nulparum quament in-ciam reiunt explitem aliquidendis rerovitam, ulligenda endeniminvel ium rereped moluptatio. Nam es con nos magniet hil in rem quidit ut enima simust abor aut odi quam dendel et eum volupis milluptin pel im eatem quibeaq uibusci tatiatem volorerum que sed miliquo evelle-sequas es et es volore pedis audam, aut pos as et fugitatem derae. Lut eum qui rem desto eos rerioriam vitiis sinctiate consequam quatur, quo culparios et quae dolendis ut mint int accum inis volorep udignih illant lacepel id et, opta eatioribust volupta tionse eos debis aboratus, optinctur, volores est, ut rehenisque et hit et, sa dolupti beatem es as dit aut et facest, es niet, consende porupta dolores quo Ihitio magnimp oribusto dia necti quae everum senienis estium il exped moluptatem autem nobissimint occabor aut vellupta peribus. Ihilia alibus et, volector adi solorup tatias aciissecupti berum quasi se nobita sinveribusam alibus eossi derum ipiditatur saped qui cuptat quam in pratiore cus, nobis si ut omnimo culparc hictur remporum dit eicti rendescia volectorest, ommo voloreium coremodion rae. Ut quias-picia aspelit aut veriore hendaniam nam, ut quuntiur sequunti doleste molorem et alis aliquae nobissi nis ma expersp icipiciandem aut ear-chicias nonsequi ut lamet ipsapisquam, occae velectaera qui officiae velique omnis destium dolore consed que et adi dignate maion cus non con culloribus, idestiorum adisi temquata volorpores quam, sitat Magnimp oribusto dia necti quae everum senienis estium il exped moluptatem autem nobissimint. Ihilia alibus et, volector adi solorup tatias aciissecupti berum quasi se nobita sinveribusam alibus eossi derum ipiditatur saped qui cuptat quam in pratiore cus, nobis si ut omnimo culparc hictur remporum dit eicti rendescia volectorest, ommo voloreium coremodion rae. Ut quiasp aspelit aut veriore hendaniam nam, quuntiur sequunti doleste molorem et alis aliquae nobissi nis ma expersp icipiciandem aut earchicias nonsequi ut lamet Continue lendo Magnimp oribusto dia necti quae everum senienis estium il exped moluptatem autem nobissimint. Ihilia alibus et, volector adi solorup tatias aciissecupti berum quasi se nobita sinveribusam alibus eossi derum ipiditatur saped qui cuptat quam in pratiore cus, nobis si ut omnimo culparc hictur remporum dit eicti rendescia volectorest, ommo voloreium coremodion rae. Ut quiasp aspelit aut veriore hendaniam nam, quuntiur sequunti doleste molorem et alis aliquae nobissi nis ma expersp icipiciandem aut earchicias nonsequi ut lamet Continue lendo
  8. 8. 4►Algumas fotografias utilizadas não tem boa legibilidade, outras apresentam problemas de compressão do arquivo. As miniaturas do livros na seção Lançamento poderiam ser maiores e visualmente mais atraentes, talvez usando linguagem fotográfica. De maneira geral, todos os signos poderiam estar em maior escala. Imagem com compressão. Imagem sem compressão.
  9. 9. 5►O projeto usa um esquema de cores com Preto, Violeta e Laranja, além de Cinza e do Branco da tela. O Preto é usado nos textos pra facilitar a leitura, o Cinza é usado como uma cor auxiliar, neutra. As cores Violáceas são associadas ao equilíbrio, lucidez, reflexão e sabedoria. O tom do Violeta utilizado no site tende para o Magenta, mais alegre e vibrante. Para o projeto, seria mais adequado utilizar um tom mais Vinho, mais nobre e introvertido, seria a cor principal. Os Laranjas estão associados a vitalidade, energia, esportes, dinamismo e alegria. São cores que aproximam, tem muita luminosidade e expandem as formas em que são aplicadas. Para harmonizar com a cor Vinho proposta, seria mais adequado que tendesse para o amarelo e utilizado em áreas menores, como um elemento de destaque. O Violeta e o Laranja atuais são quentes, terciárias, não harmonizaram bem no cabeçalho pois ambas tem a muita luminosidade.
  10. 10. 6►O site tem um correspondente impresso e a edição atual aparece em destaque na coluna da direita. Esse destaque sugere que se pode clicar na imagem e ler o impresso, isso não acontece e cria uma decepção no usuário, uma falha na boa experiência de uso. Essa imagem poderia ter um link que permitisse abrir o jornal ou baixar em pdf. Isso ajudaria a reforçar identidade do jornal enquanto produto/marca. Terça-feira 02 de Setembro de 2014 Memórias de um sobrevivente por Arnaldo Niskier Adolpho Bloch era um otimista nato. Vivia repetindo uma frase que se tornou célebre: “Nossa riqueza é o otimismo.” Saiba mais Carlos Heitor Cony - Memórias de um sobrevivente Com este título, a Nova Fronteira está lançando um novo livro de Arnaldo Niskier, com o subtítulo A verdadeira história da ascensão e queda da Manchete. É o terceiro livro que, em menos de quatro anos, evoca um dos homens mais complexos do seu tempo: Adolpho Bloch. A Copa do Tatu-Bola Foi uma escolha difícil. Era preciso eleger a mascote brasileira da Copa do Mundo de Futebol de 2014, no Rio de Janeiro, e havia muitos candidatos fortes, como o macaco muriqui e a onça-pintada. Mas o escolhido foi o mamífero tatu-bola, que vive na caatinga e no cerrado do nosso país. Saiba mais Catálogo Edições Consultor Pedidos para Rua Visconde de Pirajá 143 - 1201 Ipanema / Rio de Janeiro Saiba mais Cadastre-se e receba o nosso informativo. Nome: E-mail: enviar O destaque da publicação sugere um link.
  11. 11. Bibliografia e Referências Da cor à cor inexistente – Israel Pedrosa – Ed. Léo Christiano Grid: construção e desconstrução – Timothy Samara – Ed. Cosacnaify Layout: o design da página impressa – Allen Hurllburt – Ed. Nobel Não me faça pensar! Uma abordagem de bom senso à usabilidade na Web – Steve Krug – Ed. Alta Books Tipografia: uma apresentação – Lucy Niemeyer – Ed. 2AB en.wikipedia.org www.maujor.br www.w3c.br

×