SlideShare uma empresa Scribd logo

Creatina (2)

creatina para atletas

1 de 32
Baixar para ler offline
CREATINA
Mariana Pereira Nobrega
 80% dos atletas participantes dos Jogos Olímpicos de
Atlanta – 1996 – utilizaram a creatina
JUSTIFICATIVA PARA O USO
 A disponibilidade deste composto ser uma das
principais limitações para o desempenho
muscular durante atividades de curta duração e
alta intensidade.
 DepleçãoIncapacidade de ressintetizar ATP
SÍNTESE
 Encontrada naturalmente nos alimentos
 Pode ser sintetizada endogenamente  fígado,
rins e pâncreas
 Precursores :
 Arginina
 Glicina
 Metionina
TRANSPORTE E CAPTAÇÃO
 Transporte sanguíneo por composto especifico,
CreaT
 Concentração muscular depende da captação
celular  bomba de sódio e potássio
 Concentração muscular limite
 Insulina estimula a enzima responsável pelo
transporte da creatina
ARMAZENAMENTO
 95% da creatina é armazenada no músculo
 No músculo, parte da creatina é fosforilada, mantendo-
se um equilíbrio de creatina e cratina-fosfato
 Fibras tipo II tem maior concentração de creatina

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Nutrição esportiva
Nutrição esportivaNutrição esportiva
Nutrição esportivaRenata Jardim
 
SUPLEMENTAÇÃO E ATIVIDADE FÍSICA
SUPLEMENTAÇÃO E ATIVIDADE FÍSICASUPLEMENTAÇÃO E ATIVIDADE FÍSICA
SUPLEMENTAÇÃO E ATIVIDADE FÍSICALaerson Psico
 
Creatina, desempenho físico e possíveis efeitos adversos
Creatina, desempenho físico e possíveis efeitos adversos Creatina, desempenho físico e possíveis efeitos adversos
Creatina, desempenho físico e possíveis efeitos adversos João Gabriel Rodrigues
 
Introdução a Nutrição
Introdução a NutriçãoIntrodução a Nutrição
Introdução a NutriçãoPaulo Matias
 
Educação Física e saúde e nutrição.
Educação Física e saúde e nutrição.Educação Física e saúde e nutrição.
Educação Física e saúde e nutrição.Nicole Gouveia
 
Bioquímica dos alimentos
Bioquímica dos alimentosBioquímica dos alimentos
Bioquímica dos alimentosLourdes Piedade
 
Apostila avaliação nutricional
Apostila  avaliação nutricionalApostila  avaliação nutricional
Apostila avaliação nutricionalBruna Bellini
 
Livro dietas hospitalares pdf
Livro dietas hospitalares pdfLivro dietas hospitalares pdf
Livro dietas hospitalares pdfMarcela Cardoso
 
Saúde e Nutrição - Fibras Alimentares
Saúde e Nutrição - Fibras AlimentaresSaúde e Nutrição - Fibras Alimentares
Saúde e Nutrição - Fibras AlimentaresMayara Mônica
 
Estratégias nutricionais para o ganho de massa muscular
Estratégias nutricionais para o ganho de massa muscularEstratégias nutricionais para o ganho de massa muscular
Estratégias nutricionais para o ganho de massa muscularArícia Motta Nutrição
 
Alimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vidaAlimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vidaEdvaldo S. Júnior
 
Palestra Nutrição na Hipertensão
Palestra Nutrição na HipertensãoPalestra Nutrição na Hipertensão
Palestra Nutrição na HipertensãoJuliana Nólibos
 
Ne aula 2. proteínas
Ne   aula 2. proteínasNe   aula 2. proteínas
Ne aula 2. proteínasEric Liberato
 
Bromatologia Vitaminas
Bromatologia VitaminasBromatologia Vitaminas
Bromatologia VitaminasJulai1991
 
Nutriçao.. esportiva
 Nutriçao.. esportiva Nutriçao.. esportiva
Nutriçao.. esportivaelcinho
 

Mais procurados (20)

Minerais
MineraisMinerais
Minerais
 
Nutrição esportiva
Nutrição esportivaNutrição esportiva
Nutrição esportiva
 
SUPLEMENTAÇÃO E ATIVIDADE FÍSICA
SUPLEMENTAÇÃO E ATIVIDADE FÍSICASUPLEMENTAÇÃO E ATIVIDADE FÍSICA
SUPLEMENTAÇÃO E ATIVIDADE FÍSICA
 
fibras
fibras fibras
fibras
 
Creatina, desempenho físico e possíveis efeitos adversos
Creatina, desempenho físico e possíveis efeitos adversos Creatina, desempenho físico e possíveis efeitos adversos
Creatina, desempenho físico e possíveis efeitos adversos
 
Dislipidemia
DislipidemiaDislipidemia
Dislipidemia
 
Nutrição esportiva
Nutrição esportivaNutrição esportiva
Nutrição esportiva
 
Introdução a Nutrição
Introdução a NutriçãoIntrodução a Nutrição
Introdução a Nutrição
 
Educação Física e saúde e nutrição.
Educação Física e saúde e nutrição.Educação Física e saúde e nutrição.
Educação Física e saúde e nutrição.
 
Bioquímica dos alimentos
Bioquímica dos alimentosBioquímica dos alimentos
Bioquímica dos alimentos
 
Apostila avaliação nutricional
Apostila  avaliação nutricionalApostila  avaliação nutricional
Apostila avaliação nutricional
 
Livro dietas hospitalares pdf
Livro dietas hospitalares pdfLivro dietas hospitalares pdf
Livro dietas hospitalares pdf
 
Saúde e Nutrição - Fibras Alimentares
Saúde e Nutrição - Fibras AlimentaresSaúde e Nutrição - Fibras Alimentares
Saúde e Nutrição - Fibras Alimentares
 
Estratégias nutricionais para o ganho de massa muscular
Estratégias nutricionais para o ganho de massa muscularEstratégias nutricionais para o ganho de massa muscular
Estratégias nutricionais para o ganho de massa muscular
 
Curso esteroides anabólicos
Curso esteroides anabólicosCurso esteroides anabólicos
Curso esteroides anabólicos
 
Alimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vidaAlimentação e qualidade de vida
Alimentação e qualidade de vida
 
Palestra Nutrição na Hipertensão
Palestra Nutrição na HipertensãoPalestra Nutrição na Hipertensão
Palestra Nutrição na Hipertensão
 
Ne aula 2. proteínas
Ne   aula 2. proteínasNe   aula 2. proteínas
Ne aula 2. proteínas
 
Bromatologia Vitaminas
Bromatologia VitaminasBromatologia Vitaminas
Bromatologia Vitaminas
 
Nutriçao.. esportiva
 Nutriçao.. esportiva Nutriçao.. esportiva
Nutriçao.. esportiva
 

Destaque

Paz xiomy
Paz xiomyPaz xiomy
Paz xiomycandyx
 
ACTIVIDADES EN MOODLE
ACTIVIDADES EN MOODLEACTIVIDADES EN MOODLE
ACTIVIDADES EN MOODLEnisa escobar
 
An overview Survey on Various Video compressions and its importance
An overview Survey on Various Video compressions and its importanceAn overview Survey on Various Video compressions and its importance
An overview Survey on Various Video compressions and its importanceINFOGAIN PUBLICATION
 
Diccionario filosofia!
Diccionario filosofia!Diccionario filosofia!
Diccionario filosofia!Reenaatoo
 
Arte diseño (1)
Arte diseño (1)Arte diseño (1)
Arte diseño (1)poetaneruda
 
Cuento exilio en el infierno
Cuento exilio en el infiernoCuento exilio en el infierno
Cuento exilio en el infiernojugon online
 
ENC Times-November 07,2016
ENC Times-November 07,2016ENC Times-November 07,2016
ENC Times-November 07,2016ENC
 
Sena institucional
Sena institucionalSena institucional
Sena institucionalvsutaq
 
El avioncito que no sabía volar
El avioncito que no sabía volarEl avioncito que no sabía volar
El avioncito que no sabía volarAlexandra Rangel
 
Trình diễn hồ sơ bài dạy
Trình diễn hồ sơ bài dạyTrình diễn hồ sơ bài dạy
Trình diễn hồ sơ bài dạyKham Sang
 
нерубайська загальноосвітня
нерубайська загальноосвітнянерубайська загальноосвітня
нерубайська загальноосвітняMaya Vovnyanko
 

Destaque (20)

Las profesiones
Las profesionesLas profesiones
Las profesiones
 
Paz xiomy
Paz xiomyPaz xiomy
Paz xiomy
 
Secuencia de colores
Secuencia de coloresSecuencia de colores
Secuencia de colores
 
ACTIVIDADES EN MOODLE
ACTIVIDADES EN MOODLEACTIVIDADES EN MOODLE
ACTIVIDADES EN MOODLE
 
An overview Survey on Various Video compressions and its importance
An overview Survey on Various Video compressions and its importanceAn overview Survey on Various Video compressions and its importance
An overview Survey on Various Video compressions and its importance
 
Diccionario filosofia!
Diccionario filosofia!Diccionario filosofia!
Diccionario filosofia!
 
Flores para meus amores
Flores  para meus amoresFlores  para meus amores
Flores para meus amores
 
Romanticismo
RomanticismoRomanticismo
Romanticismo
 
Arte diseño (1)
Arte diseño (1)Arte diseño (1)
Arte diseño (1)
 
Cuento exilio en el infierno
Cuento exilio en el infiernoCuento exilio en el infierno
Cuento exilio en el infierno
 
El rol del educador
El rol del educadorEl rol del educador
El rol del educador
 
ENC Times-November 07,2016
ENC Times-November 07,2016ENC Times-November 07,2016
ENC Times-November 07,2016
 
Sena institucional
Sena institucionalSena institucional
Sena institucional
 
Internet 1
Internet 1Internet 1
Internet 1
 
Microalgas y cianobacterias
Microalgas y cianobacteriasMicroalgas y cianobacterias
Microalgas y cianobacterias
 
El avioncito que no sabía volar
El avioncito que no sabía volarEl avioncito que no sabía volar
El avioncito que no sabía volar
 
Trình diễn hồ sơ bài dạy
Trình diễn hồ sơ bài dạyTrình diễn hồ sơ bài dạy
Trình diễn hồ sơ bài dạy
 
Tarea 1 web 2
Tarea 1 web 2Tarea 1 web 2
Tarea 1 web 2
 
El osito
El ositoEl osito
El osito
 
нерубайська загальноосвітня
нерубайська загальноосвітнянерубайська загальноосвітня
нерубайська загальноосвітня
 

Semelhante a Creatina (2)

apresentações 5ª sessão.ppt
apresentações 5ª sessão.pptapresentações 5ª sessão.ppt
apresentações 5ª sessão.pptLuisPinheiro46
 
3-Suplementação-esportiva-excessos-e-a-quantidade-correta-para-cada-tipo-e-in...
3-Suplementação-esportiva-excessos-e-a-quantidade-correta-para-cada-tipo-e-in...3-Suplementação-esportiva-excessos-e-a-quantidade-correta-para-cada-tipo-e-in...
3-Suplementação-esportiva-excessos-e-a-quantidade-correta-para-cada-tipo-e-in...Eziquiel Ribeiro
 
2° série - creatina.pptx
2° série - creatina.pptx2° série - creatina.pptx
2° série - creatina.pptxFbioMFernandes
 
Recursos ergogênicos em educação física
Recursos ergogênicos em educação físicaRecursos ergogênicos em educação física
Recursos ergogênicos em educação físicawashington carlos vieira
 
Apostila - Recursos Ergogênicos e Nutricionais para a hipertroifia
Apostila  - Recursos Ergogênicos e Nutricionais para a hipertroifiaApostila  - Recursos Ergogênicos e Nutricionais para a hipertroifia
Apostila - Recursos Ergogênicos e Nutricionais para a hipertroifiaFernando Valentim
 
Fisilogia da fadiga muscular- nutrição
Fisilogia da fadiga muscular- nutrição Fisilogia da fadiga muscular- nutrição
Fisilogia da fadiga muscular- nutrição JooVitor867993
 
Apresentação atividade física
Apresentação atividade físicaApresentação atividade física
Apresentação atividade físicaRachel V.
 
Creatina esplosão de musculos
Creatina esplosão de musculosCreatina esplosão de musculos
Creatina esplosão de musculoswaldyr
 
Nutrição para atletas signed
Nutrição para atletas signedNutrição para atletas signed
Nutrição para atletas signedMarcelo Chagas
 
UNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
UNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdfUNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
UNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdftrabs6004
 
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdfATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdftrabs5005
 
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdfATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdftrabs6004
 
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdfATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdftrabs04
 
UNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
UNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdfUNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
UNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdftrabs5005
 

Semelhante a Creatina (2) (20)

apresentações 5ª sessão.ppt
apresentações 5ª sessão.pptapresentações 5ª sessão.ppt
apresentações 5ª sessão.ppt
 
3-Suplementação-esportiva-excessos-e-a-quantidade-correta-para-cada-tipo-e-in...
3-Suplementação-esportiva-excessos-e-a-quantidade-correta-para-cada-tipo-e-in...3-Suplementação-esportiva-excessos-e-a-quantidade-correta-para-cada-tipo-e-in...
3-Suplementação-esportiva-excessos-e-a-quantidade-correta-para-cada-tipo-e-in...
 
2° série - creatina.pptx
2° série - creatina.pptx2° série - creatina.pptx
2° série - creatina.pptx
 
Recursos ergogênicos em educação física
Recursos ergogênicos em educação físicaRecursos ergogênicos em educação física
Recursos ergogênicos em educação física
 
Peralta por - supl creatina - 2002
Peralta   por - supl creatina - 2002Peralta   por - supl creatina - 2002
Peralta por - supl creatina - 2002
 
Apostila - Recursos Ergogênicos e Nutricionais para a hipertroifia
Apostila  - Recursos Ergogênicos e Nutricionais para a hipertroifiaApostila  - Recursos Ergogênicos e Nutricionais para a hipertroifia
Apostila - Recursos Ergogênicos e Nutricionais para a hipertroifia
 
Rezende por - supl creatina - 2003
Rezende   por - supl creatina - 2003Rezende   por - supl creatina - 2003
Rezende por - supl creatina - 2003
 
Fisilogia da fadiga muscular- nutrição
Fisilogia da fadiga muscular- nutrição Fisilogia da fadiga muscular- nutrição
Fisilogia da fadiga muscular- nutrição
 
Apresentação atividade física
Apresentação atividade físicaApresentação atividade física
Apresentação atividade física
 
Creatina esplosão de musculos
Creatina esplosão de musculosCreatina esplosão de musculos
Creatina esplosão de musculos
 
Creatina
CreatinaCreatina
Creatina
 
Suplementos
SuplementosSuplementos
Suplementos
 
Cindura-Literatura.pdf
Cindura-Literatura.pdfCindura-Literatura.pdf
Cindura-Literatura.pdf
 
Rawson et al[1]. por - supl creatina - 2004
Rawson et al[1].   por - supl creatina - 2004Rawson et al[1].   por - supl creatina - 2004
Rawson et al[1]. por - supl creatina - 2004
 
Nutrição para atletas signed
Nutrição para atletas signedNutrição para atletas signed
Nutrição para atletas signed
 
UNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
UNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdfUNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
UNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
 
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdfATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
 
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdfATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
 
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdfATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
 
UNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
UNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdfUNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
UNICESUMAR - ATIVIDADE 3 - BIOLOGIA E BIOQUÍMICA 53-2023 UNICESUMAR.pdf
 

Último

ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...
ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...
ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...DL assessoria 27
 
Guia para tratamento de Hemodiálises.pdf
Guia para tratamento de Hemodiálises.pdfGuia para tratamento de Hemodiálises.pdf
Guia para tratamento de Hemodiálises.pdfElySouza16
 
DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...
DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...
DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...bibygmachadodesouza
 
FARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdf
FARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdfFARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdf
FARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdfnilsonmarques9
 
Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...
Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...
Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...PrimeAssessoriaAcadm3
 
Aumento da dengue no Brasil, casos de dengue saude
Aumento da dengue no Brasil, casos de dengue saudeAumento da dengue no Brasil, casos de dengue saude
Aumento da dengue no Brasil, casos de dengue saudesteauroradourados
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...PrimeAssessoriaAcadm3
 

Último (7)

ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...
ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...
ATIVIDADE 1 - PED - FUNDAMENTOS SOCIOLÓGICOS E ANTROPOLÓGICOS DA EDUCAÇÃO - 5...
 
Guia para tratamento de Hemodiálises.pdf
Guia para tratamento de Hemodiálises.pdfGuia para tratamento de Hemodiálises.pdf
Guia para tratamento de Hemodiálises.pdf
 
DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...
DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...
DESCUBRA O SEGREDOE PARE DE VEZ DE FUMAR...
 
FARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdf
FARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdfFARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdf
FARMACOLOGIA DA DOR E INFLAMAÇÃO PT1.pdf
 
Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...
Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...
Com base no estudo de caso, faça uma Análise SWOT do novo empreendimento de A...
 
Aumento da dengue no Brasil, casos de dengue saude
Aumento da dengue no Brasil, casos de dengue saudeAumento da dengue no Brasil, casos de dengue saude
Aumento da dengue no Brasil, casos de dengue saude
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 

Creatina (2)

  • 2.  80% dos atletas participantes dos Jogos Olímpicos de Atlanta – 1996 – utilizaram a creatina
  • 3. JUSTIFICATIVA PARA O USO  A disponibilidade deste composto ser uma das principais limitações para o desempenho muscular durante atividades de curta duração e alta intensidade.  DepleçãoIncapacidade de ressintetizar ATP
  • 4. SÍNTESE  Encontrada naturalmente nos alimentos  Pode ser sintetizada endogenamente  fígado, rins e pâncreas  Precursores :  Arginina  Glicina  Metionina
  • 5. TRANSPORTE E CAPTAÇÃO  Transporte sanguíneo por composto especifico, CreaT  Concentração muscular depende da captação celular  bomba de sódio e potássio  Concentração muscular limite  Insulina estimula a enzima responsável pelo transporte da creatina
  • 6. ARMAZENAMENTO  95% da creatina é armazenada no músculo  No músculo, parte da creatina é fosforilada, mantendo- se um equilíbrio de creatina e cratina-fosfato  Fibras tipo II tem maior concentração de creatina
  • 7. MECANISMO DE AÇÃO  Na miosina a PCr é quebrada pela CPK liberando energia para ressíntese de ATP  A Cr livre é levada por difusão até a membrana da mitocondria, onde é novamente fosforilada  A PCr retorna por difusão ao seu local de utilização
  • 8. EXCREÇÃO  Excretada na forma de creatinina  Via Renal  2 g/dia, podendo variar de acordo com a massa muscular
  • 9. CREATINA X ATIVIDADE FÍSICA  Liberação de energia fundamental para exercícios com máxima intensidade, com até 30 segundos de duração  Ação tamponante aos compostos ADP e H+  Pode aumentar significativamente a quantidade de trabalho a ser produzida em exercícios repetitivos de supramáximo
  • 10. SUPLEMENTAÇÃO DE CREATINA  Efeitos ergogênicos  Aumento da creatina intramuscular  Aceleração da ressíntese de fosfocreatina  Manutenção da resfosforilação de ADP  Aumento da capacidade de contração muscular
  • 11.  Dosagem  Doses agudas de 20g/dia – 1 semana  Seguida por doses cronicas de 1,5 a 5 g/dia, são capazes de aumentar o estoque muscular – 8 semanas  Aumentos de até 50% da creatina intramuscular  Willians e Branch, 1998, ocorreu melhora da performance em 53,5% dos casos  Atividades aeróbias não mostram melhora
  • 12.  Resultados positivos em indivíduos não treinados  Resultados controversos em indivíduos treinados
  • 13. CREATINA X MASSA CORPORAL  Ganho de 0,7 a 2,0 Kg  Retenção Hidricapoder osmótico da creatina  Aumento da taxa de síntese protéica  indicadores de síntese  “Eliminação da creatina”  em torno de 28 dias
  • 14.  Retenção Hidrica + Sintese Proteica  A hidratação muscular possui ação “anticatabólica” o que a longo prazo pode levar ao aumento da sintese
  • 15. ESPORTES COM CONTROLE DE PESO  Ganhos rápidos e significantes de massa corporal  Prejuízo na divisão de categorias
  • 16. CREATINA X SAÚDE  Até o presente momento, o único efeito colateral é o ganho rápido de peso  Até 30g/dia por 4 meses não alterou a função renal  1,5g/dia por 5 anos, não alterou função renal