REVOLUÇÃO DE
1930
1- “Antes que o povo a
faça.”
2- Governo Provisório:
2.1- Revogação da
constituição de 1891;
2.2- Retira...
REVOLUÇÃO
CONSTITUCIONALISTA DE
1932:
1- Motivações:
1.1- SP almejava seu retorno ao centro
das decisões políticas;
1.2- Q...
3- O DESFECHO:
3.1- Vitória militar das
tropas federais, fiéis à
Getúlio;
3.2- Todas as
reivindicações dos
rebeldes foram
...
ASSEMBLÉIA NACIONAL CONSTITUINTE
CONSTITUIÇÃO DE 1934:
1. Divisão dos três poderes.
a. Executivo; não existia vice-presidente;
b. Deputados (4 anos-proporc...
3. A QUESTÃO TRABALHISTA:
a. As elites temem as massas;
b. Ministério do Trabalho – 1930/ Lindolfo Collor;
c. Salário míni...
A
I
B
A
N
L
A INTENTONA
COMUNISTA- 1935:
1. A Lei de Segurança
Nacional, o Manifesto
de 5 de julho de 1935 e
o fechamento da ANL.
2. O...
4. A REPRESSÃO: o
governo já sabia(?); a
superioridade da forças
legais; as prisões; o
estado de guerra; a
prisão de deput...
A INTENTONA COMUNISTA E A PRISÃO DE
PRESTES E OLGA
O ESTADO NOVO
1. AS ELEIÇÕES DE 1938: Armando de Salles Oliveira,
José Américo de Almeida e Plínio Salgado.
a. As conversa...
3- A CONSTRUÇÃO DA DITADURA:
a. Aliança entre a burocracia civil e militar e a burguesia
industrial;
b. Constituição de 19...
4- A POLÍTICA TRABALHISTA:
4.1- O “pai dos pobres”; as leis trabalhistas; A “Carta
del Lavoro”;
4.2- Proibição de greves e...
5- A POLÍTICA EXTERNA:
5.1- Idas e vindas: os assédios e pressões dos EUA
e da Alemanha; a industrialização e o comércio.
...
6- O FIM DO ESTADO NOVO:
6.1- A inserção do Brasil no quadro das relações internacionais;
6.2- As contradições da particip...
A ECONOMIA NA ERA VARGAS:
1 Diante da Crise de 1929 Vargas adotou os princípios do Keyneisianismo
de intervenção do Estado...
2014  era vargas
2014  era vargas
2014  era vargas
2014  era vargas
2014  era vargas
2014  era vargas
2014  era vargas
2014  era vargas
2014  era vargas
2014  era vargas
2014  era vargas
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

2014 era vargas

491 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
491
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2014 era vargas

  1. 1. REVOLUÇÃO DE 1930 1- “Antes que o povo a faça.” 2- Governo Provisório: 2.1- Revogação da constituição de 1891; 2.2- Retirada dos governadores, nomeação dos interventores; 2.3- Fechamento do poder legislativo;
  2. 2. REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932: 1- Motivações: 1.1- SP almejava seu retorno ao centro das decisões políticas; 1.2- Queria a intervenção do Estado na economia cafeeira para amenizar os efeitos da Crise de 1929; 1.3- Queria a saída de Getúlio do poder. 2- Propostas: convocação de uma constituinte, eleições gerais imediatas, nomeação de interventor civil e paulista, a renúncia de Getúlio e a anistia completa para os revolucionários.
  3. 3. 3- O DESFECHO: 3.1- Vitória militar das tropas federais, fiéis à Getúlio; 3.2- Todas as reivindicações dos rebeldes foram atendidas, com exceção da convocação das eleições presidenciais.
  4. 4. ASSEMBLÉIA NACIONAL CONSTITUINTE
  5. 5. CONSTITUIÇÃO DE 1934: 1. Divisão dos três poderes. a. Executivo; não existia vice-presidente; b. Deputados (4 anos-proporcionalidade) e Senadores (8 anos – 2 por Estado); c. Judiciário: criação da Corte Suprema e do mandato de segurança; 2. Nacionalização: das companhias de seguro, do subsolo, dos veículos de comunicação; restrições a imigração; proibição da concentração de imigrantes em uma só região;
  6. 6. 3. A QUESTÃO TRABALHISTA: a. As elites temem as massas; b. Ministério do Trabalho – 1930/ Lindolfo Collor; c. Salário mínimo regional; proibição da diferença salarial; 8 horas de trabalho; descanso semanal; férias anuais remuneradas; indenização do trabalhador (demissão sem justa causa); regulamentação do trabalho feminino e do menor. 4. Educação: Ministério desde 1930; ensino primário, profissional e superior; a serviço do presidente.
  7. 7. A I B A N L
  8. 8. A INTENTONA COMUNISTA- 1935: 1. A Lei de Segurança Nacional, o Manifesto de 5 de julho de 1935 e o fechamento da ANL. 2. O suposto clima revolucionário no Brasil e a atuação da URSS. 3. Natal, Recife e Rio de Janeiro.
  9. 9. 4. A REPRESSÃO: o governo já sabia(?); a superioridade da forças legais; as prisões; o estado de guerra; a prisão de deputados federais.
  10. 10. A INTENTONA COMUNISTA E A PRISÃO DE PRESTES E OLGA
  11. 11. O ESTADO NOVO 1. AS ELEIÇÕES DE 1938: Armando de Salles Oliveira, José Américo de Almeida e Plínio Salgado. a. As conversas sobre o golpe. 2. O PLANO COHEN: a. A Farsa; O Capitão; A divulgação; b. O abalo no movimento popular e comunistas pós- 1935; a classe dominante aceitou o golpe; o Congresso não reagiu c. O início da ditadura aberta. d. A participação da AIB; a traição de Getúlio.
  12. 12. 3- A CONSTRUÇÃO DA DITADURA: a. Aliança entre a burocracia civil e militar e a burguesia industrial; b. Constituição de 1937: o fim das eleições; fechamento dos órgãos legislativos; os interventores; suspensão das liberdades civis e garantias constitucionais; os decretos-lei; c. O poder: Getúlio+Casa Civil+Ministros de Estado+Interventores+Comando militar d. O D.I.P.: controle da opinião pública; construção da imagem positiva do presidente e do seu governo (A “Voz do Brasil”)
  13. 13. 4- A POLÍTICA TRABALHISTA: 4.1- O “pai dos pobres”; as leis trabalhistas; A “Carta del Lavoro”; 4.2- Proibição de greves e lockout ; criação de federações e confederações de sindicatos ligados ao Ministério do Trabalho; os “Pelegos”; 4.3- A Justiça do Trabalho – 1939. 4.4- Consolidação das Leis Trabalhistas- 1943 4.5- As comemorações do 1º. de maio: estádios de São Januário e o Pacaembu; • “Trabalhadores do Brasil”
  14. 14. 5- A POLÍTICA EXTERNA: 5.1- Idas e vindas: os assédios e pressões dos EUA e da Alemanha; a industrialização e o comércio. 5.2- O exército simpatizante do EIXO; Dutra e Góis Monteiro. 5.3- O pacto secreto com os EUA em 1942 e o rompimento diplomático com o EIXO. 5.4- O torpedeamento de 5 navios brasileiros por submarinos alemães(5/08/1942) e a nossa entrada na guerra. 5.5- A F.E.B a F.A.B. e a participação brasileira na guerra.
  15. 15. 6- O FIM DO ESTADO NOVO: 6.1- A inserção do Brasil no quadro das relações internacionais; 6.2- As contradições da participação brasileira na Segunda Guerra Mundial; 6.3- O Manifesto dos Mineiros (24/10/1943); 6.4- A atuação da UNE; 6.5- A imprensa; 6.6- O lançamento da candidatura do Brigadeiro Eduardo Gomes para presidência; 6.7- O “Queremismo”: trabalhadores e comunistas (?) juntos a favor de Getúlio. 6.8- A crise do PACTO POPULISTA; 6.9- A deposição de Vargas.
  16. 16. A ECONOMIA NA ERA VARGAS: 1 Diante da Crise de 1929 Vargas adotou os princípios do Keyneisianismo de intervenção do Estado na economia. 2 Incentivos à industrialização através da concessão de vantajosos empréstimos, protecionismo alfandegário e controle da classe operária. 3 O Estado investiu pesado em infra-estrutura e indústria de base através da criação de empresas estatais. Exemplos: C.S.N.; Companhia Vale do Rio Doce;Companhia Hidrelétrica do São Francisco e a Companhia Álcalis. 4 Proteção ao empresariado industrial brasileiro. 5 Desenvolvimento concentrado na região sudeste, sobretudo São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, provocou uma grande onda migratória do norte e nordeste para esses polos econômicos, já que a economia nessas regiões continuou agrária e atrasada, mantendo o poder dos grandes latifundiários.

×