Análise discursiva do        videoclipe           Bruna faces de“Marighella - Mil          Viveiros    um homem leal”     ...
Introdução  Com base na Análise Crítica do Discurso, sob    a perspectiva de Fairclough, analisamos a  construção de discu...
O rap “Para que isto seja possível, a própria ACD considera  o papel crucial do contexto, portanto, iniciaremos o estudo a...
O rap surgiu nos bairros pobres da Jamaica eganhou força nas periferias dos EUA, como o
O rap chegou ao Brasil nos anos 80,também através dos jovens de periferia.   Tem como principal nome o grupo
Racionais MCs •   Maior expoente do rap brasileiro; •   Discurso político contra a opressão à população     marginalizada;...
Carlos Marighella •   Líder comunista e guerrilheiro que combatia a     ditadura militar; •   Membro do PCB por 30 anos; •...
Marighella foi morto por ditadores durante       uma emboscada, em 1969
Hoje Marighella é um dos grandes nomes na luta em favor das classes oprimidas
MarighellaMil faces de um homem leal     Dado o estudo do contexto, partimos então para o                 objeto de estudo...
O ritual adotado “O ritual define a qualificação que devem possuir os indivíduos que falam (e que, no jogo do diálogo, na ...
O clipe foi gravado na Ocupação Mauá,considerada por Mano Brown como “a
MarighellaMil faces de um homem leal  •   É feita uma ligação entre os acontecimentos sociais à      época de Marighella c...
MarighellaMil faces de um homem leal  •   As táticas de rua pregadas pelo Manual do      Guerrilheiro Urbano são evidencia...
MarighellaMil faces de um homem leal  •    A relação entre as imagens e a letra acrescenta ao       discurso uma espécie d...
Trecho/Expressão                   Implicações discursivasBandido da minha cor                 O termo bandido remete à co...
Trecho/Expressão                     Implicações discursivasQuem não samba camba                  O termo samba está intri...
MarighellaMil faces de um homem leal   O discurso do clipe, assim como o que vimos sobre as    letras de rap, apresenta te...
Análise discursiva do videoclipe "Marighella - Mil faces de um homem leal"
Análise discursiva do videoclipe "Marighella - Mil faces de um homem leal"
Análise discursiva do videoclipe "Marighella - Mil faces de um homem leal"
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Análise discursiva do videoclipe "Marighella - Mil faces de um homem leal"

2.183 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.183
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Análise discursiva do videoclipe "Marighella - Mil faces de um homem leal"

  1. 1. Análise discursiva do videoclipe Bruna faces de“Marighella - Mil Viveiros um homem leal” Mariana Castro
  2. 2. Introdução Com base na Análise Crítica do Discurso, sob a perspectiva de Fairclough, analisamos a construção de discursos no clipe da canção do grupo de rap Racionais MCs: “Marighella – Mil faces de um homem leal”
  3. 3. O rap “Para que isto seja possível, a própria ACD considera o papel crucial do contexto, portanto, iniciaremos o estudo a partir da função social do rap, estilo musical originado nas periferias da Jamaica”
  4. 4. O rap surgiu nos bairros pobres da Jamaica eganhou força nas periferias dos EUA, como o
  5. 5. O rap chegou ao Brasil nos anos 80,também através dos jovens de periferia. Tem como principal nome o grupo
  6. 6. Racionais MCs • Maior expoente do rap brasileiro; • Discurso político contra a opressão à população marginalizada; • As palavras expressam o cotidiano dessa camada da população; • A linguagem é adaptada a quem comunica – expressões típicas; • Temáticas: violência, drogas, sexo, moradia, racismo, política (...)
  7. 7. Carlos Marighella • Líder comunista e guerrilheiro que combatia a ditadura militar; • Membro do PCB por 30 anos; • Fundou a Ação Nacional Libertadora (ANL); • Escreveu o Manual do Guerrilheiro Urbano; • Grande nome da luta pelas classes oprimidas.
  8. 8. Marighella foi morto por ditadores durante uma emboscada, em 1969
  9. 9. Hoje Marighella é um dos grandes nomes na luta em favor das classes oprimidas
  10. 10. MarighellaMil faces de um homem leal Dado o estudo do contexto, partimos então para o objeto de estudo em si.
  11. 11. O ritual adotado “O ritual define a qualificação que devem possuir os indivíduos que falam (e que, no jogo do diálogo, na interrogação, na recitação, devem ocupar determinada posição e formular determinado tipo de enunciados) ; define os gestos, os comportamentos, as circunstâncias e todo o conjunto de sinais que devem acompanhar o discurso ; o ritual fixa, por fim, a eficácia, suposta ou imposta, das palavras, o seu efeito sobre aqueles a quem elas se dirigem, os limites do seu valor constrangedor.” A ordem do Discurso - Michel Foucault.
  12. 12. O clipe foi gravado na Ocupação Mauá,considerada por Mano Brown como “a
  13. 13. MarighellaMil faces de um homem leal • É feita uma ligação entre os acontecimentos sociais à época de Marighella com os atuais. Ver: cena inicial do filme, onde são apontadas as datas 1969 e 2012; • Em vários momentos, são feitas alusões ao Manual do Guerrilheiro Urbano. Ver: A defesa do uso da comunicação (Marighella) / Invasão da Rádio Nacional e uso de megafones nas comunidades de favelas;
  14. 14. MarighellaMil faces de um homem leal • As táticas de rua pregadas pelo Manual do Guerrilheiro Urbano são evidenciadas. Ver: imagens de ações político sociais dos movimentos de São Paulo. • Do Manual, também é visto o uso de armas. Ver: imagens relacionando as armas de fogo da ANL aos machados utilizados em ações do MST.
  15. 15. MarighellaMil faces de um homem leal • A relação entre as imagens e a letra acrescenta ao discurso uma espécie de conselho, como se Marighella ensinasse aos novos combatentes da opressão como agir; “O poder pertence ao povo. Nosso lema é unir as forças revolucionárias de qualquer parte do Brasil. Podem surgir dos bairros, das ruas, dos conjuntos residenciais, das favelas (...)”
  16. 16. Trecho/Expressão Implicações discursivasBandido da minha cor O termo bandido remete à coragem e a cor negra liga Mano Brown a Carlos MarighellaCê quer ser um homem também? Depois de ter usado o termo homem para fazer alusão ao Marighella, a pergunta é dirigida aos novos combatentesCena do clipe aos 5:14 onde os Faz alusão ao partidointegrantes do grupo musical revolucionário negro norte-erguem o braço direito americano Pantera Negra, que se espelhou nos ensinamentos de MarighellaTrês encarnações de célebres Remete ao ex-pugilista Muhammadmalandros, de cérebros brilhantes, Ali, da ativista norte-americanareuniram-se no céu Angela Davis e do líder negro Malcom X
  17. 17. Trecho/Expressão Implicações discursivasQuem não samba camba O termo samba está intrinsicamente ligado aos negros, à luta e às letras de rap, no contexto em que está inserido, diz que aquele não lutar, camba, ou seja, toma outros rumosPra não dizer que não falei das Remete à canção que marcou umaflores geração politicamente consciente e hino das lutas sociais, traz também o sentimento de esperançaEssa noite em São Paulo um anjo vai Refere-se a Carlos Marighella, mortomorrer, por mim, por você, por ter em São Paulo por ter lutado contra acoragem de dizer. opressão e aos que ainda morrem em defesa de dignidade.
  18. 18. MarighellaMil faces de um homem leal O discurso do clipe, assim como o que vimos sobre as letras de rap, apresenta teor politizado, que provoca ação e mudança. É dirigido especialmente à camada marginaliza da população. É contra o discurso do sistema opressor e vai contra o discurso da grande mídia. “O discurso deve ser visto como um modo de ação, como uma prática que altera o mundo e altera os outros” ACD - Fairclough

×