2015 brasil colônia

446 visualizações

Publicada em

Essa aula tem por objetivo mostrar o processo de ocupação do território da América Portuguesa pelos metropolitanos e seus choques com os diferentes grupos indígenas/nativos que aqui viviam. Além disso, vamos observar a formação das estruturas econômicas, políticas e sociais básicas do Brasil Colonial.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
446
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Slide legal
  • 2015 brasil colônia

    1. 1. OS PRIMÓRDIOS DA COLONIZAÇÃO DO BRASIL 1- Os europeus, a conquista da América e o “Sonho do Eldorado”; 2- O Plano “B”: A cana-de-açúcar, a pecuária, o algodão e o extrativismo vegetal (pau- brasil e as drogas do sertão); 3- O choque de civilizações;
    2. 2. 4- A IMPOSIÇÃO DO MODO DE VIDA EUROPEU: •Trabalho compulsório; • Obediência ao Estado; • Propriedade privada; • Noção de tempo; • Religião católica (família, casamento, roupas,etc.) MODO DE VIDA EUROPEU MODO DE VIDA INDIGENA • Trabalho comunitário; • Liderança tribal, baseada no respeito; • Não havia o conceito de propriedade privada das terras. • Religião animista,; culto aos ancestrais; politeísmo;
    3. 3. “Depois dão-lhe (ao prisioneiro) uma mulher, que o alimenta e também se entretém com ele. Se ela recebe um filho dele, criam-no até que fique grande e depois, quando lhes vem à mente, matam-no” (Hans Staden, Duas viagens ao Brasil, L&PM Pocket, 2010, p. 160).
    4. 4. OS PRIMÓRDIOS DA COLONIZAÇÃO DO BRASIL5- DENOMINAÇÕES GENÉRICAS DADA PELOS PORTUGUESES NATIVOS: 5.1- Tupi-guaranis e tapuias.
    5. 5. 6- O PERÍODO PRÉ COLONIAL (1500-1530) 6.1- Falta de interesse dos portugueses pelas terras americanas, pois , haviam direcionado suas forças para a exploração da especiarias das “Índias” 6.2- A extração do pau-brasil: A- Estanco: monopólio real concedido a cristãos-novos – Fernão de Noronha. B- Escambo com os índios. C- As feitorias: fortes e depósitos. D- A presença francesa.
    6. 6. Devastação da mata-Atlântica •pau-brasil; • cana-de- açúcar; • café; • urbanização do litoral; • concentração da população no litoral
    7. 7. 7- A criação das capitanias hereditárias: 7.1- Transferir para a iniciativa particular as despesas de colonização. 7.2- a carta de doação e os forais (código tributário) 7.3- O fracasso do sistema: A- desinteresse dos donatários; B- hostilidade dos indígenas; C - falta de recursos diante dos elevados investimentos necessários.
    8. 8. Governador-Geral Provedor-mor Fazenda Capitão mor Defesa Ouvidor-mor Justiça Governador/ Capitão-mor Fazenda e alfândega Alcaide/ prefeito Justiça Câmara municipal “Homens-bons”
    9. 9. ECONOMIA AGROEXPORTADORA BRASILEIRA 1- Por quê Portugal escolheu a cana-de- açúcar para viabilizar a ocupação de sua colônia americana? A- Lucratividade no mercado europeu; B- Experiência no cultivo nas áreas coloniais portuguesas na África;
    10. 10. 2- Por quê a zona- da-mata nordestina foi escolhida para o plantation da cana- de-açúcar ? A- Condições climáticas favoráveis: solo de massapé, clima quente e chuvas regulares; B- Proximidade com Portugal;
    11. 11. 3- O ENGENHO – UNIDADE PRODUTIVA 3.1- Sistema de plantation: monocultura de exportação, latifúndio, mão-de-obra-escrava 3.2- “Aventura” privada e cobranças do Estado
    12. 12. 4- Sociedade do açúcar: 4.1- Estamental: Pouca possibilidade de ascensão social 4.2- Patriarcal, monogâmica, católica, “estendida”; escravagista; 4.3- A discriminação em relação aos casais amancebados (união fora do catolicismo); 4.4- Família monoparental;
    13. 13. FAMÍLIA COLONIAL

    ×