A Biblioteca da ECA e o tratamento
dos documentos musicais
Marina Macambyra
maca@usp.b
Documentos audiovisuais e
musicais
Correspondem a cerca de 40% do acervo total.
Tão importantes para a instituição quanto ...
Acervo de partituras e gravações
12.589 partituras
11.045 gravações (vinil, CD, fitas cassetes)
Cerca de 200 gravações em ...
Perfil do acervo
Formado para atender ao curso de Música
Música erudita, predominantemente
Música popular, folclórica e gr...
Conservação
Oficina de Encadernação e Conservação da
Biblioteca: pequenos reparos, embalagens,
restauro de papel.
Higieniz...
Capa de disco criada e confeccionada na Oficina da Biblioteca, com
plástico polionda forrado com tyvek.
Caixa para partitura
com partes de
execução
(encadernada).
Caixa para partitura com partes de execução confeccionada em
plástico polionda. Para material não encadernado.
Uma história pioneira
Organização dos documentos musicais
começou no final dos anos 1960, com a criação
da Biblioteca.
197...
Publicações
Bibliografia brasileira da música brasileira: 1977-1984
(com CCSP).
41 Catálogos de obras de compositores bras...
Serviço de Difusão de Partituras
Serviço criado em 1978 para reunir e divulgar
obras não publicadas de compositores
brasil...
Metodologia de tratamento
A Biblioteca desenvolveu um sistema local para
tratar as coleções de partituras e gravações.
Met...
Documentação
Manual disponível para download:
http://www3.eca.usp.br/biblioteca/manuais
Posts no Blog da Biblioteca:
Coloc...
Documentação
Catalogação de partituras na Biblioteca da ECA (SNBU
)
Organização de discos: uma experiência (blog
A imagem,...
Algumas características da
metodologia
Tratamento analítico: faixa a faixa, música a
música.
Atenção especial à informação...
Tratamento analítico
Descrição dos intérpretes
Normalização dos títulos
Meio de expressão
Mais de 250 termos
Problema
Como incorporar nossos catálogos ao Banco de
Dados Bibliográficos da USP sem perda de
qualidade?
Como evitar a du...
Exemplos do Dédalus
Música nova por professores do Departamento de Mús
(registro do disco todo)
Guarnieri: Improvisação n....
Ventos de mudança?
Requisitos Funcionais para Registros
Bibliográficos – FRBR
Novas regras de catalogação: Resources
Descr...
Resultado da busca por uma única obra no
catálogo da Library of Congress:
Bach, The art of fugue [sound recording].
Art of...
FRBR
Modelo conceitual que se propõe a reestruturar
os registros bibliográficos.
Foco na necessidade do usuário.
Entidades dos FRBR: Obra
Criação intelectual ou artística distinta. Trata-se
de uma entidade abstrata, que reconhecemos
po...
Entidades dos FRBR: Expressão
Realização intelectual ou artística de uma obra
em forma de notação alfa-numérica, musical o...
Expressões da obra A arte da fuga
E1 : partitura original do compositor, para órgão
E2: Arranjo de Anthony Lewis para orqu...
Entidades dos FRBR: Manifestação
Materialização física de uma obra.
As bibliotecas, tradicionalmente, tratam
manifestações.
Manifestações da obra
A arte da fuga
Gravação em vinil da CBS, na interpretação de Glenn
Gould, piano
Partitura para piano...
UFA, ACABOU!
Obrigada pela paciência. Se quiserem tirar
dúvidas, estou à disposição por e-mail, Facebook,
telefone etc.
ma...
A Biblioteca da Eca e o tratamento dos documentos musicais
A Biblioteca da Eca e o tratamento dos documentos musicais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A Biblioteca da Eca e o tratamento dos documentos musicais

277 visualizações

Publicada em

Organização, catalogação e indexação de partituras e gravações musicais na Biblioteca da ECA/USP.

Publicada em: Serviços
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
277
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Biblioteca da Eca e o tratamento dos documentos musicais

  1. 1. A Biblioteca da ECA e o tratamento dos documentos musicais Marina Macambyra maca@usp.b
  2. 2. Documentos audiovisuais e musicais Correspondem a cerca de 40% do acervo total. Tão importantes para a instituição quanto os documentos textuais. Espaços e pessoal dedicado exclusivamente a esses acervos.
  3. 3. Acervo de partituras e gravações 12.589 partituras 11.045 gravações (vinil, CD, fitas cassetes) Cerca de 200 gravações em vídeo (concertos, óperas etc)
  4. 4. Perfil do acervo Formado para atender ao curso de Música Música erudita, predominantemente Música popular, folclórica e gravações não musicais  em menor quantidade.
  5. 5. Conservação Oficina de Encadernação e Conservação da Biblioteca: pequenos reparos, embalagens, restauro de papel. Higienização. Migração de suporte.
  6. 6. Capa de disco criada e confeccionada na Oficina da Biblioteca, com plástico polionda forrado com tyvek.
  7. 7. Caixa para partitura com partes de execução (encadernada).
  8. 8. Caixa para partitura com partes de execução confeccionada em plástico polionda. Para material não encadernado.
  9. 9. Uma história pioneira Organização dos documentos musicais começou no final dos anos 1960, com a criação da Biblioteca. 1978 aconteceu a primeira experiência com catalogação automatizada. Preocupação com a informação musical de uma forma geral.
  10. 10. Publicações Bibliografia brasileira da música brasileira: 1977-1984 (com CCSP). 41 Catálogos de obras de compositores brasileiros (com Ministério das Relações Exteriores). 1977 Catálogo de partituras de autores brasileiros. 1977 Boletim de Documentação Musical (incorporado aos Cadernos de Música, da Federação Paulista de Conjuntos Corais).
  11. 11. Serviço de Difusão de Partituras Serviço criado em 1978 para reunir e divulgar obras não publicadas de compositores brasileiros. Ideia de Luís Milanesi. Extinto em 1989. Partituras ainda estão na Biblioteca.
  12. 12. Metodologia de tratamento A Biblioteca desenvolveu um sistema local para tratar as coleções de partituras e gravações. Metodologia construída com base nas demandas dos usuários.
  13. 13. Documentação Manual disponível para download: http://www3.eca.usp.br/biblioteca/manuais Posts no Blog da Biblioteca: Colocando os discos em ordem Biblioteca da ECA no MuSimid
  14. 14. Documentação Catalogação de partituras na Biblioteca da ECA (SNBU ) Organização de discos: uma experiência (blog A imagem, o som, o tempo)
  15. 15. Algumas características da metodologia Tratamento analítico: faixa a faixa, música a música. Atenção especial à informação musical: descrição e indexação do meio de expressão, forma de registrar os intérpretes, padronização do título.
  16. 16. Tratamento analítico
  17. 17. Descrição dos intérpretes
  18. 18. Normalização dos títulos
  19. 19. Meio de expressão Mais de 250 termos
  20. 20. Problema Como incorporar nossos catálogos ao Banco de Dados Bibliográficos da USP sem perda de qualidade? Como evitar a duplicação de trabalho? Como modernizar o sistema?
  21. 21. Exemplos do Dédalus Música nova por professores do Departamento de Mús (registro do disco todo) Guarnieri: Improvisação n. 1 (faixa do mesmo disco)
  22. 22. Ventos de mudança? Requisitos Funcionais para Registros Bibliográficos – FRBR Novas regras de catalogação: Resources Description and Access - RDA
  23. 23. Resultado da busca por uma única obra no catálogo da Library of Congress: Bach, The art of fugue [sound recording]. Art of fugue. [Sound recording] Art of fugue. [Sound recording] Ultimate baroque album [sound recording]. Last keyboard works [sound recording] Contrapunctus III from The art of fugue. Kunst der fuge (The art of fugue) Contrapunctus VII : from the Art of fugue : augmentationem et diminutionem / Johann Sebastian Bach ; edited by Robert King. Kunst der Fuge [sound recording] = The art of fugue / Johann Sebastian Bach. Kunst der Fuge = The art of fugue : BWV 1080 / Johann Sebastian Bach ; herausgegeben von Christoph Wolff. Kunst der Fuge, BWV 1080. [Sound recording] The art of fuge. [Orchestral realization by Marcel Bitsch and Claude Pascal] Art of fugue : for brass quintet Wo Gott der Herr nicht bei uns halt [sound recording] : BWV 1128 ; Die Kunst der Fuge : BWV 1080 / Johann̈ Sebastian Bach. Bach for babies [sound recording] : fun and games for budding brains / concept and compilation, R. Peter Munves. (204 registros, 3 páginas de resultados)
  24. 24. FRBR Modelo conceitual que se propõe a reestruturar os registros bibliográficos. Foco na necessidade do usuário.
  25. 25. Entidades dos FRBR: Obra Criação intelectual ou artística distinta. Trata-se de uma entidade abstrata, que reconhecemos por meio de várias realizações individuais, ou expressões. A arte da fuga, de J.S. Bach.
  26. 26. Entidades dos FRBR: Expressão Realização intelectual ou artística de uma obra em forma de notação alfa-numérica, musical ou coreográfica, som, imagem etc.
  27. 27. Expressões da obra A arte da fuga E1 : partitura original do compositor, para órgão E2: Arranjo de Anthony Lewis para orquestra de câmara E3: Performance de Glenn Gould E4: Performance da Orquestra de Câmara Franz Liszt, de Budapeste
  28. 28. Entidades dos FRBR: Manifestação Materialização física de uma obra. As bibliotecas, tradicionalmente, tratam manifestações.
  29. 29. Manifestações da obra A arte da fuga Gravação em vinil da CBS, na interpretação de Glenn Gould, piano Partitura para piano em edição de bolso da Kalmus, 1968. Gravação em CD da Clássicos Editorial, interpretação de Ana Cecília Tavares e Marcelo Fagerlande (2 cravos) Partitura da editora Moeseler, 1950, para 2 pianos
  30. 30. UFA, ACABOU! Obrigada pela paciência. Se quiserem tirar dúvidas, estou à disposição por e-mail, Facebook, telefone etc. maca@usp.br (11) 3091.4074 https://www.facebook.com/MarinaMacambyra

×