2013 reforma protestante

852 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
852
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2013 reforma protestante

  1. 1. REFORMA PROTESTANTE1- CONTEXTO HISTÓRICO:1.1- Início do século XVI no Norte da Europa.1.2- Processo final de formação das monarquiasnacionais absolutistas.1.3- Grandes navegações: transformações econômicas,sociais, ideológicas e comportamentais.2- AS CRÍTICAS À IGREJA CATÓLICA:2.1- Vida imoral do clero: desrespeito aos votos depobreza e castidade.2.2- Venda de indulgências e relíquias.2.3- A prática aberta da simonia, que era a venda decargos eclesiásticos.2.4- Busca da separação definitiva entre podertemporal e poder espiritual.
  2. 2. 2.5- Conflitos diretos:a- Igreja Católica vs. Nobreza: confrontos a respeito dapropriedade de terras e da arrecadação de impostos, além dasquestões da manutenção de privilégios.b- Igreja Católica vs. Burguesia: disputa ideológica emrelação a usura.c- Igreja Católica vs. monarcas: os reis desejavam o controledas rendas da Igreja e o uso da religião como instrumento decentralização política.Poder nacional vs. poder supranacional
  3. 3. 3- O LUTERANISMO:3.1- O monge agostiniano Martinho Lutero;3.2- A teologia de Lutero:a- A justificação pela fé.b- A salvação é Dom de Deus, por isso, jejuns, orações,penitências,idas ao templo, etc, seriam inúteis.c- A bíblia é a verdade absoluta, diminuindo aautoridade da Igreja Católica e do papa.d- Sacramentos bíblicos, na visão luterana: ceia ebatismo.e- Aboliu a confissão, o jejum, o celibato clerical e oculto aos santos
  4. 4. 3.3- Desentendimentos com a Igreja Católica:a- Venda de indulgências, dispensando qualquer tipo de mínimoarrependimento. Tetzel (dominicano) x Lutero (agostiniano)b- Protesto e a fixação das 95 teses na porta da Igreja do Castelo deWittenberg, condenando os abusos das indulgências e desafiando qualquerum para um debate bíblico.c- Dieta de Augsburg – 1518.d- Divulgação de suas idéias através de panfletos: “Apelo à NobrezaGermânica”, “O Cativeiro Babilônico”; “Sobre a Liberdade do HomemCristão”. e- Lutero foi excomungado em 1520 pelo papa Leão X que ordenoutambém a queima dos seus livros. Lutero queimou a Bula em praça publica f- Dieta de Worms 1521; g- Foi “seqüestrado” por seus aliados e ficou sob os cuidados deFrederico. h- Foi ordenada sua prisão em todo Sacro Império Germânico eproibida a leitura dos seus escritos.
  5. 5. EXPANSÃO DO PROTESTANTISMO ENTRE OS SÉCULOS XVI E XVII
  6. 6. 4- CALVINISMO:4.1- O ESTUDIOSO JOÃO CALVINO:a- Família mais abastada que a de Lutero; benefícioseclesiásticos para pagar seus estudosb- Formação humanista diferente de Lutero: Mestre emArtes; Filosofia e Direitoc- Estudou na França um dos centros de discussão entrereformistas e conservadores cristãos: conheceu asdoutrinas de Wyclif, Huss e Lutero.d- Doutrinas que consideravam fundamentais: Trindade,Encarnação, Comunhão e a Ceia.e- “Institutas da Religião Cristã” – 1ª edição – um livroseis capítulos em latim oito edições bilíngües (francêslatim); na ultima 14 livros.
  7. 7. 4.2- SEU TEMPO EM GENEBRAa- Genebra, deixou de ser um local de descanso paravirar sua casa.b- Seu zelo pela palavra, a organização da“jurisprudência” do evangelho e a exigência de umaconversão real, provocaram choques com a burguesia.Ex: a excomunhão dos infiéis.c- “Ordenanças Eclesiásticas”: ligação entre o Estado e aIgreja.d- Acusação e execução de Servetto que fugia daInquisição Católicae- Poder absoluto – controle do cotidiano das pessoasf- Academia de Genebra. – Teologia.
  8. 8. C- Intelectualidade: a) Humanistas Bíblicos b) Tradução do novo testamento para o inglês. c) Os inscritos de Lutero. Henrique VIII5 – A REFORMA NA INGLATERRA:5.1- Causas da Reforma:A- A tradição na ênfase da autoridadebíblica e a necessidade de comunhão comCristo; (Wycliffe)B- Centralização política; formação doEstado nação; combate a influencia deRoma.
  9. 9. 5. 2) Reforma eclesiástica sobre Henrique VIII:A- Anulação do casamento com Catarina para assumir seu relacionamento comAna Bolena;B- Casamentos estratégicos na família;C- Clemente VII pressionado por Carlos V (Espanha e Alemanha) não anulou ocasamento;D- Henrique persegue o clero fiel a Roma e fortalece seus aliados• Submissão do Clero• Ato de Supremacia• Aliança com a classe média – terras da Inglaterra; apoio político-econômico-militar.E- Implantações e contradições:• Maria Tudor – apoiou a Contra-Reforma• Elisabeth – moderação; tentativa de conciliação;- Livro de oração – multa por faltar o culto dominical.- Ato de Supremacia- Ataque da Armada Espanhola. (Filipe da Espanha)F- Igreja oficial ligada ao Estado: doutrina protestante / liturgiacatólica.
  10. 10. 6- CONTRARREFORMA CATÓLICA:6.1. Conjunto de ações da Igreja Católica, cujoobjetivo era impedir o avanço do protestantismo naEuropa;6.2. Criação da Companhia de Jesus;6.3. Concílio de Trento;6.4. Criação do Index Librorum;6.5. Restabelecimento dos Tribunais do Santo Ofícioou Inquisição;

×