Mineração e interiorização no brasil colônia

762 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
762
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mineração e interiorização no brasil colônia

  1. 1. 1- O bandeirantismo: 1.1- O bandeirantismo é tradicionalmente dividido em quatro formas: • O apresador; • O sertanismo de contrato; • O prospector; • As monções (bandeira de comércio). 1.2- Ampla participação de índios que não eram prisioneiros dos bandeirantes
  2. 2. 1.3- São Paulo: perdeu para Pernambuco a posição de centro da colonização; • produção de gêneros alimentícios voltado para o mercado interno 1.4- Mão-de-obra escrava indígena. 1.5- Financiadores: pecuaristas, senhores de engenho e autoridades metropolitanas. 1.6- Consequências: o etnocídio indígena, novas fronteiras e a descoberta das minas de ouro.
  3. 3. A MINERAÇÃO 1- A procura pelo ouro: • Os bandeirantes paulistas: maiores investidores. • O ouro de aluvião e o ouro das minas. • A corrida do ouro: paulistas, portugueses e nordestinos. • Aumento da população e da miséria.
  4. 4. 2- A Guerra dos Emboabas: 2.1- Série de conflitos entre garimpeiros, e garimpeiros contra comerciantes. 2.2- Os paulistas reivindicavam a exclusividade ou privilégios na exploração aurífera. 2.3- A metrópole interveio no conflito e assumiu o controle das Minas Gerais, através dos seus funcionários e de suas tropas.
  5. 5. 3- A Superintendência das Minas Gerais; 3.1- Impostos: finta; quinto; capitação; derrama; 3.2- As casas de fundição; 3.3- O Distrito Diamantino e o contratador; 3.4- A transferência da capital do Brasil, de Salvador para o Rio de Janeiro.
  6. 6. 4- A sociedade mineradora: 4.1- Sociedade urbana ≠ nordeste açucareiro, que era rural. 4.2- Surgimento das camadas médias urbanas; 4.3- Pequena possibilidade de ascensão social; 4.4- O negro e a sua fantástica capacidade técnica na exploração aurífera; • ótimos comerciantes e criadores de gado.
  7. 7. 5- Para onde foi o ouro brasileiro? 5.1- Portugal: 5.2- Inglaterra: impostos; compra de produtos à Portugal em decorrência do pacto colonial. contrabando e acordos comerciais luso-britânicos. 5.3- O fim da União Ibérica e o Tratado de Methuen (1703).
  8. 8. 6- A dinamização da economia brasileira no século XVIII: 6.1- Surgimento de um mercado interno. 6.2- As monções: expedições comerciais que partiam de São Paulo, para abastecer as áreas produtoras de ouro no Centro-Oeste. 6.3-A pecuária, interligou o Nordeste e o Sul ao Sudeste. a) o charque 6.4- O açúcar, o algodão, o fumo e as drogas do sertão.
  9. 9. 7- CONSEQUÊNCIAS DA MINERAÇÃO: 7.1- mudou o eixo econômico da vida colonial -do litoral nordestino para a região Centro-Sul; 7.2- incentivou a intensificação do comércio interno; 7.3- intensificação da produção de gado e algodão; 7.4- valorização da mão-de-obra livre; 7.5- transferência da capital;

×