"EU SOU O SENHOR QUE TE SARA"

3.230 visualizações

Publicada em

A mensagem de saúde e o seu papel na preparação do povo remanescente de Deus para a crise final e a volta de Jesus.
Entenda o que é a verdadeira obra médico-missionária, como praticá-la e ensiná-la a outros.

Publicada em: Estilo de vida
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.230
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
32
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
40
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

"EU SOU O SENHOR QUE TE SARA"

  1. 1. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA”
  2. 2. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” “Eu sou o SENHOR que te Sara” Êxodo 15:26 Versão E-book Ilustrado Edição Revista e Ampliada
  3. 3. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” ÍNDICE Introdução Capítulo 1 – Jesus Nosso Exemplo - O Grande Médico-Missionário Capítulo 2 – A Mensagem de Isaías à Igreja Remanescente Capítulo 3 – A Importância e Propósito da Obra Médico-Missionária e da Mens. e Saúde Capítulo 4 – A Reforma de Saúde e Espiritualidade Capítulo 5 – O Lobo Frontal e a e Espiritualidade Capítulo 6 – Doença e Espiritualidade Capítulo 7 – O Corpo Humano – A Maravilha da Criação Capítulo 8 – Os Remédios de Deus Capítulo 9 – Os Métodos de Cura Divinos Capítulo 10 – Cura Divina X Cura Satânica Capítulo 11 – Reforma de Vestuário e Espiritualidade Capítulo 12 – Trabalho de Sustento Próprio Capítulo 13 – Vida no Campo Capítulo 14 – Preparação para o Fim Testemunho Pessoal Apelo Bibliografia Obs. 1: Todas as ênfases das citações foram acrescentadas. Obs. 2: Autorizamos a disseminação desta obra através da internet, contudo pedimos que nos sejam informados antecipadamente os locais onde será divulgada. http://pt.slideshare.net/Marildab/eu-sou-o-senhor-que-te-sara-ebook-atual
  4. 4. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” INTRODUÇÃO Cuidar da saúde é cuidar do espírito. O bom leitor da Palavra de Deus há de notar que existe uma relação estreita entre o corpo e o espírito. Quando Deus criou o homem como um ser vivente, essa relação foi estabelecida, sendo o corpo e a alma selados para sempre como inseparáveis um do outro. Jesus mostrou que é necessário cultivar essa inter-relação, cuidando do ser como um todo, tendo sempre em mente que a santificação envolve tanto o corpo quanto o espírito. Ao sair o homem das mãos de Deus como uma alma vivente (Gênesis 2:7), ele recebeu também as leis de suas funções vitais, estabelecidas pelo próprio Criador. Desde sua criação, o ser humano foi designado pelo Senhor para ter vida plena, perfeita, sem dor, sem doenças e ser totalmente feliz. Mas essas bênçãos sempre estiveram dependentes de uma condição: OBEDIÊNCIA. A raça humana, como a vemos hoje, está muito aquém do ideal que nosso amoroso Deus idealizou para ela. A desobediência tanto para com as leis físicas como para com as leis morais resultaram no que vemos na presente geração, a qual colhe os resultados de anos de pecado e rebeldia contra o Criador. A doença e o pecado imperam por todos os lados. O mundo está doente, física e espiritualmente, por causa da desobediência às leis de Deus. Desde a queda do homem, Deus tem feito um trabalho de restauração da raça caída, enviando mensagens de amor para o seu restabelecimento. O próprio Deus estabeleceu os meios para a comunicação de Sua Palavra ao mundo. Ele designa que os métodos utilizados por Seu Filho Jesus sejam os mesmos métodos que Seus discípulos de todas as épocas devam usar: a mensagem de saúde ligada com o Evangelho. Para a execução desse trabalho, nosso Senhor conta com Seu povo fiel e sincero. Aos obedientes é dada a missão de levar a outros a mensagem de salvação, auxiliada por uma ferramenta poderosa – a mensagem bíblica da saúde – a qual é capaz de abrir as portas que outros métodos não conseguem abrir. ********************** A mensagem de saúde, centralizada na infindável compaixão de nosso Salvador pela humanidade sofredora, é uma mensagem de amor e cuidado de Deus por suas criaturas.
  5. 5. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” Imbuídos da certeza do cumprimento de Suas promessas, podemos descansar nEle, certos de que a obediência às Suas leis nos trará saúde; pois Ele mesmo afirmou: “Se ouvirdes atento a voz do Senhor teu Deus, e obrares o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito; porque “Eu sou Senhor que te sara.” Êxodo 15:26.
  6. 6. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” CAPÍTULO 1 JESUS, NOSSO EXEMPLO – O GRANDE MÉDICO-MISSIONÁRIO A origem e o exemplo da obra médico- missionária está em nosso Senhor Jesus Cristo! Imitando Seu exemplo, estaremos direcionados ao sucesso nesse trabalho. Ele veio remover o peso da doença e da miséria do pecado e trazer ao homem completa restauração. Veio Jesus com Sua maravilhosa graça dar ao ser humano a saúde, a paz e a perfeição de caráter. Somos informados pela inspiração que Jesus procurou em cada trabalho de cura uma ocasião para implantar princípios divinos na mente e na alma do doente. Este era o propósito do Seu trabalho: conferir bênçãos terrenas para que o coração das pessoas fosse inclinado a receber o evangelho da Sua graça. O verdadeiro propósito da obra médico- missionária é suprir primeiro as necessidades físicas dos doentes com os remédios naturais de Deus, para que eles, aliviados do peso da doença e comovidos e agradecidos pela grande compaixão divina, aceitem o evangelho da salvação. “Jamais houve um evangelista como Cristo. Ele era a majestade do Céu, mas humilhou-Se para tomar nossa natureza, a fim de chegar até ao homem na condição em que se achava. Assim ia de cidade em cidade, de vila em vila, pregando o evangelho e curando os enfermos - o Rei da glória na humilde veste humana.” A Ciência do Bom Viver, p. 22. “Durante Seu ministério, Jesus dedicou mais tempo a curar os enfermos do que a pregar. Ao passar por vilas e cidades, era como uma corrente vivificadora, difundindo vida e alegria.” A Ciência do Bom Viver, pp. 19-20. “Aonde quer que ia brotava a saúde, a felicidade se seguia onde quer que Ele passasse. Beneficência Social, p. 57. “Cristo Se apresenta diante de nós como um Homem padrão, o grande Médico- Missionário - um exemplo para todos que viessem depois.” Beneficência Social, p. 53. “Qual, então, o exemplo que devemos dar ao mundo? Devemos empenhar-nos na mesma obra que o grande Médico-Missionário tomou a Si em nosso favor. Devemos seguir o caminho da abnegação assinalado por Cristo.” Beneficência Social, p. 54. Deus designa que os seguidores de Seu Filho sejam também médicos-missionários, assim como Ele o foi. O QUE É OBRA MÉDICO-MISSIONÁRIA? Obra médico-missionária é o trabalho que Jesus realizava, no qual Ele associava a cura das doenças com a pregação do evangelho da salvação. É a obra que se encarrega de levar alívio físico aos sofredores, aliando-a com a pregação da mensagem de salvação. Muitos cristãos não possuem sequer noção do que seja o legítimo trabalho médico- missionário designado por Deus. A cada novo estudo bíblico, noções sobre esse assunto deveriam ser ministradas para instrução aos novos crentes. Este deveria ser um ensino natural e conjugado com as demais doutrinas da fé.
  7. 7. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” “Os que recebem a Cristo como Salvador pessoal, preferindo ser participantes do Seu sofrimento, viver-Lhe a vida de desprendimento, suportar afronta por Sua causa, entenderão o que significa ser verdadeiro médico-missionário.” Conselhos sobre Saúde, p. 511. Jesus veio para perdoar todas as nossas iniquidades que forem sinceramente confessadas a Ele; para curar todas as nossas doenças e redimir nossas vidas para a eternidade. Veja a maneira maravilhosa como o salmista expressa isso: “É Ele que perdoa todas as tuas iniquidades, e sara todas as tuas enfermidades; “Quem redime a tua vida da perdição, e te coroa de benignidade e de misericórdia.” Salmos 103:3-4. Tirar nossos pecados, curar nossas doenças e redimir a vida sempre fizeram parte do trabalho do Mestre. Jesus demonstrou na prática de Sua vida aqui na Terra que a obra de curar e pregar o evangelho são inseparáveis. Três ações marcavam a essência da obra do Mestre: ensinar, pregar e curar, sempre interligadas e totalmente inundadas com Seu indescritível amor. “O trabalho médico-missionário ainda está na sua infância. O significado da genuína obra médico-missionária é conhecido por apenas uns poucos. Por quê? Porque o plano de trabalho do Salvador não tem sido seguido.” A Call to Medical Evangelism, p. 11. A obra de pregar a mensagem do evangelho em união com a mensagem de saúde foi designada por Deus para cada membro da igreja, não apenas para a classe médica. Cada crente deve se inteirar de seus propósitos e métodos para poder praticá-la. Por toda parte vemos pessoas necessitadas de cuidados de saúde. Muito s há que violam as leis de saúde por ignorância de conhecimento dos cuidados com o corpo. Essa grandiosa obra de ensinar o povo sobre a mensagem de saúde dada por Deus espera por homens e mulheres imbuídos do desejo de ajudar os semelhantes assim como Jesus fazia. Segundo W. D. Frazee, um dos pioneiros da obra médico-missionária nos EUA, esta obra deve ser examinada sob a ótica de três grandes princípios: Motivo, Método e Objetivo. Vejamos um pouco de cada um deles. 1) MOTIVO - O genuíno médico- missionário deve seguir o exemplo de Jesus, que disse, “Se alguém quiser vir após Mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga- me.” Marcos 8:34. Ao sondar nossos próprios corações, acharemos nós conformidade com os motivos de nosso Senhor em nosso trabalho? “E percorria Jesus toda a Galileia, ensinando nas suas sinagogas e pregando o evangelho do reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo.” Mateus 4:23.
  8. 8. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” 2) MÉTODO – O médico missionário é profundamente interessado no alívio do sofrimento humano. Ele tem uma preocupação em fazer com que os seres humanos possam viver em harmonia com as leis naturais. Ele reconhece essas leis como sendo leis de Deus, tão divinas como os dez mandamentos. Assim, enquanto ele usa os remédios naturais que o Senhor proveu para aliviar a dor, procura também encaminhar a mente do doente para apreciar o modo de vida saudável designado pelo Criador, e então, receber as bênçãos decorrentes da obediência. O médico-missionário é um educador. A ele cabe dar instruções sobre o viver saudável, utilizando um “conhecimento de fisiologia e higiene, como base de todo o esforço educacional.” Educação, p. 195. Quando Jesus curava os doentes, Ele advertia aqueles que eram curados: “Não pequeis mais, para que te não suceda alguma coisa pior.” João 5:14. Ele estava, assim, dizendo que eles haviam trazido doenças sobre si mesmos por transgredirem as leis de Deus. Jesus deixava a lição de que a saúde somente pode ser conservada pela obediência. “Ensine o povo que é melhor saber como se manter bem do que curar as doenças. Nossos médicos deveriam ser sábios educadores, advertindo todos contra a indulgência própria, e mostrando que a abstinência das coisas que Deus proibiu é a única maneira de prevenir a ruína do corpo e da mente.” Testemunhos para a Igreja, vol. 9, p. 161. “Se a obediência, baseada no conhecimento das leis naturais é mais importante que o alívio dos sintomas, o que diríamos de qualquer método que promete curar as doenças ou aliviar a dor sem ensinar obediência? Que mente magistral inspira os esforços para persuadir homens e mulheres para que eles pensem que podem comer como querem, ou desrespeitar as leis de Deus, a ainda assim encontrar um meio de cura sem aprender a obedecer às leis de saúde? Não é isso inerente aos falsos milagres de cura que irão se intensificar à medida que entramos no conflito final? “Não é esse o erro básico nas terapias com drogas? “Mesmo no uso dos remédios apontados por Deus, devemos lembrar que a educação que leva à obediência é o mais importante.” W.D.Frazee, What is Medical Missionary Work? ************************************************************ 3) OBJETIVO – O alvo do médico missionário deve ser a salvação das almas por quem ele labuta. Ganhar almas deve ser o objetivo de todo verdadeiro trabalho médico-missionário. E mesmo o trabalho nas “Precisam (as pessoas) que se lhes ensine que toda prática destrutiva das energias físicas, mentais ou espirituais é pecado, e que a saúde tem de ser garantida por meio da obediência às leis estabelecidas por Deus para o bem da humanidade.” A Ciência do Bom Viver, p. 113.
  9. 9. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” instituições cristãs corre o risco de afastar os trabalhadores dessa preciosa meta. “Devemos lembrar sempre que o objetivo da obra médico-missionária é encaminhar homens e mulheres enfermos de pecado ao Homem do Calvário, que tira os pecados do mundo.” A Ciência do bom Viver, p. 144. ******* A obra médico-missionária abrange muito mais do que apenas levar a reforma de saúde para as pessoas. Essa, de fato, é a parte prática que nos ajuda a levar o evangelho da salvação, acompanhado pela mensagem de saúde. A obra médico-missionária envolve educar, pregar, servir, trabalhar, dar exemplo, utilizando os métodos de Jesus, baseados no amor ao próximo e no desejo de preparar um povo que esteja apto a receber nosso Senhor em breve. ******* “E o amor será revelado em sacrifício.” Parábolas de Jesus, p. 49.
  10. 10. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” CAPÍTULO 2 A MENSAGEM DE ISAÍAS 58 À IGREJA REMANESCENTE No capítulo 58 de Isaías encontra-se uma mensagem especial para o povo de Deus. Os escritos inspirados nos falam de seu importante significado, o qual, não fosse por isso, talvez passasse despercebido por nós. Ali são apresentados quatro problemas específicos da igreja nos dias atuais. Embora tenham sido apontados séculos atrás, são situações que retratam os problemas básicos de Laodiceia. Devemos considerar esses problemas com espírito de oração e análise de vida pessoal, os quais certamente levarão a uma mudança de atitude. “O capitulo 58 inteiro de Isaías deve ser considerado como uma mensagem para este tempo, a ser dada repetidas vezes.” Special Testimonies, séries B, nr. 2, p.5. “O capítulo todo é aplicável àqueles que estão vivendo neste período da história terrestre. Considere este capítulo atentamente; ele será cumprido.” Manuscript 36, 1897. QUATRO PONTOS A SEREM CONSIDERADOS EM ISAÍAS 58: - Primeiro: Aponta o pecado e recomenda mostrá-lo ao povo de Deus “Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a tua voz como a trombeta e anuncia ao meu povo a sua transgressão, e à casa de Jacó os seus pecados.” Isaías 58:1 “Nosso trabalho é despertar o povo. Satanás, com todos os seus anjos, desceu com grande poder, para trabalhar com toda decepção concebida a fim de contra-atacar a obra de Deus. O Senhor tem uma mensagem para Seu povo. Esta mensagem será conduzida, quer os homens a aceitem ou a rejeitem. Como nos tempos de Cristo, haverá conspiração profunda dos poderes das trevas, porém a mensagem não deverá ser amortecida com palavras macias ou discursos agradáveis, clamando “paz, paz” quando não há paz para aqueles que se estão separando de Deus. ‘Não há paz, diz o meu Deus, ao iníquo. ’” *Isaías 58:1-2] – Manuscript 36, 1897. - Segundo: O jejum que agrada a Deus – um coração arrependido “Todavia, me procuram cada dia, tomam prazer em saber os meus caminhos; como um povo que pratica a justiça, e não deixa o direito do seu Deus, perguntam-me pelos direitos da justiça, têm prazer em se chegar a Deus. Dizendo: Por que jejuamos nós, e tu não atentas para isso? Por que afligimos as nossas almas, e tu não o sabes?
  11. 11. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” Eis que no dia em que jejuais achais o vosso próprio contentamento, e requereis todo o vosso trabalho. Eis que para contendas e debates jejuais, e para dardes punhadas impiamente; não jejueis como hoje, para fazer ouvir a vossa voz no alto. Seria este o jejum que eu escolheria: que o homem um dia aflija a sua alma, que incline a sua cabeça como o junco, e estenda debaixo de si saco e cinza? chamarias tu a isso jejum e dia aprazível ao Senhor?” Isaías 58:2-5. “Meus irmãos, vocês precisam estudar mais cuidadosamente o capitulo 58 de Isaias. Este capítulo assinala o único curso que nós podemos seguir com segurança... “O povo para quem o profeta falava fazia uma alta profissão de piedade, e apontava para os seus jejuns a outras formas externas como uma evidência de sua piedade. Mas suas obras eram manchadas pela lepra do orgulho e cobiça.” Letter 76, 1902. Os sinais exteriores de jejum e oração, sem um espírito quebrantado e contrito, são de nenhum valor à vista de Deus... “O povo aqui descrito percebeu que não tinha o favor de Deus; mas ao invés de procurar Seu favor da forma designada por Ele, entraram em controvérsia com Deus. Perguntam por que, uma vez que observavam tantas cerimônias, o Senhor não lhes dava reconhecimento especial... O Senhor lhes manda uma mensagem de positiva reprovação, mostrando-lhes por que não são visitados por Sua graça.” Manuscript 48, 1900. “Há pecados deste mesmo caráter entre nós hoje, e eles trazem a reprovação de Deus sobre Sua igreja. Onde quer que esses pecados sejam encontrados, sessões de jejum e oração são de fato necessários; mas eles precisam ser acompanhados com sincero arrependimento e decidida reforma. Sem tal contrição de alma, essas sessões apenas aumentam a culpa dos que estão em erro. O Senhor especificou o jejum que Ele escolheu, aquele que Ele aceita. É o que traz fruto para Sua glória, em arrependimento, em devoção, em verdadeira piedade.” Review and Herald, 13.10.1891. - Terceiro: Ministrar às necessidades dos sofredores com compaixão e misericórdia “Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres desterrados? E, vendo o nu, o cubras, e não te escondas da tua carne?” Isaías 58:7. “Eu fui instruída a encaminhar nosso povo para o capítulo 58 de Isaías. Leia esse capítulo cuidadosamente e entenda a espécie de ministério que trará vida para dentro das igrejas. O trabalho do evangelho deve ser levado por meio de nossa liberalidade assim como por nosso labor. Quando você encontrar almas sofredoras que necessitem de ajuda, ajude-os. Quando você encontrar aqueles que estão famintos, alimente-os. Fazendo isso você estará trabalhando nas linhas do ministério de Cristo.
  12. 12. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” O trabalho santo do Mestre era um trabalho benevolente. Que nosso povo em todas as partes seja encorajado a ter uma parte nesse trabalho.” Manuscript 7, 1908. - Quarto: Dar a mensagem final que o mundo necessita “E os que de ti procederem edificarão os lugares antigamente assolados; e levantarás os fundamentos de geração em geração; e chamar-te-ão reparador das roturas, e restaurador de veredas para morar. Se desviares o teu é do sábado, e de fazer a tua vontade no meu santo dia, e se chamares ao sábado deleitoso, e santo dia do Senhor digno de honra e o honrares não seguindo os teus caminhos, nem pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falar as tuas próprias palavras. Então te deleitarás no Senhor, e te farei cavalgar sobre as alturas da terra, e te sustentarei com a herança de teu pai Jacó; porque a boca do Senhor o disse.” Isaías 58:12- 14. “Aqui são dadas as características daqueles que serão reformadores, que levarão o estandarte da terceira mensagem angélica, aqueles que se declaram o povo que guarda os mandamentos de Deus, e que O honram, e que estão sinceramente engajados, à vista de todo o universo, em restaurar os lugares assolados. Quem é que os chama de reparadores das roturas, e restauradores de veredas para morar? ’ – É Deus. Seus nomes estão registrados no céu como reformadores, restauradores, como erguendo os fundamentos de muitas gerações.” Review and Herald, 13.10.1891. “O trabalho especificado nessas palavras [Isaías 58] é o trabalho que Deus requer que Seu povo faça. É um trabalho designado pelo próprio Deus. Ao trabalho de advogar os mandamentos de Deus e reparar as brechas que têm sido feitas na lei de Deus, devemos misturar compaixão pela humanidade sofrida.” Special Testimonies, Séries A, nr. 10, pp. 3-4. “A união que deve existir entre a obra médico-missionária e o ministério é claramente delineada no capitulo 58 de Isaias.” Conselhos sobre Saúde, p. 514. “O capítulo cinquenta e oito de Isaías encerra verdade presente para o povo de Deus. Vemos aí como a obra médico-missionária e o ministério evangélico devem estar ligados à medida que a mensagem é dada ao mundo. Sobre os que guardam o sábado do Senhor é colocada a responsabilidade de efetuar uma obra de misericórdia e beneficência. A obra médico-missionária tem de estar ligada com a mensagem, e selada com o selo de Deus. Evangelismo, p. 517.
  13. 13. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” Nesse ponto, seria oportuno nos perguntarmos, individualmente, e como igreja: - Estamos fazendo a obra como ela foi designada por Deus? - Estamos unindo a obra médico-missionária com a pregação do evangelho? - Estamos fazendo a obra dos verdadeiros reformadores? - Estamos praticando Isaías 58?
  14. 14. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” CAPÍTULO 3 IMPORTÂNCIA E PROPÓSITO DA OBRA MÉDICO-MISSIONÁRIA E DA MENSAGEM DE SAÚDE A majestade de Jesus, em caráter e comportamento é o ideal que temos à frente ao copiarmos Seu exemplo. “No corpo e na alma, era (Jesus) um exemplo do que Deus designava que fosse toda a humanidade por meio da obediência a Suas leis. A Ciência do Bom Viver, p. 51. “Alcançar o povo onde quer que esteja e seja qual for sua posição ou estado, e auxiliá- lo por todos os modos possíveis - eis o verdadeiro ministério. A Ciência do Bom Viver, p. 156. “Todos estão agora decidindo seu destino eterno. Os homens precisam despertar para a solenidade do tempo, a proximidade do dia, quando o tempo de graça humana terá fim. Decididos esforços devem ser feitos para trazer a mensagem para este tempo proeminentemente diante do povo. O terceiro anjo deve ir avante com grande poder. Que ninguém ignore este trabalho, ou o trate com pouca importância.” Testemunhos para a Igreja, v. 6. p. 16. “A obra médico-missionária é a obra pioneira do evangelho, a porta pela qual a verdade para este tempo encontra entrada em muitos lares. O povo de Deus deve ser um povo genuinamente médico-missionário, pois deve aprender a ministrar às necessidades tanto da alma como do corpo. O mais puro altruísmo deve ser mostrado por nossos obreiros quando, usando o conhecimento e a experiência obtidos pelo trabalho prático, saem para administrar tratamento aos enfermos. Ao irem de casa em casa encontrarão acesso a muitos corações. Serão alcançados muitos que de outra forma jamais teriam ouvido a mensagem do evangelho.” Review and Herald, 17.12.1914.
  15. 15. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” “Os obreiros médico-missionários estão fazendo o trabalho longamente negligenciado que Deus deu à igreja de Battle Creek (e a todas as igrejas modernas) – eles estão dando o último chamado para as bodas, a qual Ele tem preparado.” Testemunhos para a Igreja, v. 8, p. 71. “Devemos lembrar sempre que o objetivo da obra médico-missionária é encaminhar homens e mulheres enfermos de pecado ao Homem do Calvário, que tira os pecados do mundo.” A Ciência do Bom Viver, p. 144. DEVEMOS FAZER O MÁXIMO DE BEM QUE PUDERMOS Não vivemos para nós mesmos. Romanos 14:7. Não podemos nos tornar um fardo para os outros. Ao negligenciar o cuidado com a saúde do corpo, alguém pode, com o tempo, colher o resultado do desleixo e tornar-se doente. Muitas vezes a doença adquirida exige a atenção e o cuidado de algum parente, ou então que se contrate um enfermeiro ou enfermeira para cuidar desse doente, acarretando despesas e aborrecimentos para a família. Imagine o transtorno na vida de qualquer pessoa, o fato de ter que deixar de fazer suas coisas para ter que cuidar de um familiar que sofre das consequências de um enfarte, um derrame, ou câncer. Por causa da repercussão das nossas atitudes na vida das pessoas que nos rodeiam é que temos uma obrigação para com elas. Temos a obrigação de não sermos um fardo para elas com nossas doenças. Ninguém vive isolado; o que fazemos com o nosso corpo afeta os que estão em contato conosco. Em nossas andanças por várias partes, temos tido oportunidade de conhecer pessoas doentes que se enquadram bem no que estamos falando. Temos visto o doente se tornar egoísta, ou ter esse sentimento agravado pela doença. A pessoa doente exige a atenção dos demais, quer atrair os outros para si, para seus problemas. Os cuidados requeridos pelo doente, dependendo do tipo de enfermidade que possui, passam a alterar grandemente a vida de seus familiares, que são requeridos a cuidar do doente. No entanto ninguém tem o direito de alterar os planos de vida de outro semelhante; a pessoa que se vê obrigada a cuidar do doente pertence a Deus, e por consequência, seu tempo e projetos de vida pertencem a Ele. “O amor nunca falha.” I Coríntios 13:8 Amor por Deus Pai e por Seu Filho, Jesus! Pela família. Por todos! Cuidar da saúde é amar a Deus e amar o próximo!
  16. 16. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” POR QUE A MENSAGEM DE SAÚDE FOI DADA AO POVO REMANESCENTE? “Grande obra tem de ser realizada na promulgação dos princípios de saúde, ao preparar-se um povo para a segunda vinda do Senhor.” Conselhos sobre Saúde, p. 206. “Como seguidores de Cristo, cumpre- nos trabalhar com todos os métodos racionais para pregar o evangelho da verdade presente. Não só por palavras, mas por atos, devemos dar indicação de que Cristo está desejoso de unir-Se com Seus devotados ministros de hoje na cura do enfermo e sofredor.” Medicina e Salvação, p. 28. “Desejo falar sobre a relação existente entre a obra médico-missionária e o ministério evangélico. Tem-me sido apresentado que todos os departamentos da obra devem estar unidos num grande todo. A obra de Deus deve preparar um povo para estar em pé diante do Filho do homem em Sua vinda, e esta obra deve ser una. A obra que deve preparar um povo para estar firme no último grande dia não deve ser uma obra dividida.” Medicina e Salvação, p. 237. “A primeira coisa que os médicos- missionários necessitam fazer é obter uma correta concepção de Deus, não numa concepção baseada em seu próprio julgamento humano, mas numa concepção baseada num constante estudo da Palavra de Deus e do caráter e vida de Cristo.” Medicina e Salvação, p. 91. QUEM É CHAMADO PARA A OBRA MÉDICO-MISSIONÁRIA? “Chegamos a um tempo em que cada membro da igreja deveria lançar mão da obra médico-missionária.” Conselhos sobre Saúde, p. 425. “Como um meio de vencer o preconceito e ganhar acesso às mentes, o trabalho médico-missionário deve ser feito, não em um ou dois lugares apenas, mas em muitos lugares onde a verdade ainda não foi proclamada. Devemos atuar como médicos- missionários do evangelho.” Testemunhos para a Igreja, v. 9, p. 211. “O povo de Deus deve ser genuinamente médico-missionário. Deve aprender a ministrar às necessidades da alma e do corpo. Deve saber como ministrar tratamentos simples que fazem tanto em aliviar dores e remover enfermidades.” Beneficência Social, p. 127. “Há muitas maneiras pelas quais a água pode ser aplicada para aliviar o sofrimento e combater a doença. Todos devem se tornar entendidos no emprego da mesma, nos simples tratamentos caseiros. As mães, especialmente, devem saber tratar de sua família, tanto na saúde como na enfermidade.” A Ciência do Bom Viver, p. 237. ************************************ “O Senhor tem apontado os jovens para ser Sua mão ajudadora.” Testemunhos para a Igreja, v. 7, p. 64. “Aprendam os nossos pastores que adquiriram experiência na pregação da ************************************** palavra, a dar tratamentos simples, e trabalharem, então, de maneira judiciosa como evangelistas médico-missionários.” Conselhos sobre Saúde, p. 397.
  17. 17. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” “Todos os obreiros evangelistas deviam saber aplicar os tratamentos simples que tanto suavizam a dor e afastam as doenças.” Conselhos sobre Saúde, p. 389. “Ao ir de lugar em lugar, encontrará o colportor muitos que estão doentes. Deve ele ter um conhecimento prático das causas das enfermidades, e deve saber como fazer tratamentos simples, para que possa aliviar os sofredores.” Conselhos sobre Saúde, p. 463. ‘E, chamando os Seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda a enfermidade e todo o mal. E, indo, pregai, dizendo: É chegado o reino dos céus. Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios: de graça recebestes, de graça daí.” Mateus 10:1, 7-8. “Aquele que diz que está nEle, também deve andar como Ele andou.” I João 2:6. “Tornai a vida de Cristo vosso constante estudo, e trabalhai como Ele o fez, seguindo o Seu exemplo.” Beneficência Social, p. 128. A mensagem de saúde é verdade presente para nossos dias, assim como as três mensagens angélicas. Elas não devem ser desligadas uma da outra, devem andar sempre juntas. Se usada de acordo com as instruções divinas, a mensagem de saúde será uma bênção no sentido de abrir caminho para a pregação das verdades a serem restauradas neste tempo. As três mensagens angélicas, descritas em Apocalipse 14:6-13, tratam de alertar o povo sobre as coisas que logo irão acontecer neste mundo. A primeira mensagem anuncia um juízo iminente, e convoca os moradores da Terra a temer e adorar o Criador de todas as coisas. Essa mensagem confere autoridade exclusiva ao Deus supremo e invoca a restauração do Sábado do Senhor – dia que O identifica como “Alguns deixam completamente de compreender a importância de serem os missionários também missionários médicos. O ministro do evangelho será duplamente bem-sucedido em seu trabalho se ele souber como tratar as enfermidades. Medicina e Salvação, p. 245.
  18. 18. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” o verdadeiro criador e mantenedor da vida; e liga o crente ao Deus-Criador. A guarda do santo Sábado é um sinal de reconhecimento da autoridade de Deus em submissão e amor a Ele. A segunda mensagem denuncia os pecados de Babilônia – um sistema religioso apostatado e reverenciado por multidões. Esse sistema religioso, iniciado por volta do ano 300 AD, embora originado na igreja fundada por Jesus, se corrompeu quando passou a aceitar doutrinas e práticas oriundas do paganismo antigo, desenvolvendo-se na atual igreja católica romana que, junto com suas “filhas” - as igrejas protestantes que adotaram seus ensinos -, desafiam a lei de Deus, estabelecendo o domingo em lugar do Sábado como dia de guarda. A terceira mensagem angélica resume uma questão crucial para a salvação dos moradores da Terra: A quem vamos adorar? A Deus, o verdadeiro criador, ou a Satanás? Esse terceiro anjo - representado pelos filhos de Deus que dão a mensagem ao mundo - também exorta o povo a não receber as pragas, ou juízos de Deus, que virão sobre os impenitentes. PREPARAR UM POVO “O grande assunto da reforma deve ser agitado, e a mente do público deve ser estimulada. Temperança em todas as coisas deve estar associada com a mensagem, a fim de fazer voltar o povo de Deus de sua idolatria, glutonaria e extravagância no vestir e em “Em 10 de dezembro de 1871 foi-me mostrado novamente que a reforma de saúde é um ramo da grande obra que deve preparar um povo para a vinda do Senhor. Ela se acha tão ligada à terceira mensagem angélica, como as mãos o estão com o corpo. A lei dos Dez Mandamentos tem sido levemente considerada pelo homem; o Senhor, porém, não viria castigar os transgressores daquela lei sem lhes enviar primeiro uma mensagem de advertência. O terceiro anjo proclama essa mensagem. Houvesse o homem sido sempre obediente à lei dos Dez Mandamentos, cumprindo em sua vida os princípios desses preceitos, e não haveria o flagelo de doenças que hoje inundam o mundo.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 69.
  19. 19. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” outras coisas.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 71. “A abnegação, humildade e temperança requeridas dos justos, a quem Deus de maneira especial guia e abençoa, deve ser apresentada em contraste com os hábitos extravagantes e destruidores da saúde dos que vivem neste século degenerado. Deus tem mostrado que a reforma de saúde está intimamente relacionada com a mensagem do terceiro anjo como a mão está com o corpo.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 71. “A voz da mensagem do terceiro anjo deve ser ouvida com poder. Sejam os ensinos da reforma de saúde introduzidos em cada esforço feito para colocar a luz da verdade diante do povo.” Medicina e Salvação, p. 30. “Embora a reforma de saúde não seja a terceira mensagem angélica, está com ela intimamente relacionada. Os que proclamam a mensagem devem ensinar também a reforma de saúde. É um assunto que precisamos compreender, a fim de estarmos preparados para os eventos que estão bem perto de nós, e ela deve ter um lugar de evidência. Satanás e seus instrumentos estão procurando embaraçar esta obra de reforma, e tudo farão para perturbar e sobrecarregar os que sinceramente nela se empenham. Todavia ninguém precisa ficar desencorajado quanto a isto, ou por causa disto cessar seus esforços.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 77. “A verdade para este tempo – a terceira mensagem angélica –, deve ser proclamada com uma grande voz à medida que nos aproximamos do grande teste final. Este teste deve vir para todas as igrejas em conexão com a verdadeira obra médico- missionária, um trabalho que tem o ditame e a presidência do Grande Médico em tudo o que ela compreende.” Manuscript H-121, 1900 As três mensagens angélicas são mensagens fortes e profundas que precisam ser dadas ao mundo com amor. O braço direito dela, a mensagem de saúde, faz esse papel ao abrir o caminho e preparar o coração da pessoa para receber essas exortações de Deus. É muito importante prestarmos atenção ao que diz a serva do Senhor no texto acima. Ela diz que o grande teste final virá juntamente com a verdadeira obra médico- missionária. Querido irmão, querida irmã, você entende o que isso significa? Vemos que esse contexto indica a existência de uma obra médico-missionária falsa. E mais, um grupo, o dos fiéis a Deus, terminando a obra do terceiro anjo com a verdadeira mensagem de saúde. O BRAÇO DIREITO DA TERCEIRA MENSAGEM ANGÉLICA “A reforma da saúde, foi-me mostrada, é parte da terceira mensagem angélica, e está com ela tão intimamente relacionada como está o braço e a mão com o corpo humano.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 32. A importância da ligação entre a terceira mensagem angélica e a obra de saúde é avaliada pela frequência com que a irmã White menciona esse assunto. Certamente o plano de Deus nesse aspecto é de que a mensagem de advertência para esse mundo caído deve ser levada juntamente com a mensagem de saúde. Gostaríamos de sugerir
  20. 20. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” que o leitor procure ler todos os seguintes livros do Espírito de Profecia sobre saúde: Nesses livros estão traçados os princípios daquilo que devemos saber para a realização dessa magnífica obra. Nas páginas 288 a 293 do livro Conselhos sobre Saúde está o capítulo que trata do assunto “A obra médico-missionária e a terceira mensagem angélica.” É oportuna a sua leitura para a compreensão da importância desse assunto. Infelizmente muito pouco dos conselhos de Deus com relação à prática da obra médico-missionária tem sido seguido nas igrejas. Apesar da abundância de instruções dadas nos livros do Espírito de Profecia, vemos um descaso das mensagens de saúde, das instruções sobre como reger as escolas e hospitais, e principalmente na negligência da pregação das três mensagens angélicas. Se rejeitarmos as três mensagens angélicas, que nos caracterizam como a igreja do tempo do fim, o que nos resta mais? Se recusarmos dar a mensagem final de advertência ao mundo, por medo de perseguição ou por ligação com o mundo e suas igrejas caídas, estaremos negando nosso passado, presente e futuro e negando as mensagens enviadas por Deus através de Sua mensageira. O braço direito tem uma função fundamental para o corpo humano. Veja se você consegue imaginar sua vida por uma hora sem seu braço direito, mesmo que você seja canhoto. Precisamos desse membro para quase todas as funções práticas do nosso dia a dia. E assim o Senhor designou que seja a obra de pregação do evangelho – em conjunto com a obra médico-missionária. Da mesma forma que o braço abre as portas para a passagem do corpo, também a obra médico-missionária deve atuar em conjunto com a pregação da terceira mensagem angélica, abrindo caminho e derrubando preconceitos. Na prática, o que isso significa? Significa que cada cristão que se sente profundamente “constrangido pelo amor de Cristo” deve tomar parte na obra de pregação da terceira mensagem angélica em conjunto com a mensagem de saúde. Para isso, torna-se necessário aprender sobre a prevenção e o tratamento de doenças; entender a fisiologia do corpo humano para compreender como se formam as doenças, e também obter conhecimento sobre como aplicar os tratamentos naturais. “Tenho sido repetidamente instruída quanto ao fato de ter a obra médico- missionária para com a obra da terceira mensagem angélica, a mesma relação que mantêm para com o corpo o braço e a mão. Sob a direção da divina Cabeça, devem trabalhar unidos no preparar o caminho para a vinda de Cristo.” Conselhos sobre Saúde, p. 513. ********************************************************************** “O evangelho da saúde tem defensores capazes, mas seu trabalho tem sido muito dificultado porque muitos pastores, presidentes de associações e outras pessoas que se acham em posição de influência têm deixado de dar à questão da reforma da saúde a devida atenção. Eles não a têm reconhecido, em relação com a obra da mensagem, como o A Ciência do Bom Viver, Conselhos sobre o Regime Alimentar, Conselhos sobre Saúde, Medicina e Salvação, Temperança.
  21. 21. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” braço direito do corpo.” Conselhos sobre Saúde, p. 434. “A obra de pregar a terceira mensagem angélica não tem sido considerada por alguns como Deus designa que seja. Tem sido olhada como trabalho inferior, quando deve ocupar lugar importante entre os instrumentos humanos na salvação do homem.” Conselhos sobre Saúde, p. 513. "Chegou o tempo, o importante tempo, em que o rolo do livro está sendo desdobrado diante do mundo pelos mensageiros de Deus. A verdade contida na primeira, segunda e terceira mensagens angélicas, deve ir a toda nação, tribo, língua e povo; ela deve iluminar as trevas de todo continente e estender-se às ilhas do mar. Coisa alguma de invenção humana deve ter licença de retardar esta obra." Conselhos sobre Educação, p. 119. Está nossa igreja seguindo o modelo que Jesus ensinou? Está ela fazendo o trabalho descrito em Isaías 58? Está ela pregando a terceira mensagem angélica, destemida e confiantemente? A igreja está fazendo a obra- médico missionária da forma orientada por Deus? Deus sempre tem os seus escolhidos, e nos últimos dias, um povo fiel fará esta obra final, mesmo em meio à grande apostasia prevista nas Escrituras. A OBRA MÉDICO MISSIONÁRIA E LAODICEIA A obra médico-missionária não é para uma igreja morna, mas para uma igreja viva, obediente e desejosa de ver Seu Senhor. O descaso pela obra médico-missionária tem ligação com o estado laodiceano dos professos cristãos. Muitos desconsideram os alertas de Deus sobre a reforma de saúde, crendo que ela não tem importância para a salvação, e por isso também falham em fazer a obra médico-missionária e levar a outros o evangelho da saúde em conexão com a terceira mensagem angélica. “A 7 de setembro de 1850, em Oswego, Nova Iorque, o Senhor me mostrou que grande obra devia ser feita por Seu povo antes que este estivesse em condições de estar em pé para a batalha no dia do Senhor. Minha “Haverá nas igrejas uma admirável manifestação do poder de Deus, mas ele não influirá sobre os que não se humilharam perante o Senhor, abrindo a porta do coração por meio de confissão e arrependimento. Na manifestação daquele poder que ilumina a terra com a glória de Deus, discernirão apenas algo, que em sua cegueira, consideram perigoso, algo que desperte seus temores, e se empenharão em resistir-lhe. Visto que o Senhor não age de acordo com seus conceitos e expectativas, opor-se-ão à obra. 'Por que', dizem eles, 'não conheceríamos o espírito de Deus, se temos estado na obra tantos anos?' Porque não atenderam às advertências em instâncias das mensagens de Deus, mas disseram persistentemente: 'Estou rico e abastado e não preciso de coisa alguma.' Apocalipse 03:17." Review and Herald, 23.12.1890.
  22. 22. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” atenção foi dirigida para aqueles que se declaram adventistas, mas rejeitam a verdade presente, e vi que se estavam fragmentando e que a mão do Senhor estava em seu meio para dividi-los e espalhá-los agora no tempo do ajuntamento, de maneira que as joias preciosas entre eles, que anteriormente tinham sido enganadas, tenham os seus olhos abertos e vejam o seu verdadeiro estado. E agora quando a verdade é-lhes apresentada pelos mensageiros do Senhor, estão preparados para ouvi-la e ver sua beleza e harmonia, e deixar suas relações e erros anteriores, abraçar a preciosa verdade e permanecer onde possa definir sua posição.” Primeiros Escritos, p. 69. “Visto aqueles que uma vez foram os depositários da verdade se tornaram infiéis ao Seu sagrado depósito, o Senhor escolheu outros que receberiam os brilhantes raios do Sol da Justiça e defenderiam verdades que não estavam de acordo com as ideias dos lideres religiosos. E então esses líderes, na cegueira de sua mente, dão ampla vazão ao que se supõe ser justa indignação contra aqueles que puseram de lado fábulas acariciadas. Agem como homens que perderam a razão. Não consideram a possibilidade de eles mesmos não terem compreendido corretamente a Palavra. Não abrem os olhos para discernir o fato de que têm interpretado e aplicado mal as Escrituras, edificando falsas teorias e chamando-as doutrinas fundamentais da fé.” Testemunhos para Ministros, pp. 69-70. “Foi-me apresentado um grupo com o nome de adventistas do sétimo dia, o qual estava aconselhando que a bandeira ou sinal que nos torna um povo distinto não devia ser salientada de maneira tão chocante; pois pretendiam que esse não seria o melhor método para assegurar êxito a nossas instituições. Não estamos, porém, em tempo de arriar nossa bandeira, de nos envergonharmos de nossa fé. Esta distintiva bandeira, descrita nas palavras: "Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé de Jesus" (Apocalipse 14:12), deve ser levada através do mundo até ao fim do tempo de graça. Testemunhos Seletos, v. 2, p. 422. Que Deus nos ajude a não nos envergonharmos de nossa fé. Que possamos pregar a mensagem da maneira designada por Deus; e viver aquilo que nos foi transmitido como fundamentos de nossa fé, a despeito das críticas dos opositores desta mensagem.
  23. 23. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” CAPÍTULO 4 A REFORMA DE SAÚDE E ESPIRITUALIDADE Cada ser humano tem a livre escolha de ser aquilo que ele escolher. Se escolher construir um sólido caráter, buscando glorificar a Deus e perguntando sempre como poderá ele investir suas forças para alcançar o melhor rendimento, ganhará nova força a cada passo. A primeira responsabilidade do homem com relação ao seu Criador é o seu desenvolvimento próprio. Tudo que o homem tem é concedido por Deus. Ele não é dono de nada, pois tudo pertence a Ele. Nosso primeiro trabalho consiste na guarda de nossas capacidades físicas, intelectuais e espirituais, de maneira a produzir o melhor resultado que esses atributos podem oferecer. “O organismo vivo é propriedade de Deus, e pertence a Ele pela criação e pela redenção; e pelo mau uso de qualquer de nossos poderes nós roubamos a Deus da honra que lhe é devida.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 16. O apóstolo escreveu: “Rogo-vos, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.” Romanos 12:1. A reforma de saúde é uma forma de sacrifício vivo, onde aquele que a quer praticar é estimulado a exercer a negação do próprio eu - traço de caráter tão necessário para a obtenção da santificação. Reforma de saúde é algo que leva tempo. São necessários muitos anos para se mudar todos os hábitos errados, adquiridos ao longo dos anos. Esta é a razão do conselho para que comecemos logo a praticá-la. Não vai ser de um dia para o outro, num clima de perseguição, que se vai conseguir fazer reforma de hábitos errados. Os poderes da mente e do corpo são dons de Deus “Aqueles que atrasam os preparativos para o dia do Senhor, não poderão obtê-los no tempo de angústia, ou sequer em qualquer tempo subsequente. O caso de todos esses é sem esperança.” A Grande Controvérsia, p. 393.
  24. 24. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” REFORMA DE SAÚDE NA BÍBLIA O maior exemplo de reforma de saúde está na Bíblia, no livro de Daniel, capítulo 1. No verso 8 temos a prova irrefutável de como obter sucesso em semelhante situação. “E Daniel assentou no seu coração não se contaminar com a porção do manjar do rei, nem com o vinho que ele bebia; portanto pediu ao chefe dos eunucos que lhe concedesse não se contaminar.” A palavra chave para o entendimento da vitória de Daniel é “assentou”. Isso sugere alguém que está determinado, decidido, aconteça o que acontecer. Esse assentar no coração é o mesmo que firmar uma verdade na mente. É o que acontecerá com aqueles que, na crise final, receberão o selo de Deus, e honrarão o sábado bíblico, mesmo diante de todas as adversidades que surgirão. O relato inspirado sobre a vida de Daniel nos diz que ele e seus companheiros foram ensinados desde pequenos a seguir a mais estrita temperança. “A clareza de mente e firmeza de propósito de Daniel, sua força de intelecto na aquisição de conhecimento, deveram-se em grande parte à simplicidade de seu regime alimentar, associado à sua vida de oração.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 82. DANEL ERA FIEL NA REFORMA DE SAÚDE “A forma ereta, o passo firme, elástico, a agradável fisionomia, os sentidos apurados, o hálito incontaminado - tudo isto era um certificado de bons hábitos, insígnia da nobreza com que a Natureza honra os que são obedientes a suas leis.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 246.
  25. 25. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” A REFORMA DE SAÚDE E A CHUVA SERÔDIA A preparação da mente e do corpo para receber a chuva serôdia é fundamental neste tempo em que estamos vivendo. Prestemos atenção aos textos destacados logo abaixo; eles dizem respeito à relação dos maus hábitos no regime alimentar e o enfraquecimento das faculdades mentais com a consequente ruína no campo espiritual. “Necessitais de mente clara, enérgica, a fim de apreciar o exaltado caráter da verdade, apreciar a expiação, e dar a devida estimativa às coisas eternas. Se seguis uma errônea direção e condescendeis com hábitos errados no regime alimentar, enfraquecendo assim as energias mentais, não dareis à salvação e à vida eterna aquele alto apreço que vos inspirará a pôr a vida em conformidade com a vida de Cristo; não fareis, para obter inteira conformidade com a vontade de Deus, aqueles diligentes, abnegados esforços que são requeridos por Sua Palavra, e necessários para dar-vos o preparo moral para o último toque da imortalidade.” Testemunhos para a Igreja, v. 2, p. 66. “Indulgências pecaminosas corrompem o corpo e incapacitam os homens para o culto espiritual. Aquele que aprecia a luz que Deus lhe tem dado sobre a reforma de saúde conta com um importante auxílio no trabalho de tornar-se santificado pela verdade e apto para a imortalidade.” Christian Temperance and Bible Hygiene, p. 10. “Deus requer de Seu povo crescimento progressivo. Devemos aprender que condescender com o apetite constitui o maior embaraço ao cultivo do espírito e à santificação da alma. Apesar de sua adesão à reforma de saúde, muitos seguem regime impróprio.” Testemunhos para a Igreja, v. 9, p.156. Agora gostaria que parássemos um pouco para uma reflexão. A serva do Senhor está dizendo no texto que acabamos de ler que muitas pessoas seguem um regime impróprio, ao mesmo tempo em que se dizem estar fazendo a reforma de saúde. O que significa isso? Percebemos que um pouco antes ela mesma diz que condescender com o apetite é o maior entrave para a santificação. Você já pensou no que significa condescender com o apetite? Já pensou que muitos podem estar achando que fazem reforma de saúde e ao mesmo tempo estar cedendo ao apetite pervertido? Vamos a um exemplo. Você deve conhecer algum suposto vegetariano que come pizza com queijo. Também já deve ter visto algum suposto reformista de saúde que toma sorvete ou bebe refrigerante. Os exemplos são inúmeros. Além do citado, também constitui um regime impróprio
  26. 26. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” aquele que não contempla todos os elementos essenciais para uma boa nutrição do organismo. É o caso, por exemplo, da falta de nozes, cereais integrais e sementes na dieta. O consumo de produtos com farinha branca e também a ingestão de alimentos com muito óleo refinado constitui uma forma inadequada de alimentação, mesmo que essa dieta seja sem carne. Não basta deixar de comer carne para ser um verdadeiro vegetariano. Quero aproveitar para mencionar algo que julgo muito importante. É claro que entendemos que a reforma de saúde é progressiva. Porém, tenho percebido muita confusão a esse respeito. Quando nos firmamos no desejo de começar a reforma de saúde devemos estabelecer alguns critérios de prioridade. Não adianta querer começar lá pelo final. Consideramos aqui alguns desses critérios, os quais devem ser seguidos numa certa ordem, respeitadas as individualidades e as condições de cada pessoa. Por exemplo, para uma reforma de saúde de sucesso devemos começar eliminando aquelas coisas cuja ingestão é claramente declarada como pecado: álcool, fumo, café, chá preto, carne de porco e as demais carnes imundas, citadas em Levíticos 11. Somente depois desse passo firmado é que se deve eliminar todo tipo de carne, os queijos, os laticínios, os ovos, e assim por diante. Não adianta atropelar as coisas querendo já pular lá para frente, enquanto um passo decisivo anterior ainda não foi tomado. É necessário equilíbrio para avançar na reforma sem ter que voltar atrás. PURIFICAÇÃO DO CORPO E DO ESPÍRITO “Ninguém que professe piedade considere com indiferença a saúde do corpo, iludindo-se com o pensamento de que a intemperança não é pecado e não afeta a espiritualidade. Existe íntima correspondência entre a natureza física e a natureza moral.” Review and Herald, 25.01.1881. “O estado da mente tem grandemente que ver com a saúde do corpo, e em especial com a saúde dos órgãos digestivos.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 375. “A transgressão da lei física é transgressão da lei de Deus. Nosso Criador é Jesus Cristo. Ele é o autor de nosso ser. Criou a estrutura humana. É o autor das leis físicas, assim como da lei moral. E o ser humano que se descuida dos hábitos e práticas atinentes a sua saúde e vida física, peca contra Deus. Muitos que professam amar a Jesus Cristo não mostram a devida reverência e respeito por Aquele que deu Sua vida para salvá-los da morte eterna. O Senhor não é reverenciado, nem respeitado, nem reconhecido. Isto é evidente pelo dano causado a seus próprios corpos em violação das leis de seu ser.” Manuscript 49, 1897. “E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito e alma e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” I Tessalonicenses 5:23.
  27. 27. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” “Para que esteja em condições para a transladação, o povo de Deus conhecer-se a si mesmo. Precisa compreender, com respeito a sua estrutura física, que podem com o salmista, exclamar: "De um modo terrível e tão maravilhoso fui formado." Salmos 139:14. Devem eles ter sempre o apetite em sujeição aos órgãos morais e intelectuais. O corpo deve ser servo da mente, e não a mente serva do corpo.” Testemunhos para a Igreja, v. 1, p. 486-487. ****************** “Deus deseja que o Seu povo se purifique de toda impureza da carne e do espírito, aperfeiçoando a santidade no temor do Senhor. Todos os que são indiferentes e se omitem dessa obra, esperando que o Senhor faça por eles o que a eles compete fazer, estarão desprotegidos quando os mansos da Terra, que põem por obra o Seu juízo, forem escondidos no dia da ira do Senhor.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 33. Certa vez meu esposo me contou que uma pessoa, a qual conhecíamos na igreja, disse a ele que estava criando peixe no quintal de casa, num pequeno açude. Meu marido replicou dizendo que isso não estava de acordo com os conselhos de Deus. Ela, então, mencionou que não havia motivo para preocupação, porque quando Jesus voltar Ele vai transformar a todos. Tomara que não seja esse o nosso pensamento, sendo enganados, acreditando que Jesus vai transformar pecadores em imortais. Estamos mais que no tempo de proceder à purificação da carne (corpo) e do espírito. E essa purificação sempre começa com a reforma de saúde. Primeiro vem a santificação do corpo e depois, como consequência, a purificação do espírito. A purificação do espírito não é possível sem a purificação do corpo. “Foi-me mostrado que, se o povo de Deus não fizer esforços, de sua parte, mas esperar apenas que sobre eles venha o refrigério, para deles remover os defeitos e corrigir os erros; se nisso confiarem para serem purificados da imundícia da carne e do espírito, e preparados para tomar parte no alto clamor do terceiro anjo, serão achados em falta. O refrigério ou poder de Deus só atingirá os que se houverem para ele preparado, fazendo o trabalho que Deus ordena, isto é, purificando-se de toda a impureza da carne e do espírito, aperfeiçoando-se em santidade, no temor de Deus.” Testemunhos para a Igreja, v. 1, p. 619. “Quem num caso vira as costas à luz endurece o coração para desconsiderar a luz em outros casos. Quem viola obrigações morais em questões de alimentação e vestuário, prepara o caminho para a violação das exigências de Deus com respeito a interesses eternos...” Conselhos sobre o Regime Alimentar, pp. 71-72. “O povo de Deus deve colocar-se onde cresça na graça, sendo santificado no corpo, na alma e no espírito, pela verdade. Quando romperem com toda prejudicial tolerância em matéria de saúde, terão mais clara percepção do que significa verdadeira piedade. Maravilhosa mudança será vista na experiência religiosa.” Review and Herald, 27/05/1902.
  28. 28. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” Aconselhando um irmão que não dava o devido valor à reforma de saúde, a irmã White disse: “Tendes tropeçado ante a reforma de saúde. Ela vos parece um apêndice desnecessário à verdade. Não é assim; ela é parte da verdade. Aqui está diante de vós uma obra que se tornará mais achegada e será mais difícil que qualquer outra coisa que vos tenha sido imposta. Enquanto hesitais e dais as costas, deixando de vos apegar às bênçãos que é vosso privilégio receber, sofreis perda. Estais tropeçando na própria bênção que o Céu tem posto em vosso caminho para tornar menos difícil o vosso progresso. Satanás vos apresenta isto sob a luz mais objetável, a fim de que combatais aquilo que se vos provaria o maior benefício e que seria para a vossa saúde física e espiritual”. Testemunhos para a Igreja, v. 1, p. 546. Compreender que a reforma de saúde é parte integrante da verdade presente e que a mensagem do terceiro anjo envolve a reforma de saúde tanto quanto as demais verdades da Palavra de Deus, é passo fundamental para a preparação para a crise final. “Tudo que nos diminui a força física, enfraquece a mente e a torna menos capaz de discernir entre o bem e o mal. Ficamos menos aptos para escolher o bem, e temos menos força de vontade para fazer aquilo que sabemos ser justo.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 48-49. “A força dominante do apetite demonstrar-se-á a ruína de milhares quando, se houvessem triunfado nesse ponto, teriam tido força moral para ganhar a vitória sobre qualquer outra tentação de Satanás. Os que são escravos do apetite, no entanto, deixarão de aperfeiçoar o caráter cristão. A incessante transgressão do homem através de seis mil anos tem trazido em resultado doença, dor e morte. E, à medida que nos aproximamos do fim do tempo, a tentação do inimigo para ceder ao apetite será mais poderosa e difícil de vencer.” Testemunhos para a Igreja, v. 3, pp. 491-492. “Se o homem abraçar a luz que em misericórdia Deus lhe dá com respeito à reforma de saúde, ele pode ser santificado pela verdade, e habilitado para a imortalidade. Mas se despreza essa luz e vive em violação à lei natural, terá de pagar a penalidade.” Testemunhos para a Igreja, v. 3, pp. 161-62. “A perfeição do caráter de Cristo torna possível para nós a obtenção da perfeição.” Manuscript 73, 1901
  29. 29. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” POR QUE NECESSITAMOS DE UMA MENTE LIMPA? “A fim de prestar a Deus perfeito serviço, precisais ter clara concepção de Seus reclamos. Deveis usar os alimentos mais simples, preparados da mais simples maneira, para que os delicados nervos do cérebro não sejam debilitados, entorpecidos, ou paralisados, tornando-se-vos impossível discernir as coisas sagradas, e avaliar a expiação, o sangue purificador de Cristo, como acima de qualquer preço.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 83. O padrão da virtude, ou a concepção de excelência moral, podem ser elevados ou degradados pelos hábitos físicos praticados. As concessões dadas ao apetite pervertido fortalecem as propensões animais, concedendo a elas uma ascendência sobre os poderes morais e espirituais. Em outras palavras, o apetite subjugado pela indulgência arruinará a espiritualidade. A fim de obter discernimento espiritual, toda a clareza de mente é necessária para socorrer o pecador. A mente clara somente é proporcionada com a reforma dos hábitos alimentares. O usuário de comidas não saudáveis perde o discernimento daquilo que ele mais necessita, fazendo-o pensar que está no caminho certo, quando está, de fato, seguindo o caminho contrário. “Não podem apreciar o valor das coisas espirituais. Suas sensibilidades são embotadas, e o pecado não se lhes afigura muito maligno, e não consideram a verdade de maior valor do que tesouros terrestres.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 425. Esse é o maior risco que corre aquele que condescende com o apetite. Como João Batista, possamos nós desconfiar sempre de nós mesmos. Somente com uma mente limpa, lúcida, sem interferências de produtos que a enfraqueçam, pode-se ter uma plena comunicação com Deus e assim, receber o Seu espírito e obter o pleno discernimento para identificar o santo e o profano, o bem e o mal. Nestes últimos dias precisamos de toda a ajuda para ter clareza de mente, pois os enganos satânicos estão por toda parte. E a reforma de saúde é a mais poderosa ajuda para esse fim, que Deus em Sua misericórdia nos concedeu. “É impossível, para os que dão rédea solta ao apetite, alcançar a perfeição cristã.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 236. “Indulgências pecaminosas corrompem o corpo e incapacitam os homens para o culto espiritual. Aquele que aprecia a luz que Deus lhe tem dado sobre a reforma de saúde conta com um importante auxílio no trabalho de tornar-se santificado pela verdade e apto para a imortalidade.” Christian Temperance and Bible Hygiene, p. 10
  30. 30. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” Resta-nos agora a pergunta: O que são indulgências pecaminosas? As repostas estão nos textos acima, os quais nos indicam ser tudo aquilo que está em desacordo com a reforma de saúde enviada por Deus através de Sua serva. No contexto, indulgências pecaminosas são hábitos errados no comer, beber, vestir ou no descumprimento dos remédios naturais que acarretam enfraquecimento das faculdades físicas e mentais. A natureza humana, naturalmente, pende para o que é “gostoso” ao paladar. Mas nem sempre o que é “gostoso” é o que nos confere saúde e honra a Deus. LIGAÇÃO DO CORPO COM A MENTE Tudo o que afeta o corpo afeta a mente. E vice-versa. “A condição do corpo afeta a condição da alma.” This Day With God, p. 185. “Muito íntima é a relação que existe entre a mente e o corpo. Quando um é afetado, o outro se ressente. O estado da mente atua muito mais na saúde do que muitos julgam. Muitas das doenças sofridas pelos homens são resultado de depressão mental. Desgosto, ansiedade, descontentamento, remorso, culpa, desconfiança, todos tendem a consumir as forças vitais, e a convidar a decadência e a morte." A Ciência do Bom Viver, p. 241.
  31. 31. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” Não podemos zombar de Deus: O que o homem planta, isso ele colherá. Precisamos aprender a pensar da causa para o efeito. A geração atual possui a mente obscurecida por comidas, bebidas e drogas e perdeu o discernimento espiritual. O resultado é visto nas famílias que se desfazem, nas prisões abarrotadas, guerras, lutas, crimes, prostituição, valores da sociedade sendo invertidos, etc. Segundo o Pr. Doug Batchelor, evangelista muito conhecido nos Estados Unidos, a grande maioria dos cristãos hoje demonstra pensar que sua espiritualidade não tem nada a ver com o que eles fazem com o seu corpo. Isto é uma mentira satânica, a doutrina dos nicolaítas, mencionada em Apocalipse 2:15. A palavra “nicolaítas”, em grego, é composta de duas palavras: “Nikao”- que significa ‘vencedor’ ou ‘conquistar/conquistador’ e “Laos” - que significa ‘povo comum’ ou ‘laicato’ (leigo). Então, nicolaítas que dizer aquele que quer conquistar o povo comum, ou o que é vitorioso sobre os leigos. Os nicolaítas originais eram gnósticos e referem-se a um grupo de pessoas que se estimam superiores aos cristãos comuns e que são mais entendidos, ou aqueles que querem se posicionar acima dos outros. A doutrina dos nicolaítas pressupõe que uma classe superior tem a liberdade de fazer o que acha certo, menosprezando os que eles julgam inferiores. Jesus disse sobre eles: “Assim tens também os que seguem a doutrina dos nicolaítas, o que eu aborreço.” Apoc. 2:15. E logo em seguida, Ele também diz: “Arrepende-te”. Podemos ver que essa “doutrina” nada mais é do que a “doutrina” de Laodiceia – a rejeição dos conselhos de Jesus, por acreditar que seus caminhos são certos.
  32. 32. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” CAPÍTULO 5 O LOBO FRONTAL E A ESPIRITUALIDADE LOBO FRONTAL O lobo frontal é a parte do cérebro que se situa atrás da fronte (testa). Normalmente se denomina “lobo frontal” tanto para o lado direito como para o lado esquerdo desse lobo. Comparativamente com o peso do corpo, o lobo frontal humano é o maior dentre os animais, ocupando 33% a 38% do seu tamanho. Alguns cientistas designam o lobo frontal como a “coroa” do cérebro. O lobo frontal é o campo cerebral responsável pela espiritualidade, moralidade, vontade. É o controle central de todo o ser humano. Considerando o importante papel do lobo frontal, o qual confere ao ser sua individualidade, nosso magnífico Senhor Jesus promete aos Seus servos: “E verão o Seu rosto, e nas suas testas estará o Seu nome.” Apocalipse 22:4. A Bíblia atesta a importância do lobo frontal ao afirmar que ele é o local onde será colocado o nome de nosso Senhor naqueles que serão resgatados. Não seria isso um grande motivo para nos fazer tremer a respeito das leis de saúde? Veremos mais adiante que o lobo frontal é diretamente atingido pelo tipo de alimentação que temos. Justamente pela importância da preservação do lobo frontal na preparação espiritual, os ataques do inimigo são grandemente direcionados para os fatores que afetam esse centro de controle. É através do corpo que o inimigo obtém entrada na alma. É por meio do corpo que ele consegue controlar muitas pessoas. Entendemos, assim, porque ele se empenha com tamanho zelo para levar os crentes a protelarem e rejeitarem a prática da reforma de saúde. Ele sabe que o progresso na vida espiritual somente se dá como uma consequência da mudança dos maus hábitos no estilo de vida. O apóstolo Paulo nos adverte sobre os ataques do inimigo: “Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do inimigo.” Efésios 6:16. O controle das faculdades físicas é a base para a preservação das faculdades mentais e espirituais. Se o corpo estiver vulnerável e enfraquecido, a mente e o espírito também estarão vulneráveis e predispostos aos ataques satânicos. VITÓRIA O corpo sob o controle da mente As paixões controladas pela vontade A vontade e a mente controladas pelo poder de Deus
  33. 33. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” Somente com a mente pura, sob o domínio de Deus, estaremos habilitados para receber o Espírito Santo. Daí a necessidade de “operar a vossa salvação com temor e tremor” (Filipenses 2:12), seguindo toda a luz que recebermos para o aperfeiçoamento do comportamento espiritual e do físico. “Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.” Hebreus 12:14. “Porque esta é vontade de Deus, a vossa santificação...” I Tessalonicenses 4:3 A verdadeira santificação é uma doutrina bíblica. Jesus disse a Seus discípulos: “Santifica-os na verdade; a Tua Palavra é a verdade.” João 17:17. E Paulo ensina que os crentes devem ser “santificados pelo Espírito Santo.” Romanos 15:16 (segundo a versão King James). Jesus disse que o trabalho do Espírito Santo seria “guiar em toda a verdade”, e o salmista diz “A tua Palavra é a verdade”, e mais “A Tua lei é a Verdade.” Salmos 119:160 e 119:142. Sendo que a lei de Deus é “santa, justa e boa” (uma reprodução da perfeição divina), concluímos que um caráter formado pela plena obediência a essa lei será santo. PRÉ-REQUISITO PARA RECEBER A CHUVA SERÔDIA: MENTE LIMPA CAPAZ DE DISCERNIR A VERDADE
  34. 34. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” LOBO FRONTAL E APETITE O controle do apetite é algo que se tornou um grande problema na sociedade atual. Multidões são escravas do apetite. Jesus falou que nos últimos dias os homens seriam como nos dias de Noé: “Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca.” Mateus 24:38. Assim, perguntamo-nos: Como esses fatores de estilo de vida podem danificar essa parte crítica do cérebro e afetar, em essência, quem somos? Dr. Neil Nedley, famoso médico adventista americano, em seu livro Proof Positive, na página 259, explica que nossas práticas diárias podem, de fato, afetar nosso temperamento, emoções e comportamento, sendo que, o lobo frontal pode ser aprimorado ou comprometido por nossas escolhas rotineiras. Segundo Dr. Neil Nedley, não importa quão esfomeado você esteja ou quão forte é o seu desejo por algo que pode ser prejudicial, você pode suprimir esse desejo se o seu lobo frontal estiver operando de maneira ideal. Aqueles que não possuem um lobo frontal funcionando normalmente encontram grande dificuldade em vencer esses desejos. Algumas pessoas que estão acima do peso, mesmo sabendo que estão comendo muito, continuam a fazê-lo porque seus lobos frontais não possuem a habilidade de dizer “não”. A seguir passamos a relatar algumas citações do Dr. Nedley que consideramos essenciais para entender como nossas escolhas podem afetar o lobo frontal. Acreditamos que os textos falam por si mesmos, sem a necessidade de comentários adicionais. As citações a seguir estão contidas no livro Proof Positive, na página 264. “O mais alto centro de controle do apetite é o lobo frontal do cérebro.” “Um lobo frontal prejudicado resulta num caráter prejudicado.” “Contudo, hoje, a mais comum das causas de um lobo frontal prejudicado não são as cirurgias, acidentes de trabalho ou outros traumas. A principal causa de danificação do lobo frontal são hábitos impróprios de estilo de vida.” “Muitos dos nossos hábitos acariciados dão-nos gratificação imediata, mas silenciosamente nos roubam o que é de um “Ao entender os fatores que afetam nosso lobo frontal, podemos melhorar nossa performance no trabalho ou na escola, desenvolver melhores habilidades sociais, ser pais, vizinhos ou esposos mais responsáveis.” Dr. Neil Nedley, Proof Positive, p. 259
  35. 35. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” valor inestimável – aquilo que nós realmente somos.” “Sem que saibamos, nossos hábitos diários estão danificando o desempenho de nossos lobos frontais tanto para o presente como para o futuro.” “Na minha opinião, os efeitos do estilo de vida e da nutrição sobre o nosso lobo frontal é, no final das contas, mais importante do que os seus efeitos nas doenças do coração, câncer, osteoporose, falência urinaria, e em todas as outras doenças degenerativas combinadas.” “Há diabéticos que por anos não tiveram força de vontade para se exercitar, se alimentar corretamente, ou vigiar sua taxa de açúcar. Agora eles estão no estágio final com doenças do coração e dos rins. Há os fumantes que não tomaram a resolução de parar de fumar. Agora eles estão morrendo de câncer. Há outros indivíduos que não tiveram a força de vontade para fazer mudanças necessárias em seu estilo de vida por causa de seus problemas de pressão alta. Agora eles jazem paralisados como resultado de derrames cerebrais que os tornaram incapazes.” QUAIS SÃO AS DROGAS QUE DANIFICAM NOSSO LOBO FRONTAL?  Todas as drogas ilícitas, certos medicamentos e algumas drogas consideradas lícitas como álcool, nicotina e cafeína (incluindo a teofilina do chá e a teobromina do chocolate) certamente comprometem o sistema nervoso e o lobo frontal. Queremos aqui tratar mais especificamente da cafeína por ser uma droga amplamente consumida no mundo inteiro. CAFEÍNA Você conhece alguém que não toma nem uma xícara de café por dia? Em nossa sociedade é tão “normal” consumir essas drogas lícitas, que alguém que não as consome é visto como uma pessoa esquisita. Em todo lugar há sempre alguém nos oferecendo um cafezinho. A cafeína é considerada um composto químico, classificada como alcaloide - uma substância mormente extraída das plantas e pertencente ao grupo das xantinas. A cafeína atua no sistema nervoso central e também causa o aumento da produção de suco gástrico, o que é grave para pessoas com úlcera digestiva. Provoca um suposto estado de alerta, uma vez que bloqueia a recepção da adenosina. Muitas pessoas são dependentes de cafeína e não sabem. Na verdade, parece que as pessoas perderam a noção de como seu corpo funciona sem cafeína, pois estão sempre estimuladas e creem que essa é a situação normal de seu organismo. No entanto elas vivem numa condição de “drogadas sociais”, ou seja, convivem com um corpo em situação alterada, diferente da condição plenamente normal. É, de fato, muito difícil encontrar
  36. 36. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” alguém que possua um corpo totalmente “zona-livre-de-cafeína”. Para ter um corpo “zona-livre-de-cafeína” é necessário evitar completamente qualquer uma das substâncias abaixo: A cafeína pode produzir... A cafeína causa elevação na pressão arterial porque exerce ação vasoconstritora; e tudo que comprime os vasos sanguíneos tende a causar pressão alta. O aumento da excreção excessiva de ácidos no estômago, provocado pela ingestão de cafeína, pode agravar casos de úlceras. Ela também possui uma ação acidificante, a qual o corpo tenta neutralizar, extraindo cálcio (substância alcalina) dos ossos, podendo provocar ou agravar a osteoporose. → Café, chá preto, chá verde, chá vermelho, chá branco → Erva-mate (chimarrão) → Coca-cola, pepsi-cola, guaraná e outros refrigerantes com cafeína → Bebidas energizantes, como Red Bull → Chocolate → Analgésicos e inibidores de apetite  Elevação da taxa de açúcar no sangue  Aumento da pressão arterial (provoca contração dos vasos sanguíneos) ● Aumento da taxa de triglicerídeos ● Intensificação dos sintomas da TPM (Tensão Pré-Menstrual) ● Tremores, irritabilidade e nervosismo ● Agravamento da ansiedade e ataques de pânico ● Aumento das secreções e ácidos do estômago ● Perda de cálcio e magnésio pela urina ● Insônia ● Arritmia cardíaca ● Aumenta a estimulação do sistema nervoso central (desconsidera a necessidade de descanso)
  37. 37. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” Cafeína prejudica a saúde? A Associação Americana de Psiquiatria no seu Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais-DSM, incluiu os “transtornos pelo uso da cafeína como uma desordem mental passível de cuidados médicos.” O Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders – DSM) é um manual para profissionais da área da saúde mental que lista diferentes categorias de transtornos mentais e critérios para diagnosticá-los, de acordo com a Associação Americana de Psiquiatria (American Psychiatric Association - APA). É usado ao redor do mundo por clínicos e pesquisadores bem como por companhias de seguro, indústria farmacêutica e parlamentos políticos.” Fonte: Wikipedia. Na literatura médica podemos encontrar referências sobre os efeitos que as drogas exercem sobre o sistema nervoso, sendo que a área mais comumente afetada é o lobo frontal. “Os sintomas mais óbvios do uso da cafeína são de um sistema nervoso superestimulado, com tremores, nervosismo, ansiedade e distúrbios do sono. Com o tempo, esses sintomas dão lugar à fadiga crônica, falta de energia, e persistente insônia.” Health Power, p. 77. Cafeína e Espiritualidade A cafeína “rouba” uma energia que está armazenada para uma situação futura para fazer uso dela numa situação presente. Além dos problemas físicos causados pela cafeína, podemos constatar uma implicação ainda mais perigosa, que pode envolver nossa salvação. “Tomar chá e café é pecado, condescendência prejudicial, que, como outros males, causa dano à alma. Esses diletos ídolos criam estímulos, ação mórbida do sistema nervoso; e, cessada a influência imediata dos estimulantes, há uma depressão abaixo do normal na mesma proporção que suas propriedades estimulantes elevaram acima do normal.” Conselhos sobre o Regime Alimentar, p. 425 (Carta 44, 1896). Nesses termos, raciocinando da causa para o efeito podemos nos perguntar: Por que tomar café é pecado, e qual a substância encontrada nele (café) que leva a uma “ação mórbida do sistema nervoso”? Resposta: A própria cafeína. Essa é a substância que afeta o Sistema Nervoso Central. Encontramos na internet informações sobre seu papel dentro do SNC. “Muitas das ações que a cafeína exerce têm mecanismos semelhantes às das anfetaminas, cocaína e heroína, no entanto os seus efeitos são bem mais leves. O efeito mais conhecido da cafeína é a sua ação como estimulante do Sistema Nervoso Central, tendo capacidade de chegar à corrente sanguínea e, deste modo, atingir o córtex cerebral exercendo aí os seus efeitos.” http://www.ff.up.pt/toxicologia/monografias/ano0 405/Cafeina/p61.htm “A cafeína é um composto químico classificado como alcaloide... Dentre o grupo das xantinas (que incluem a teofilina e a teobromina), a cafeína é a que mais atua sobre o sistema nervoso central.” www.todabiologia.com/saude/cafeina.htm
  38. 38. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” Encontramos a resposta para essa pergunta na inspiração abaixo: “O que quer que perturbe a circulação das correntes elétricas do sistema nervoso, diminui a força dos poderes vitais, e o resultado é o amortecimento das sensibilidades mentais.” Mente, Caráter e Personalidade, v. 1, p. 230. Uma vez que nosso corpo é o templo do Espírito Santo, nosso sistema nervoso precisa estar livre de interferências prejudiciais para poder atuar da maneira designada pelo Criador a fim de termos comunhão com Ele. LOBO FRONTAL E AÇÚCAR O Dr. Neil Nedley, no seu livro Proof Positive, relata que estudos reveladores foram feitos com meninos em idade escolar. Os que consumiam pouco açúcar apresentavam maior capacidade de atenção e de responder corretamente do que seus colegas que possuíam alto consumo de açúcar. Os garotos da dieta baixa em açúcar, quando testados, apresentavam um desempenho equivalente a um ano acima da série a que eles estavam cursando. Segundo o médico, esse provocativo estudo sugere que uma melhor dieta pode ajudar a transformar um estudante de nível B em nível A. No entanto, nos deparamos com um suposto paradoxo: E o que afeta o afeta a espiritualidade? ... → Açúcar = carboidrato →Carboidrato = combustível preferido do lobo frontal → Como então uma dieta alta em açúcar pode prejudicar a função cerebral?
  39. 39. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” Baseados nas explicações do Dr. Nedley, vamos tentar explicar o que acontece com o cérebro nessa situação. Nosso corpo foi criado para comer frutas e cereais em estado natural, integral, sem processos de refinamento. Esses alimentos naturais ajudam a manter o açúcar do sangue num nível constante e equilibrado. No entanto, quando comidas constituídas de açúcar refinado entram no nosso sistema digestivo, a taxa de açúcar aumenta drasticamente. A resposta natural do organismo é enviar mensagens ao pâncreas para que produza uma grande quantidade de insulina. Diferente da digestão dos alimentes naturais, as comidas ricas em açúcar refinado tendem a ser absorvidas rapidamente, provocando uma também rápida elevação na taxa de açúcar no sangue, o que desencadeia a produção de insulina. Essa situação, no entanto, é de pouca duração; quando a insulina está presente e mais nenhum açúcar entrando pelo sistema digestivo, o nível do açúcar no sangue pode sofrer uma queda repentina. Não é incomum que o nível de açúcar sanguíneo caia bem abaixo do que ele estava antes do consumo de açúcar. Se o nível de açúcar no sangue cai muito, as funções do lobo frontal podem ficar comprometidas devido ao inadequado suprimento de combustível para o cérebro. A resposta mais comum à hipoglicemia (queda da taxa de açúcar no sangue) é comer outra guloseima. Mesmo que isso faça novamente subir a taxa de açúcar rapidamente, segundo Dr. Nedley, pesquisas demonstram que o cérebro leva de 45 a 75 minutos para retomar suas funções intelectuais normais após a taxa de açúcar voltar ao normal. Dos dados acima podemos depreender que o caminho mais sábio a fim de termos nossa eficiência mental funcionando ao máximo é fazermos escolhas corretas no nosso dia-a-dia, principalmente eliminando todo tipo de açúcar refinado da dieta. Cada dia deve ser iniciado com um desjejum (café da manhã) baseado em alimentos de alto valor nutricional, como por exemplo, frutas, grãos integrais e nozes. O açúcar natural dos alimentos sem refinamento, como foi idealizado por Deus, é o combustível ideal para o cérebro, mas não o açúcar branco, industrializado pelo homem. “Um suprimento liberal de frutas, vegetais e grãos provê a melhor nutrição para o lobo frontal.” Proof Positive, p. 274. “Grãos, frutas, nozes, e vegetais constituem a dieta escolhida para nós por nosso Criador.” A Ciência do Bom Viver, p. 296. O uso de medicamentos químicos é amplamente descrito por Ellen White como uma prática não aprovada por Deus. Veja os medicamentos que estão relacionados com o comprometimento de nosso lobo frontal.
  40. 40. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” ● Remédios para asma e pressão alta ● Tranquilizantes e antidepressivos ● Remédios antiúlcera e anti- inflamatórios ● Analgésicos Especialmente deve-se ter cuidado com os analgésicos que possuem paracetamol na fórmula. Pesquisas dizem que esse componente somente é tóxico numa dosagem elevada, mas para nós que buscamos a santificação qualquer dose pode ser comprometedora. Sabe-se que o paracetamol (componente do Tylenol) pode danificar o fígado. Os riscos se acentuam quando a fórmula contém também cafeína, como é o caso dos remédios para dor de cabeça. ● Anti-histamínicos ● Descongestionantes (especialmente para crianças) EFEITOS DE UM LOBO FRONTAL COMPROMISSADO ● Dano quanto aos princípios morais ● Dano social (perda de amor pela família) ● Falta de precaução ● Incapacidade de raciocínio abstrato ● Incapacidade de interpretar provérbios (interpretações lógicas) ● Diminuição da capacidade de entendimento matemático ● Perda de simpatia ● Falta de repressão (orgulho, hostilidade, agressividade) Ao observar esses efeitos e relacioná- los com o mundo de hoje, podemos comprovar o grande estrago que a forma de comer e beber tem provocado nesta geração. A falta de amor, especialmente dentro das famílias; o comportamento deplorável nas escolas e nas relações sociais; a falta de cortesia e educação nas ruas, no trânsito, nas estradas e ambientes públicos; a violência, hostilidade, e criminalidade em nossas cidades - tudo nos indica que a estratégia do demônio é utilizar os alimentos e bebidas para danificar o centro de comando do cérebro e manter o ser humano sob seu controle. Quantos pais e mães precisariam saber como evitar que seus filhos sejam impossibilitados para as coisas espirituais por causa daquilo que lhes é oferecido nas mesas de suas casas, ou lhes é permitido adquirirem... Uma geração escrava da mesa, escrava do estômago, e presa do inimigo! Essa onda de crianças e jovens desobedientes, irritadiços, birrentos, desordeiros, irresponsáveis que se vê tão frequentemente, nada mais é do que o fruto dos hábitos desenvolvidos durante a infância e adolescência, muitas vezes endossados pelos próprios pais. As comidas e bebidas que são livremente fornecidas às crianças podem provocar esses males. Um exemplo disso é o corante amarelo crepúsculo, encontrado nos salgadinhos, refrigerantes, gelatinas, yogurtes,
  41. 41. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” etc., que pode provocar hiperatividade. Nunca se viu tanta criança hiperativa como nos dias de hoje. E não é de se admirar que esses casos sigam aumentando à medida que a indústria alimentícia siga com suas impiedades. Vemos mais uma vez que o melhor é evitar os produtos industrializados e comer e beber da forma mais natural possível. O Senhor, em Sua misericórdia, designou a obra médico-missionária para ajudar restaurar o homem à Sua imagem e semelhança e libertá-lo desses perigos, como passo preparatório para a vida eterna. “Há caminho que parece direito ao homem, mas o seu fim são os caminhos da morte.” Provérbios 16:25. “Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas, e que tenhas saúde, assim como bem vai à tua alma.” III João 2. OBEDIÊNCIA À LEI DE DEUS REQUER OBEDIÊNCIA ÀS LEIS DE SAÚDE “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.” Hebreus 12:14. A santificação recomendada pelo apóstolo Paulo para podermos ver a Deus envolve não só o aspecto espiritual do ser humano, mas também seu aspecto físico. “A santificação exposta nas Sagradas Escrituras abrange todo o ser: espírito, corpo e alma. Paulo suplicava pelos tessalonicenses que todo o vosso espírito, alma e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda do nosso Senhor Jesus Cristo.” I Ts 5:23. A Grande Controvérsia, p. 472. Em carta aos Tessalonicenses, Paulo reforça a ideia de que a santificação envolve também o nosso corpo físico: “E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito e alma e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” I Tessalonicenses 5:23. Um corpo santificado requer a abstenção do uso de comidas e bebidas que o próprio Senhor, através de Sua mensageira, condenou. “Não podemos ser cristãos enquanto vivermos para agradar a nós mesmos.” This Day With God. p. 155. E assim nos foi dito: “Perfeito serás, como o Senhor teu Deus.” Deuteronômio 18:13. “Nada menos que perfeita obediência pode satisfazer o padrão dos requerimentos de Deus.” A Ciência do Bom Viver, p. 116. O padrão de Deus é tão alto que somente a perfeição é satisfatória para Ele. Tornamo-nos perfeitos em nossa esfera humana (limitada por nossas imperfeições) quando colocamos em prática toda a luz que possuímos ou que tivemos oportunidade de obter. Mesmo a luz negligenciada pela recusa em procurar conhecimento nos será cobrada como sendo nossa responsabilidade em cumpri-la. Devemos ter sempre em mente que não podemos comparar o padrão exigido por Deus com nossos medíocres e ordinários padrões de santidade. Com esse enfoque podemos compreender o motivo pelo qual nos foi dito que a condescendência com o apetite
  42. 42. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” é encarada por Deus como transgressão dos dez mandamentos, pois descuidar do corpo ou ceder às indulgências para com o apetite é enquadrado como violação do sexto mandamento, “Não matarás”. Uma palavra ofensiva, um gesto pecaminoso, uma comida prejudicial – tudo entra na categoria do sexto mandamento, porque somos uma entidade única, um corpo inteiro formado pelo físico e espírito, o qual foi comprado pelo preço do sangue de Jesus. Portanto, nossa responsabilidade diante desse preço imensurável, impagável, é somente a perfeição. Não devemos nos angustiar pelo pensamento de que nunca atingiremos a perfeição. Sim, podemos atingi-la pela fé no sangue de Jesus que nos dá poder para vencer. E podemos descansar na certeza de que, com a graça de Deus que nos dá poder para praticar toda a luz que temos, poderemos ser considerados perfeitos diante de Deus. Não guardaremos as leis para ser salvos por causa dela (o que seria legalismo), mas porque o amor de Jesus implantado em nosso coração nos constrange a obedecer e prestar o melhor serviço possível a Ele. No tempo do antigo Israel, as ofertas trazidas para o sacrifício eram detalhadamente examinadas. Qualquer defeito no animal apresentado o tornava impróprio para o sacrifico, porque Deus ordenara que toda a oferta fosse “sem mancha”. Como cristãos somos requeridos a apresentar nossos corpos como “sacrifício vivo, santo e agradável a Deus.” Romanos 12:1. Assim, todas as faculdades devem ser conservadas na melhor condição possível, pois qualquer hábito que contribua para debilitar a força física e mental, torna o ser humano incapacitado para o serviço do seu Criador. Deus requer de nós o melhor que podemos Lhe oferecer. Cristo disse: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração.” Lucas 10:27. “Os que amam a Deus de todo o coração, desejam prestar-Lhe o melhor serviço de sua vida, e procurarão sempre pôr todas as faculdades do seu ser em harmonia com as leis que aumentarão a sua aptidão para cumprir a Sua vontade. Não debilitarão nem mancharão a oferta que apresentam ao Pai celestial, entregando-se aos seus apetites e paixões.” A Grande Controvérsia, 473. Veja com que clareza o apóstolo Paulo fala da santificação do corpo, em I Coríntios 3:16-17: “Não sabeis vós que sois o templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós? “Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.” Pergunta: Como podemos destruir o templo de Deus, ou seja, nosso corpo, ou nós mesmos? SANTIFICAÇÃO DO HOMEM = Santificação do CORPO, MENTE, ESPIRITO
  43. 43. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” Resposta: Destruindo nossa saúde ou nossa mente. Como vimos, o que afeta um afeta o outro. Um bom observador pode verificar que o corpo humano é muito forte. Conhecemos pessoas que abusam de sua saúde e ainda assim vivem muitos anos. Dizemos para as pessoas durante os nossos cursos e palestras que isso se deve à misericórdia de Deus. Ele é tão bom que, apesar do abuso que alguns fazem das aptidões que lhes foram confiadas, são deixados a viver por longos anos. É claro que muitas dessas pessoas vivem muitos anos, porém com saúde precária, outros nem tanto. Isso leva alguns a dizerem “meu avô comia isso e aquilo e morreu com tantos anos...”. Devemos lembrar que no tempo de nossos avós, a vida era diferente. Hoje temos muita poluição, a água das cidades é de péssima condição, os químicos nos alimentos são muitos, os pesticidas nas lavouras são infindáveis, as “comida lixo” ou “junk food” estão por toda a parte. Além disso, o ritmo da vida moderna leva as pessoas a uma péssima qualidade de vida, nas cidades apinhadas de gente, com estresse, depressão e alimentação inadequada. Isso tudo conduz ao agravamento das condições de saúde da população. Outro ponto a considerar é que em nossos dias, com o avanço das novas técnicas da medicina, as pessoas vivem mais tempo. De fato a expectativa de vida aumentou. **************** Segundo o IBGE, em 2010 a expectativa de vida dos brasileiros chegava a 73,5 anos. Mas será que essa capacidade de viver mais vem acompanhada de uma melhor qualidade de vida, com mais saúde? A resposta está naquilo que vemos em nossa sociedade. O envelhecimento da população apenas prolonga a vida dos idosos doentes. Raramente se vê um idoso com mais de 75-80 saudável. Muitos sofrem de doenças crônicas e são condicionados aos cuidados de profissionais de saúde, em casa ou nos home cares, ou são dependentes das drogas, remédios que tiram a dor e mascaram os sintomas, e que também retiram do ser humano a qualidade da vida em abundância. Nossos avós viviam melhor; hoje vive-se mais e pior. Mas sempre a misericórdia de Deus está presente, chamando-nos ao arrependimento e à santificação. “Obediência à lei de Deus é santificação.” This Day With God, p. 148.
  44. 44. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA”
  45. 45. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” CAPÍTULO 6 DOENÇA E ESPIRITUALIADE Nosso corpo busca a harmonia, o equilíbrio de suas funções, o que é chamado na medicina de homeostasia. Qualquer coisa que interfira nessa harmonia causa uma disfunção, ocasionando aquilo que chamamos de doença. Temos, portanto, que a doença é uma interferência no equilíbrio natural do organismo. Por certo que esse desequilíbrio provoca dor, desconforto, sintomas no corpo, afetando também a mente, pois como vimos, o que afeta o corpo afeta também a mente, e vice-versa. O que é doença? “Toda doença é o resultado da nutrição celular e/ou eliminação imprópria da célula.” Understanding the Body Organs and The Eight Laws of Health, 89. “A doença é um esforço da natureza para libertar o organismo de condições resultantes da violação das leis da saúde.” A Ciência do Bom Viver, p. 127. Mas será que a doença afeta a espiritualidade? “A doença nunca vem sem causa. O caminho é preparado, e a doença convidada, pela desconsideração para com as leis da saúde.” A Ciência do Bom Viver, p. 234. *** “O ensino bíblico não exercerá senão uma tênue impressão sobre aqueles cujas faculdades estão entorpecidas pela condescendência com o apetite. Milhares sacrificarão não somente a saúde e a vida, mas sua esperança de um Céu, de preferência a moverem guerra contra seu próprio apetite depravado. Uma senhora, que por muitos anos pretendia estar santificada, fez a declaração de que, se devesse escolher entre seu cachimbo e o Céu, ela diria: "Adeus, Céu; não posso vencer meu apego por meu cachimbo." Esse ídolo fora abrigado na alma, reservando-se a Jesus um lugar secundário. Não obstante, aquela mulher pretendia ser inteiramente do Senhor!” Conselhos sobre Saúde, p. 68.
  46. 46. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” “Existe uma estreita afinidade entre a natureza física e a moral. O padrão de virtude é elevado ou rebaixado por meio dos hábitos físicos. O excesso na ingestão do melhor alimento produzirá um estado mórbido dos sentimentos morais. E, se o alimento não for o mais saudável, os efeitos serão ainda mais danosos. Qualquer hábito que não promova o perfeito funcionamento saudável do organismo humano degrada as mais elevadas faculdades. Os maus hábitos no comer e beber conduzem a erros no pensamento e ação. A condescendência com o apetite fortalece as tendências animais, dando-lhes ascendência sobre as faculdades mental e espiritual.” Conselhos sobre Saúde, p. 67. DOENÇAS DO “EGITO” MODERNO “Se ouvirdes atento a voz do Senhor teu Deus, e obrares o que é reto diante dos Seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos Seus mandamentos, e guardares todos os Seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito: porque eu sou o Senhor que te sara.” Êxodo 15:26 Esse é o texto bíblico que nos inspira no título deste livro. Aqui o Senhor nos deixa claro que a ausência das doenças do Egito é resultado da estrita obediência às Suas leis. E quais eram as doenças do Egito, na época em que o povo de Deus recebeu essas instruções? A resposta está em Deuteronômio 28:27, quando o Senhor falava sobre os castigos pela desobediência. “O Senhor te ferirá com as úlceras do Egito, com hemorroidas, e com sarna, e com coceira, de que não possas curar-te. O Senhor te ferirá com loucura, e com cegueira, e com pasmo de coração.” Estamos apresentando esse texto para que o leitor possa comparar essas doenças do Egito antigo com as doenças do “Egito moderno”. Úlceras – Temos hoje o câncer, úlcera estomacal, gastrite, úlceras varicosas. Essas doenças poderiam ser prevenidas com um estilo de vida saudável. Hemorroidas – Continua hoje como decorrência da constipação intestinal, provocada por uma alimentação sem fibras, com produtos industrializados e sem frutas, verduras, nozes, cereais integrais, e falta de água. Sarna e coceira – A sarna hoje está mais relacionada com os cães do que com os homens. No entanto, podemos ver aqui a relação com as doenças de pele modernas: eczemas, acne, dermatites, psoríase, câncer de pele. Essas doenças são consequência de um sangue intoxicado. Loucura – Aqui temos as doenças da mente: manias, esquizofrenia e a depressão, tão comum em nossos dias, muitas vezes geradas em decorrência da falta de conhecimento de Deus.
  47. 47. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” Cegueira – Doenças dos olhos. Muitos diabéticos ficam cegos devido à dificuldade de irrigação dos capilares oculares. A diabetes tipo II decorre do estilo de vida contrário às leis de saúde. Pasmo de coração – As doenças cardíacas hoje lideram as causas de morte em toda a parte. Pressão alta e colesterol elevado são os fatores principais que causam enfartes e derrames cerebrais, provocados pelo estilo de vida contrário às leis de saúde. Esses males são todos passíveis de prevenção com a reforma de saúde. Um grande problema que afeta os doentes é a condescendência consigo mesmos. Temos constatado isso em muitas pessoas que conhecemos. Os doentes tornam-se pessoas egoístas, querendo que todos lhes deem atenção. Veja o texto inspirado a seguir: “Alguns pensam que por possuírem enfermidades físicas são privilegiados para falar palavras rabugentas e agir de maneira desagradável.” This Day With God, p. 177. DOIS TIPOS DE DOENÇAS A Bíblia exemplifica dois tipos de doenças; as doenças que são para honra e glória de Deus e as doenças originadas em pecado. Doenças para honra e glória de Deus: Em João 9:1-7, temos o episódio quando os discípulos perguntam a Jesus sobre a origem da doença de um cego de nascença. Os discípulos acreditavam que aquele rapaz carregava em sua cegueira o castigo pelos seus próprios pecados ou pelos pecados de seus pais. Jesus aproveitou a ocasião para ensinar que aquela doença de nascença não era devida ao pecado do cego nem ao de seus pais; era uma oportunidade para a manifestação da glória de Deus. O Salvador usou aquele evento para resgatar a honra e glória devida ao Pai, que há tanto tempo vinha sendo mal interpretada pelos judeus. O milagre que Jesus, em seguida, realizou na vida daquele rapaz foi algo espetacular, que causou uma grande reação dos líderes da igreja da época. Doenças originadas pelo pecado: Em João 5:1-4, a palavra de Deus mostra a história do homem paralítico, confinado às cercanias do tanque de Betesda, à espera de que alguém viesse ajudá-lo a se arremessar na água quando essa era movimentada, na crença de que isso o curaria de sua doença. Ao falar com esse homem, Jesus nos ensina uma grande lição. “Não peques mais para que te não suceda alguma coisa pior” (João 5:14), foi a mensagem de Cristo àquele homem cansado pelo sofrimento. Mas Jesus estava dizendo a ele que o seu próprio pecado havia trazido a doença sobre seu corpo e alma.
  48. 48. “EU SOU O SENHOR QUE TE SARA” “Quando o evangelho é recebido em sua pureza e poder, é uma cura para as doenças originadas pelo pecado.” Conselhos sobre Saúde, p. 29. Nesses casos de “doenças originadas em pecado”, não se estaria falando aqui das doenças decorrentes de males como pressão alta, muitas vezes causada por desavenças, problemas de relacionamento com familiares, ou depressão por medo, desconfiança, insegurança? Ou então das doenças que sobrevêm em decorrência das transgressões das leis naturais de saúde? As chamadas doenças de estilo de vida, as quais estão intimamente relacionadas com os maus hábitos de saúde: problemas cardíacos, diabetes, câncer, obesidade e tantas outras? Refletir nisso nos ajudaria a entender o que a Bíblia e o Espírito de Profecia querem dizer com “doenças originadas em pecado”. Esse é um assunto a ser resolvido por cada um que queira obter a perfeição de caráter exigida por Deus como passaporte para a Canaã celestial. SANGUE E SAÚDE BOM SANGUE = BOA SAÚDE Numa das palestras que proferimos há algum tempo, encontramos muito boa receptividade para com a mensagem que apresentamos sobre a necessidade de uma mudança no estilo de vida. Causou-nos surpresa, pois era um grupo de pessoas praticantes de yoga. Nenhuma era adventista.

×