SlideShare uma empresa Scribd logo
A Formação do Educador na Perspectiva
      Teórica de Paulo Freire”




                  Mestranda Mariclei Przylepa
“A educação deve ser permanente, portanto enquanto
 trabalhadores sociais precisamos intervir de forma
 crítica e transparente, acreditando no potencial do
 ser humano, no seu poder criador, cada homem tem
 seu próprio saber.”
                                         Paulo Freire
POLÍTICA EDUCACIONAL NO PERÍODO DE 2OO1 A 2004
    REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE DOURADOS/MS

   Formação Continuada dos educadores : uma formação em serviço -
    voltada para a reorganização e seleção dos conteúdos escolares.

    Em 2003 “A Reorientação Curricular”: processo de Formação
    Continuada coordenada pela equipe pedagógica da Secretaria de
    Educação.

   Metodologia dialógica      e problematizadora      -   “[...]   numa
    compreensão dialética da práxis, entendida numa concepção
    Freiriana, como ação e reflexão dos homens sobre o mundo para
    transformá-lo”- (DOURADOS, 2003, p. 3).
MOVIMENTO DE REORIENTAÇÃO
                      CURRICULAR

O    Movimento      Constituinte      Escolar:   “Construindo   uma     Escola
    Participativa” era marcado pelo compromisso de construir uma escola
    pública, democrática e popular.


Três eixos: a democratização do Acesso, a democratização do
    Conhecimento e a democratização da Gestão.




      Partia da compreensão “[...] de que a educação, como prática humana,
       está comprometida com as lutas e contradições sociais, não podendo
           jamais ser concebida como uma prática neutra e apolítica”
                            (DOURADOS, 2003, p. 1).
FORMAÇÃO DO EDUCADOR


 Forma de ver e conceber o mundo, a sociedade e o homem.


Compreender e apreender a realidade social de maneira crítica:


  Desvelando as contradições sociais
   Formação    Continuada:    Compreensão     dialética   da   práxis,
    entendida numa concepção Freiriana: como ação e reflexão dos
    homens sobre o mundo para transformá-lo (DOURADOS, 2003a,
    2003b).

   O processo de Formação Continuada: organizado com o objetivo
    a problematizar as concepções e práticas curriculares vigentes e
    apontar perspectivas para a organização de um currículo crítico e
    participativo que considerasse tanto o saber cientificamente
    elaborado quanto o saber popular(ponto de partida era a realidade
    social – conhecimento do senso comum- ).
   Reflexão crítica sobre as concepções e práticas curriculares existentes nas escolas e
    CEIMs (Centros de Educação Infantil Municipal);

   Aprofundamento teórico buscando compreender : Currículo Crítico e Participativo;

   Pesquisa e investigação sócio-antropológica da realidade social, econômica, política e
    cultural vivenciada pela comunidade escolar;

   Identificação das situações limites (conflitos) e dos limites explicativos presentes na
    visão de mundo da comunidade, ou seja, identificação das falas significativas;

   Problematizações das contradições e conflitos presentes nas visões de mundo da
    comunidade, ou seja, problematizações das falas significativas;

   Seleção do Tema Gerador: a partir de falas significativas, ou seja, aquelas explicitam o
    “senso comum” vividos pela comunidade escolar;

    Elaboração do contra-tema: O contra-tema é o conhecimento crítico historicamente

   construído (sistematizado).

   Seleção de conteúdos a partir da Rede Temática: organização e programação dialógica
    das aulas.
   “Não basta saber ler que Eva viu a uva. É preciso
    compreender qual a posição que Eva ocupa no seu
    contexto social, quem trabalha para produzir a uva e
    quem lucra com esse trabalho”. Paulo Freire

   Prática educativa-crítica: “A reflexão crítica sobre a
    prática se torna uma exigência da relação Teoria/Prática
    sem a qual a teoria pode ir virando blábláblá e a prática,
    ativismo”. e “...ensinar não é transferir conhecimento,
    mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua
    construção.” (Paulo Freire, Pedagogia da Autonomia)
Formação do Educador na Perspectiva Teórica de
                        Paulo Freire”

   Crítica, Dialógica ,Participativa e Política;

   Ponto de partida a realidade concreta –local- Micro;(escola-comunidade)

   Buscava analisar e relacionar os conflitos, problemas e as necessidade locais com a
    macro-estrutura social;

   Compreender e apreender as contradições socais;

   Escola como lócus de emancipação social;

   Prática pedagógica pauta na práxis – ação- reflexão-ação;

   Currículo: Problematizador – formação crítica dos educandos; formação humana e
    técnica. Instrumentalizando os educando nos campos das ciências e da tecnologia.

   O educador e educando como sujeitos históricos: ( compreendem, apreendem e buscam
    a superação de práticas desiguais e injustas. Objetivam a construção de mundo fraterno,
    justo, humano , amoroso e cheio de sonhos, esperanças e perspectivas.
A formação do educador numa perspectiva freireana

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Curriculo diferença cultural e dialogo
Curriculo diferença cultural e dialogoCurriculo diferença cultural e dialogo
Curriculo diferença cultural e dialogo
Joyce Ludimile
 
Sintese ideias o que é educação brandão
Sintese ideias o que é educação brandãoSintese ideias o que é educação brandão
Sintese ideias o que é educação brandão
Universidade Federal do Ceará
 
AD Didática \ Paulo Freire
AD Didática \ Paulo FreireAD Didática \ Paulo Freire
AD Didática \ Paulo Freire
Daniele Aleixo
 
Candau, vera didática entre saberes, sujeitos e práticas
Candau, vera didática entre saberes, sujeitos e práticasCandau, vera didática entre saberes, sujeitos e práticas
Candau, vera didática entre saberes, sujeitos e práticas
jessicabiopires
 
Reflexoes sobre curriculo e identidade
Reflexoes sobre curriculo e identidadeReflexoes sobre curriculo e identidade
Reflexoes sobre curriculo e identidade
Elisa Maria Gomide
 
Educação
EducaçãoEducação
Documentos de identidade currículo
Documentos de identidade currículoDocumentos de identidade currículo
Documentos de identidade currículo
Ulisses Vakirtzis
 
Análise texto Currículo Educacional - Sacristán
Análise texto Currículo Educacional  - SacristánAnálise texto Currículo Educacional  - Sacristán
Análise texto Currículo Educacional - Sacristán
Renata Aquino
 
Currículo do desenvolvimento humano
Currículo do desenvolvimento humanoCurrículo do desenvolvimento humano
Currículo do desenvolvimento humano
Thaís SantAna
 
Quadro resumo conhecimentos pedagógicos excelente
Quadro resumo conhecimentos pedagógicos excelenteQuadro resumo conhecimentos pedagógicos excelente
Quadro resumo conhecimentos pedagógicos excelente
Eduardo Lopes
 
Eixos estruturantes e transversais do currículo
Eixos estruturantes e transversais do currículoEixos estruturantes e transversais do currículo
Eixos estruturantes e transversais do currículo
Eunice Portela
 
Sintese de estudo
Sintese  de  estudoSintese  de  estudo
Sintese de estudo
maria cristina
 
Artigo estagio geo ensino medio
Artigo estagio geo ensino medioArtigo estagio geo ensino medio
Artigo estagio geo ensino medio
SandraNeresCarneiro
 
Gadotti paulo freire
Gadotti   paulo freireGadotti   paulo freire
Gadotti paulo freire
Professora Florio
 
Tendências pedagógicas texto
Tendências pedagógicas   textoTendências pedagógicas   texto
Tendências pedagógicas texto
diegocn
 
Currículo e construção do conhecimento
Currículo e construção do conhecimentoCurrículo e construção do conhecimento
Currículo e construção do conhecimento
Paulo Alves de Araujo
 
NASCEM OS ESTUDOS SOBRE O CURRÍCULO
NASCEM OS ESTUDOS SOBRE O CURRÍCULONASCEM OS ESTUDOS SOBRE O CURRÍCULO
NASCEM OS ESTUDOS SOBRE O CURRÍCULO
Sandra Lourenco
 
Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores.
Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores. Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores.
Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores.
Luciana Raspa Marcelo Lopes
 
Conceitos de pedagogia
Conceitos de pedagogiaConceitos de pedagogia
Conceitos de pedagogia
Esporte e Cidadania
 
CurríCulo Prof Gouvea Palestra
CurríCulo  Prof Gouvea PalestraCurríCulo  Prof Gouvea Palestra
CurríCulo Prof Gouvea Palestra
Luciana Raspa Marcelo Lopes
 

Mais procurados (20)

Curriculo diferença cultural e dialogo
Curriculo diferença cultural e dialogoCurriculo diferença cultural e dialogo
Curriculo diferença cultural e dialogo
 
Sintese ideias o que é educação brandão
Sintese ideias o que é educação brandãoSintese ideias o que é educação brandão
Sintese ideias o que é educação brandão
 
AD Didática \ Paulo Freire
AD Didática \ Paulo FreireAD Didática \ Paulo Freire
AD Didática \ Paulo Freire
 
Candau, vera didática entre saberes, sujeitos e práticas
Candau, vera didática entre saberes, sujeitos e práticasCandau, vera didática entre saberes, sujeitos e práticas
Candau, vera didática entre saberes, sujeitos e práticas
 
Reflexoes sobre curriculo e identidade
Reflexoes sobre curriculo e identidadeReflexoes sobre curriculo e identidade
Reflexoes sobre curriculo e identidade
 
Educação
EducaçãoEducação
Educação
 
Documentos de identidade currículo
Documentos de identidade currículoDocumentos de identidade currículo
Documentos de identidade currículo
 
Análise texto Currículo Educacional - Sacristán
Análise texto Currículo Educacional  - SacristánAnálise texto Currículo Educacional  - Sacristán
Análise texto Currículo Educacional - Sacristán
 
Currículo do desenvolvimento humano
Currículo do desenvolvimento humanoCurrículo do desenvolvimento humano
Currículo do desenvolvimento humano
 
Quadro resumo conhecimentos pedagógicos excelente
Quadro resumo conhecimentos pedagógicos excelenteQuadro resumo conhecimentos pedagógicos excelente
Quadro resumo conhecimentos pedagógicos excelente
 
Eixos estruturantes e transversais do currículo
Eixos estruturantes e transversais do currículoEixos estruturantes e transversais do currículo
Eixos estruturantes e transversais do currículo
 
Sintese de estudo
Sintese  de  estudoSintese  de  estudo
Sintese de estudo
 
Artigo estagio geo ensino medio
Artigo estagio geo ensino medioArtigo estagio geo ensino medio
Artigo estagio geo ensino medio
 
Gadotti paulo freire
Gadotti   paulo freireGadotti   paulo freire
Gadotti paulo freire
 
Tendências pedagógicas texto
Tendências pedagógicas   textoTendências pedagógicas   texto
Tendências pedagógicas texto
 
Currículo e construção do conhecimento
Currículo e construção do conhecimentoCurrículo e construção do conhecimento
Currículo e construção do conhecimento
 
NASCEM OS ESTUDOS SOBRE O CURRÍCULO
NASCEM OS ESTUDOS SOBRE O CURRÍCULONASCEM OS ESTUDOS SOBRE O CURRÍCULO
NASCEM OS ESTUDOS SOBRE O CURRÍCULO
 
Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores.
Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores. Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores.
Apresentação Monografia: Educação no século XXI: desafio de pais e educadores.
 
Conceitos de pedagogia
Conceitos de pedagogiaConceitos de pedagogia
Conceitos de pedagogia
 
CurríCulo Prof Gouvea Palestra
CurríCulo  Prof Gouvea PalestraCurríCulo  Prof Gouvea Palestra
CurríCulo Prof Gouvea Palestra
 

Destaque

Aula de Campo/2013 - Planaltino-Bahia
Aula de Campo/2013 - Planaltino-BahiaAula de Campo/2013 - Planaltino-Bahia
Aula de Campo/2013 - Planaltino-Bahia
UBIRAJARA COUTO LIMA
 
Cultura popular de participação e educação seus pressupostos e reflexos na co...
Cultura popular de participação e educação seus pressupostos e reflexos na co...Cultura popular de participação e educação seus pressupostos e reflexos na co...
Cultura popular de participação e educação seus pressupostos e reflexos na co...
UBIRAJARA COUTO LIMA
 
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmasA história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
pedagogia para licenciados
 
Trab1
Trab1Trab1
A pedagogia de Paulo Freire - Parte 1
A pedagogia de Paulo Freire - Parte 1A pedagogia de Paulo Freire - Parte 1
A pedagogia de Paulo Freire - Parte 1
Lucas Bernardo
 
Cartaz
CartazCartaz
Cartaz
tyromello
 
Concepções Pedagógicas resumo
Concepções Pedagógicas resumoConcepções Pedagógicas resumo
Concepções Pedagógicas resumo
Débora Silveira
 
Fichamento do livro de Carlos Brandão "O Que é Educação Popular" cap. 2 e 3
 Fichamento do livro de Carlos Brandão "O Que é Educação Popular" cap. 2 e 3 Fichamento do livro de Carlos Brandão "O Que é Educação Popular" cap. 2 e 3
Fichamento do livro de Carlos Brandão "O Que é Educação Popular" cap. 2 e 3
Claraluz Gris
 
Conceituação da Educação Popular no Brasil
Conceituação da Educação Popular no BrasilConceituação da Educação Popular no Brasil
Conceituação da Educação Popular no Brasil
Livia Rodrigues
 
HistóRia Das IdéIas PedagóGicas
HistóRia Das IdéIas PedagóGicasHistóRia Das IdéIas PedagóGicas
HistóRia Das IdéIas PedagóGicas
guest1a17a4
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
Soares Junior
 
ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: INSTRUMENTO DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL OU DE ...
ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: INSTRUMENTO DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL OU DE ...ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: INSTRUMENTO DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL OU DE ...
ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: INSTRUMENTO DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL OU DE ...
Joselaine
 

Destaque (12)

Aula de Campo/2013 - Planaltino-Bahia
Aula de Campo/2013 - Planaltino-BahiaAula de Campo/2013 - Planaltino-Bahia
Aula de Campo/2013 - Planaltino-Bahia
 
Cultura popular de participação e educação seus pressupostos e reflexos na co...
Cultura popular de participação e educação seus pressupostos e reflexos na co...Cultura popular de participação e educação seus pressupostos e reflexos na co...
Cultura popular de participação e educação seus pressupostos e reflexos na co...
 
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmasA história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
A história das_idéias_de_paulo_freire_e_a_atual_crise_de_paradigmas
 
Trab1
Trab1Trab1
Trab1
 
A pedagogia de Paulo Freire - Parte 1
A pedagogia de Paulo Freire - Parte 1A pedagogia de Paulo Freire - Parte 1
A pedagogia de Paulo Freire - Parte 1
 
Cartaz
CartazCartaz
Cartaz
 
Concepções Pedagógicas resumo
Concepções Pedagógicas resumoConcepções Pedagógicas resumo
Concepções Pedagógicas resumo
 
Fichamento do livro de Carlos Brandão "O Que é Educação Popular" cap. 2 e 3
 Fichamento do livro de Carlos Brandão "O Que é Educação Popular" cap. 2 e 3 Fichamento do livro de Carlos Brandão "O Que é Educação Popular" cap. 2 e 3
Fichamento do livro de Carlos Brandão "O Que é Educação Popular" cap. 2 e 3
 
Conceituação da Educação Popular no Brasil
Conceituação da Educação Popular no BrasilConceituação da Educação Popular no Brasil
Conceituação da Educação Popular no Brasil
 
HistóRia Das IdéIas PedagóGicas
HistóRia Das IdéIas PedagóGicasHistóRia Das IdéIas PedagóGicas
HistóRia Das IdéIas PedagóGicas
 
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomiaPedagogia da autonomia
Pedagogia da autonomia
 
ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: INSTRUMENTO DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL OU DE ...
ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: INSTRUMENTO DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL OU DE ...ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: INSTRUMENTO DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL OU DE ...
ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS: INSTRUMENTO DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL OU DE ...
 

Semelhante a A formação do educador numa perspectiva freireana

29039 tendências pedagógicas
29039 tendências pedagógicas29039 tendências pedagógicas
29039 tendências pedagógicas
Mimos Artesanais
 
Apresentação slide marcos pessoa
Apresentação slide marcos pessoaApresentação slide marcos pessoa
Apresentação slide marcos pessoa
Marcos Pessoa Pinto Pessoa
 
Apresentação slide marcos pessoa
Apresentação slide marcos pessoaApresentação slide marcos pessoa
Apresentação slide marcos pessoa
Marcos Pessoa Pinto Pessoa
 
A corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura Libâneo
A corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura  LibâneoA corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura  Libâneo
A corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura Libâneo
Haroldo Nunes
 
A corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura libâneo
A corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura  libâneoA corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura  libâneo
A corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura libâneo
Haroldo Nunes
 
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura  A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
Haroldo Nunes
 
Atividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticasAtividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticas
rosiane sangali
 
Atividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticasAtividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticas
rosiane sangali
 
Atv.ling. metafora (1)
Atv.ling. metafora (1)Atv.ling. metafora (1)
Atv.ling. metafora (1)
UyaraPortugal
 
O que muda na educação com a cibercultura?
O que muda na educação com a cibercultura?O que muda na educação com a cibercultura?
O que muda na educação com a cibercultura?
Fabiana Ferreira Anacleto
 
Teorias pedagógicas modernas revisitadas com base em Libâneo
Teorias pedagógicas modernas revisitadas com base em LibâneoTeorias pedagógicas modernas revisitadas com base em Libâneo
Teorias pedagógicas modernas revisitadas com base em Libâneo
R.A Gomes
 
30.resumo de livros.docx
30.resumo de livros.docx30.resumo de livros.docx
30.resumo de livros.docx
AlineMelo123
 
TENDÊNCIA CRÍTICO-SOCIAL DOS CONTEÚDOS.pptx
TENDÊNCIA CRÍTICO-SOCIAL DOS CONTEÚDOS.pptxTENDÊNCIA CRÍTICO-SOCIAL DOS CONTEÚDOS.pptx
TENDÊNCIA CRÍTICO-SOCIAL DOS CONTEÚDOS.pptx
conviver54
 
Projeto do conecs 2012
Projeto do conecs 2012Projeto do conecs 2012
Projeto do conecs 2012
Priscila Rodrigues
 
A organização do sistema educacional brasileiro
A organização do sistema educacional brasileiroA organização do sistema educacional brasileiro
A organização do sistema educacional brasileiro
Fernanda Angel Silva
 
Cibercultura e as teorias pedagógicas ressignificadas
Cibercultura e as teorias pedagógicas ressignificadasCibercultura e as teorias pedagógicas ressignificadas
Cibercultura e as teorias pedagógicas ressignificadas
Mara Limias
 
Paradigmas, práticas educativas e perfil do professor
Paradigmas, práticas educativas e perfil do professorParadigmas, práticas educativas e perfil do professor
Paradigmas, práticas educativas e perfil do professor
Andréa Kochhann
 
Seminario de-metodologia-do-ensino-i-grupo-0510
Seminario de-metodologia-do-ensino-i-grupo-0510Seminario de-metodologia-do-ensino-i-grupo-0510
Seminario de-metodologia-do-ensino-i-grupo-0510
Greison Ramos
 
Sacristã e Gomez aula 9
Sacristã e Gomez aula 9Sacristã e Gomez aula 9
Sacristã e Gomez aula 9
Audrey Danielle Beserra de Brito
 
Projeto "Formação no ambiente escolar" 2012
Projeto "Formação no ambiente escolar" 2012Projeto "Formação no ambiente escolar" 2012
Projeto "Formação no ambiente escolar" 2012
Carina
 

Semelhante a A formação do educador numa perspectiva freireana (20)

29039 tendências pedagógicas
29039 tendências pedagógicas29039 tendências pedagógicas
29039 tendências pedagógicas
 
Apresentação slide marcos pessoa
Apresentação slide marcos pessoaApresentação slide marcos pessoa
Apresentação slide marcos pessoa
 
Apresentação slide marcos pessoa
Apresentação slide marcos pessoaApresentação slide marcos pessoa
Apresentação slide marcos pessoa
 
A corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura Libâneo
A corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura  LibâneoA corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura  Libâneo
A corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura Libâneo
 
A corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura libâneo
A corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura  libâneoA corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura  libâneo
A corrente pedagógica racional tecnológica e cibercultura libâneo
 
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura  A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
A corrente pedagógica racional tecnológica Libâneo e cibercultura
 
Atividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticasAtividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticas
 
Atividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticasAtividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticas
 
Atv.ling. metafora (1)
Atv.ling. metafora (1)Atv.ling. metafora (1)
Atv.ling. metafora (1)
 
O que muda na educação com a cibercultura?
O que muda na educação com a cibercultura?O que muda na educação com a cibercultura?
O que muda na educação com a cibercultura?
 
Teorias pedagógicas modernas revisitadas com base em Libâneo
Teorias pedagógicas modernas revisitadas com base em LibâneoTeorias pedagógicas modernas revisitadas com base em Libâneo
Teorias pedagógicas modernas revisitadas com base em Libâneo
 
30.resumo de livros.docx
30.resumo de livros.docx30.resumo de livros.docx
30.resumo de livros.docx
 
TENDÊNCIA CRÍTICO-SOCIAL DOS CONTEÚDOS.pptx
TENDÊNCIA CRÍTICO-SOCIAL DOS CONTEÚDOS.pptxTENDÊNCIA CRÍTICO-SOCIAL DOS CONTEÚDOS.pptx
TENDÊNCIA CRÍTICO-SOCIAL DOS CONTEÚDOS.pptx
 
Projeto do conecs 2012
Projeto do conecs 2012Projeto do conecs 2012
Projeto do conecs 2012
 
A organização do sistema educacional brasileiro
A organização do sistema educacional brasileiroA organização do sistema educacional brasileiro
A organização do sistema educacional brasileiro
 
Cibercultura e as teorias pedagógicas ressignificadas
Cibercultura e as teorias pedagógicas ressignificadasCibercultura e as teorias pedagógicas ressignificadas
Cibercultura e as teorias pedagógicas ressignificadas
 
Paradigmas, práticas educativas e perfil do professor
Paradigmas, práticas educativas e perfil do professorParadigmas, práticas educativas e perfil do professor
Paradigmas, práticas educativas e perfil do professor
 
Seminario de-metodologia-do-ensino-i-grupo-0510
Seminario de-metodologia-do-ensino-i-grupo-0510Seminario de-metodologia-do-ensino-i-grupo-0510
Seminario de-metodologia-do-ensino-i-grupo-0510
 
Sacristã e Gomez aula 9
Sacristã e Gomez aula 9Sacristã e Gomez aula 9
Sacristã e Gomez aula 9
 
Projeto "Formação no ambiente escolar" 2012
Projeto "Formação no ambiente escolar" 2012Projeto "Formação no ambiente escolar" 2012
Projeto "Formação no ambiente escolar" 2012
 

Mais de Mariclei2011

Apresentação de trabalho politicas cópia
Apresentação de trabalho politicas   cópiaApresentação de trabalho politicas   cópia
Apresentação de trabalho politicas cópia
Mariclei2011
 
Apresentação de trabalho graminsci
Apresentação de trabalho graminsciApresentação de trabalho graminsci
Apresentação de trabalho graminsci
Mariclei2011
 
Seminário de pesquisa
Seminário de pesquisaSeminário de pesquisa
Seminário de pesquisa
Mariclei2011
 
Seminário de marx final 2
Seminário de marx final 2Seminário de marx final 2
Seminário de marx final 2
Mariclei2011
 
Escola lócus de emancipação
Escola lócus de emancipaçãoEscola lócus de emancipação
Escola lócus de emancipação
Mariclei2011
 
Peroni
PeroniPeroni
Peroni
Mariclei2011
 
Fonseca politicas publicas
Fonseca   politicas publicasFonseca   politicas publicas
Fonseca politicas publicas
Mariclei2011
 
Lima, aranda e lima estado e politicas educacionais
Lima, aranda e lima   estado e politicas educacionaisLima, aranda e lima   estado e politicas educacionais
Lima, aranda e lima estado e politicas educacionais
Mariclei2011
 
Dissertação shimamoto - cap iii
Dissertação   shimamoto - cap iiiDissertação   shimamoto - cap iii
Dissertação shimamoto - cap iii
Mariclei2011
 
Dissertação shimamoto - cap ii
Dissertação   shimamoto - cap iiDissertação   shimamoto - cap ii
Dissertação shimamoto - cap ii
Mariclei2011
 
Dissertação shimamoto - cap i
Dissertação   shimamoto - cap iDissertação   shimamoto - cap i
Dissertação shimamoto - cap i
Mariclei2011
 
Dissertação almeida - cap iii
Dissertação   almeida - cap iiiDissertação   almeida - cap iii
Dissertação almeida - cap iii
Mariclei2011
 
Dissertação almeida - cap ii
Dissertação   almeida - cap iiDissertação   almeida - cap ii
Dissertação almeida - cap ii
Mariclei2011
 
Dissertação almeida - cap i
Dissertação   almeida - cap iDissertação   almeida - cap i
Dissertação almeida - cap i
Mariclei2011
 
Dissertação jalali - parte iii
Dissertação   jalali - parte iiiDissertação   jalali - parte iii
Dissertação jalali - parte iii
Mariclei2011
 
Dissertação jalali - parte ii
Dissertação   jalali - parte iiDissertação   jalali - parte ii
Dissertação jalali - parte ii
Mariclei2011
 
Dissertação jalali - parte i
Dissertação   jalali - parte iDissertação   jalali - parte i
Dissertação jalali - parte i
Mariclei2011
 
Slides p.p.p. marília fonseca
Slides p.p.p. marília fonsecaSlides p.p.p. marília fonseca
Slides p.p.p. marília fonseca
Mariclei2011
 
Organização e gestão da educação escolar ufgd 2011
Organização e gestão da educação escolar   ufgd 2011Organização e gestão da educação escolar   ufgd 2011
Organização e gestão da educação escolar ufgd 2011
Mariclei2011
 

Mais de Mariclei2011 (19)

Apresentação de trabalho politicas cópia
Apresentação de trabalho politicas   cópiaApresentação de trabalho politicas   cópia
Apresentação de trabalho politicas cópia
 
Apresentação de trabalho graminsci
Apresentação de trabalho graminsciApresentação de trabalho graminsci
Apresentação de trabalho graminsci
 
Seminário de pesquisa
Seminário de pesquisaSeminário de pesquisa
Seminário de pesquisa
 
Seminário de marx final 2
Seminário de marx final 2Seminário de marx final 2
Seminário de marx final 2
 
Escola lócus de emancipação
Escola lócus de emancipaçãoEscola lócus de emancipação
Escola lócus de emancipação
 
Peroni
PeroniPeroni
Peroni
 
Fonseca politicas publicas
Fonseca   politicas publicasFonseca   politicas publicas
Fonseca politicas publicas
 
Lima, aranda e lima estado e politicas educacionais
Lima, aranda e lima   estado e politicas educacionaisLima, aranda e lima   estado e politicas educacionais
Lima, aranda e lima estado e politicas educacionais
 
Dissertação shimamoto - cap iii
Dissertação   shimamoto - cap iiiDissertação   shimamoto - cap iii
Dissertação shimamoto - cap iii
 
Dissertação shimamoto - cap ii
Dissertação   shimamoto - cap iiDissertação   shimamoto - cap ii
Dissertação shimamoto - cap ii
 
Dissertação shimamoto - cap i
Dissertação   shimamoto - cap iDissertação   shimamoto - cap i
Dissertação shimamoto - cap i
 
Dissertação almeida - cap iii
Dissertação   almeida - cap iiiDissertação   almeida - cap iii
Dissertação almeida - cap iii
 
Dissertação almeida - cap ii
Dissertação   almeida - cap iiDissertação   almeida - cap ii
Dissertação almeida - cap ii
 
Dissertação almeida - cap i
Dissertação   almeida - cap iDissertação   almeida - cap i
Dissertação almeida - cap i
 
Dissertação jalali - parte iii
Dissertação   jalali - parte iiiDissertação   jalali - parte iii
Dissertação jalali - parte iii
 
Dissertação jalali - parte ii
Dissertação   jalali - parte iiDissertação   jalali - parte ii
Dissertação jalali - parte ii
 
Dissertação jalali - parte i
Dissertação   jalali - parte iDissertação   jalali - parte i
Dissertação jalali - parte i
 
Slides p.p.p. marília fonseca
Slides p.p.p. marília fonsecaSlides p.p.p. marília fonseca
Slides p.p.p. marília fonseca
 
Organização e gestão da educação escolar ufgd 2011
Organização e gestão da educação escolar   ufgd 2011Organização e gestão da educação escolar   ufgd 2011
Organização e gestão da educação escolar ufgd 2011
 

Último

Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
WelberMerlinCardoso
 

Último (20)

Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert EinsteinA Evolução da história da Física - Albert Einstein
A Evolução da história da Física - Albert Einstein
 

A formação do educador numa perspectiva freireana

  • 1. A Formação do Educador na Perspectiva Teórica de Paulo Freire” Mestranda Mariclei Przylepa
  • 2. “A educação deve ser permanente, portanto enquanto trabalhadores sociais precisamos intervir de forma crítica e transparente, acreditando no potencial do ser humano, no seu poder criador, cada homem tem seu próprio saber.” Paulo Freire
  • 3. POLÍTICA EDUCACIONAL NO PERÍODO DE 2OO1 A 2004 REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE DOURADOS/MS  Formação Continuada dos educadores : uma formação em serviço - voltada para a reorganização e seleção dos conteúdos escolares.  Em 2003 “A Reorientação Curricular”: processo de Formação Continuada coordenada pela equipe pedagógica da Secretaria de Educação.  Metodologia dialógica e problematizadora - “[...] numa compreensão dialética da práxis, entendida numa concepção Freiriana, como ação e reflexão dos homens sobre o mundo para transformá-lo”- (DOURADOS, 2003, p. 3).
  • 4. MOVIMENTO DE REORIENTAÇÃO CURRICULAR O Movimento Constituinte Escolar: “Construindo uma Escola Participativa” era marcado pelo compromisso de construir uma escola pública, democrática e popular. Três eixos: a democratização do Acesso, a democratização do Conhecimento e a democratização da Gestão. Partia da compreensão “[...] de que a educação, como prática humana, está comprometida com as lutas e contradições sociais, não podendo jamais ser concebida como uma prática neutra e apolítica” (DOURADOS, 2003, p. 1).
  • 5. FORMAÇÃO DO EDUCADOR Forma de ver e conceber o mundo, a sociedade e o homem. Compreender e apreender a realidade social de maneira crítica: Desvelando as contradições sociais
  • 6. Formação Continuada: Compreensão dialética da práxis, entendida numa concepção Freiriana: como ação e reflexão dos homens sobre o mundo para transformá-lo (DOURADOS, 2003a, 2003b).  O processo de Formação Continuada: organizado com o objetivo a problematizar as concepções e práticas curriculares vigentes e apontar perspectivas para a organização de um currículo crítico e participativo que considerasse tanto o saber cientificamente elaborado quanto o saber popular(ponto de partida era a realidade social – conhecimento do senso comum- ).
  • 7. Reflexão crítica sobre as concepções e práticas curriculares existentes nas escolas e CEIMs (Centros de Educação Infantil Municipal);  Aprofundamento teórico buscando compreender : Currículo Crítico e Participativo;  Pesquisa e investigação sócio-antropológica da realidade social, econômica, política e cultural vivenciada pela comunidade escolar;  Identificação das situações limites (conflitos) e dos limites explicativos presentes na visão de mundo da comunidade, ou seja, identificação das falas significativas;  Problematizações das contradições e conflitos presentes nas visões de mundo da comunidade, ou seja, problematizações das falas significativas;  Seleção do Tema Gerador: a partir de falas significativas, ou seja, aquelas explicitam o “senso comum” vividos pela comunidade escolar;  Elaboração do contra-tema: O contra-tema é o conhecimento crítico historicamente  construído (sistematizado).  Seleção de conteúdos a partir da Rede Temática: organização e programação dialógica das aulas.
  • 8. “Não basta saber ler que Eva viu a uva. É preciso compreender qual a posição que Eva ocupa no seu contexto social, quem trabalha para produzir a uva e quem lucra com esse trabalho”. Paulo Freire  Prática educativa-crítica: “A reflexão crítica sobre a prática se torna uma exigência da relação Teoria/Prática sem a qual a teoria pode ir virando blábláblá e a prática, ativismo”. e “...ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua produção ou a sua construção.” (Paulo Freire, Pedagogia da Autonomia)
  • 9. Formação do Educador na Perspectiva Teórica de Paulo Freire”  Crítica, Dialógica ,Participativa e Política;  Ponto de partida a realidade concreta –local- Micro;(escola-comunidade)  Buscava analisar e relacionar os conflitos, problemas e as necessidade locais com a macro-estrutura social;  Compreender e apreender as contradições socais;  Escola como lócus de emancipação social;  Prática pedagógica pauta na práxis – ação- reflexão-ação;  Currículo: Problematizador – formação crítica dos educandos; formação humana e técnica. Instrumentalizando os educando nos campos das ciências e da tecnologia.  O educador e educando como sujeitos históricos: ( compreendem, apreendem e buscam a superação de práticas desiguais e injustas. Objetivam a construção de mundo fraterno, justo, humano , amoroso e cheio de sonhos, esperanças e perspectivas.