SlideShare uma empresa Scribd logo
Vanguardas europeias
3º ano
E.E.B. Romildo Czepanhik
Professora Marilene dos Santos
Vanguardas Europeias
 Vanguardas europeias = manifestações
artístico-literárias surgidas na Europa, nas
duas primeiras décadas do Século XX.
 Ruptura da arte moderna com a tradição
cultural do século anterior.
Consequências
Revolução Industrial;
Primeira Guerra Mundial;
Atmosfera política.
Resultados
Grandes acontecimentos = surgiu um
sentimento nacionalista, um progresso
espantoso das grandes potências mundiais, e
uma disputa pelo poder.
Várias correntes ideológicas foram criadas, como
o nazismo, o fascismo e o comunismo, e surgiram
os movimentos artísticos que chamamos de
vanguardas. Todos pautavam-se no mesmo
objetivo, que era o questionamento, a quebra
dos padrões, o protesto contra a arte
conservadora, a criação de novos padrões
estéticos, que fossem mais coerentes com a
realidade histórica e social do século que surgia.
Vanguardas Europeias
No Brasil não poderia ser diferente.
As manifestações artísticas estavam
crescendo em nosso país, e a maioria dos
artistas se espelhavam nas tendências
europeias, fosse para imitar-lhes, fosse para
combater-lhes.
As vanguardas europeias passaram pela
Literatura Brasileira deixando sua
contribuição, especialmente ao somarem com
a Semana da Arte Moderna e o movimento
modernista, pois juntos vieram romper com a
antiga estética que até então reinava em
nosso país.
Vanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
Na literatura, caracteriza-se pela representação
de uma realidade fragmentada, que é retratada
por palavras dispostas simultaneamente, com o
objetivo de formar uma imagem.
Os principais artistas que representaram esta
vanguarda foram:
na pintura: Pablo Picasso, Fernand Léger,
André de Lothe, Juan Gris e Georges Braque.
na literatura: Apollinaire e Cendras.
Teve maior representatividade entre os anos
de 1907 e 1914, mais especificamente na
pintura. Seu propósito era decompor,
fragmentar as formas geométricas. Investia na
subjetividade de interpretação das obras,
afirmando que um mesmo objeto poderia ser
visto de vários ângulos.
As Senhoritas de Avignon (Les demoiselles d'Avignon)
DadaísmoDadaísmo
Surgiu em 1916 em plena Primeira Guerra
Mundial, a partir do encontro de alguns
artistas refugiados que buscaram produzir
algo que chocasse a burguesia. É mais um
reflexo das emoções causadas pela Guerra,
tais como revolta, agressividade e indignação.
Na literatura, se caracteriza pela agressividade
verbal, pela desordem nas palavras, a
incoerência, a quebra da lógica e do
racionalismo, e pelo abandono das regras
formais do fazer poético: rima, ritmo, etc.
Vanguardas Europeias
Surgido em 1912, expressava a agitação e
inquietação que buscava subverter a estética
da época. Pela primeira vez apareceu na
livraria de arte der Sturm, em Berlim,
expressando, como o nome diz, a renovação
cultural que já estava em curso na Alemanha e
em toda a Europa.
Não teve ideais claros e definidos, porém
procurava transmitir ao mundo a situação do
homem, com seus vícios e horrores.
O Grito, pintura de Edvard Munch (1893)
Vanguardas Europeias
Surgiu após a Primeira Guerra, na França, mais
precisamente em 1924. Trouxe para a arte
concepções freudianas, relacionadas à
psicanálise.
Segundo esta vanguarda, a arte deve surgir do
inconsciente sem que haja interferências da
razão. Trabalha frequentemente com
elementos como a fantasia, o devaneio e a
loucura.
A persistência da Memória (Salvador Dali - 1931)
Vanguardas Europeias
Surgiu através do Manifesto Futurista, criado
pelo italiano Tommaso Marinetti em 1909.
Suas proposições eram negar o passado, o
academicismo e trazer o interesse ideológico,
a pesquisa, a experimentação, a técnica e a
tecnologia para a arte.
Marinetti pregava o desapego ao
tradicionalismo, especialmente quanto à
sintaxe da língua.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Vanguardas europeias
Vanguardas europeias Vanguardas europeias
Vanguardas europeias
Pedro Guilherme
 
Vanguardas européias revistas[1]
Vanguardas européias revistas[1]Vanguardas européias revistas[1]
Vanguardas européias revistas[1]
mundica broda
 
Movimentos de Vanguardas Artísticas Europeias
Movimentos de Vanguardas Artísticas EuropeiasMovimentos de Vanguardas Artísticas Europeias
Movimentos de Vanguardas Artísticas Europeias
Douglas Capizani Campos
 
Vanguardas europeias 2016
Vanguardas europeias 2016Vanguardas europeias 2016
Vanguardas europeias 2016
Karin Cristine
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
Reno Torquato
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
Sheila Cristina Carlos
 
Vanguardas européias
Vanguardas européiasVanguardas européias
Vanguardas européias
ISJ
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
Hirtis Carvalho Nogueira
 
Vanguardas Europeias - Literatura
Vanguardas Europeias - LiteraturaVanguardas Europeias - Literatura
Vanguardas Europeias - Literatura
Faell Vasconcelos
 
Vanguardas imagens
Vanguardas   imagensVanguardas   imagens
Vanguardas imagens
CrisBiagio
 
Vanguarda europeia
Vanguarda europeiaVanguarda europeia
Vanguarda europeia
Ana Batista
 
Vanguardas Européias
Vanguardas EuropéiasVanguardas Européias
Vanguardas Européias
Andre Guerra
 
Vanguardas 2.0
Vanguardas 2.0Vanguardas 2.0
Vanguardas 2.0
José Ricardo Lima
 
As vanguardas europeias
As vanguardas europeiasAs vanguardas europeias
As vanguardas europeias
Marcia Oliveira
 
Vanguardas
VanguardasVanguardas
Vanguardas
Olga Laís Gomes
 
Vanguardas no brasil
Vanguardas no brasilVanguardas no brasil
Vanguardas no brasil
Kevin Chichetti
 
A vanguarda europeia
A vanguarda europeiaA vanguarda europeia
A vanguarda europeia
Laboratório de Informática
 
Vanguardas Européias
Vanguardas EuropéiasVanguardas Européias
Vanguardas Européias
Arcelino Barbosa
 
Vanguardas
VanguardasVanguardas
Vanguardas
Prof Palmito Rocha
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas EuropeiasVanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
SCMARQUES
 

Mais procurados (20)

Vanguardas europeias
Vanguardas europeias Vanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
Vanguardas européias revistas[1]
Vanguardas européias revistas[1]Vanguardas européias revistas[1]
Vanguardas européias revistas[1]
 
Movimentos de Vanguardas Artísticas Europeias
Movimentos de Vanguardas Artísticas EuropeiasMovimentos de Vanguardas Artísticas Europeias
Movimentos de Vanguardas Artísticas Europeias
 
Vanguardas europeias 2016
Vanguardas europeias 2016Vanguardas europeias 2016
Vanguardas europeias 2016
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
Vanguardas européias
Vanguardas européiasVanguardas européias
Vanguardas européias
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
Vanguardas Europeias - Literatura
Vanguardas Europeias - LiteraturaVanguardas Europeias - Literatura
Vanguardas Europeias - Literatura
 
Vanguardas imagens
Vanguardas   imagensVanguardas   imagens
Vanguardas imagens
 
Vanguarda europeia
Vanguarda europeiaVanguarda europeia
Vanguarda europeia
 
Vanguardas Européias
Vanguardas EuropéiasVanguardas Européias
Vanguardas Européias
 
Vanguardas 2.0
Vanguardas 2.0Vanguardas 2.0
Vanguardas 2.0
 
As vanguardas europeias
As vanguardas europeiasAs vanguardas europeias
As vanguardas europeias
 
Vanguardas
VanguardasVanguardas
Vanguardas
 
Vanguardas no brasil
Vanguardas no brasilVanguardas no brasil
Vanguardas no brasil
 
A vanguarda europeia
A vanguarda europeiaA vanguarda europeia
A vanguarda europeia
 
Vanguardas Européias
Vanguardas EuropéiasVanguardas Européias
Vanguardas Européias
 
Vanguardas
VanguardasVanguardas
Vanguardas
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas EuropeiasVanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
 

Destaque

Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
Verônica Carvalho
 
LA CRONICA 549
LA CRONICA 549LA CRONICA 549
Vanguardas Europeias
Vanguardas  EuropeiasVanguardas  Europeias
Vanguardas Europeias
terceirob
 
As vanguardas europeias e o modernismo brasileiro
As vanguardas europeias e o modernismo brasileiroAs vanguardas europeias e o modernismo brasileiro
As vanguardas europeias e o modernismo brasileiro
ma.no.el.ne.ves
 
Revisional de vanguardas europeias e de modernismo
Revisional de vanguardas europeias e de modernismoRevisional de vanguardas europeias e de modernismo
Revisional de vanguardas europeias e de modernismo
ma.no.el.ne.ves
 
Análise de redação nota 1000 do enem 2016
Análise de redação nota 1000 do enem 2016Análise de redação nota 1000 do enem 2016
Análise de redação nota 1000 do enem 2016
ma.no.el.ne.ves
 
Vanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slidesVanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slides
Eline Lima
 
Processes of word formation
Processes of word formationProcesses of word formation
Processes of word formation
furrakhabbas
 
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Jaqueline Sarges
 

Destaque (9)

Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
LA CRONICA 549
LA CRONICA 549LA CRONICA 549
LA CRONICA 549
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas  EuropeiasVanguardas  Europeias
Vanguardas Europeias
 
As vanguardas europeias e o modernismo brasileiro
As vanguardas europeias e o modernismo brasileiroAs vanguardas europeias e o modernismo brasileiro
As vanguardas europeias e o modernismo brasileiro
 
Revisional de vanguardas europeias e de modernismo
Revisional de vanguardas europeias e de modernismoRevisional de vanguardas europeias e de modernismo
Revisional de vanguardas europeias e de modernismo
 
Análise de redação nota 1000 do enem 2016
Análise de redação nota 1000 do enem 2016Análise de redação nota 1000 do enem 2016
Análise de redação nota 1000 do enem 2016
 
Vanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slidesVanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slides
 
Processes of word formation
Processes of word formationProcesses of word formation
Processes of word formation
 
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
 

Semelhante a Vanguardas Europeias

01 modernismo - 1a fase - 3o ano
01   modernismo - 1a fase - 3o ano01   modernismo - 1a fase - 3o ano
01 modernismo - 1a fase - 3o ano
jasonrplima
 
Vanguardas2017 .
Vanguardas2017 .Vanguardas2017 .
Vanguardas2017 .
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Expressionismo - Trabalho de artes
Expressionismo - Trabalho de artesExpressionismo - Trabalho de artes
Expressionismo - Trabalho de artes
Luis_Cesar_Hryckiv
 
A vanguarda artística europeia
A vanguarda artística europeiaA vanguarda artística europeia
A vanguarda artística europeia
Fabiana Borges
 
Modernismo - VANGUARDAS EUROPEIAS.pptx
Modernismo    -  VANGUARDAS EUROPEIAS.pptxModernismo    -  VANGUARDAS EUROPEIAS.pptx
Modernismo - VANGUARDAS EUROPEIAS.pptx
MarlenePastor2
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
Adventus Net
 
O Modernismo na Arte
O Modernismo na ArteO Modernismo na Arte
O Modernismo na Arte
Michele Wilbert
 
Vanguardas européias
Vanguardas européiasVanguardas européias
Vanguardas européias
Walace Cestari
 
2017-arte-moderna-slide-prof-felipe.pptx
2017-arte-moderna-slide-prof-felipe.pptx2017-arte-moderna-slide-prof-felipe.pptx
2017-arte-moderna-slide-prof-felipe.pptx
luis289330
 
7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
Vítor Santos
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
Prof Decio viana
 
Trampo pica - Dadaismo .pdf
Trampo pica - Dadaismo .pdfTrampo pica - Dadaismo .pdf
Trampo pica - Dadaismo .pdf
ItaloVinicius25
 
As grandes tendências da pintura do séc. xx
As grandes tendências da pintura do séc. xxAs grandes tendências da pintura do séc. xx
As grandes tendências da pintura do séc. xx
Tânia Correia
 
Arte Degenerada
Arte DegeneradaArte Degenerada
Arte Degenerada
Michele Pó
 
Aula 2
Aula 2 Aula 2
Aula 2 Novo Colégio
Aula 2 Novo ColégioAula 2 Novo Colégio
Aula 2 Novo Colégio
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Pré- Modernismo: Vanguardas europeias
Pré- Modernismo: Vanguardas europeias Pré- Modernismo: Vanguardas europeias
Pré- Modernismo: Vanguardas europeias
Pedro Agora Brasil
 
Portugal. naturalismo e vanguardas
Portugal. naturalismo e vanguardasPortugal. naturalismo e vanguardas
Portugal. naturalismo e vanguardas
home
 
274723639-Vanguardas-Europeias.ppt
274723639-Vanguardas-Europeias.ppt274723639-Vanguardas-Europeias.ppt
274723639-Vanguardas-Europeias.ppt
Janicelemos4
 
Vanguardas europeias ii
Vanguardas europeias iiVanguardas europeias ii
Vanguardas europeias ii
Elina Fernandes
 

Semelhante a Vanguardas Europeias (20)

01 modernismo - 1a fase - 3o ano
01   modernismo - 1a fase - 3o ano01   modernismo - 1a fase - 3o ano
01 modernismo - 1a fase - 3o ano
 
Vanguardas2017 .
Vanguardas2017 .Vanguardas2017 .
Vanguardas2017 .
 
Expressionismo - Trabalho de artes
Expressionismo - Trabalho de artesExpressionismo - Trabalho de artes
Expressionismo - Trabalho de artes
 
A vanguarda artística europeia
A vanguarda artística europeiaA vanguarda artística europeia
A vanguarda artística europeia
 
Modernismo - VANGUARDAS EUROPEIAS.pptx
Modernismo    -  VANGUARDAS EUROPEIAS.pptxModernismo    -  VANGUARDAS EUROPEIAS.pptx
Modernismo - VANGUARDAS EUROPEIAS.pptx
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
O Modernismo na Arte
O Modernismo na ArteO Modernismo na Arte
O Modernismo na Arte
 
Vanguardas européias
Vanguardas européiasVanguardas européias
Vanguardas européias
 
2017-arte-moderna-slide-prof-felipe.pptx
2017-arte-moderna-slide-prof-felipe.pptx2017-arte-moderna-slide-prof-felipe.pptx
2017-arte-moderna-slide-prof-felipe.pptx
 
7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
7 01 parte_2_as_transformações_das_primeiras_décadas_do_século_xx
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
Trampo pica - Dadaismo .pdf
Trampo pica - Dadaismo .pdfTrampo pica - Dadaismo .pdf
Trampo pica - Dadaismo .pdf
 
As grandes tendências da pintura do séc. xx
As grandes tendências da pintura do séc. xxAs grandes tendências da pintura do séc. xx
As grandes tendências da pintura do séc. xx
 
Arte Degenerada
Arte DegeneradaArte Degenerada
Arte Degenerada
 
Aula 2
Aula 2 Aula 2
Aula 2
 
Aula 2 Novo Colégio
Aula 2 Novo ColégioAula 2 Novo Colégio
Aula 2 Novo Colégio
 
Pré- Modernismo: Vanguardas europeias
Pré- Modernismo: Vanguardas europeias Pré- Modernismo: Vanguardas europeias
Pré- Modernismo: Vanguardas europeias
 
Portugal. naturalismo e vanguardas
Portugal. naturalismo e vanguardasPortugal. naturalismo e vanguardas
Portugal. naturalismo e vanguardas
 
274723639-Vanguardas-Europeias.ppt
274723639-Vanguardas-Europeias.ppt274723639-Vanguardas-Europeias.ppt
274723639-Vanguardas-Europeias.ppt
 
Vanguardas europeias ii
Vanguardas europeias iiVanguardas europeias ii
Vanguardas europeias ii
 

Mais de Marilene dos Santos

Resumo Campanha Fraternidade 2019
Resumo Campanha Fraternidade 2019Resumo Campanha Fraternidade 2019
Resumo Campanha Fraternidade 2019
Marilene dos Santos
 
Apresentacao Campanha da Fraternidade 2019
Apresentacao Campanha da Fraternidade 2019Apresentacao Campanha da Fraternidade 2019
Apresentacao Campanha da Fraternidade 2019
Marilene dos Santos
 
Realismo 2 ano
Realismo 2 anoRealismo 2 ano
Realismo 2 ano
Marilene dos Santos
 
Barroco 1 ano
Barroco 1 anoBarroco 1 ano
Barroco 1 ano
Marilene dos Santos
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
Marilene dos Santos
 
Branca de neve e os sete anoes
Branca de neve e os sete anoesBranca de neve e os sete anoes
Branca de neve e os sete anoes
Marilene dos Santos
 
Redação oficial
Redação oficialRedação oficial
Redação oficial
Marilene dos Santos
 
Figuras de linguagem figuras de som, pensamento e palavras
Figuras de linguagem figuras de som, pensamento e palavrasFiguras de linguagem figuras de som, pensamento e palavras
Figuras de linguagem figuras de som, pensamento e palavras
Marilene dos Santos
 
Water pollution
Water pollutionWater pollution
Water pollution
Marilene dos Santos
 
Verbos modais would
Verbos modais wouldVerbos modais would
Verbos modais would
Marilene dos Santos
 
Verbos modais should
Verbos modais shouldVerbos modais should
Verbos modais should
Marilene dos Santos
 
Verbos modais must
Verbos modais mustVerbos modais must
Verbos modais must
Marilene dos Santos
 
Verbos modais may might
Verbos modais may mightVerbos modais may might
Verbos modais may might
Marilene dos Santos
 
Verbos modais can
Verbos modais canVerbos modais can
Verbos modais can
Marilene dos Santos
 
Direct and Indirect Speech
Direct and Indirect SpeechDirect and Indirect Speech
Direct and Indirect Speech
Marilene dos Santos
 
Conditional sentenses if clauses
Conditional sentenses if clausesConditional sentenses if clauses
Conditional sentenses if clauses
Marilene dos Santos
 
Mitologia grega antiga
Mitologia grega antigaMitologia grega antiga
Mitologia grega antiga
Marilene dos Santos
 
Dia do abraço
Dia do abraçoDia do abraço
Dia do abraço
Marilene dos Santos
 
Dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolesce...
Dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolesce...Dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolesce...
Dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolesce...
Marilene dos Santos
 

Mais de Marilene dos Santos (20)

Resumo Campanha Fraternidade 2019
Resumo Campanha Fraternidade 2019Resumo Campanha Fraternidade 2019
Resumo Campanha Fraternidade 2019
 
Apresentacao Campanha da Fraternidade 2019
Apresentacao Campanha da Fraternidade 2019Apresentacao Campanha da Fraternidade 2019
Apresentacao Campanha da Fraternidade 2019
 
Realismo 2 ano
Realismo 2 anoRealismo 2 ano
Realismo 2 ano
 
Barroco 1 ano
Barroco 1 anoBarroco 1 ano
Barroco 1 ano
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 
Branca de neve e os sete anoes
Branca de neve e os sete anoesBranca de neve e os sete anoes
Branca de neve e os sete anoes
 
Redação oficial
Redação oficialRedação oficial
Redação oficial
 
Figuras de linguagem figuras de som, pensamento e palavras
Figuras de linguagem figuras de som, pensamento e palavrasFiguras de linguagem figuras de som, pensamento e palavras
Figuras de linguagem figuras de som, pensamento e palavras
 
Water pollution
Water pollutionWater pollution
Water pollution
 
Verbos modais would
Verbos modais wouldVerbos modais would
Verbos modais would
 
Verbos modais should
Verbos modais shouldVerbos modais should
Verbos modais should
 
Verbos modais must
Verbos modais mustVerbos modais must
Verbos modais must
 
Verbos modais may might
Verbos modais may mightVerbos modais may might
Verbos modais may might
 
Verbos modais can
Verbos modais canVerbos modais can
Verbos modais can
 
Direct and Indirect Speech
Direct and Indirect SpeechDirect and Indirect Speech
Direct and Indirect Speech
 
Conditional sentenses if clauses
Conditional sentenses if clausesConditional sentenses if clauses
Conditional sentenses if clauses
 
Mitologia grega antiga
Mitologia grega antigaMitologia grega antiga
Mitologia grega antiga
 
Dia do abraço
Dia do abraçoDia do abraço
Dia do abraço
 
Dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolesce...
Dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolesce...Dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolesce...
Dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolesce...
 

Último

Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: CronologiaOs Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Renato Henriques
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 

Último (20)

Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: CronologiaOs Profetas do Velho Testamento: Cronologia
Os Profetas do Velho Testamento: Cronologia
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2018 CENSIPAM.pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 

Vanguardas Europeias

  • 1. Vanguardas europeias 3º ano E.E.B. Romildo Czepanhik Professora Marilene dos Santos
  • 3.  Vanguardas europeias = manifestações artístico-literárias surgidas na Europa, nas duas primeiras décadas do Século XX.  Ruptura da arte moderna com a tradição cultural do século anterior.
  • 5. Resultados Grandes acontecimentos = surgiu um sentimento nacionalista, um progresso espantoso das grandes potências mundiais, e uma disputa pelo poder.
  • 6. Várias correntes ideológicas foram criadas, como o nazismo, o fascismo e o comunismo, e surgiram os movimentos artísticos que chamamos de vanguardas. Todos pautavam-se no mesmo objetivo, que era o questionamento, a quebra dos padrões, o protesto contra a arte conservadora, a criação de novos padrões estéticos, que fossem mais coerentes com a realidade histórica e social do século que surgia.
  • 8. No Brasil não poderia ser diferente. As manifestações artísticas estavam crescendo em nosso país, e a maioria dos artistas se espelhavam nas tendências europeias, fosse para imitar-lhes, fosse para combater-lhes.
  • 9. As vanguardas europeias passaram pela Literatura Brasileira deixando sua contribuição, especialmente ao somarem com a Semana da Arte Moderna e o movimento modernista, pois juntos vieram romper com a antiga estética que até então reinava em nosso país.
  • 12. Na literatura, caracteriza-se pela representação de uma realidade fragmentada, que é retratada por palavras dispostas simultaneamente, com o objetivo de formar uma imagem. Os principais artistas que representaram esta vanguarda foram: na pintura: Pablo Picasso, Fernand Léger, André de Lothe, Juan Gris e Georges Braque. na literatura: Apollinaire e Cendras.
  • 13. Teve maior representatividade entre os anos de 1907 e 1914, mais especificamente na pintura. Seu propósito era decompor, fragmentar as formas geométricas. Investia na subjetividade de interpretação das obras, afirmando que um mesmo objeto poderia ser visto de vários ângulos.
  • 14. As Senhoritas de Avignon (Les demoiselles d'Avignon)
  • 16. Surgiu em 1916 em plena Primeira Guerra Mundial, a partir do encontro de alguns artistas refugiados que buscaram produzir algo que chocasse a burguesia. É mais um reflexo das emoções causadas pela Guerra, tais como revolta, agressividade e indignação.
  • 17. Na literatura, se caracteriza pela agressividade verbal, pela desordem nas palavras, a incoerência, a quebra da lógica e do racionalismo, e pelo abandono das regras formais do fazer poético: rima, ritmo, etc.
  • 19. Surgido em 1912, expressava a agitação e inquietação que buscava subverter a estética da época. Pela primeira vez apareceu na livraria de arte der Sturm, em Berlim, expressando, como o nome diz, a renovação cultural que já estava em curso na Alemanha e em toda a Europa.
  • 20. Não teve ideais claros e definidos, porém procurava transmitir ao mundo a situação do homem, com seus vícios e horrores.
  • 21. O Grito, pintura de Edvard Munch (1893)
  • 23. Surgiu após a Primeira Guerra, na França, mais precisamente em 1924. Trouxe para a arte concepções freudianas, relacionadas à psicanálise.
  • 24. Segundo esta vanguarda, a arte deve surgir do inconsciente sem que haja interferências da razão. Trabalha frequentemente com elementos como a fantasia, o devaneio e a loucura.
  • 25. A persistência da Memória (Salvador Dali - 1931)
  • 27. Surgiu através do Manifesto Futurista, criado pelo italiano Tommaso Marinetti em 1909.
  • 28. Suas proposições eram negar o passado, o academicismo e trazer o interesse ideológico, a pesquisa, a experimentação, a técnica e a tecnologia para a arte.
  • 29. Marinetti pregava o desapego ao tradicionalismo, especialmente quanto à sintaxe da língua.