2014 Idade Média

363 visualizações

Publicada em

Esse material busca esclarecer as dúvidas mais comuns a respeito da Idade Média.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

2014 Idade Média

  1. 1. 1- INTRODUÇÃO À IDADE MÉDIA: 1.1- Uma nova Europa, um novo mundo fragmentado e diversificado.
  2. 2. 2- MUDANÇAS ESTRUTURAIS IMEDIATAS: 2.1- Substituição da unidade político- jurídica (antigo Império Romano) pela fragmentação política (reinos bárbaros e feudos) 2.2- A adoção do direito consuetudinário, ou seja, concepção do costume/tradição como fonte das leis. 2.3- A difusão da ideia de obrigações recíprocas entre rei e guerreiros (Comitatus).
  3. 3. 3- Substituição do latim pelas línguas bárbaras, e a posterior formação das línguas neolatinas. 4- Fortalecimento do cristianismo: 4.1- Estabilidade em meio ao caos; 4.2- Conversão de reis bárbaros; aliança com os francos ( Clóvis e Carlos Magno)
  4. 4. A ECONOMIA NA ALTA IDADE MÉDIA 1- Processo contínuo de ruralização; 2 – Na falta de escravos; trabalhadores livres viram servos; 3- Decadência do comércio. 4- Principais atividades: Agricultura e pecuária
  5. 5. Feudo = Latifúndio = Unidade produtiva Objetivo: a autossuficiência Principal fonte de riqueza: terra A mão de obra servil A rotação de culturas.
  6. 6. SOCIEDADE FEUDAL
  7. 7. OS CAMPONESES
  8. 8. OS CLÉRIGOS
  9. 9. OS NOBRES
  10. 10. A homenagem
  11. 11. OBRIGAÇÃO RECÍPROCA
  12. 12. Títulos da nobreza: Marqueses, Condes, Viscondes e Barões
  13. 13. T R A T A D O D E V E R D U N Nova fragmentação política; consolidação do feudalismo
  14. 14. 1- A Igreja adotou os princípios administrativos do império romano: padres (dioceses); bispos (províncias); arcebispos (capitais das províncias) e os patriarcas (bispos das principais cidades do império romano) A IGREJA CATÓLICA: 2- Poder temporal (terras) e poder espiritual; disputas com a nobreza e a realeza 3- A divisão em clero secular e clero regular.
  15. 15. 4- Voto de pobreza, castidade, silêncio e obediência ao papa. 5- Monopólio do saber: mosteiros, bibliotecas; universidades, escolas; “copistas”. Exemplo: Renascença Carolíngia
  16. 16. 6- Combate as heresias e o Cisma do Oriente (1054) a) Arianismo: negava a divindade de Cristo b) Montanistas: eram contrários a riqueza da Igreja e pregavam a rápida vinda de Cristo para julgar o mundo

×